História Takane no Hana - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Gente essa história é mais focada em um romance adolescente quando a Taiga começar a conhecer os meninos da geração vai ficar menos e menos focada em basquete.

Capítulo 2 - Geração dos Milagres


As cinco horas da manhã começa o dia de Kagami Taiga. Ela somente lava o rosto com água, faz um rabo de cavalo e sai pela porta do prédio dizendo tchau para Seu Yamamoto, o porteiro. Todos que estavam no parque observavam a garota correndo e a ruiva como sempre parecia não perceber.

No final da corrida Taiga da uma acelerada ouvindo Travis Scott quando recebe uma ligação.

-Taiga consegui falar com o coordenador da liga juvenil e você pode participar.

-Nossa pai! Obrigada de verdade! Mas você está atrapalhando minha corrida então...

-Kagami Taiga você está perdendo todos os seus modos! Eu não acredito que você me respondeu dessa maneira eu sou se- Taiga já sabia o roteiro e deixou o telefone a um braço de distância esperando seu pai terminar a bronca. Cinco minutos depois ela aproximou de novo e... Ele ainda estava gritando. – Desculpa senhor eu realmente não queria ofendê-lo.

Senhor Kagami estava com o rosto vermelho de raiva no outro lado do planeta, porém sabia que ele ia perder a razão em três segundo. Então respirou profundamente e falou a frase que ele sabia que ia fazer a filha dele ficar com mais raiva que ele.

-Em troca das horas de conversa com o coordenador da liga -Na verdade foram cinco minutos- Você vai ter uma entrevista com o herdeiro da empresa Suzuki. –A ruiva já ia responder. – Se ele não gostar de você tudo bem, mas se você quiser jogar basquete você tem que ter essa entrevista de casamento.

-Tá bom então pai.

No momento que Kagami desligou o telefone. Ela deu um grito e chutou uma lixeira assustado uma velinha sentada por perto. Foi para casa bem irritada cumprimentou Seu Yamoto novamente e foi para seu apartamento. No segundo que ligou o chuveiro ela começou a xingar o pai de todos os nomes até que a raiva passase.

Tudo bem ele quer essa entrevista, ele vai ter essa entrevista. Ele mal sabe que eu sou a pessoa mais insuportável quando quero.

 

                                                                          ***

A manhã da ruiva foi em uma palavra: estranha. Ela teve que sair da sala dela depois do seu almoço com Kuroko e foi para uma sala com só garotas estrangeiras. E a coordenadora do programa internacional.

-Como vocês sabem vocês são as únicas seis alunas da escola do programa internacional. Vocês são a nossa frente de publicidade. Como sabem a rede Olimpium é a rede que inaugurou Seirin a dois anos – Depois disso Kagami parou de ouvir e fez contato visual com a garota de NY e a garota fez um gesto de vômito. Kagami respondeu com o revirar de olhos e apontando para a mulher.

-Então... Naomi e Taiga vocês poderiam me escutar por favor? – Todas as outras meninas riram – Então para vocês irão participar de uma propaganda feita para incentivar descendentes e nativos do Japão a entrar no nosso programa internacional. E também uma vez por semana perderão uma aula de extracurricular para terem aulas de etiqueta japonesa juntas.

Todas as garotas suspiraram juntas e saíram rindo da sala. Kagami achou elas muito simpáticas até. Todas elas se pareciam um pouco com elas já que todas eram japonesas “misturadas”. Kagami continuou conversando com elas até o sinal tocar avisando o final do horário e como todas estavam em algum clube combinaram de sair para um karaokê no sábado.

Kagami voltou no começo do horário de história japonesa e tentou ao máximo não dormir.

                                                                     ***

No último horário Kagami acordou com Kuroko a chacoalhando.

-Já acabou o horário de história? -Ela perguntou com um sorriso sonolento.

-Kagami já acabou a aula.

-Mentira! Eu não acredito que eu perdi tudo isso? Você copiou?

-Não Kagami, mas eu sei que a menina do seu lado copiou tudo, amanhã você pede. Agora temos que ir para o treino de basquete.

 -Okayy. We really nedd to hurry up. -Enquanto ela se espreguiçava ela deu um bocejo e se levantou. Kuroko não entendeu o que ela falou, mas ela estava surreal até bocejando. Principalmente quando levantou e as pernas lindas de Kagami ficaram a vista. Kagami pegou ele olhando.

-Que que houve? Ah, a minha sala está muito curta né? Eu peguei o maior tamanho que tinha mas não deu em nada então vo começar a usar um short por baixo mesmo. Então, bora?

Kuroko continuou olhando para a menina enquanto ele andava atrás dela. Ele se encantou até com o cabelo dela, afinal, era o cabelo mais bonito que ele já viu. Eles chegaram no ginásio e a treinadora pediu para todos se reunirem.

Enquanto isso Kagami foi na sala onde se guardavam as bolas para se trocar e já pegou a permissão que o pai dela mandou por fax. Quando saiu todos os meninos a seguiram com o olhar a deixando bem desconfortável.

                                                                   ***

Kagami sai da porta somente com um top e um short nike pro. O que passava pela cabeça dessa menina Riko não entendia.

-Entra na fileira com os meninos kagami.

