História Swimmers - Showki (Joohyuk e Hyungwonho) - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Personagens Originais, Show Nu, Won Ho
Tags Changkyun, Hyungwon, Hyungwonho, Jooheon, Joohyuk, Kihyun, Minhyuk, Showki, Shownu, Wonho
Visualizações 166
Palavras 4.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Esporte, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente obrigado por todos os comentários e favoritos até agora, fico feliz que estejam gostando da fic, amo vocês!

Capítulo 9 - Trabalho em equipe


Fanfic / Fanfiction Swimmers - Showki (Joohyuk e Hyungwonho) - Capítulo 9 - Trabalho em equipe

—Acho que devíamos seguir a ideia do Wonho! —Minhyuk falava.

—Mas a ideia do Changkyun é bem melhor! —Hyungwon rebatia.

—Concordo com o Hyungwon, bebê, a ideia do Changkyun é muito boa e vai dar super certo! —Jooheon fala, fazendo seu atual ficante ficar um pouco zangado.

—Tomara que dê certo! —Minhyuk resmungou.

—É claro que vai dar, mas todos precisam agir naturalmente e sem entregar o plano, entendeu, Hyungwon? —Wonho fala olhando seu ficante um pouco sério.

—Eu nunca entrego nada, o plano de semana passada já tinha tudo 'pra dar errado, eu só apressei isso, não foi nada demais! —Ele responde um pouco magoado.

—Okay, vamos parar de falar nisso porque daqui a pouco eles chegam, então, espalhem-se! —Changkyun fala.

—Eu espero que esse plano de juntar os dois dê realmente certo! —Minhyuk fala.

✥≈๑✥


Finalmente o dia da competição tão esperada por Hyunwoo e Kihyun tivera chegado, eles estavam tentando manter a calma mas não funcionava eles tinham treinado tanto para essa competição e agora iriam saber se seu treinamento excessivo teria funcionado ou não. A competição iria ser no ginásio rival, então era mais um motivo para eles não passarem vergonha. Kihyun fazia de tudo para se sair perfeito, ele podia nadar por completo prazer e amor em sentir a água no seu corpo, mas ele se cobrava muito, ele tem medo de estragar tudo, então para ele tudo tinha que sair perfeito. Hyunwoo também se cobrava muito, —mas não ao nível do Kihyun— mas ele sabia que se perdesse, ele tinha em mente que tinha dado seu melhor, então ele não iria se culpar tanto, mas ele treinava com muita intensidade porque sabia do perfeccionismo de Kihyun.

Já eram umas três da tarde e eles estavam no ginásio recebendo algumas informações de Chunghee.

—Independentemente de vocês ganharem ou perderem eu estou com vocês, não se culpem se perderem, vocês treinaram bem, foi magnífico ver a dedicação de dois jovens como vocês! Eu tenho orgulho de ser o treinador de vocês! —Ele dizia aos dois. —Não tem problema algum se perderem! Mas também vai ser lindo se me trouxerem esse troféu! —Ele diz fazendo os dois darem uma risada. —Agora, vamos logo. Antes que fique mais emocional isso aqui! —Ele fala.

✥≈๑✥


Kihyun e Hyunwoo já tinham chegado no ginásio rival, a piscina era um pouco maior que a deles mas não era nada a se preocuparem. Kihyun e Hyunwoo chamaram seus amigos para a competição porque caso perdesse já tinham seus amigos para consola-los.

Kihyun e Hyunwoo estavam se alongando para não correrem riscos de terem câimbras no meio da competição.

—Competidores se preparem porque a competição já vai começar! —Pôde se ouvir a voz do narrador. —Agora irei falar a ordem dos nados, então peço silêncio, porque é uma coisa de muita importância para a competição. A ordem será: Crawl, peito, costas e borboleta! —Nessa hora Hyunwoo e Kihyun se olharam espantados porque eles tinham acertado a ordem em cheio, foi uma baita sorte. —Daqui a pouco já iremos começar a competição!

