História Taekook Secrets - Vkook - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jihope, Jikook, Menção Namjin, Taekook, Vkook, Vkookmin, Vmin, Yoonmin, Yoonseok
Visualizações 324
Palavras 1.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aproveitem a leitura~

Capítulo 11 - Sangue, suor e lágrimas


Fanfic / Fanfiction Taekook Secrets - Vkook - Capítulo 11 - Sangue, suor e lágrimas

P.O.V Jungkook

 Passadouns trinta minutos, chegamos até o local marcado para o fanmeeting. Era uma sala de cinema bem grande, e já avistava várias pessoas do lado de fora do encontro.

Assim que saio da van, caminho diretamente para dentro mas sinto uma mão segurar firmemente meu braço

- Pelo amor de Deus Jungkook, não fica com cara de bunda quando o Taehyung estiver perto de você. – Namjoon sussurra em meu ouvido.

- Está tudo bem Hyung, vou agir normalmente. – Respondo cabisbaixo, enquanto caminho rapidamente.


Definitivamente eu não sei fingir.


- Não, não está. Se você continuar com essa cara de cu azedo as fãs vão perceber, e você sabe que vai dar o maior B.O. – Ele sorri e acena, disfarçando para as câmeras.


Sorria e acene.

Sorria Jeongguk,

Finja estar feliz.


(...)

Nos sentamos em fileiras como sempre, a única diferença era que Namjoon estava entre eu e Taehyung. Não vou negar que eu estava olhando para ele, porque mesmo com os olhinhos inchados e vermelhos, Taehyung ainda era lindo, mais que lindo, era maravilhoso.

Meus pensamentos são interrompidos quando Hoseok se levanta e vai até Tae, o abraçando por trás.

Eu como um ótimo namorado, bom, ex namorado ciumento, adoro quando alguém abraça a pessoa que EU deveria estar abraçando por trás, vulgo Kim Taehyung.

Ainda mais o Hoseok, que já havia se assumido gay para nós, mas só para nós mesmo. E agora que Taehyung está solteiro, fica bem mais fácil de ficar com ele, não é Senhor Hoseok?

Idiotas.

Estou batendo palmas pra vocês, viu?

Meus devaneios acabam assim que eu percebi que estava realmente batendo palmas, aparentemente por motivo nenhum.

Focus nas suas coisas Jungkook, focus.

Olho de soslaio para Taehyung novamente, e confesso para vocês que desde a hora que chegamos até agora, eu não vi Taehyung dar um só sorriso, e olha que ele é um dos membros mais sorridentes. 

Mas foda se 

Foda se ele.

Afinal, eu o odeio.

(...)

4:56PM

Chegamos por volta do meio dia na BH, e fomos cada um para seu dormitório. Comemos, tomamos banho, ensaiamos um pouco e agora estamos todos sentados na cozinha, conversando. 

Taehyung está muito calado e indiferente hoje, e confesso que isso está me preocupando de certa forma.

- Vocês tem planos pra hoje?- Jin pergunta, enquanto brincava com seu anel novo

- Não. – Suga, Hobi e Nam respondem em uníssono.

- Eu vou sair. – Taehyung murmura em um tom de voz baixo, enquanto comia uma maçã.

- Com quem? – Pergunto involuntariamente.

NÃO!

PORRA JUNGKOOK

VOCÊ NÃO SE IMPORTA, ESQUECEU?

FOI SEM QUERER, EU JURO!

- Eu não devo satisfações da minha vida pra você, Jeon Jungkook. – Ele responde friamente, me encarando.

Todos os membros ficam em silêncio esperando uma reação minha, mas a única coisa que saiu foi um –“Já que todo mundo vai ficar em casa, vamos sair Jimin?”

Ele me encara completamente corado e sorri. – C-claro Kookie...

- Ótimo, então nós vamos com vocês.

- Não. –Olho Suga – Quero passar um tempo sozinho com meu Hyung. – dou ênfase no "Meu Hyung" e encaro Taehyung, sorrindo vitorioso.

Taehyung larga sua maçã na mesa e se levanta, saindo da cozinha.

Imediatamente Namjoon e Jin me encaram como se quisessem me estrangular ali mesmo.

Confesso que fiquei com uma leve vontade de ir atrás de Tae, mas me contive, abaixando a cabeça.

- Então vamos nós quatro, Suga, Nam, Jin e eu. – Hobi sorri, animado

- Prevejo que vou segurar vela...– Nam brinca, rindo.

- Por que? Hope tá pegando o Jin? – Suga pergunta rindo desacreditado, mas em tom de brincadeira.

Ai coitado.

Mal sabe que Hobi é COMPLETAMENTE apaixonado por ele.

"Amas você sente ciúmes do Jung Hoseok mesmo sabendo disso?"

EU SINTO SIM

HOSEOK É UM ATIRADO

OFERECIDO

ELE ME ESTRESSA.


Jungkook, menos, bem menos. Não faz sentido você sentir ciúmes do seu ex. Afinal, seu relacionamento acabou.


7:56PM

Passei a tarde conversando com Jimin em seu quarto, brincamos, jogamos, e quando deu certo horário decidi ir até meu dormitório para me vestir para dar aquele role de quebradinha.

Fiz minhas higienes pessoais, tomei um banho, tomei um banho de perfume também porque eu não posso sair por aí fedendo a suor e me vesti com a minha melhor roupa.

Eu tava gato pra caralho.

