1. Spirit Fanfics >
  2. Sweetest Thing - imagine Mingyu (Seventeen) >
  3. Mauricinho

História Sweetest Thing - imagine Mingyu (Seventeen) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Sorry pelo demora

Capítulo 6 - Mauricinho


Fanfic / Fanfiction Sweetest Thing - imagine Mingyu (Seventeen) - Capítulo 6 - Mauricinho

- Bom dia 


Chego na academia e tomo um susto, ela já estava praticamente aberta, o que esta acontecendo ? Wonwoo muito mal sai de casa...


- Vai ficar parada aí? – me entregou minha bebida preferida (taro milk tea)

- Eu não pedi nada, então não pode descontar do meu salário - pego o copo - O que o senhor esta fazendo aqui?

- Trabalhando...

- Se fosse assim você estaria toda manhã – sussurrei 

- O que disse, s/n ?

- Por que está tão estranho? 


Me olhou envergonhado e disse: 


- Isso é uma demonstração de trégua – sorri de lado 

- Você não precisa fazer isso, não é como eu quero ter um bom relacionamento contigo


Seus ombros recuaram, como se eu tivesse o ferido...


- Eu... Eu entendo, mas mesmo assim você não merecia tal implicância...


Deus veio aqui e fez um milagre, e eu não estava sabendo?! Wonwoo não é aquela praga dos infernos, mesmo assim não me sinto confortável ao seu lado, ele é muito bipolar, uma hora implica, agradece, humilha e depois vem como se fosse um anjo... Não gosto de pessoas assim, uma hora quente e outra extremamente frio.

Por mais que eu penso isso dele, nunca fiquei magoada com nada que já fez, mesmo que eu fale muito mal, as coisas que ele implica realmente são muito banais e nunca levadas a sério mas eu não quero que viramos amigos. 


- Olha Wonwoo, você é insuportável. Único relacionamento que vamos ter é de empregador pra empregada. 


Seus olhos escurecem...


- S/n, espero que um dia possamos ser mais que isso, ao menos amigos...


Fui no vestiário colocar o meu uniforme...

Saio bebendo a oitava maravilha do mundo, e me deparo com o mesmo moreno que insiste em vir aqui... que bom, assim que eu mantenho meu emprego, com pessoas vindo... sinto um aperto no coração quando o vejo segurando algo que eu já estou bebendo


- Mingyu, eu iria passar lá pra devolver seu guarda-chuva...

- Eu não vim por causa disso, vim para lhe entregar – levantou o copo com mal vontade – Mas vejo que não é preciso...

- Concordo com você, não é preciso, porque eu já dei – disse mauricinho 


Viu, começou... qual era a necessidade?!


- Então nervosinha, aceita pelo menos um sanduíche ?

- Sabe... você não precisa trazer essas coisas pra mim, não gaste seu dinheiro comigo – peguei o sanduíche 

- É um prazer deixar você de barriga cheia – sorri 

- Mingyu, isso ficou super estranho – franzi o cenho 


Ele sorrir


- A academia não está aberta, então vai embora... - Wonwoo disse

- Viu como você é, se ele quiser vai poder ficar sim – olhei pro mauricinho 

- Gostou s/n ? 


Ele fala meu nome de um jeito tão sexy, aigo eu devo estar ficando maluca... Mingyu é só dizer que me quer, que você terá... com toda certeza

- S/n ? – dessa vez foi o mauricinho – Que cara é essa ? Está ridícula, vai trabalhar... é para isso que eu te pago


Mingyu o olhou feio e Wonwoo o encarou, eles nem se conhecem mas já se odeiam, eu entendo o Mingyu, quando ele pisou os pés aqui o mauricinho foi grosso mesmo sendo um simples cliente... sem noção.


- Mingyu na hora do almoço eu passo lá 

- Vou estar te esperando... – disse Mingyu e foi embora 

- Ele não é homem pra você s/n – mauricinho disse ríspido

- Eu não sou paga pra você tomar conta da minha vida – fui para recepção 


Dami e Seokmin chegaram, e tudo que acontece de manhã se repetiu, minha rotina é tão monótona, Mingyu é a única coisa que me tira disso, nossos encontros repetinos é extremamente agradável... mas uma coisa me incomoda, por que ele sempre aparece quando eu preciso ? Ele é um anjo ou algo do tipo ? Ta, não é toda vez que eu preciso, ele também está vindo de manhã, sempre me dando algo para comer... 


- Vamos no Jeonghan ? Estou com vontade de comer comida italiana – Dami disse 

- Eu topo – Wonwoo MinMin e Myungjun  disseram juntos 

- Eu não vou, tenho que entregar o guarda-chuva pro meu amigo

- E isso impede de comer conosco ? – mauricinho perguntou 

- Com sua presença sim, tchau gente – sai mas ainda deu pra escutar as palavras do Myungjun


“ – Se você quiser conquista-la vai ter que ser menos cuzao, ela não é do tipo que gosta disso...”


Meus amigos estavam certos ? Ele gosta de mim ? Então Wonwoo é um idiota, quem gosta cuida já diz o ditado...


Entro no S.coups, novamente tem pouquíssimas pessoas e até funcionários,  logo sou atendida por um ser que tem um rostinho super fofo...


- É... boa tarde... já escolheu algo ? 

- Hoje eu estou na dúvida... qual você me recomendaria ? 

- Que ?


Ele está extremamente nervoso, suas bochechas estão vermelhas e seus dedos inquietos...

Se fosse novato eu até o compreendia, mas não, eu já o vi aqui antes... então por que está nervoso ? 

Um menino que já vi repetidamente vem em nossa direção...


- Desculpa, Ji Hoon é tímido demais – bateu no ombro do garoto que saiu cabisbaixo – Então... eu recomendo dak-galbi, é a única coisa que você nunca experimentou... pelo menos não aqui – solta um sorriso

- Com tantas pessoas que vem, você consegue gravar o que eu nunca experimentei ? – sinto minha sobrancelha se erguendo

- Não precisa ficar na defensiva, eu tenho uma boa memória, você vem com bastante frequência e eu...

- E você sempre me atende – terminei sua frase – Então, já que você recomendou, vou querer.


Ele sorrir e sai, como consegue ter uma cabeça tão boa ? Nem precisou anotar

Mingyu não está aqui... pensei que o veria já que falou que estaria me esperando, talvez aconteceu um previsto e ele foi embora... poxa, poderia ao menos me avisar... 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...