História Taiyo Uchiha - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Kabuto, Kakashi Hatake, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Orochimaru, Personagens Originais, Sasuke Uchiha
Tags Byakugan, Hyuuga, Itachi, Kabuto, Minato, Naruto, Orochimaru, Sasuke, Sharingan, Taeko, Taiyo, Uchiha, Uzumaki
Visualizações 22
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OBS:
[1] Colocarei o nome do personagem que está falando seguido de dois pontos :
[2] Usarei asteriscos * para definir ações durante um diálogo.
[3] Usarei til quando houverem gritos ou barulhos prolongados. Ex: Ah~~~~
[4] Darei 1 parágrafo de um diálogo para uma ação e vice-versa, e darei 2 parágrafos para uma mudança no contexto.
[5] Colocarei em itálico cenas que representam uma mudança no local, tipo, uma viagem a outro lugar.
[6] Usarei chaves [ ] para indicar algum pensamento no diálogo. Ex: XY: [Certo, encontrei o que precisava].
[7] Usarei hífen duplo -- para indicar interrupção no diálogo. Ex: E-Ei, o que está faz--
[8] Darei um destaque especial quando houver algum tipo de Jutsu (Jutsu = Técnica)

Boa leitura!

Capítulo 3 - Um final, mas é apenas o começo.


Fanfic / Fanfiction Taiyo Uchiha - Capítulo 3 - Um final, mas é apenas o começo.

Os cinco primeiros meses de Taiyo foram perfeitos. Emmy, sua mãe muito atenciosa, o dava muito carinho e amor, juntamente com seu pai, Taeko, que o protegia acima de tudo.

Eram uma família perfeita, até certo dia.

Depois desses cinco meses, Taeko começou a agir estranho, ele parou de ser aquele pai amoroso e cuidadoso.

Taeko mudou, algo aconteceu com sua mente que o fez ir perdendo o seu amor por seu filho e por Emmy.

Isso resultou em várias brigas:

 

Emmy estava com Taiyo em seu colo, estava discutindo com Taeko.

 

Taeko: Pelo amor de Deus, nem isso você consegue fazer certo!

Emmy: Já vai começar com outras de suas brigas inúteis, amor?

Taeko: Ah, tanto faz... quero que se dane também.

Emmy: Você não pode agir assim, você também me ajudou a me meter nessa, nós dois temos que ser pais responsáveis, com essas atitudes você não vai a lugar nenhum.

Taeko: Não estou nem aí. Dane-se ele.

Emmy: Taeko! Você sabe que está falando com seu filho, sabe?

Taeko: Tem certeza? Não engravidou de um qualquer aí na rua, sua--

Emmy: Não ouse completar essa frase, seu cafajeste!

Emmy: Ele é seu filho-- ele é nosso filho, idiota!

Emmy: Ele é um bebê! Um simples bebê! Vai ficar com essa infantilidade contra um bebê?

Taeko: Eu quero que ele se dane, sendo meu filho ou não.

 

Emmy se ajoelha e começa a chorar, mesmo com Taiyo em seu colo.

 

Taeko: AH, QUAL É? VAI PAGAR DE VÍTIMA DA HISTÓRIA AGORA?

 

Pelo volume de sua voz, Taiyo começa a chorar junto a Emmy.

 

Emmy: Sh-- shh bebê. Acalme-se, amorzinho.

Taeko: *Pega Taiyo a força de Emmy fazendo-o chorar ainda mais* Cala a boca, droga de bebê!

 

Emmy pega Taiyo das mãos de Taeko e lhe dá um tapa.

 

Emmy: Pode me chamar do que quiser, mas não mexa com MEU filho!!!

Taeko: *Empurra-a contra a parede* Idiota, sai daqui. *Fala tranquilamente*

Emmy: Quem é você? Seu IMBECÍL? CADÊ O TAEKO QUE EU CONHECIA?

 

Pela discussão que estava acontecendo, Taiyo chorava cada vez mais.

 

Emmy: Seu INÚTIl! *Agarra Taiyo firmemente e vai para seu quarto*

 

Ela entra, fecha a porta a batendo e a tranca.

Emmy tenta acalmar Taiyo, que estava chorando muito.

 

Emmy: Shh, shh, acalme-se, meu filho *Tenta o acalmar desesperadamente*

Taeko: Que vida inútil.

 

 

E assim se passaram os tempos com o “Novo Taeko”. Ele os fazia sofrer muito.

Ele não tinha compaixão nenhuma, nem com seu próprio filho que havia acabado de nascer.

 

Mais 5 meses se passam

 

Com um ano, Taiyo ainda continuava infantil ao nível de um bebê. Ele era atrasado em sua evolução, o que um bebê de seis meses faz, ele ainda estava começando a aprender. Isso fez Taeko ficar muito mais furioso com seu filho, e culpou Emmy por lhe dar um filho com problemas mentais.

Taeko chegou a um nível que não estava mais ligando para sua própria família que ELE criou, eles apenas habitavam a mesma casa. Essa era a única relação existente para ele.

 

Taeko: Por que diabos foi me fazer um filho com problemas mentais, idiota?