—Olha, vai você primeiro, porque sua braçada é melhor que a minha e eu sou melhor fazendo peito e borboleta! —Kihyun fala.

—Tá bom, então eu vou primeiro! —Ele concorda com o menor.

—Nadadores, por favor se posicionem no bloco de partida, que a competição já vai começar! —Eles escutam o anúncio do narrador e seus corações aceleram, era agora. O momento que iriam saber se o treinamento excessivo teria dado sucesso ou não.

Então Hyunwoo fez o que lhe foi orientado, subiu no bloco de partida e fez um último alongamento.

—Hyunwoo! —Kihyun chama, fazendo o moreno lhe olhar imediatamente. —Por favor não se esqueça de tocar na borda da piscina! —Ele alerta

—Não vou esquecer, prometo! —Ele responde e se vira novamente.

—Hyunwoo! —O menor o chama novamente e novamente ele se vira rapidamente. —Boa sorte! —Ele fala e fica corado fazendo Hyunwoo sorrir de canto.

—Obrigado! Boa sorte 'pra você também! —Ele responde e se vira.

—Atenção nadadores que a competição vai começar! —O narrador anúncia fazendo a ansiedade tomar o corpo de todos os competidores, principalmente Hyunwoo e Kihyun, mas, nessas horas o mais importante é manter a calma, então eles se obrigaram a ficarem calmos. —Ao som do apito vocês podem começar! Desejo uma boa sorte a todos! —Ele se pronuncia uma última vez.

—SE POSICIONEM! —O juiz fala e todos obedecem.

Logo ele assopra o apito e todos pulam e Hyunwoo pula alguns milésimos atrasado que já fizera Kihyun ficar um pouco desesperado. Hyunwoo mergulhou por uns dez metros fazendo um movimento com as costas —que mais se identifica com um nado de sereia—, mas logo tirou, pois ele iria passar de quinze metros e ele não queria levar uma punição. Ele nadou como nunca tivera nadado antes, vez ou outra levantava a cabeça para pegar um pouco de ar, mas logo voltando a cabeça para a água. Logo ele estava entre os três primeiros, ele estava bem próximo da parede então fez um giro olímpico e nada para a parede.

Kihyun se posiciona no bloco de partida pois já via o amigo se aproximando.

Hyunwoo chega e coloca a mão na parede, que foi a confirmação de que Kihyun já podia pular. Então sem enrolação ele pula e mergulha fazendo o mesmo movimento nas costas que Hyunwoo. Ele nadava muito concentrado sempre fazendo os mesmos movimentos, que era um movimento submerso circular unilateral das braçadas com flexão dos cotovelos e com a pernada que começava com um chute para os lados e era finalizada com força para trás. Logo o ruivo chega ao outro lado da piscina mantendo uma boa posição pois estava em sugundo lugar, ele não se preocupara muito porque eles ainda tinham duas modalidades a fazer ainda tinham chance de virar. Ele dá um giro olímpico e volta para a parede onde Hyunwoo o esperava segurando em uma barra que tinha no bloco de partida, essa barra era específica para o nado de costas. Logo Kihyun chega e toca a parede.

Hyunwoo fez o mesmo mergulho mas dessa vez sua barriga estava virada para cima, ele estava tomando cuidado porque ele corria risco de água com cloro entrar em seu nariz, como ele já nadava a um bom tempo ele sabia o quanto ardia e isso podia prejudica-lo e muito. Ele nadava tão rápido que sentia suas articulações doerem, mas ele não iria parar, ele tinha que conseguir!
Ele chega na parede e dá um giro olímpico e volta para Kihyun, por sorte Hyunwoo tinha conseguido ir para primeiro lugar. Na mesma velocidade Hyunwoo chega até a parede onde é tocada rapidamente e Kihyun pula para fazer a última modalidade.

