1. Spirit Fanfics >
  2. Taehyung não entendia >
  3. Não pense demais

História Taehyung não entendia - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Não pense demais


Olhando a janela de seu apartamento, taehyung observava o céu, limpo e cinzento, diferente do que deveria ser ao começo de uma estória dramática.

Estava pensativo, isso não era uma novidade, taehyung era ardiloso, curioso e fleumatico o suficiente para encasquetar com coisas e assuntos por mais mínimos que sejam. Tinha uma xícara de café sustentada por suas mãos e entrelaçada em seus dedos; a cada gole que descia por sua garganta, a dúvida de taehyung crescia mais. Hoje ele pensava sobre a vida, o que vinha depois dela? Até não achar uma resposta convincente, taehyung não iria conseguiria parar de pensar sobre isso.


namjoon que estava o observando do outro lado da sala, se perguntava o que o mais novo tanto refletia; conhecia ele o suficiente para imaginar a balbúrdia que estava a cabeça de taehyung naquele momento, seus olhos o entregavam.



--- O que te tanto assusta? --- Namjoon chegou sorrateiro, parando ao lado de tae, olhando exatamente para onde ele mantinha seu olhar.


--- Eu não sei, exatamente. --- Disse, enquanto tinha a ponta dos dedos tomadas pelas mãos grandes de namjoon.


--- Ora! como não sabe? está quase se dilapidando de tanto pensar em algo que nem você mesmo sabe. Vamos! qual sua dúvida de hoje? --- Disse cômico, finamente olhando para o rosto de tae que se mantinha sério.



silêncio ensurdecedor.



--- Nam, a morte te assusta? --- soltou taehyung, finamente, olhando para namjoon.


Nam não esperava por essa pergunta, mas sabia que tae era um "garoto" um tanto complicado.


--- Não! a morte não me assusta. --- Disse namjoon, enquanto mantinha contato visual com o menor.

--- Mas por que? A morte é algo complicado. --- Inflou as bochechas.


Namjoon achou graça do ato do mais novo, mas tinha prestado atenção na fala de tae.


--- Complicado? por que seria algo complicado? estamos falando da morte, tae. Não há nada de complicado com ela. --- Disse, tinha na boca um sorriso ladino.


--- Eu não sei! ela me assusta. É estranho pensar que amanhã podemos não estar mais aqui, como se tudo fosse em vão. --- taehyung estava confuso.


---- Realmente, é algo estranho de se pensar. Mas acho que não deves temer tanto assim a morte, é uma bobagem. E a única certeza que temos nessa vida! --- Parou, pensou mais um pouco. --- Sobre depois disso, ninguém sabe exatamente; Eu não sei, e nem você. Não há uma explicação exata sobre isso, descobriremos quando estivemos mortos.


Suspirou, por fim.


--- Nam, você é incrível! --- Disse tae, sorrindo para o mais velho.


Namjoon riu, taehyung era tão bobinho e tinha uma dupla personalidade cômica até demais.

--- Não acho que seja incrível como dissestes, é apenas a verdade, tae. --- Tirou a xícara de café das mãos de tae, deu dois goles seguidos --- Agora, estamos sobrevivendo. Não pense demais.




Taehyung continuava confuso, mas parcialmente satisfeito. 















Notas Finais


estória = narrativa popular e tradicional; História.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...