1. Spirit Fanfics >
  2. Sweet Temptation - Imagine WONHO - Monsta X >
  3. Medos internos, e uma Confissão inesperada!

História Sweet Temptation - Imagine WONHO - Monsta X - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Olá pessoinhas lindas do meu 💙 , cap 8 fresquinho saindo. Não foi exatamente como o que eu esperei, mais espero que vocês gostem. 🙃


Boa leitura 😌..

Capítulo 8 - Medos internos, e uma Confissão inesperada!


Fanfic / Fanfiction Sweet Temptation - Imagine WONHO - Monsta X - Capítulo 8 - Medos internos, e uma Confissão inesperada!

Ao entrar naquela lavanderia, e acabar Presenciando aquela magnífica cena, do Meu amado e maravilhoso vizinho, apenas de calça de couro, e com seu peitoral totalmente á mostra. Me fez ficar parcialmente sem ar e sem voz,  perdendo até o rumo doque eu estava falando ao entrar. Isso de fato, roubou minha total concentração. Fez eu sentir meu lado pervertido à tona. Malditos hormônios. 

Quando eu conheci Wonho, a primeira coisa que me chamou atenção nele foi sua beleza, sua face esculpida por Deus, quase como angelicalmente. Seu sorriso infantil, o dava um charme e um toque de doçura ainda mais belo, à seus perfeitos, e finos traços.

Jamais havia apreciado uma beleza distinta e única como aquela, pessoalmente. E não tinha como eu não reparar também em seu corpo escultural, definidamente uma tentação aos meus olhos, e um atentado à minha saúde mental. As esculturas de Michelangelo não chegariam nem aos pés dele, por mais belas que fossem.

Talvez, eu o Veja assim por está loucamente apaixonada por ele. Afinal não dizem que, quando agente está apaixonado ou ama alguém, você não consegue  ver defeito no outro, me sinto assim agora.  Ele despertou em mim algo que numca senti antes, não foi apenas por chamar minha atenção, fisicamente. Foi algo que tocou meu coração, ou diria até minha alma, a ponto de não tirá-lo mais do meu pensamento, desde à bendita hora que lhe coloquei os olhos. 

Concerteza estou bem ferrada com esse sentimento, que sinto em meu peito por ele.  Aos meus olhos Wonho era o cara perfeito pra mim, mais tinha que ter um defeito nesse homem, claro.  O fato é, que o defeito dele, é ser um pouco lento demais. Não acredito que ele ainda não percebeu, quais são minhas intenções para com ele. Talvez eu devesse desenhar, ou apenas ser mais nítida mesmo, e mostrar-lhe logo oque já está na cara.- pensei comigo mesma. 

Não percebi o quanto eu estava aérea, até wonho chamar minha atenção, me fazendo acordar do meu transe, assim como de meus pensamentos por sua pessoa. Voltei minha visão totalmente para ele, ainda não consegue quebrar o contato, dos meus olhos para seu corpo, parcialmente exposto.

Queria muito poder tocar sua pele, que deveria ser tão macia, aquela pele branquinha como a neve, ansiei deixá-la marcada. Assim como sentir aquele corpo junto ao meu. Não consigo não imaginar nois dois, em uma cama agora. Se ele conseguiu me levar à loucura apenas por vê-lo, quem diria oque aconteceria, se eu pudesse tê-lo e senti-lo mais intimamente. Só de pensar, meu corpo começou a esquentar é ficar em brasas. 


--- S/n! É... Você.. Pode me entregar à camisa. -disse ele, enquanto estendia sua mão até a minha, que ainda segurava a camisa, sem ter percebido que ainda não havia lhe entregue.

--- Desculpe! Pega,-disse lhe, estendendo a contra gosto, o tecido preto que encontrei entre as poucas roupas masculinas, que havia no guarda roupas de Lari. 

 --- Só não sei se vai servir em você Wonho, bem digamos que seu corpo, Humm..-disse mirando ele "explicitamente" Eu diria. É totalmente diferente do de jooheon. 

