História Sweet Uncle - Incesto SuHo - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Personagens Originais, Suho, Xiumin
Tags Drama, Exo, Família, Incesto, Romance, Suho
Visualizações 250
Palavras 747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - XXVIII - Conversando com a fera


Fanfic / Fanfiction Sweet Uncle - Incesto SuHo - Capítulo 28 - XXVIII - Conversando com a fera

Sweet Uncle 

Capítulo 28 - Conversando com a fera 

 

Já passou uma semana  dês que descobrimos da minha gravidez, no dia seguinte marcamos uma consulta, dois dias depois  fomos até o hospital e para ver como estava o bebê, graças a Deus estava tudo certo com o meu bebê. SuHo está atencioso e carinhoso comigo, Omma fica trazendo várias coisas para que eu possa comer. Hoje iremos em sua casa, após tudo o que aconteceu essa será a primeira vez, SuHo disse que quer conversar com Appa sobre tudo 

Assim que terminei de me arrumar desci as escadas lentamente, SuHo está arrumando um quarto no andar de baixo, já que ele tem medo que algo aconteça comigo descendo e subindo escada. O Kim ao me olhar sorriu largo, SuHo é um homem incrível, ele veio ate mim, que por sua vez beijou minha mão delicadamente.

- Tão linda! - Sorrir.

- SuHo-ah, assim você me deixa sem graça! - Gargalhou. 

Fomos em direção ao carro, cujo o Kim abriu a porta do mesmo para mim, sorri em agradecimento. Junmyeon entrou em seu lado para enfim irmos, ele estava um pouco tenso, afinal finalmente iremos contar para Appa da minha gravidez. O trajeto até a casa de meus pais foi bastante tranquilo. Quando chegamos Omma abriu a porta sorridente, já Appa estava sério sentado no sofá.

- Oi, Appa. - Digo tímida.

- Oi. - Suspiro frustrada.

- Hyung, podemos conversar? - Junmyeon o olha.

Appa vai até o escritório, SuHo sorrir sem graça, antes de ir para o último cômodo citado o mesmo beija minha boca rapidamente.

- Vai da tudo certo! - Me tranquiliza.

 

SuHo P.O.V.S.

 

Finalmente irei encarar meu irmão após tudo, saber que serei pai foi o momento mais incrível da minha vida, terei um filho ou filha com a mulher da minha vida, nada  pode superar esse sentimento que estou sentindo. Estou arrumando um quarto no andar de baixo, não quero que nada aconteça com minha mulher e nosso bebê. Falando na mesma, (S/N) está tão manhosa ultimamente, ela esta a cada dia mais linda. Me sinto o homem mais sortudo do mundo por ter ela ao meu lado, (S/N) faz com que eu seja ainda mais feliz. Quero poder dá para ela e meu filho o melhor possível.

Ao chegar na casa de Xiumin o clima ficou tão pesado, minha mulher falou com o mesmo, que por sua vez não deu muita bola. Quando pedi para conversar com ele, o mesmo foi até o seu escritório sem falar nada, tranquilizei minha menina e então fui ao seu encontro. Deu duas batidas na porta avisando minha entrada. Minseok estava sentado na sua cadeira sério. 

- Seja rápido! - Adverte.

- Hyung, bom primeiramente quero que saiba que amo sua filha! - Rir em negação.

- Ela é sua sobrinha! Você é bem mais velho que ela! - Bufo.

- Ela é a minha mulher! E a idade não nos atrapalha. – prossigo. - Quero fazer (S/N) feliz para o resto de nossas vidas. - Se levanta e olha para a janela. - Bom espero que com essa notícia que lhe darei nos apoie, ou pelo menos apoie (S/N). - Respiro fundo. - (S/N) está grávida de um filho meu. - Falo de um vez.

Xiumin fica estático na posição que estava, ele ficou assim por uns minutos e então se virou, seu rosto estava com uma expressão de chocado, bravo ao mesmo tempo. Ele vem até mim negando freneticamente.

- Está falando sério? - Me puxa pela camisa. 

- Sim! -Me solta.

- Droga! - Joga tudo que estava na mesa ao chão.

- Nos amamos,  Hyung! – Justifico. 

Xiumin passa suas mãos diversas vezes em seu cabelo, ele negava o tempo todo, até que enfim ele parou e me olhou com uma expressão raivosa, veio até mim em passos rápidos e furiosos.

- Você vai assumir essa criança! – Inicia.

- Com todo certeza, é meu filho! Meu e da (S/N)! – Engulo em seco.

- Escute bem Kim Junmyeon, para o seu bem cuide deles com unhas e dentes. Apesar de tudo é meu neto. – Interrompo o mesmo.

- Ou neta! – Bufa.

- Tanto faz, é do meu sangue, mas saiba de uma coisa eu só vou quere saber da criança, eu não apoio isso de vocês. Eu confiei em você SuHo, só que você me apunhalou pelas costas, isso não tem perdão! 

- Me perdoa Hyung, eu amo sua filha. - Suplico. – Nos aceite!


Notas Finais


Será quevai rolar perdão???
Perfil: @KimPark__


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...