Então Kihyun faz o mergulho logo saindo da água e fazendo o nado, colocando os dois braços para fora da água e logo batendo as duas pernas de uma vez, esse nado que ele estava fazendo se familiariza muito com o nado de um golfinho. Logo ele chega na parede e dá um giro olímpico e volta para sua base, ele estava se esforçando muito nadando como nunca nadou não queria fazer todos passarem vergonha por sua culpa. Logo Kihyun chegou na parede e quando ele encostou na mesma pôde-se ouvir gritos de comemoração.

—E OS VENCEDORES SÃO SON HYUNWOO E YOO KIHYUN! —O narrador comemora. —Meus parabéns, garotos! —Ele parabeniza.

Logo Kihyun sai da piscina e abraça Hyunwoo espontâneamente, colando suas peles molhadas.

—Conseguimos! —Hyunwoo fala em um suspiro aliviado.

—Conseguimos! Você viu o jeito que eu nadei? Eu fiquei até com medo de ter câimbra! —O ruivo disse fazendo o moreno dar uma risada.

✥≈๑✥


Kihyun, Hyunwoo, Wonho, Jooheon, Minhyuk e Hyungwon estavam em uma lanchonete para comemorarem a grande vitória deles. Hyunwoo não queria mas insistiram tanto que ele aceitou.

—E quando o Kihyun chegou nadando como um golfinho e tocou na parede e ganhou aquela merda? Foi a melhor cena da minha vida! —Hyungwon fala, era a segunda vez que ele via o menor nadando em uma competição.

—A melhor parte foi quando o Shownu nadou de costas ele parecia aquelas pessoas que fazem umas coisas estranhas na piscina! —Jooheon fala.

—Você quer dizer nado sincronizado, bobão! —Mynhyuk fala.

—Eu adoro quando você me corrige e me xinga com nomes fofos, bebê! —Jooheon responde.

—Então… —Changkyun fala estranhando o jeito estranho de Jooheon e Minhyuk se relacionarem.  —O que pretendem fazer nesse final de semana? —Changkyun pergunta e Hyunwoo e Kihyun ficaram pensativos.

—Se meu pai não 'tá planejando alguma coisa, eu não tenho nada pra fazer! —Kihyun responde.

—É certeza que eu não tenho nada pra fazer! —Hyunwoo fala.

—Então agora tem, amanhã nós vamos acampar! O Jooheon disse que conhece um bosque ou floresta ou qualquer merda que tenha árvores e um lago! —Changkyun fala em um tom brincalhão.

—Se meu pai deixar eu vou! —Kihyun fala.

—Tudo o que você faz você precisa da permissão do seu pai? —Wonho fala e Hyungwon da um chute em sua perna. —Ai porra! Não me chuta caralho!

—Kihyun vamos no banheiro comigo? —Minhyuk fala e Kihyun concorda com a cabeça e eles se retiram.

—Vocês querem uma dica? Não falem da família do Kihyun, porra! —Hyungwon fala indignado. —Principalmente da mãe dele, não falem da mãe dele nunca, porque eu vou quebrar a cara de vocês!

—Mas por que não podemos falar da mãe dele? —Jooheon fala.

—Ela morreu, no parto dele! —Hyunwoo fala. —Ele só tem o pai.

—Sim. E o pai dele o trata como uma jóia preciosa, então sim, tudo o que ele faz tem que ter permissão. O pai dele já perdeu a mãe dele e faz de tudo 'pra proteger ele de qualquer coisa. Ele não foi a competição dele porque ele 'tá trabalhando feito louco 'pra dar uma boa vida 'pra ele. Então não sejam idiotas! —Changkyun fala.

✥≈๑✥


—Bom dia, pai! —Kihyun falava se sentando na mesa para tomar seu café da manhã com a voz grossa pois tinha acabado de acordar.

—Bom dia, filho. Como foi ontem a competição? —Ele pergunta guardando o jornal para dar total atenção ao filho logo dando um gole no seu café.

—Foi legal! Meus amigos estavam lá acho que isso me deu mais coragem porque se estivesse sozinho acho que não teria conseguido ganhar! —Ele responde.