Ele pegou a camisa preta, que lhe entreguei tentando assim, colocá-la. Me negando a visão que eu estava tendo do paraíso, a minutos atrás. 

--- Droga!! Você tem razão S/n.. Olha não tá querendo fechar os botões. -disse ele, enquanto tentava abotoar a camisa, mais ela estava pequena demais para ele conseguir fechá-la. Tendo assim que deixá-la aberta. Pra minha sorte. -pensei.

--- Deus ouviu minhas orações. - falei sem perceber. Meu pensamento havia saído mais alto doque deveria. Ops... 

--- Oque disse S/n? -perguntou Wonho, sem entender direito.

--- Nada não, -disse sem graça. Droga! Será que ele entendeu, e pra completar provavelmente eu devo estar parecendo uma pimenta. De tão vermelha que estou, já que meu rosto esta pegando fogo.

Oque eu deveria dizer? " Nada não wonho, tô só agradecendo à Deus aqui, por me permite apreciar mais uma pouco de sua obra, que no caso é você".            Tá bom. Mesmo que eu quisesse dizer isso, eu não seria tão direta assim. Não quero assustar ele.

Enquanto meu rosto voltava a sua coloração normal, aproveitei para pegar a camisa do maior que estava manchada, em cima do cesto. Peguei um produto de tirar Mancha e apliquei sobre o tecido branco, ou talvez não tão branco assim, depois do estrago que ficou.


--- Wonho.. Prometo que se essa Mancha não sair, eu te compro uma camisa nova, tá! -disse à ele, enquanto tentava focar em algo, que não fosse o mesmo. E enquanto isso, esperava também o produto fazer algum efeito, já que dizia pra esperar no mínimo cinco minutos, o produto agir antes de colocar na máquina de lavar.

--- Não se preocupe com isso S/n. Não é como se fosse o fim do mundo, é só uma camisa. Não tem problema se a Mancha não sair. Eu tenho muitas outras. -disse ele, sorrindo enquanto demonstrava está despreocupado, com a peça de roupa.

Passado os cinco minutos peguei a camisa dele, olhando se o produto fez alguma diferença na macha, e pra minha sorte ela estava saindo. Parei em frente ao maior sorrindo, lhe mostrando a peça, só não percebe que eu estáva tão perto assim dele. Meu corpo foi se aproximando, cada vez mais automaticamente. Já estávamos quase compartilhando a mesma respiração, wonho nada dizia, apenas observava a minha aproximação atentamente.

Parei a centímetros antes de encostar nossos corpos, mirando sua boca perfeita, que chamava pela minha mesmo que inconscientemente, enquanto isso eu pensava se teria coragem de fazer, oque tanto eu estava querendo naquele exato momento.

--- Wonho... - chamei seu nome em um sussurro, olhando agora em seus olhos, que hora ou outra desviavam pra meus lábios também, assim como os meus se perdiam nos dele.

--- Oquê? - falou ele, em um fio de voz baixinho.

--- É... Você.. Você... -poderia me dar... licença? É que à máquina de lavar está atrás de você. -disse à ele, quebrado totalmente o clima, enquanto me xingava mentalmente, pela covardia de não ter tido coragem o suficiente para atacar seus lábios. Séria arriscado demais, não quero perder a chance de fazer as coisas de maneira certa. Afinal se eu tivesse feito, poderia tê-lo feito se afastar de mim. E isso é o contrário do que desejo.

Mais uma coisa é certa, momento algum ele se esquivou da aproximação, pelo contrário. Poderia até arriscar em dizer, que ele queria o mesmo que eu.

--- Desculpa! Não percebe que a máquina estava atrás de mim. -disse ele, com um sorriso sem graça, enquanto coçava sua cabeça. Parecia meio constrangido. Não mais doque eu. -Pensei. 

Coloquei a camisa dentro da máquina, acionando os botões, Enquanto evitava olhar em seus olhos, pela vergonha que eu sentia da situação. 

