História SZ...uncontrollable love...SZ - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Colegial, Drama, Escolar, Gay, Homemxhomem, Romance, Yaoi, Yuri
Visualizações 46
Palavras 1.317
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ola amores mais um capítulo pra vocês sz...

Capítulo 4 - Good boy


Fanfic / Fanfiction SZ...uncontrollable love...SZ - Capítulo 4 - Good boy

POV Tomas

Pude ver Lisa se aproximando do café onde eu a estava esperando a quase meia hora, aposto que aquele demónio encontrou algum dos seus crushs no caminho e parou pra conversar, mas...quem é aquele cara com ela?...ta de brincadeira? aquele é o Liam?

Por um momento achei que Jesus ia descer e me levar pro céu pela mãozinha porque um anjo eu já tava vendo. Ele tava com uma calça um pouco apertada que deixava evidente o quão grossas eram suas coxas, não pude deixar de pensar coisas obcenas vendo aquele homem maravilhoso vindo na minha direção, desde que eu conheci ele não paro de pensar coisas gays, minha sexualidade nunca foi novidade pra ninguém que me conhece, todo mundo sabia que eu era pan, e ja confundi vários garotos achando que eu era menina, já tinha me assumido pansexual a muito tempo e até agora nenhum garoto que eu já quis me recusará, mas mesmo sabendo de tudo isso me senti estranho, com medo, não sabia se ele sabia que eu...bem...que eu tava interessado nele...fiquei um pouco desconfortável com a situação, e se ele estava vindo com a Lisa...não sei o que aquele projeto de anã pode ter dito pra ele...dei o sorriso mais lindo que pude pra tentar esconder a vergonha que eu estava sentindo, meu deus, aquilo são trancinhas? Como alguém pode ser tão lindo desse jeito?

POV Liam

Lisa e eu nos aproximámos da mesa onde Tomas esperava por nós com aquele maldito sorriso dele, eu cheguei e o cumprimentei formalmente pra que ele não notasse o meu nervosismo.

-Bom dia!

-Bom dia, não esperava encontrá-lo aqui tão cedo!

-Pois é, parece que cai da cama hoje, acordei e não consegui dormir mais.

-Mas você ficou acordado até tarde, deveria ter descansado mais-ele disse com cara de preocupação

-Ah não se preocupa, um dia sem dormir não vai fazer tanta diferença...

Sorri, olhei em volta e Lisa que estava com a gente a poucos minutos já havia sumido do local, sinceramente que tipo de mágica eles usam pra sumir do nada assim? Ia ser bem útil nas aulas de história. Aproveitei a oportunidade pra falar sobre o convite de ontem a noite.

-A propósito, Tomas, desculpe por não ter respondido a sua última mensagem ontem, eu acabei pegando no sono...

-Haha, sem problemas, eu nem tava lembrando disso.

Sério que ele não tava se lembrando? Me senti meio bobo depois disso.

-Mas...já que você tocou no assunto...gostaria de ouvir sua resposta

Ele calmamente levou sua xícara de café até seus lábios e fechou seus olhos, o que me deixou ainda mais nervoso.

-Eu...bom...eu adoraria...

-cof cof cof

Tomas engasgou-se com o café e eu me levantei afim de tentar ajudar apesar deu não fazer a menor ideia do que fazer na hora.

-Você está bem?

-S...sim...só um pouco...

Ele parou de falar assim que nossos olhares se encontraram, eu estava agachado ao seu lado com uma das minhas mãos em suas costas esperando pra saber se ele estava bem. Tomas recompôs sua postura rapidamente e sorriu de lado.

-Eu já estou bem obrigado, não se preocupe comigo.

Não pude deixar de notar como ele era charmoso, até engasgando o cara é lindo, pra ser sicero me deu uma vontade enorme de ver ele engasgando em outra coisa...não vou dizer o que! Sorri ao pensar nisso e pra disfarçar minha reação disse que estava feliz por ele estar bem, eu sou um péssimo mentiroso.

-Bom...a gente vê os detalhes depois do colégio.

-Okay.

Ele pegou uma caneta da sua mochila e começou a escrever alguma coisa em um guardanapo de papel da mesa, depois me passou o guardanapo.

-Esse é o meu numero! Me manda mensagem nele mais tarde que a gente combina o dia.

-Ta bem.

Disse isso e guardei o numero no meu bolso, me senti estranho, como se estivesse sendo observado, senti uma mão gelada passar pela minha nuca e me virei.

-Ah, perdão?-uma garota loira de vestido xadrez acariciava meus cabelos enquanto olhava para Tomas.