—Você ganhou? Wow, estou orgulhoso de você! Mas agora me sinto mais culpado por não ter presenciado sua vitória… —Ele fala. O pai de Kihyun não pôde comparecer a disputa do filho porque justamente no dia anterior ele estava de plantão médico. O pai de Kihyun era cirurgião então não tinha um horário específico para ele ficar sem nada para fazer, mas quando ficava ele gastava esse tempo com o filho.

—Tudo bem, você estava muito ocupado, eu entendo! —Kihyun responde em um tom compreensível. Ele sabia que o pai dele fazia aquilo para não faltar nada em casa, embora a sua profissão lhe pagasse bem e nunca faltava nada. —Pai, posso te pedir uma coisa?

—Diga, dependendo o que for eu preciso de uns cinco dias 'pra pensar! —Ele anuncia e dá uma risada fazendo o filho dar uma risada singela também.

—Meus amigos, estão pensando em ir acampar 'pra comemorar a vitória, aí eu disse que veria se você deixa. Então eu posso ir? —Ele pergunta com um pouco manhoso.

—Você 'tá me pedindo permissão pra ir acampar? —Ele ri por tal atitude do filho. —Kihyun existem coisas pelas quais você não precisa pedir permissão, eles são seus amigos é claro que pode sair com eles 'pra onde quiser, mas, se for pra uma festa aí você tem que me pedir permissão! —Ele explica para o filho.

—Tá… Então é um “sim”? —Ele pergunta não entendendo um pouco a explicação do pai.

—É claro. —Ele disse com um sorriso confortante. —É o mínimo que posso fazer 'pra me redimir com você por não ter comparecido na sua competição.

—Pare de se culpar, okay?! Você não tem culpa de nada! —Ele dá um sorriso para o pai e sobe as escadas indo para seu quarto.

Kihyun já tinha arrumado sua mochila com as coisas que iria precisar para ir para o acampamento ele estava esperando seus amigos que disseram que viriam com uma van que era do irmão de Wonho. Logo eles chegam na porta da casa de Kihyun que estava já esperando eles do lado de fora de sua casa junto ao seu pai.

—Finalmente chegaram! —Kihyun exclamava a Minhyuk que desceu da van para cumprimentar o pai de Kihyun.

—Tivemos que ir no trabalho do irmão do Wonho, porque ele esqueceu de pegar a chave, idiota! Oh! Que falta de educação a minha, bom dia Sr. Yoo —Minhyuk cumprimentava o mais velho.

—Bom dia, Minhyuk! Só uma pergunta… Esse tal Wonho é da sala de vocês? —Ele pergunta.

—Sim, por quê? —Minhyuk questiona.

—Então ele também tem dezessete anos que nem vocês? —Ele pergunta novamente.

—Ah! —Minhyuk dá uma risada. —Ele repetiu de ano duas vezes então ele já alcançou a maior idade e tem habilitação! —Ele responde assim confortando o pai de Kihyun.

—Ah bom! Então vão logo para não perderem mais tempo e se divirtam! —Ele fala.

—Tchau Sr. Yoo! —Minhyuk fala e volta para a van.

—Tchau, pai! —Kihyun fala e dá um abraço no mais velho.

—Tchau! —Ele retribui o abraço e logo separa. —Eu te amo! —Ele dá um beijo na testa de Kihyun.

—Eu também! —Ele se solta do pai e vai até a van.

—TOMEM CUIDADO! —Ele grita uma última vez e Wonho dá partida no carro.

Eles já estavam na rua de Hyunwoo e quando se aproximaram da casa dele viram ele e uma menina eles estavam se beijando. Ele apertava a bunda dela e ela parecia gostar do ato. Então todos suspiraram e Wonho buzinou fazendo os dois pararem o beijo. Aquela cena já foi o bastante para acabar com o bom humor de Kihyun e fazer o mesmo ficar irritado.

—E aí galera! —Ele diz entrando na van e se sentando ao lado de Kihyun fazendo o mesmo se afastar um pouco.

—Que garota é aquela? —Changkyun pergunta.

—hum? —Ele volta a atenção para Changkyun. —Gostosa né?! A gente tá se pegando a uma semana! —Ele diz e Kihyun fica mais irritado.