Preciso me lembrar de pesquisar no google, como não parecer uma idiota, na frente do cara que você gosta. Pois é exatamente assim, que eu me sinto agora.

O cômodo havia ficado em uma silêncio ensurdecedor, até ele se pronunciar.

--- S/n posso te pergunta uma coisa? - disse ele, enquanto me olhava, de um jeito enigmático.

--- Ó.. Claro, oque quer saber? - questionei, já estava ficando curiosa, pra saber oque ele queria me perguntar. Seria algo bom, ou ruim? -pensei.

--- A pessoa que você disse, bem... Que estava interessada, por acaso sou eu? - perguntou-me mirando meu rosto atentamente, me pegando de surpresa, enquanto isso eu acabei por me engasgar, com sua pergunta direta. Não esperava por essa, não assim, e não agora. 

                             ( Wonho) 

Não sei de onde tirei coragem pra perguntar isso pra ela, talvez eu tinha que acabar logo com essa minha encistente dúvida. Mais ainda depois dessa tensão que meu corpo ficou, por quase achar que ela me beijaria. Por um instante queria que ela tivesse o feito, mais não aconteceu.

Eu Não queria mais, dar abertura pra más interpretações novamente, sobre ela. Por isso quero saber de sua boca pessoalmente, se estou enganado e vendo coisas onde não existe, ou se meu palpite de que ela gosta, e tem intenções à mais em mim está certa. -pensei, enquanto esperava a resposta da menor. Ela parecia está aparentemente, sem graça com o meu questionamento.


--- Porquê me pergunto isso Wonho? -disse, rebatendo à pergunta anterior.

--- Não sei, talvez eu queira saber. Já que você as vezes parece está jogando sempre indiretas e olhares nada discretos para mim.-rebati à pergunta dela, esperando ouvir oque ela diria.

--- Se você percebeu tudo isso wonho, não sei porque me pergunta. A resposta é tão nitidamente óbvia, não acha.- disse à ele , olhando em seus olhos, respondendo assim sua curiosidade, agora sem receio nenhum.  Chega de indiretas, terei que ser muito direta de agora em diante com esse homem. Não tenho mais tempo pra perder. Pensei comigo mesma.


Parece que eu não estava enganado. Foi oque eu pensei, ela realmente esta afim de mim, se antes tinha dúvida agora não tenho mais. Só não imaginava que sua resposta, fosse causar me tantas sensações , como agora.

Sinto um misto de medo, misturado com um desejo enorme de agarrá-la pela cintura e beijar aqueles lábios vermelhos, que tanto me chamaram atenção a noite toda. Mesmo que eu não tenha comentado nada, à respeito, ela passou a noite me chamando atenção. S/n hoje estava ainda mais bonita que das outras vezes que à vi, não conseguir não reparar, o quanto ela estava provocantemente bela naquele vestido vermelho. E isso me deixa frustado, de certo modo, porque estou lutando contra esse instinto que tenho dentro de mim, quando fico perto da garota. E Além disso, ainda tenho que enfrentar o medo que tenho, de me permitir ter sentimentos amorosos, por alguém novamente. Pois as duas últimas pessoas que tive o desprazer de me envolver, e de me entregar de coração, acabaram por deixar uma ferida, que me causou uma enorme cicatriz, para me fazer lembrar assim constantemente o motivo pelo qual não devo me envolver com alguém, já que o mais provável, é a história se repetir novamente.

Não que todas as mulheres sejam iguais, mais minha confiança em achar alguém que me ame de verdade, pelo que sou e que não me troque pelo primeiro cara que aparecer, por ser mais bonito, interesante e mais rico, é muito pouca . Afinal foi por esse último motivo que fui trocado, "dinheiro " . Será que é isso, hoje em dia a riqueza vale mais que o amor? -me perguntava, pois não entendo onde foi meu erro. Pois das duas vezes que namorei, amor foi algo que não faltou de minha parte, mais acho que pra algumas pessoas o amor tem preço. E eu não quero ter que passar por algo parecido pela terceira vez. Eu não aguentaria ter que passar pelo que passei tudo de novo. Concerteza se isso acontecesse eu Desistiria completamente do amor, de uma vez por todas, até o resto da minha vida.

