História Sweet Sin - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens All For One, Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Enji Todoroki (Endeavor), Fumikage Tokoyami, Gran Torino, Hanta Sero, Hizashi Yamada (Present Mic), Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Kurogiri, Kyoka Jiro, Mashirao Ojiro, Mei Hatsume, Mina Ashido, Minoru Mineta, Mirio Togata (Lemillion), Momo Yaoyorozu, Nejire Hado, Ochako Uraraka (Uravity), Shouta Aizawa (Eraserhead), Shouto Todoroki, Stain, Tamaki Amajiki (Sun Eater), Tenya Iida, Toga Himiko, Tomura Shigaraki, Toru Hagakure, Toshinori Yagi (All Might), Tsuyu Asui, Yuga Aoyama
Tags Bakukiri, Momojirou, Tododeku
Visualizações 200
Palavras 1.821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa , mas esse capítulo é praticamente só diálogo kkkkk
Espero que gostem mesmo assim!

Capítulo 6 - Deku-kun!


Fanfic / Fanfiction Sweet Sin - Capítulo 6 - Deku-kun!

Todoroki

Estávamos na estrada mais uma vez, dessa vez sem lutas no meio da estrada. Mas o fato anterior gerou uma conversa longa entre mim e Momo sobre o quê aqueles dois estariam escondendo. Na teoria estava correta que ele era um mensageiro de individualidade forte. Mas por quê todo esse mistério? E que segredo seria importante o suficiente para chantagear alguém a aquele ponto? Foram algumas das várias perguntas que eu e Momo discutimos.

A viagem se passou mais rápido do quê o esperado, acho que a conversa estava boa. Mas logo que saímos vimos que dessa vez a Jirou estava preocupada, quando ela me viu encarando mudou de expressão. Para quê tantos segredos?

- Ei, Todoroki! Sabe que aqui meio que você não é alteza né?- ela me fala o óbvio.

- Sim, sim ainda bem.- falei desinteressado naquela conversa.

- Acho que não entendeu, estamos em Iida. O único reinado parlamentarista, e nem se encaixa nessa classificação já que a leis são bem mais complexas. O seu quarto não vai ser o mais luxuoso, e acho que você nem vai ter um só seu. Provável que acabe dividindo com alguém. Mas para começar, carregue suas malas!- ela me falou me entregando três bagagens.

- Isso começou a ficar estranho!- as malas não eram pesadas, era só diferente carregar minhas próprias coisas. Preciso ser menos Príncipe possível.

Andamos pelo reino e pareciam que toda a população tinha intelecto alto, até mesmo os bêbados da cidade. Atrás de nós, Midoriya olhava para tudo com tanta admiração e a guarda ao seu lado também, comentavam e apontavam para pontos da cidade, estranho, viraram amigos. Momo parecia muito empolgada, geralmente é séria mas pulou ao ver uma loja com algum colar que ela havia gostado. As vezes esqueço que ela é uma mulher, acho que a vejo muito como uma guarda.

Quando vimos o Palácio ficamos de bocas abertas. Não parecia um castelo! Era grande, sim! Mas estava mais para uma casa de senhor feudal! Tinha sua beleza, mas aquilo não era um palácio. Em comparação ao “castelo” a construção ao lado ganhava tudo em estrutura! Mas era uma biblioteca! A biblioteca era maior do que o próprio castelo! Iida era um reino realmente estranho. Quebrando nossa surpresa uma voz feminina tira toda a nossa atenção.

- Deku-kun!- era uma garota de cabelo castanho com duas mechas grandes se separando das demais, pelos seus trajes era uma maga curandeira. Pela aparência ainda treinando para ser uma. Mas o que assustou a todos foi que essa garota se jogou em cima do Midoriya em um abraço fazendo os dois caírem no chão.

- Uraraka-san!- pelo tom da voz de emoção dos dois eles se conheciam.

- Eu senti tanto sua falta! Onde está o Bakugou?! Você chamava ele de “Kachan” não é? – os dois pareciam falar em outra língua “Kachan” “Deku-kun”. Eu não era o único assustado mas finalmente o “Deku” decidiu explicar o que estava acontecendo ali.

- Gente essa é a Uraraka Ochaco, ela mora aqui em Iida para estudar. A gente é meio que amigo de infância- ele falou meio envergonhado pela situação.