“Por que eu tô puto se eu nem gosto dele. Ele só meu 'amigo' e eu não gosto dele porque ele é hétero e bipolar” —Kihyun pensou.

A viagem até o tal bosque demorou uma hora e meia e alguns minutos de caminhada para chegar no lugar que Jooheon disse que era perfeito. Quando eles finalmente chegaram em um lugar com o chão consideravelmente liso e com algumas árvores em volta tapando um pouco a entrada do sol. Tinha um pequeno barranco que poucos metros depois dava em um lago com água cristalina. Era um lugar lindo e consideravelmente romântico.

—Chegamos! —Ele exclama para o grupo. —Gostou do lugar, bebê? —Ele diz para Minhyuk que estava de mãos dadas com ele, por algum motivo Minhyuk não estava sendo mais tão rude com Jooheon.

—Até que é legalzinho… —Ele responde simplista. —Achei o lago bem bonito!

—Só não é mais bonito que você! —Jooheon rebate.

—Eu só quero saber quando vocês vão parar de graça e começar a namorar? —Hyungwon pergunta.

—E quando você vai namorar o Wonho? —Minhyuk responde.

—Chega de putaria! —Changkyun repreende. —Nós vamos montar as barracas e o Kihyun e o Hyunwoo vão procurar gravetos ou qualquer coisa 'pra gente fazer uma fogueira mais tarde!

—Mas por que pegar gravetos agora? Ainda é muito cedo! —Hyunwoo fala.

—Só faz o que eu tô mandando, eu posso ser o mais novo, mas eu que mando nessa merda! —Ele diz e Hyunwoo levanta as mãos em sinal de rendição.

Então Kihyun e Hyunwoo foram fazer o que lhes foi ordenado, eles passaram por algumas árvores e por algumas plantas mas nada de gravetos ou coisas do tipo.

—Eu ainda acho que poderíamos subir em uma árvore e quebrar os galhos delas! —Hyunwoo fala já pela quarta vez.

—Já disse que não vamos fazer isso… Olha aí, achei um graveto! —Kihyun fala orgulhoso de si mesmo.

—Acho que se formos mais adiante conseguimos achar alguns gravetos… —Hyunwoo fala.

—Acho melhor não irmos tão longe! —Kihyun fala.

—Você quer acabar logo ou não? Vamos logo e para de discordar! —Hyunwoo responde.

—Eu não sou aquelas garotas que você fica e pode falar desse jeito! Ou você fala comigo com educação ou eu volto 'pra lá e te deixo aqui! —Ele responde fazendo Hyunwoo suspirar.

—Então, por obséquio você poderia me dar a honra de caminhar comigo um pouco mais adiante para acharmos gravetos e voltarmos aos nossos amigos? —Ele fala debochado e Kihyun não fala nada, só vai na frente e Hyunwoo não resiste em olhar sua bunda e morder os lábios.

Eles já tinham encontrado gravetos o suficiente no lugar onde Hyunwoo falou, Kihyun não gostava de admitir mas ele estava certo…

Eles já estavam chegando onde os meninos estavam, mas eles não estavam escutando nenhum barulho deles conversando ou qualquer coisa, estava silencioso demais, nem parecia que tinham sete adolescentes no local.

Então eles viram uma barraca montada, uma caixa térmica onde eles colocaram as bebidas e a mala onde tinham comidas. Eles se aproximaram e viram que tinha um papel. Hyunwoo pegou o papel e leu.

—Caras, Changkyun passou mal e estamos levando ele no hospital, provavelmente voltaremos amanhã 'pra buscar vocês dois, mas deixamos as bebidas e as comidas aí para não morrerem de fome… Assinado Minhyuk. —Hyunwoo terminou de ler e olhou Kihyun e viu ódio em seus olhos. —Parece que estamos sozinhos aqui…

—EU DISSE 'PRA NÃO IR LONGE POR QUE NÃO ME ESCUTA? —Ele fala.