Mais porque S/n me causa essa sensação, e essa confusão interna dentro de mim? Será que ela seria alguém diferente, que talvez não me machuque  e que eu possa confiar nela, se acaso eu resolvesse  me envolver.

 É estranho, não entendo porque. Só sei, que agora mais que numca me sinto atraído por ela. Não sei se são seus olhos tão intensos ao me olhar, com aquele brilho diferente que me causa essa atração magnética, ou se é essa tensão que brota quando estou ao seu lado, que me deixa nervoso, e com o coração acelerado.

S/n concerteza é uma caixinha de mistérios que eu adoraria arriscar, em desvendar. Espero que se acaso isso acontecer, eu não me arrependa. -Pensava, enquanto mirava a garota que antes tinha seus olhos, desviados dos meus.


--- Espero que não mude comigo ou se afaste de mim, wonho. Agora que sabe oque sinto por você. -disse-lhe, sinceramente. Não gostaria que ele se afasta-se de mim. Mesmo que ele não me correspondesse com os mesmos sentimentos. Tê-lo perto seria bom, até porque aos poucos ele poderia criar algum sentimento por mim, não é mesmo. Mais do contrário, se ele se afastar  ainda mais, eu não terei como conseguir entrar em seu coração, se nem em sua vida como amiga ele me quiser.


--- Oque sente realmente por mim S/n? -pergunto-lhe, já que ela confessou seu enteresse por mim, de fato. Só não sei que tipo de intenção a garota tem, ainda. Poderia de fato ser algo apenas físico, ou seria algo à mais. Preciso ter certeza doque ela sente, pra organizar os meus sentimentos também. Odiaria ter que deixar expôr meu lado sentimental, e talvez abrir meu coração de novo por algo superficial, que no final não daria em nada.


--- Se quer realmente saber, vou te mostrar Wonho. - falei , enquanto me aproximava dele, sem pensar em recuar dessa vez. Segurei sua mão à colocando em cima do meu peito, não com segundas intenções. A minha única intenção aquele momento, era ele perceber o quanto meus batimentos cardíacos estavam descompassados, e ele era a causa disso.

--- Consegue sentir Wonho? - pergunto, mirando atentamente seus olhos, e sua reação. Ele estava à princípio, aparentemente chocado por meu ato, parecia relutante e envergonhado, por estar com a sua mão pousada sobre meu seio esquerdo. Mais acho que ele entendeu,   o que eu quis demonstrar com aquele gesto,   pois logo parou de lutar contra, e permitiu-se sentir a pulsação que aquele órgão emitia.

--- Sentiu? - volto a lhe perguntar, agora tendo uma resposta dele, que apenas acenou positivamente com a cabeça. Tirei sua mão de cima do meu coração, e a segurei.

--- Eu fiz isso Wonho, porque queria apenas que sentisse e soubesse, como meu coração vem batendo por você desde o primeiro dia que te vi. Sabe oque ele diz, - lhe pergunto, e ele nega com a cabeça.

--- Ele diz que está Loucamente, e completamente apaixonado por você! - soltei a bomba logo de uma vez, já não tinha como eu esconder tudo que venho sentindo, não mais. Estou me arriscando levar o maior fora da minha vida? Talvez. Mais nunca saberia se não Tenta-se não é.

--- S/N! Eu...


Notas Finais


Espero que tenham gostado do cap De hj 😁
Me deixem saber oque vocês estão pensando desses dois e dessa história, ai nos comentários.. Fico curiosa pra saber se estão gostando ou não 🙈.. Quem ficou curioso pra saber oque o Wonho vai responder pra S/n? 👀

Até o próximo cap.. 😘💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...