Emmy: Ele não tem problemas, ele é perfeito... pare de implicar com nosso filho! *Não segura seu rio de lágrimas caindo sobre seus olhos*

Taeko: Ele é sim, olha como ele é lesado! *Balança a cabeça de Taiyo o fazendo chorar*

Emmy: Não!!! Não faça isso com ele, seu animal!!! *Vai correndo para tentar segurar Taeko*

Taeko: *Joga Taiyo para ele* Pensa rápido, he he.

Emmy: SEU DOENTE!!! *Agarra-o com pressa e medo*

 

No dia seguinte

 

Mais uma vez, ambos estavam na sala para ter uma discussão.

 

Emmy: *Quase chorando com Taiyo ao seu lado* O que você quer?

Taeko: Já chega, Emmy, você já está muito além do que eu pensava.

Emmy: Do que você está falando?

Taeko: Já chega, eu não quero mais você comigo. Nem esse merdinha ao seu lado.

Emmy: Nunca mais repita isso! *Levanta e o encara com fogo nos olhos*

Taeko: Tá, falou, falou...

 

Taeko a bofeteou e a golpeia fortemente no estômago com seu joelho.

Emmy não estava preparada para isso e cai sobre o chão, ela fica agonizando.

 

Emmy: M-Mas... *Com dificuldade na fala* Por... quê?

Taeko: Já me cansei, sabe? De você e desse palerma, aí.

Taeko: Vou voltar à Konoha e levar Taiyo comigo.

Emmy: Como é? E... *Tosse cuspindo sangue* Como vai voltar lá depois do que fez?

Taeko: Bem, vou falar que uma Uchiha me fez de prisioneiro e escravo por dois anos... ela até me estuprou e engravidou de uma criança.

Taeko: Vou dizer seus terríveis crimes cometidos no passado, como: a morte de alguns senhores feudais e alguns Kages (Kage é o líder de uma certa vila, assim como o Hokage, Mizukage, Kazekage, etc.).

Emmy: Mas eu não fiz... isso.

Taeko: Acham que eles acreditariam numa Uchiha imunda e Nukenin ou em um ninja nobre como eu?

Taeko: Estou pensando em chegar lá e me candidatar a Kage, ou um professor shinobi.

Taeko: E jogar esse lixo num orfanato, ou no lixo mesmo... não dizem? “Jogue lixo no lixo”?

 

Emmy se enfurece totalmente, e mesmo sem força, vai atar Taeko, mesmo no chão.

Ela pretendia acertá-lo com uma Kunai e perfura-lo.

 

Emmy: MALDITO!!! *Ativa seu Sharingan*

Taeko: Não, você não pode... *Chuta sua cabeça deixando-a atordoada*, é verdade, seu filho deve puxar seu Sharingan... que desperdício de talento... todos sabem que os Hyuugas são melhores.

Emmy: Idiota... idiota... eu juro que matarei você! *Falando com dificuldade*

Taeko: Mal posso esperar.

 

Ela pega Taiyo e o nocauteia.

 

Taeko: Tchauzinho, Emmy no Baka. Espero não te ver de novo!

 

Ele sobe em uma árvore e espera as forças armadas de Konoha chegarem.

 

Minutos depois

 

Alguns ninjas se aproximam, eles aparentavam serem ANBUS.

Eles entram na casa, veem Emmy toda fraca e largada no chão e tiram proveito disso para levarem-na para a prisão de Konoha.

 

ANBU 1: Ela não parece mau para mim.

ANBU 2: As aparências enganam, cara. Vamos leva-la antes que seja tarde.

 

E então, eles a carregam para a prisão enquanto estava nocauteada.

 

Um dia de viagem depois

 

Taeko finalmente chega à Vila da Folha com Taiyo em seus braços.

 

Taeko: Isso mesmo, agora é hora de te jogar fora.

Taeko: Estou cansado, então não me dê trabalho.

 

Um shinobi vem questioná-lo:

 

Ninja: Ei, senhor Taeko Hyuuga. Esse é seu filho?

Taeko: É sim, eu estava viajando com ele.

Ninja: Ele não se parece muito com o senhor, sabe?

Taeko: Obrigado pela parte que me toca.

Ninja: Que bom que o senhor está de volta! Até logo! *Utiliza Shunshin no Jutsu*

Taeko: [NÃO!!! EU DISSE QUE ELE ERA MEU FILHO, AGORA NÃO POSSO ABANDONÁLO!]

Taeko: [QUE MERDA, TEREI QUE FICAR COM ELE DURANTE MAIS TEMPO! Droga.]

 

Na sede de seu Clã

 

Ele volta escondido, ele ainda não notificou seus pais de sua volta.

Ele deixa Taiyo adormecido em seu quarto.

 

Taeko: Sinto que esse garoto vai me preocupar muito, merda.

Taeko: Espero que ele não me mate um dia...

 

Continua...


Notas Finais


Eu queria que ficasse maior, era realmente para ficar maior, mas meu computador desligou sozinho e perdi meus dados salvos, e não tive o conteúdo para postar.

Agora sim começará o que importa na história.

Até lá! Abraço


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...