1. Spirit Fanfics >
  2. TaeTen - (What Is Love) >
  3. Cap. 93

História TaeTen - (What Is Love) - Capítulo 93


Escrita por:


Capítulo 93 - Cap. 93


Fanfic / Fanfiction TaeTen - (What Is Love) - Capítulo 93 - Cap. 93

Uma hora depois Yuta chegou na casa onde estavam hospedados.

_ Yuta! Se você não for ficar, arruma suas coisas, o jatinho já está a caminho pra nos buscar.. - Indagou Jaejoong ao sair da cozinha e bater com seus olhos no japonês.

_ Os meninos já arrumaram as coisas deles? - Indagou ao fechar a porta atrás de si.

_ Só falta você. - Yuta parou para observar o mais velho. _ Que foi?

_ Não quer saber o que o Jiwon me disse?

_ Eu já sei.. - Indagou o mais velho se mostrando desinteressado.

Yuta deu de ombros e foi arrumar suas coisas, as mesmas estavam uma bagunça e com toda a certeza iria brigar com sua mala pra que suas roupas coubessem ali dentro.

Horas depois os quatros estavam finalmente voltando pra Coréia depois de dois longos dias. Jaejoong como sempre se sentou em uma cadeira isolada, preso em seus pensamentos não tirava seus olhos da janela. Ten dessa vez se sentou com Taeyong, o mesmo se encontrava ainda bastante chateado com Yuta, e o tailandês não deixou de consola-lo. O japonês se sentou na poltrona de trás, não se incomodava de estar sozinho  até preferia por conta de seus vários pensamentos que o carregavam aquela tarde.

Quase doze horas de vôo finalmente chegaram em solo coreano na madrugada de segunda. Jaejoong pegou seu carro na garagem do aeroporto e tratou de levar Yuta e Ten para casa.

_ Papai! - Indagou Taeyong assim que o mais velho parou em frente a casa do japonês. _ O Ten pode dormir lá em casa essa noite?

_ Se ele quiser, ele pode.. - Indagou Jaejoong sem tirar seus olhos do volante.

_ Quer ir dormir lá em casa, amor?! Amanhã trago você e suas coisas. - Taeyong falava diretamente para Ten ignorando a presença do japonês.

_ Tudo bem eu ir, Tatá? - Ten voltou seus olhos para Yuta, o sentia chateado.

Não queria o deixar sozinho aquela noite, mas Taeyong se encontrava na mesma. Com toda a certeza o tailandês estava bastante dividido aquela madrugada.

_ Pode ir com seu namorado, eu estou bem. - O japonês deu um beijo sobre os cabelos de Ten e se soltou do cinto de segurança. _ Boa noite, sr.

Sem esperar respostas, Yuta saiu do carro e rapidamente pegou sua mala dentro do porta-malas. Sem olhar para trás pra dar uma última despedida, o japonês caminhou diretamente em direção a sua casa.

_ Taeyong! Pode parar com essa frescura.. - Indagou Jaejoong atraindo a atenção do rapaz. _ Não quero saber de você tratando o Yuta com indiferença. Vocês sempre foram amigos, não é porque ele gosta de outras pessoas que isso tem que interferir na amizade de vocês. Pode parar com isso!

O mais velho falava em tom firme sem tirar seus olhos da estrada. Já Taeyong voltou seus olhos para a janela do carro, se mostrava pensativo por agora.

_ Também amo muito o Yuta, mas é como eu disse pra ele ontem. Independente da escolha dele, vou continuar o amando e acima de tudo o apoiando nas escolhas que ele fizer.

_ Acho que o Taeyong não entende isso. Não entendo qual é a dificuldade dele de pensar como você, Ten. Coitado do Yuta, viu?!

_ Ta bom, papai. - Taeyong tampou seus ouvidos, se tinha algo que o fazia ter ódio mortal era escutar sermão.

_ Ta bom, nada! - Jaejoong deu uma rápida olhada para seu filho. _ Faz o certo se não quer ser chamado a atenção.

O rapaz tirou as mãos de seus ouvidos e continuou com seus olhos sobre a janela do carro, pode finalmente pensar melhor com o silêncio que havia envadido aquele carro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...