História Takahashi - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Mistério, Original, Terror
Visualizações 12
Palavras 968
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Primeiro dia de Aula em Owada


Fanfic / Fanfiction Takahashi - Capítulo 3 - Primeiro dia de Aula em Owada

|Vozes podem ser escutadas|

 

Acordo com a mamãe me chamando, sinto que dormi demais, olho para o relógio para ver as horas, mas lembro-me que não sei ver as horas num relógio de ponteiros, então pergunto para a mamãe. Ela apenas diz que estou atrasada para meu primeiro dia de aula nesta vila.

Depois de um banho, ela me veste um fardamento no qual eu não me sinto bem nele. Começo a resmungar dizendo que não quero usar aquelas roupas, a mamãe briga comigo mas minha resistência com aquela decisão não acabava, então eladeixou eu usar um de meus vestidos. Estava com um vestido meio brancoe meio marrom, a mamãe chama ele de "bege" ao algo assim...

 

 |sons de buzina podem ser ouvidos|

 

Escuto a buzina do carro do papai, a mamãe me carrega com um de seus braços e ao mesmo tempo leva a minha lancheira. Assim que chego no carro o papai solta um sorriso e pergunta se estou pronta para fazer novos amigos, eu respondo que sim ansiosa, e assim me colocam dentro do carro.

Olho para a janela e o carro já estava em movimento. Cada casa daquela vila era assustadora e sem vida, acho que a escola vai ser estranha também, quase ninguém estava na rua, e o que mais tinha era vendendores de coisas que a mamãe costuma comprar pra fazer a minha comida com verdura, na qual eu odeio.

Quando menos percebo já estou na frente da escola. Ela era grande, havia crianças do meu tamanho e muitas outras maiores que eu. Papai abre a porta do carro e me carrega, fechando a porta. Ele me leva até um portão

 

|papai| Pronta, querida?

 

Assenti com  cabeça afirmando que sim e quando entramos havia uma mulher bonita nos esperando, ele deve ser a professora. Papai me coloca no chão e aponta para uns brinquedos que havia ali.

 

|papai| Naomi, filha, por que não vai brincar um pouco com aqueles brinquedos enquanto converso com a sua nova professora?

 

Olho para o papai tentando dizer com os olhares que não quero, mas ele me encara meio que com raiva, então vou em direção aos brinquedos. Nada ali me interessava, nem balanço nem nada, as outras crianças me olhavam o tempo todo, fiquei intimidada e fui para um banco.

Ela está horas falando com o papai, e o que mais me irrita é ue eles trocam olhares estranhos, era assimque o papai olhava pra mamãe antes, a mamãe disse que era assim que pessoas que se amam se olham, não quero que o papai me dê mais uma mãe, quero só uma,e é a mamãe que me dá comida, não a professora!!!

Depois de alguns minutos eles param e papai acena para mim afirmando que já vai embora, e a professora fica sorrindo para mim, vou correndo para abraçar o papai.

Quando ele me carrega eu digo em seu ouvido "Não quero que ame a professora", ele para de sorrir e me coloca no chão, depois ele me encara como se estivesse surpreso com o que eu disse, ignoro ele e entro na sala de aula.

 

|professora| Não se preocupe Lee, eu irei cuidar bem dela!

 

A professora entra na sala logo em seguida e pede para que eu me apresente á classe. Me recuso mas ela insiste, e eu vou lá na frente.

 

"meu nome é Naomi Takamochi, tenho quatro anos e vim de Tokyo, lá eu tinha muitos amigos, e a mamãe e o papai se amavam, e ainda se amam, pois o papai nunca vai amar outra mulher"

 

Digo olhando para a professora de cara feia, ela fica sem dizer nada e eu vou para o meu lugar

 

|cochichos podem ser ouvidos|

 

Esculto cochichos das outras crianças e abaixo a minha cabeça tentado as ignorar, até que sinto alguém me cutucar. Era uma menina de cabelos vermelhos e pele clara, ela usava o fardamento da escola.

 

|menina| Ei novata, você está morando na casa do menino desaparecido?

 

Pergunto "o que?" e ela diz que na minha casa havia um garoto que desapareceu do nada, ela disse que ele era estranho, e que se arranhava e falava muitas línguas, disse que ele sabia ler e que odiava adultos, disse que matava animais inclusive gatos e cães. Eu me assustei e recusei em acreditar, ela retrucou dizendo que eu morreria e eu apenas ignorei.

 

 

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

 

 

Quando acabou a aula começou a chover forte. Todas as crianças estavam indo embora com seus pais, mas o meu não chegava. Me sentei na escadaria esperando o papai, até que sinto alguém se sentando ao meu lado. Era a professora.

 

|professora| Olá Naomi.... seu pai ainda não chegou?

 

A ignorei e me levantei para ir me sentar em outro lugar, logo ela segurou a minha mão.

 

|professora| Calma, não vá, porque não gosta de mim? Pra onde vai?

 

Fico com raiva e grito com ela, digo que vou para casa e saio sozinha na chuva, a professora grita meu nome mas eu a ignora e saio correndo.

 

Estou cansada e toda molhada por causa da chuva, que não parava de aumentar.

De repente percebo que está cheio de neblina, tento retornar os passos mas não consigo pois não me lembro de que lado eu vim, se foi da direita ou da esquerda eu não sei

 

|alguém sussurra "Naomi"|

 

Escuto algo me chamar, pode ser o papai e a mamãe.

 

"Papai?" "Mãe?" "Quero ir pra casa!" 

 

Não ouço resposta então saio correndo em direção de onde escutei o meu nome.

Continuei correndo até que tropecei em alo e caí em um tipo de barranco. Começo a berrar mas ninguém vem me acolher. Eu estava toda suja de lama, e estava com frio.

Logo vejo um tipo de Templo, ali deve ter alguém, ou algo para me proteger da chuva....


Notas Finais


Bom, esse foi o máximo que pude fazer, sim, eu sei que está curto demais, mas a minha criatividade é péssima, sorry ^^"
Mas está chegando a hora do Takahashi >.<
Até eu estou ansiosa pra escrever ^^
Deixem seus comentários, compartilhem e favoritem (se quiserem é claro ^^")


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...