- Prazer! Nossa seu cabelo tem duas cores! Já te falaram que você é bonito como um príncipe- o Midoriya riu de nervoso, eu contive meu sorriso, enquanto Momo e Jirou gargalhavam.

- Falei algo errado? – Ochako perguntava com cara confusa.

- Eu sou o príncipe de Flame- falei enquanto os outros ainda riam.

- Um príncipe? Deku você tem viajado com um príncipe? Como isso aconteceu? Espera! Por que você ta aqui? Você fazia tranporte de mercadoria com a sua mãe pelo lance da sua individualidade, não é? Como se envolveu com o Palácio? – e lá estava mais uma vez, parecia que todos sabiam sobre esse negócio de individualidade do Midoriya. A pele que Midoriya foi para um tom de branco fantasma.

- Ochako! Eles ainda não sabem do “lance da individualidade “ e eu sou um mensageiro agora. Eu lhe explico os detalhes depois- falou enquanto se levantava e ajudava Ochako a se levantar do chão.

- Ah desculpa, achei que tinha voltado para se casar comigo- a cara de todos estava tensa, agora estava se segurando para não rir. Menos eu, algo naquela frase me incomodava.

- Acho melhor a gente conversar sobre isso depois, Uraraka-san, você que vai nos levar para os quartos, certo?- ele desviou sobre o assunto com a pele completamente vermelha.

- Ah sim! O Iida-kun me deu essa missão, acabei me distraindo com a conversa- ela falava rindo, esse riso me incomodava .

Ela fez sinal para segui-la, e nos concordamos. O castelo por dentro não era luxuoso estava mais para charmoso. Depois de termos andando por um cinco corredores diferentes, chegamos a uma ala que possuía dois quartos, o que Momo havia dito havia acontecido.

- Vocês se importam de dividir quarto?- Ochako se virava para mim e o “Deku-kun”

- Não nos importamos- respondi antes que Midoriya pensasse em fugir, ele ainda me via como um espião.

-Certo! Vocês duas também, eu tenho que ir gente! Deku-kun, me encontra mais tarde?- Ochavo ignorava nossa presença ali mais uma vez, tentei esconder cara de nojo.

Midoriya apenas concordou com a cabeça enquanto, Ochako se despedia dele com um beijo na bochecha, me cara de nojo havia aumentado. Ela saiu saltitando enquanto Midoriya entrava no quarto totalmente vermelho. Pela cena que eu havia presenciado acabei esquecendo de Momo, ela estava completamente nervosa. Eu já imaginava isso, Jirou provocava ela. Era até engraçado de ver, mas elas entraram no quarto delas e eu fui para o meu.

Quando entrei no quarto a primeira coisa que vi foi Midoriya correndo de um lado e pro outro procurando alguma coisa.

- Katsuki vai me matar! – ele sempre falava o nome daquele garoto e eu nunca entendia o porquê.

- O que aconteceu?- eu perguntei interessado no tal do Katsuki.

- As cartas! Eu perdi as cartas! Já sei, devem estar lá em baixo!- sem me deixar compreender a situação, ele pulou pela janela.

- Midoriya!- ele estava escalando, aquele baixinho estava simplesmente escalando o castelo! E foi rápido, agora corria em buscar das cartas, que deveria m ser importantes para ele ter simplesmente pulado a janela! Logo Momo e Jirou entraram no meu quarto indo em direção a janela que eu estava para observar a cena.

- O que você fez para o menino pular da janela?!- Momo já estava me acusando.

-Eu estou tão perdido quanto você! Ele simplesmente pulou para buscar cartas !- ela me olhou confusa mas Jirou não compartilhava da mesma expressão.

-Devem ser a cartas de Katsuki ou All Might, eu falei que esse moleque era perigoso- eu e Momo nos entreolhamos- Ope, falei demais. Não contem para ele, sei que ele não iria fazer nada mas mesmo assm não tem necessidade de deixar ele puto comigo.- ela fala voltando para o quarto.

-Shouto, ele pulou da janela!- Momo repetia o fato

- Isso está ficando cada vez mais complicado- respondi, enquanto ela voltava para o quarto.

