1. Spirit Fanfics >
  2. TaeTen - (What Is Love) >
  3. Cap. 13

História TaeTen - (What Is Love) - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Cap. 13


Fanfic / Fanfiction TaeTen - (What Is Love) - Capítulo 13 - Cap. 13

Jaejoong foi até um pequeno quartinho e abriu uma pequena janela que tinha naquela porta.

_ Oi, criança! - O homem não obteve respostas. _ Sei que não quer conversar, mas trouxe duas pessoas pra ver você. Tudo bem?

E novamente Jaejoong ficou no vácuo. Johnny e Taeil que estavam ao lado do homem estavam ansiosos pra ver logo o tailandês. O mais velho então abriu a porta daquele pequeno quarto e Ten ao levantar o seu rosto cabisbaixo pode rever Taeil e Johnny novamente.

_ Vocês vieram me tirar daqui? - Ten iniciou um choro já fazendo com que seus amigos chorassem juntamente, ver Ten com várias escoriações espalhadas pelo corpo era forte demais para ambos.

Ao assentiram para o tailandês tentarem se aproximar do mesmo, mas viram Ten se encolher no canto daquele quarto.

_ Não me machuquem, só me tirem daqui. Eu não sou louco.. - Se mantinha choroso.

Taeil e Johnny voltaram seus olhos para Jaejoong e o homem tomou a liberdade de caminhar até o tailandês e se agachar a frente do mesmo.

_ Não me machuca doutor, eu não fiz nada. - Ten se tremia de medo, escondia seu rosto choroso por entre suas mãos.

_ Você aceitou ser meu amigo, se esqueceu?! Amigos não machucam amigos, Ten. - O homem que tinha uma voz passiva, acabou recebendo um acentir do tailandês. _ Você sabe quem são esses dois aqui?

_ Johnny e Taeil.. - O Tailandês aos poucos abaixou suas mãos de seu rosto. _ Me tirem daqui, meninos.

Ambos se mantinham no mesmo lugar, choravam enquanto acentiam para o tailandês a sua frente. Se sentiam mal por ver Ten naquele estado de tremedeira, se sentiam quebrados por dentro. Tinham uma sensação de revolta muito grande.

_ Eles e eu vamos tirar você daqui, mas quero que me escute primeiro. - Ten voltou seus olhos assustados para Jaejoong. _ Sei que os anos foram difíceis pra você, você aguentou até demais muitas agressões e abusos calado. Somos amigos, não somos? - Ten acentiu. _ Certo! Prometa pra mim que você assim que sair daqui, você vai erguer a cabeça e vai denunciar seu namorado..

_ Não, eu não posso.. - Balançava a cabeça rápidamente demonstrando medo. _ Ele vai vir atrás de mim, ele vai me bater. Eu tenho medo de morrer, ele vai me matar. Ele me disse que vai me matar, eu to com medo.

_ Antes que ele chegue em você, eu mato ele primeiro. - Indagou Johnny atraindo a atenção de Ten, Jaejoong apenas respirou fundo.

_ Não fala isso, não vai ajudar em nada. - Taeil chamou a atenção de americano. _ Você só vai deixar o Ten ainda mais assustado.

_ Não quero mais sair daqui, aqui eu estou seguro, longe do Jiwon. - Ten apertava seus joelhos contra o seu peito. _ Quero ficar aqui Doutor, já me decidi.

_ Faz alguma coisa, Sr.. - Johnny voltou novamente a chorar. _ Ele não pode ficar aqui, ele não tem problema nenhum.

Jaejoong voltou novamente seus olhos para Ten, o mesmo se mantinha trêmulo.

_ Posso dar uma breve resumida sobre o que faço da minha vida? - Ten novamente acentiu. _ Me formei em psicologia, depois em engenharia civil onde depois de alguns anos acabei construindo esse hospital..

_ Tá. - Ten se mostrava desconfiado.

_ Terminei a obra, e me formei em psiquiatria. Te pedi pra sermos amigos porque sou psicólogo, podemos conversar sempre que quiser. Chegou um currículo seu nas minhas mãos ontem, marquei uma entrevista pra você na terça.. - Ten aos poucos foi se mostrando mais calmo, mas ainda bastante confuso. _ Quando li sua ficha médica hoje cedo reconheci o seu nome, Chittaphon leechaiyapornkul.. - O homem se levantou do chão e estendeu sua mão para o tailandês. _ Se levante, não precisa mais ter medo de nada. Estou aqui, seus amigos estão aqui por você.

_ Depois disso perdi todo o crédito com o Senhor, não tenho mais chances nenhuma de passar na entrevista.. - Indagou Ten se levantando do chão com ajuda.

Ainda se mantinha cabisbaixo, se sentia envergonhado. Seus hematomas eram muito intensos.

_ Será o meu braço direito na empresa, não se preocupe mais com entrevista. - Ten ainda com a cabeça baixa sorriu frouxo.

_ Obrigado por isso Doutor, não sei como agradecer.

_ Na verdade tem algumas formas.. - Johnny e Taeil se atentaram ao mais velho. _ Faça uma denúncia, faça o tratamento corretamente pra que fique cem por cento logo, e por agora abraçe seus amigos. Eles se preocupam demais contigo, você tem sorte por ter eles ao seu lado.

Ten acentiu mantendo sua cabeça baixa, se aproximou de Johnny e Taeil e os abraçaram voltando a chorar novamente.

_ Hora de sair daqui, Ten. - Indagou Jaejoong com um sorriso de dever cumprido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...