—Agora a culpa é minha? O Changkyun passa mal e eu tenho culpa! Ficar puto agora não vai fazer eles voltarem, porra, então para de reclamar! —Kihyun fecha os olhos, respira fundo e conta até dez mentalmente para não cometer um assassinato.

—Eu não vou dormir com você! —Kihyun fala de repente.

—Quem disse que eu quero dormir com você? Prefiro dormir ao ar livre, com você o clima fica bem tenso!

Então eles ficaram com essas provocações o dia todo, então Kihyun pegou um pouco de comida e algumas latas de refrigerante e foi pra barraca vez ou outra abria um pouco para olhar a natureza e ver se Hyunwoo não tinha morrido, uma hora ele foi observar Hyunwoo mas não o viu no lugar que ele estava, que era um pouco afastado da barraca, mas ele estava no lago, tomando banho. Kihyun teve uma ótima visão de Hyunwoo pelado, ele viu todas as partes do corpo do maior e logo sentiu um formigamento vindo de suas calças. Então voltou para a barraca.

Já era noite, Kihyun estava na barraca e Hyunwoo observava o céu enquanto escutava música em seus fones de ouvido. Mas de repente uma nuvem se formou e o tempo mudou completamente estava ventando forte e começou um chuvisco, acabando com o momento de paz de Hyunwoo, ele teria que pedir para Kihyun deixar ele entrar na barraca, mas ele sabia do jeito que Kihyun é, e sabia o quão difícil seria.

—Kihyun… Abre a barraca, por favor, está chuviscando! —Ele fala um pouco baixo mas em um tom que Kihyun poderia escutar.

—Não. Você não disse que prefere dormir ao ar livre? Então durma! —Ele responde.

—Kihyun, a chuva 'tá ficando mais grossa, abre a barraca! —Ele persiste.

—Não vou abrir! —Ele rebate.

—KIHYUN TÁ CHOVENDO FORTE PRA CARALHO ABRE ESSA BARRACA! —Ele grita já todo molhado.

—EU NÃO VOU ABRIR!

—'TÁ TROVEJANDO, KIHYUN… OLHA O TROVÃO EU VOU MORRER, ABRE ESSA BARRACA! —Ele grita e Kihyun o ignora, ele estava sendo infantil com Hyunwoo. —EU TE ODEIO! —Ele se pronuncia mais uma vez e sai para procurar um lugar para se proteger da chuva.

[N/A: Coloque Stay Crazy - Pentagon e continue a leitura]


“Ainda podemos ficar loucos, podemos jogar tudo o que podemos e enlouquecer, hoje é o dia, hoje é o último, sempre há amanhã.Ainda podemos ficar loucos, cada dia é muito precioso. A juventude continua passando. A vida também é chamada de competição, pedidos irracionais que chegam”


De alguma forma essas palavras magoaram Kihyun, mas por que ele ficou chateado se ele nem gosta de Hyunwoo? Por que ele se sentiu mal em fazer isso?

Então num movimento rápido Kihyun calça seus tênis pretos e pega uma lanterna que estava em sua mochila que por sorte era resistente a água.
Ele saiu da barraca e deu um giro na esperança de achar Hyunwoo na primeira tentativa.

—HYUNWOO! —Ele grita.

Ele volta a andar meio sem rumo e completamente molhado, mas ele precisava encontrar Hyunwoo ele já estava preocupado com o maior.

—HYUNWOO! —Ele gritou novamente não obtendo respostas. —SHOWNU! —Ele dá um grito estridente. Logo ele sente alguém o puxar pela cintura e se assusta e dá um pulinho e se vira.

—Estava me procurando? —Ele dá uma risada convencida porque sabia qual era a resposta. Por mais que Kihyun estivesse irritado com Hyunwoo ele abraçou o maior e Hyunwoo retribuiu então eles ficaram abraçados e sendo molhados pela chuva.

—Por favor, não faz mais isso! —Ele fala com os olhos marejados. —Eu não acredito no que vou dizer agora. Eu gosto de você, eu tenho necessidade de você, eu durmo pensando em você, mas eu tenho medo.