Midoriya havia voltado para o quarto com a calça um pouco suja de terra, e o cabelo mais bagunçado do que o cotidiano. Em seus braços haviam folhas soltas, provavelmente as cartas que tinha ido buscar.

- Você é um retardado, quer me explicar isso?- falei apontando a janela a qual ele havia pulado. 

- O que quer saber primeiro?- ele falou arrumando as cartas e as guardando e sua mala.

- Eu tenho várias, mas vou começar com... Quem é Katsuki?- falei indiferente.

-Ah Kachan, você deveria saber, ele era guarda do seu reino- agora ele arruma o restante de suas coisas, mas o que Midoriya teria com um guarda do meu reino.

-Oi?- perguntei confuso- Se conheceram em Flame?

-Não, acho que lá ele deve ser conhecido com Bakugou, um cara de cara loiro espetado.- falou ainda arrumando suas coisas

- Espera, o guarda que arranja briga com todo mundo, ganhava as brigas que causava, gritava o tempo todo e saiu do reino sem razão aparente?- era esse tipo de pessoa com quem Midoriya se envolvia?

-Sim! Ele é o meu melhor amigo!- minha cara era de espanto, como ele falava aquilo com tanta naturalidade.

-Impossível! Bakugou não é amigo de ninguém, ainda mais alguém como você- minha intenção não era ser rude, mas ele virou com uma cara brava para mim “fofo”

- Qual é o problema de “alguém como eu”? Seus ideais são muito artificiais, Todoroki Shouto- aquela doeu, como ele fazia isso? Destruiu meus argumentos em um segundo.

- Quer dizer, alguém tão frágil como você...– sua expressão brava aumentou.

- Alguém tão.. tão gentil?- havia aliviado mas continuava bravo.

-Alguém tão fofo?- agora ele estava vermelho, ótimo, eu não falo nada certo mesmo.

- Agora você me responda príncipe, como alguém tão sem noção como você pode entender a minha amizade com Katsuki? – ele me encarava com aquela expressão brava mas ainda fofa. “Midoriya é bom em dar patadas” fiz uma nota mental.

-Okay, melhor eu ir para a próxima pergunta- desviei o assunto- E a Ochako?

- Eu, ela e Kachan éramos melhores amigos!- sua expressão finalmente havia suavizado

- Eram?- perguntei

- Ainda somos, mas não como antes. Kachan foi para Flame, Ochako para Iida e eu continuei em All vendendo produtos estrageiros- estava fazendo mais sentido aos poucos.

- E o lance do casamento?- aquilo era o que realmente me importava.

- Na verdade nós já nos casamos uma vez- ele tinha um leve corado- eu gostava dela quando era menor, não gosto mais. Ela gosta de mim, se eu me casasse acho que me casaria com ela.

Claro, era isso. Aquele pressentimento de quando vi Ochako estava certo, ela tem algo que eu não tenho. Uma chance com o baixinho.

- Agora, sua individualidade? – disfarcei o incômodo da resposta anterior.

- Não, é segredo- ele balançava a cabeça de forma negativa.

- Sua relação com o rei?- perguntei

- Segredo também- responde rápido

- Puxa Midoriya, assim não tem graça- falo me aproximando dele. Não ia desistir facilmente. – Interesse em mim?

- O que disse?- perguntou envergonhado

- Você ouviu minha pergunta, qual é o seu interesse em mim?- diminui a distância mais uma vez.

- O príncipe é muito engraçado- vamos Midoriya, me dê uma resposta positiva.

- Eu gosto do seu cabelo- falei mexendo em uma de suas mexas atrás de sua nuca, já que ele se recusava a me olhar na cara.

- Ehh- ele tossiu- acho que o interrogatório acabou certo? Eu vou para..- interrompi ele puxando sua mão.

- Não responda hoje- eu falo vendo seu rubor, beijando sua bochecha. Não queria assusta-lo mais- Também gosto das suas sardas.

Depois disso larguei sua mão e o vi correndo do quarto. Dessa vez ele não havia pulado da janela, cômico. Bem pelo menos consegui deixa-lo confuso.

 

 


Notas Finais


Vamos com calma, Todoroki é um cavalheiro ou melhor um príncipe! Não iria chegar metendo a língua na boca do menino!
Obrigada por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...