1. Spirit Fanfics >
  2. Taekook-love >
  3. Capítulo 49

História Taekook-love - Capítulo 49


Escrita por:


Capítulo 49 - Capítulo 49


Fanfic / Fanfiction Taekook-love - Capítulo 49 - Capítulo 49

3 meses

Depois do ocorrido, Yun nem olhava na minha cara mais. Não faço questão, até porque não tinha tanta intimidade com ela, então não faz tanta falta.

Agora são 00:12 e eu ainda não fui "liberado", apenas não consegui terminar tudo a tempo e bom, não queria acumular nada para amanhã, então pedi para ficar até mais tarde aqui. O CEO disse que Yun ficaria aqui também, eu apenas concordei e voltei a fazer o meu trabalho. Pelo visto estamos sozinhos.

A única coisa que eu tenho que fazer agora é corrigir um relatório e bater o ponto, para marcar a hora que eu saí daqui caso aconteça alguma coisa.

Bom, não tinha muita coisa errada no relatório, então a correção foi bem rápida. Me levantei, peguei o meu celular a a chave da porta principal, até porque eu não vou sair e deixar a empresa aberta. Agora é só eu avisar para Yun, perguntar se ela vai ficar mais um tempo aqui ou não e meter o pé. Ainda bem, não aguento mais, estou com dor de cabeça.

— Yun? — Eu a chamei um pouco alto após não vê-la na recepção

Eu fui para a praça de alimentação e nada de ela aparecer, fui aos banheiros, todas as salas, fui em literalmente todos os lugares possíveis, até decidir subir até o terraço, ela provavelmente não está lá, foi o que eu pensei, mas me deparei com uma cena horrivel.

Yun quase se jogando de lá.

— Yun! — Eu a chamei e ela me olhou, não pude deixar de reapar em seus olhos e nariz vermelhos, sua roupa branca manchada de sangue e em seu cabelo bagunçado 

— Vai embora! — Ela disse, eu não conseguia nem falar, muito menos me mover — VAI EMBORA — ela gritou

— Yun desce daí, vamos conversar — Falei

— Não — Ela começou a chorar — Você nem se importa! —

— Yun, por favor —

— Quer que eu não faça isso por quê? Você se importa comigo? NÃO! Então sai daqui! Pode ir embora, eles não vão desconfiar que você fez alguma coisa — 

— Yun eu não vou ir embora até eu me certificar que você não vai se matar — Falei me aproximando dela

— não chega perto de mim! — Eu parei de andar — Se você se aproximar, eu vou pular! —

— Pelo menos diga o que está acontecendo — 

— Você não entenderia... Ninguém entende — 

— Apenas coloque tudo pra fora —

— Jungkook — Ela me olhou e secou as lágrimas — Eu matei a minha irmã —

— Que?! — 

— Eu a matei, escondi seu corpo e meu pai acha que ela está bem — Disse com voz de choro — Não deveria ter feito aquilo, Jungkook — Ela disse voltando a chorar — Não deveria — 

— Por que você fez isso? — Eu perguntei me afastando

— Ela roubou tudo de mim, meu dinheiro, o amor e carinho dos nossos pais e roubou o meu verdadeiro amor — Ela disse, que garota louca! — Ela roubou o meu homem! —

— Você matou ela porque ela roubou o seu homem?! — Eu perguntei incrédulo

— Sim. — Me olhou séria — Não me entende, né? —

— Sinceramente não — Falei — Matou uma pessoa por ter ficado com quem você ama. Você é louca? Sério, isso não é coisa que se faça, você tirou a vida dela, tirou tudo o que ela planejava, tirou tudo o que ela conquistou por tanto tempo só porque ela ficou com o seu homem! — Eu disse dando passos longos para trás — Não vejo sentido nisso —

— Também não, finalmente abri o meu olho. Mas infelizmente ninguém sabe disso, a não ser você — Falou — E agora você irá espalhar, não quero que isso aconteça, quero sair ilesa disso. Por isso irei me matar — Desceu da beirada e me olhou e cima a baixo — Então vou ter que te matar também — Mano que garota doida

— Eu não irei falar pra ninguém, mas você precisa manter distância de mim — Eu disse — Sendo sincero agora te enxergo como uma assassina —

— Estou vendo o meu verdadeiro amor me chamar de monstro — Ela disse — Isso dói — Ela colocou a mão no coração

— Achei que sua irmã tivesse roubado seu verdadeiro amor —

— E roubou — Sorriu — Mas não ligo mais pra ele, já me vinguei disso — Disse — Você não quer ficar comigo — O sorriso dela se desmanchou — Preciso me vingar também — Se aproximou de mim — Se não vai ficar comigo, não vai ficar com ninguém — Foi isso que ela disse antes de gritar e sair correndo atrás de mim

Eu estou fugindo de uma psicopata que quer matar, ela tem uma faca em mãos. Não sei o que fazer, apenas corri o mais rápido que eu pude para a minha sala e me tranquei lá. Peguei o meu celular, eu estava tremendo, espero que Taehyung não esteja dormindo. Mas se eu ligar pra ele e ela o matar também?

Eu não sei o que fazer! Estou sendo ameaçado no meu próprio emprego pela recepcionista maluca! Eu não acredito que isso está acontecendo, parece cena de filme. Nunca imaginei que isso aconteceria comigo, principalmente agora! Eu só queria ir pra casa, tô com dor de cabeça ainda... Aish, isso não importa agora!

— Jungkook! — Ela bateu na porta — Eu sei que você tá aí... Abre a porta, não tem escapatória — aí caralho o que eu faço?!?!?! 

Pelo amor de Deus, eu só queria que isso fosse um sonho.


Notas Finais


???


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...