—Medo de quê? —Ele pergunta sem desfazer o abraço.

—De isso ser uma fase e eu me entregar 'pra você e acabar sozinho!

—Eu nunca vou te abandonar! —Hyunwoo olha para Kihyun e vê que o menor estava sorrindo. —Eu posso te beijar? —Essa pergunta fez Kihyun ficar corado mas como já era noite Hyunwoo não percebeu.

Kihyun não respondeu, apenas beijou o maior, esse era o beijo que Hyunwoo tanto esperava, mas foi melhor porque foi praticamente uma cena de filme.

—Você é meu! —Hyunwoo fala durante o beijo fazendo Kihyun sorrir.

Então Hyunwoo desce suas mãos para as coxas de Kihyun e o pega no colo automaticamente fazendo o mesmo se assustar e colocar seus braços em volta do pescoço de Hyunwoo. Hyunwoo o carregou até a barraca. Eles entram e tiram seus sapatos e fecham a barraca ficando protegidos da chuva.

Então eles se encaram e se aproximam um do outro, Hyunwoo coloca a mão na cintura de Kihyun e com a outra livre ele coloca no pescoço do menor e volta a beijalo. Logo Hyunwoo tira a própria camiseta e depois tira a de Kihyun e o deita. Ele olha as córneas de Kihyun e os dois sorriem. Hyunwoo beija Kihyun e logo para e desce os beijos até o pescoço do mesmo, depois passando pelas clavículas e depois desceu ate a barriga do menor, logo ele sobe até o mamilo e lambe o mesmo e faz Kihyun gemer um pouco baixo.

—Isso é loucura... —Kihyun fala de repente.

—Então vamos enlouquecer juntos! —Hyunwoo responde e o beija.

Logo Hyunwoo tira a bermuda de Kihyun o deixando só de Boxer. Hyunwoo tira sua blusa xadrez vermelha e preto da cintura e a joga em qualquer lugar assim como fez com a bermuda de Kihyun e logo depois com a dele. Hyunwoo se livrou da Boxer de Kihyun e com a sua ambos estavam duros. Então Hyunwoo pega sua bermuda novamente, logo pegando sua carteira e tirando de lá uma camisinha.

Ele rasga a embalagem com o dente e coloca em seu membro. Logo Kihyun entrelaçou suas pernas na cintura de Hyunwoo então entrelaça sua mão com a de Kihyun, ele o beija e então o Hyunwoo delicadamente penetrou Kihyun fazendo o menor dar um gemido alto. Hyunwoo acelera um pouco os movimentos e Kihyun começa a se masturbar. Depois de um tempo Hyunwoo sente seu ápice chegar mas tenta segurar mais um pouco. Logo Kihyun chegou ao seu ápice e deu um gemido alto e  sujou um pouco da barriga de Hyunwoo. Logo Hyunwoo chega ao seu também, ele volta a beijar Kihyun com pouco de suor.

Para Hyunwoo esses foram os melhores vinte minutos de sua vida, mas como ambos estavam muito nervosos foram rápidos, mas nenhum se importou. Até porque já tinham feito isso antes e sabiam do nervosismo que era.

Então Hyunwoo tira seu membro de Kihyun, logo tira a camisinha e dá um nó. E coloca em uma sacola que achou e nem se importou de saber o que tinha dentro.

Kihyun pegou uma toalha e limpou sua mão e um pouco de sua barriga e entregou a toalha para Hyunwoo que fez o mesmo.

Então deitaram ainda nus, Hyunwoo pegou sua blusa xadrez e colocou por cima deles tapando só suas genitais, eles se beijaram mais um pouco e dormiram abraçados.


Notas Finais


Vocês acreditam que eu tinha essa cena na minha cabeça desde o 2° capítulo? Aí essa semana eu fiquei pensando na cena, todos os dias eu tava pensando nessa cena dkdldld foi gratificante escrever esse capitulo!
Espero que tenham gostado do cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...