-Seus cabelos são lindos-Ela disse ainda olhando para Tomas.

-Ah, obrigada.

-Você não tem nenhum pau mandado pra maltratar por ai Anni?

-Oi pra você também Tomas, gentil como sempre.

Acho que só eu tava boiando ali e olha que a maré ainda parecia baixa.

-O que você quer?

Tomas parecia impaciente, a garota de olhos azuis continuará a mecher no meu cabelo, confesso que fiquei um pouco incomodado com isso mas achei melhor ficar quieto.

-Pietro disse pra você aparecer na sala de reunião dos representantes de turma mais tarde pra acertarem os detalhes da festa.

-Muito obrigada! Mas diga ao Pietro que da próxima vez venha ele mesmo me dar o recado, e não fique mandando pessoas desnecessárias!

Ela sorriu com cara de deboche e respondeu

-É claro, direi a ele.

Após dizer isso ela saiu andando em direção ao colégio, fitei Tomas preocupado, dava pra ver a irritação em seu rosto.

-desculpe por isso, não é da minha natureza ser assim tão rude mas é que essa garota me tira do sério!

-tudo bem, te entendo, há algumas pessoas que são simplesmente impossíveis de suportar!

Ele sorriu e balançou a cabeça.

-Bom...ta quase na hora da aula começar, vamos pra sala Liam?

-Vamos sim!

-Ah é, a algo que eu gostaria de lhe perguntar...

-E o que é?

-Posso me sentar ao seu lado na sala hoje? Gostaria muito de conversar com você durante a aula é chato ficar sozinho.

-Ah...er...claro...pode sim!

Não pude deixar de pensar que naquele simples pedido deveria ter segundas intenções, ou talvez até terceiras...mas não posso simplesmente dizer não pra essa carinha fofa na minha frente, que droga Tomas, porque você tem que ser assim tão doçe comigo?

O dia passou até que bem rápido quando dei por mim ja era aula de educação física, Tomas foi um dos primeiros a serem escolhidos pra jogar, e obviamente eu também, ja que eu tinha um físico razoavelmente bom, porém eu e ele acabamos ficando em times opostos, a gente ia jogar basquete, o professor fez aquele lance de time com camisa e time sem camisa, e o time dele perdeu então eles tiveram que ficar sem camisa. Devo confessar que quando vi ele retirando a camisa começou a rolar um filme porno muito louco na minha cabeça! Me livrei desses pensamentos sujos e me concentrei no jogo.

(...)

Eu estava quase pegando a bola de um passe quando vi um vulto entrar na minha frente e pegá-la antes de mim, meu corpo foi ficando quente conforme senti o impacto das costas do adversário contra meu peito, não tive muito tempo pra prestar atenção no que tava acontecendo, só pude ouvir o time adversário dizendo que foi falta e vi tomas levantando do chão ainda tonto por causa da queda, assim que voltei a mim corri pra ajudá-lo a levantar e pedi desculpas.

-Que isso não foi nada ja levei tombos piores!

-Tem certeza que não se machucou?

-Tenho sim! (suspiro) cara você é bem pesado- ele disse rindo enquanto dava um soquinho no meu ombro.

Depois do tombo do Tomas o professor encerrou o jogo e todo mundo foi pro vestiário se trocar.

-Você tem que parar de tentar dar tantas investidas Tomas!

Pude ouvir de longe alguém brigando com Tomas pelas suas atitudes imprudentes.

-O cara tem o dobro do seu tamanho!-acho que esse "cara" sou eu, só acho.

-Eu sei, eu sei, mas tamanho não é documento sabia?

-Ah fica quieto nanico.

-Se ta duvidando da minha capacidade então vem 5 minutos no soco sem perder a amizade!

Ele disse rindo enquanto colocava os punhos fechados na frente do rosto como um lutador de mma, não pude deixar de rir.

-Ta rindo de que?-ele se virou pra mim sorrindo sem abaixar a guarda.

-cuidado não vai se machucar com toda essa sua força ai.-brinquei com ele dando alguns passos para trás fingindo estar com medo...

-Eu ainda vou pisar na cabeça de todos vocês...

-Que medo!

Ele pegou sua toalha e saiu rumo ao chuveiro. Eu tava todo suado do jogo então fiz o mesmo...dava pra ver sua silhueta através do box embaçado pelo vapor do chuveiro.

-Liam? É você?

-Sim, o que foi?

-Pode me fazer um favor?

O que? Um favor? Em uma situação dessa?

-S...sim...


Notas Finais


Espero que tenham gostado eu fique a noite toda acordada escrevendo isso ;-;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...