Tipo, demais 

Eu ficaria comigo mesmo se desse, afinal eu sou um pitel, rs.


Assim que termino tudo, desço para me encontrar com Jimin na portaria. 

Ele também estava maravilhoso, cheiroso, bem vestido, lindo.

- Uau...– rio, dando uma olhadinha em volta dele.

- O que foi? Estou feio? Exagerei? – Ele olha para sua própria roupa procurando algum defeito

- Não, muito pelo contrário. Está... Na medida certa. 

Que tipo de elogio foi esse Jeongguk? Bom, pelo visto ele gostou, está sorrindo feito um bobo pra você.

 Caminhamos até o lado de fora da empresa, e assim que chegamos na calçada paro para amarrar meu tênis e vejo de relance um carro preto chegar.

Me levanto e tento enxergar quem era através do vidro, mas em vão.

Segundos depois desse carro chegar, vejo Taehyung sair também, e ele entra no carro.

Era aquele desgraçado do Baekhyun.

Eu tenho certeza.

Tento distrair meus pensamentos e olho para Jimin, que estava com algumas fãs tirando fotos.

Assim que ele termina, vamos andando pela calçada, enquanto O carro preto segue seu caminho, até se perder da minha vista.

- Divirta-se, Hyung. - Murmuro, abaixando a cabeça.


(...)

Era por volta das 11:48PM quando  Jimin e eu voltamos do barzinho que tínhamos ido. Rimos, conversamos, bebemos, agimos como dois amigos, e era isso que realmente éramos, dois AMIGOS.

Estávamos na rua da empresa, e o carro preto estava parado lá na porta da mesma.

Baekhyun desce do carro e abre a porta para Tae, o mesmo sai do carro e abraça Baekhyun.

Minha visão estava um pouco embaçada, deve ser por causa da bebida, tenho cabeça fraca pra essas coisas, mas pude ver claramente em um ato rápido, Baekhyun segurar Tae próximo dele, em uma posição pouco distante, eles estavam prestes a se beijar.


Aquilo pra mim foi a Gota dágua.


Eu estava fora de mim.


Obrigado por me tirar do sério, Taehyung.


Em fração de segundos, corro até os dois empurrando Taehyung para longe de Baekhyun, o que faz o mesmo se desequilibrar e cair.

- JUNGKOOK O QUE ESTÁ FAZENDO?- Baekhyun me olha assustado, e se afasta.

Filho da puta.

Agora vou descontar nele todo o ódio que eu sinto 

Tudo o que eu havia guardado até agora.

Tudo que Baekhyun me fez passar.

E o que ele fez? Talvez um dia eu conte, mas não agora.

Agora é hora da ação.

Seguro Baekhyun pelo colarinho de sua blusa, e o jogo no chão. Me sento em cima de sua barriga, e desfiro vários socos em seu rosto. Já podia sentir minha mão molhada de sangue.

Pude sentir Jimin e Taehyung me puxando para tentar me tirar de cima de Baekhyun, que agora, me dara um soco na boca.

Desgraçado.

- PARA COM ISSO! – Taehyung berra, nos fazendo parar de brigar na hora.

- OLHA O QUE VOCÊ FEZ JUNGKOOK! – Jimin tenta me segurar, em vão.

- TAEHYUNG, SEU OFERECIDO DE MERDA! OLHA O QUE VOCÊ ME FEZ FAZER! – Limpo o sangue que estava escorrendo de minha boca, enquanto Taehyung ajudava Baekhyun.

- EU SOU OFERECIDO? EU SAI COM BAEKHYUN PARA PEDIR AJUDA PRA VOLTAR COM VOCÊ, EU ESTAVA DISPOSTO A ESQUECER O BEIJO FODIDO QUE VOCÊ DEU NO JIMIN, E TE PERDOAR PARA RECOMEÇARMOS DO ZERO! E OLHA O QUE VOCÊ FAZ JUNGKOOK, OLHA! ALIÁS, OFERECIDO DE MERDA É ESSE DESGRAÇADO QUE DESTRUIU NOSSO NAMORO!

Olho sem reação para Jimin, e  o mesmo se aproxima de Taehyung, o encarando.

- Repete – Jimin diz friamente e de um modo calmo – Repete, do que você me chamou?

Taehyung se encolhe com medo, e abaixa a cabeca.

Tem algo errado aí.

Taehyung não é de abaixar a cabeça pra ninguém, muito menos para Jimin.

- EU MANDEI VOCÊ REPETIR! – Jimin empurra Taehyung, e o mesmo ainda continua calado, de cabeça baixa – VOCÊ É UM MERDA QUE NÃO CONSEGUIU SEGURAR O PRÓPRIO NAMORADO, E O QUE ELE FEZ? PROCUROU COISA MELHOR. E ENCONTROU.– Jimin vem até mim, e me beija.

Ele me beijou.

Ele me beijou do nada .

Ele...

Taehyung...

Eu empurro Jimin e olho Tae estático, que nesse momento chorava de cabeça baixa. Ele chorava  tanto que conseguia ouvir seus soluços a quilômetros de distância.

- Você é um lixo Taehyung. Você é só uma criança que não tem experiência com a vida. Jungkook nem ama você de verdade. O Jungkook me ama. Não é Jungkook? – Jimin  se vira para mim, sorrindo, enquanto Tae me encara chorando. – RESPONDE JUNGKOOK, VOCÊ NÃO ME AMA? 



Sim, eu te amo Jimin.






Notas Finais


>>>


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...