História Sweets Lies (Doces Mentiras) - Imagine Jikook - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, SHINee
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Lisa, Park Jimin (Jimin), Rosé, Taemin Lee
Tags Bp(blackpink), Imagine, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Kookmin, Lemon, Lisa, Possível Vkook, Rose, Shinee, Taemin, Traição, Yaoi
Visualizações 237
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu aqui com meus hots, só que agora vou fazer um clima um pouco mais tenso, aproveitem.🌚

Capítulo 14 - Quando amanhece


Fanfic / Fanfiction Sweets Lies (Doces Mentiras) - Imagine Jikook - Capítulo 14 - Quando amanhece

Ao final da tarde... 

Os dois estavam no quarto conversando sobre coisas aleatórias, até que Jimin sente a mão de Jungkook subindo pela sua perna. 

Jimin - O que você tá fazendo?

Kook - Não disse que iríamos matar a saudade depois? Então. 

Jimin - Mas sua mãe não está em casa? 

Kook - Não sei, talvez não. Se ela estiver, é só não fazermos barulho. 

Jimin - Falar é fácil, difícil é fazer.

Kook - Não vou deixar você estragar o momento novamente. - Jungkook sobe em cima do mais velho, subindo suas mãos por debaixo de sua camisa logo a desabotoando e deixando que ele também fizesse o mesmo com a sua. 

Começou um beijo voraz, enquanto esfregava seu membro já ereto entre as pernas de Jimin, que logo pôs a mão em sua calça tirando-a rapidamente. Virou o mesmo ficando por cima dele que estava encostado na cabeceira da cama, deixou vários beijos e mordidas em seu pescoço e clavícula antes de descer sua boca até sua box, que marcava bem certo volume. 

Abaixou a roupa íntima e se assustou com o tamanho daquilo, mas decidiu arriscar. Iniciou uma masturbação, Jungkook dava gemidos baixos até sentir a boca de Jimin limpar seu pré-gozo, fazendo um vai e vem que o levava a loucura.

Kook - I-Isso...c-continue assim baby...aawwn..

Ele pegou em seus cabelos, os puxando para que seu pênis fosse mais a fundo na garganta do menor que se engasgou mas continuo com os movimentos, até se desfazer em sua boca. Jungkook ficou novamente por cima e retirou a calça junto com a roupa íntima de Jimin. 

Kook - Fica de quatro. - sussurrou em seu ouvido, deixando uma mordida me seu lóbulo. Jimin obedeceu ficando na posição desejada por ele, que segurou em sua cintura e foi beijando suas costas até seus ombros os mordendo, escutando um gemido de Jimin. Posicionou seu pênis, penetrando devagar esperando para que ele implorasse.

Jimin - P-Por que me provoca deste jeito? A-Aahh.. 

Kook - Então implore. - desfere um tapa na bunda de Jimin, que encosta a cabeça na cabeceira da cama. 

Jimin - P-Por favor, vá mais rápido.. 

Kook - Não era essa a resposta que esperava. - desfere mais um tapa só que mais forte. 

Jimin - Por favor, daddy. 

Kook - Muito bom. - ele começa a estocar mais fundo e rápido, enquanto falava palavras sujas no ouvido de Jimin, que gemia um pouco alto. 

Jimin - A-Awwn d-daddy.. 

Kook - É tão bom te foder. - acelerou ainda mais suas estocadas fazendo a cama bater na parede. Jungkook começou a masturbá-lo durante o ato, acabou que ele gozou em sua mão. Continuo até atingir seu ápice, se desfazendo dentro do menor. 

Ficaram um tempo parados tentando recuperar suas forças, deitaram-se e se cobriram com um lençol. Depois de alguns minutos, pegaram num sono. 

*Quebra de tempo*

Jungkook havia acordado mas Jimin não estava ao seu lado. Se vestiu e desceu para ver se o encontrava na sala ou na cozinha, mas nada. Quando olhou pela janela da sala, viu Jimin no meio do rua parado, ele correu para fora desesperado mas um carro o atropelou e acabou tirando sua vida. Jungkook sentiu uma força que o fez parar no tempo, e viu uma sombra negra levando o corpo de Jimin para um caminho negro, ele começou a chorar tentando se livrar daquela força que o prendia como se alguém não quisesse que ele o salvasse. Jungkook olhou o corpo Jimin sendo arrastado até o perder de vista, começou a chorar desesperadamente sem sair do lugar. 

Jungkook acordou assustado com Jimin o chacoalhando. 

Jimin - Ta tudo bem? Você parecia agitado enquanto dormia. - ele abraçou Jimin ainda com a respiração pesada. Jungkook contou para Jimin sobre o pesadelo e ele o abraçou novamente. 

Kook - Achei que tivesse perdido você. 

Jimin - Foi só um pesadelo. Melhor descermos para tomar café. 

Kook - Tudo bem. - eles se vestem e descem para o andar debaixo. Ao entrar na cozinha percebem que a mulher não se encontrava no local, mas tinha deixado café pronto para eles. 

Jimin - Hoje nos iremos faltar na aula. 

Kook - Até que enfim você concordou com a ideia!

Jimin - Mas amanhã não faremos isso.

Kook - Aaa que merda! - faz bico e Jimin aperta sua bochecha. Depois de tomarem café, Jimin foi banhar para voltar à sua casa, se despediu de Jungkook, e foi embora. 

Ao chegar em casa, vê seu pai bêbado quase agredindo sua mãe, mas interfere na confusão sem deixar que ele a tocasse. 

Sra.Park - Meu filho, não faça isso. 

Jimin - Não vou deixar ele tentar te agredir denovo mãe. 

Sr.Park - Você. - aponta para Jimin. - Saia da minha frente! Ou terei de ti ensinar a não se envolver na minhas discussões! 

Jimin - Faça o que quiser comigo, mas não deixarei você encostar um dedo nela. 

Sra.Park - Não faça isso! 

Sr.Park - Veremos se irar continuar de pé para protegê-la. - o homem pega o vaso que havia em cima da mesinha e joga em Jimin que consegue desviar. 

Jimin - Mãe, saia daqui e procure ajuda.

Sra.Park - Ele vai matar você, Jimin! 

Jimin - Só faz o que eu disse. - a mulher sai da casa em busca da ajuda de alguém, deixando os dois sozinhos, as chances de Jimin ter seu braço quebrado novamente estavam altíssimas, era possível sair dali até com o pescoço quebrado. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...