-Okayy a autorização tá aqui. – Ela fez uma reverência e foi para a fileira

-Eu já fiz uma avaliação da Kagami rapidamente e posso falar que ela vai dar trabalho no jogo hoje. -Riko piscou para os veteranos. - Bom time, hoje vamos ter o famoso jogo veteranos contra calouros. Peguem a camisa de vocês no cesto.

Kagami depois de uns segundos achou Kuroko e grudou nele.

-Eu começo – Kagami se ofereceu já se posicionando.

O senpai na sua frente, Mitobe, era dois ou três centímetros mais alto que ela mas no momento que ele desviou o olhar ela sabia que já tinha ganhado.

Eles pularam juntos e Taiga já deu um tapa na bola para o lado. Um dos primeiro anistas que ela não sabia o nome pegou a bola e começou a driblar. Ela gritou passa pra mim e enterrou a bola. Levatou a mão para um tapa e o garoto, Furihata, respondeu. Kagami já foi correndo pois o time dos veteranos já estava com a posse da bola.

Os veteranos tentaram passar, mas a bola mudou de direção e foi para Kagami que depois de um momento de confusão pega a bola novamente e fez outra enterrada. Depois de três jogadas Kagami percebeu que era Kuroko que estava fazendo esses passes. Os veteranos somente perceberam perto da última jogada o que deu uma enorme vantagem para os calouros. Quando Kagami enterrou a última jogada ela correu para Kuroko e encontram seus punhos.

O placara final foi de 40 – 15 em um jogo de 30 minutos Kagami ficou orgulhosa.

-Parabéns ao time de calouros vocês venceram. Já vocês como vocês perderam de lavada para um time de calouros. – Riko gritou com os veteranos que abaixaram a cabeça. – Agora Kurooko como você fez aqueles passes?
- Eu somente usei minha pouca presença nada demais.

-Então vamos fazer um pouco de musculação e podem ir embora. – Quase todos do time suspiraram menos Kagami que se animou com a notícia.

Kagami fez o máximo que pode na próxima hora de treino até que riko apitou e ela foi a única que se levantou de primeira.

-Como que você está tão bem? – Hyuga perguntou no chão transpirando tanto que parecia ter tomado banho. – Você pegou so dois quilos a menos que eu.

-Mas dois quilos fazem a diferença senpai. – Kagami falou com um sorriso e o capitão esqueceu o que ia falar.

Kagami foi para um banheiro fora do ginásio tomo banho e se trocou lá. Saindo do banheiro encontrou duas meninas do programa internacional e disse um oi.

-Kagami não sabia que você era tão popular. – Falou a segunda menina mais alta do grupo de manhã. Ela falava que veio da Suíça. Era loira, mas a cara completamente japonesa. - Todos os meninos da minha sala já seguiram você sabia?- Kagami riu de nervoso

-É eu sei que eles seguiram no instagram, não sei o porquê.

-Porque você é a flor inalcançável né.

-Gente o que que é isso tão falando isso pra mim desde ontem. Odeio em sentir por fora que merda.

-Girl, calm down. Tá de boa é so que eles te acham a mais gata da escola.

-Não sei de onde tiraram isso. – Kagami realmente se sentia estressada odiava quando ficavam falando dela sem conhecê-la. Ela estava fazendo um biquinho com os braços cruzados depois de falar isso. As meninas riram de sua cara e se despediram reconfirmando o programa de sábado.

-Kagami-san

Kagami deu um grito que Kuroko tinha certeza de que se ouviu no centro da cidade.

-Você NÃO consegue parar de fazer isso não?

-Desculpe Kagami. Só queria agradecer pelo jogo hoje fazemos uma ótima dupla.

-É mesmo Kuroko – Ela colocou a língua pra fora e fez um sinal de hang-lose. – A gente vai ganhar fácil o torneio de verão.

-Bom, Kagami não sei se estamos à altura dos meus colegas do ano passado.

-Como assim? Você acha que eu não jogo bem?

-Claro que não. Mas você não viu o nível dos meninos da “Geração dos Milagres”. – Ele começou a andar e Kagami foi com ele. Ele estava indo para o sentido da casa dela mesmo- Eles são os melhores jogadores do Japão com certeza.

-Só acredito vendo.

Eles continuaram andando até o Maji Burguer onde Kagami pegou milkshake, batatas e cheeseburguers e Kuroko pegou somente um milkshase de baunilha.

-Então continua sobre os seus colegas aí. -Kagami pegou uma batata, pegou um pouco do milkshake do Kuroko e comeu. Ela começou a rir. -Finalmente uma reação!

-Antes de você roubar o meu milkshake eu ia falar quem eles são.

-Preciso de fotos antes de você começar.

-Tá bem Kagami vou pegar as fotos. – Ele começou a nomear os meninos e dizer as características de cada um. Todos eles Kuroko falou com a cara neutra, mas algo mudou quando falou de um tal de aomine. Gatinho, mas do jeito que Kuroko falou ele deve ser um babaca.

-Eu acho que a gente consegue Kuroko. -Kagami falou sorrindo enquanto o canudo do milkshake ainda estava na sua boca.

E nesse momento Kuroko realmente acreditou que eles iam ser os melhores do Japão.


Notas Finais


Então gente próximo capítulo Kise já dá uma aparecida


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...