História Sweet Vampire (Imagine Kai - EXO) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Kai, Tao
Tags Exo, Kai, Magia, Mistério, Romance, Sobrenatural
Visualizações 84
Palavras 905
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei gentarada! lançando mais um capítulo para vocês, me desculpe a demora para postar é que as férias acabaram ai ficou dificil postar mais capítulos :T mais espero que gostem desse capítulo que fiz com muito amor e carinho a vocês!!

Capítulo 2 - Chapter II - Strange Eyes


Fanfic / Fanfiction Sweet Vampire (Imagine Kai - EXO) - Capítulo 2 - Chapter II - Strange Eyes

Chapter II - strange eyes

thumping loudly through the hallways i can hear your sharp breaths

you're not very good at hiding, just wait you can't hide from me

~Hide and Seek SeeU/시유

South Korea | Seul | 15:00 

Enquanto olhava pela janela, meus olhos se fixaram na neve caindo no chão, a janela estava embaraçada pela neve, pois o frio poderia matar alguém lá fora. Desenhava animais na janela, sem ter o que fazer. Eu não poderia sair hoje para cuidar de Isabelly e nem de Jack, pois o frio estava cada vez mais forte. Esse foi o meu pior dia.

South Korea | Seul | 17:56

Já eram 5 horas da tarde e a névoa começou a ficar cada vez mais forte, decidi sair de casa para ir a casa de Baekhyun, pois não tinha o que fazer. Vesti uma roupa quente e sai. Quando inclinei o corpo para frente, o frio forte bateu em meu rosto, parecendo que poderia congelar a cada momento. Suspirei e comecei a correr, a casa de Baekhyun não ficava tão longe da minha, o que facilitava chegar até lá. Com os lábios trémulos e roxos, consegui chegar até a casa. Entrei sem avisar e quando entrei na sala dei um suspiro, a sala estava tão quentinha que eu poderia ficar ali pra sempre, Baekhyun chega na sala e quando me vê vem correndo em uma velocidade absurda

— Ai meu deus _______ por que veio aqui com esse frio lá fora? olha pra você! vai tomar banho, se não pode ficar doente assim! — ele disse colocando seus braços em volta de meus ombros, tentando me aquecer.

Ele me guiou até uma porta e me deu algumas roupas, fechei a porta e liguei a água, entrei na banheira e sinto a água quente percorrer em meu corpo, me fazendo soltar um suspiro, fecho meus olhos e relaxo.

[...]

— Você é louca  _______  — Disse chanyeol se sentando ao meu lado e me entregando um chá. — O que deu em sua cabeça pra vir aqui com esse vento? — ele riu enquanto falava

— Estava entediada. — disse bebendo um gole do chá.

Baekhyun chegou na sala e me entregou um cobertor, colocando-o em minhas costas para me aquecer mais

— Cadê o Tao e o D.O? — eu disse olhando para Baekhyun

— Sairam antes de você chegar aqui — ele respondeu e depois o silêncio se fez na sala, deixando o clima estranho. — Durma aqui hoje _______ — ele quebrou o silêncio e eu o olhei meia surpresa.

— Não irei incomodar? — eu disse e ele negou com a cabeça me fazendo sorrir sem mostrar os dentes.

[...]

South Korea | Seul | 22:32

Quando a névoa acabou, fui pegar as minhas coisas para dormir na casa do Baekhyun, eu estava feliz. Baekhyun era uma pessoa muito gentil e educado, então, por que não aceitar? Volto para casa de Baekhyun e vejo que a sala já estava apagada, eu mal conseguia enxergar nada, eu fiquei andando sem saber por onde eu estava indo, até que parei em uma porta que por baixo dela, tinha uma luz, girei a maçaneta e vi uma pessoa de costas, em minha frente, me aproximei em passos lentos para a pessoa não perceber que eu estava ali. Quando cheguei perto, a pessoa pareceu ficar paralisada, ela virou a sua cabeça para o lado e vi olhos vermelhos, olhos estranhos, a pessoa se virou bruscamente ficando de frente a mim e em um piscar de olhos, ela estava centimetros perto de mim, me olhando com aqueles olhos avermelhados assustadores, desci o olhar para sua boca que estava com sangue, me fazendo tremer. 

—  _______? — Diz Baekhyun, sua voz parecia estar perto da sala, Baekhyun entra no cômodo e vem até mim — _______ está tudo bem?  _______ ?! — ele estralou seus dedos na minha frente mais estava totalmente paralisada pelo o que aconteceu agora, eu só posso estar ficando maluca.

— O-oi? — Acordo do transe, piscando meus olhos sem parar e o olhando

— Você estava paralisada, o que aconteceu? — ele disse me olhando preocupado

— Não aconteceu nada, não se preocupe — eu disse soltando um sorriso sem mostrar os dentes e ele me olhou desconfiado — É sério, está tudo bem — ele logo saiu do cômodo e fui para o quarto de hóspedes que Baekhyun disse.

Assim que entrei, joguei a minha mala em um canto do quarto e deitei em minha cama, afundando meu rosto no travesseiro, pensando em mil coisas, o que ele é? que olhos são aqueles?

Podia ter certeza que poderia ser um vampiro.

South Korea | Seul | 12:00

Acordo com a luz do sol batendo em meu rosto, apertando os meus olhos, me levanto da cama e pude ver que todas as janelas estavam abertas, talvez Baekhyun entrou aqui e abriu. Me levanto da cama e começo a me arrumar, desço as escadas e vou para a sala de jantar onde encontro todos ali, onde o garoto misterioso estava presente ali e me encarava fixamente parecendo ler todos os meus pensamentos.

—  Bom dia _______ — todos me cumprimentaram, sorrio e me sento na mesma cadeira, no lado do garoto misterioso, começando a comer a minha refeição em silêncio, o garoto ao meu lado olhava pra mim, parecendo analisar cada detalhe do meu rosto, me deixando desconfortável. Cade vez que eu olhava pra ele, eu podia sentir um pressentimento, mais um bom e ruim, eu não sei como dizer mais era maios ou menos isso.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...