História Take In Your Heart Now Lover - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Gorillaz, Meninas Super Poderosas (The Powerpuff Girls)
Personagens 2-D, Ace, Docinho, Florzinha, Lindinha, Noodle, Russel Hobbs
Visualizações 39
Palavras 1.331
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Um quase amasso?


Fanfic / Fanfiction Take In Your Heart Now Lover - Capítulo 2 - Um quase amasso?

•°•°•°•°P.O.V S/N.°•°•°•°•

- Acordei com meu telefone tocando, rapidamente me sentei na cama, ficando meio tonta, pego meu telefone e atendo.- Alô?- Eu digo meio sonolenta.- C-chan! Te acordei?- Era a J.- Sim, aconteceu alguma coisa?- Eu pergunto.- Oh, não! Só liguei pra saber como você está mesmo, e porque, eu tô sem nada pra fazer.- Ela diz rindo em seguida.- Saquei.- Eu digo.- Vai querer me acompanhar enquanto eu tomo café ou coisa assim?- Eu pergunto.- Nah, meu trabalho já tá feito.- Ela diz de forma maligna.- Você não presta mesmo ein, J.- Eu digo sorrindo, mesmo que ela não veja.- Fazer o que né.- Ela diz rindo, em seguida desligando.- Vai ter volta.- Eu digo para mim mesma. Vou até a cozinha e pego qualquer coisa para comer logo indo em direção a sala, liguei a TV, tava passando desenho, senti falta de assistir desenho durante a manhã, é infantil? Com certeza, mas eu gosto. Estava assistindo quando me surgiu uma ideia, peguei meu celular e entrei no contato do Ace.-

Você: Oi pepinoo

- Enviei sorrindo, pera...porque eu tô sorrindo, é só uma mensagem para acorda-lo e fazê-lo sofrer por causa da ressaca, ele logo respondeu.-

Pepino: De todos os apelidos sério que você escolheu pepino?

- Começo a rir, logo me recupero e respondo.-

Você: Pse, então, dormiu bem?

- Eu pergunto, só para puxar conversa.-

Pepino: Sim, estava dormindo maravilhosamente bem, até você me acordar

Você: Que pena, n é msm! :)

- Eu envio com uma expressão de deboche.-

Pepino: Aí, tava pensando, tem algo pra fazer hj?

Você: Não, pq?

Pepino: Sei que mal nos conhecemos mas, eu queria te chamar para um karaokê, topa?

- Eu estranhamente começo a sorrir depois de ler a mensagem dele, noto meu sorriso idiota e logo o desfaço.-

Você: Pode ser

Pepino: Beleza, me passa teu endereço que eu vou te buscar aí as 8

- Eu passo meu endereço para ele.-

Você: Tá aí

Pepino: Ok, até às 8, S/A!

Você: Até pepino!

- Eu fico off.- Karaokê, huh? Vai ser divertido.- Eu digo para mim mesma sorrindo enquanto olhava para o teto, sinto minhas bochechas esquentarem levemente, ao notar em que situação estou, me recupero rapidamente.- Ok, Ok! Vai ser só um karaokê, nada de mais.- Eu digo para mim mesma séria, me levanto calmamente e vou fazer as coisas que tenho para fazer. Passou-se um tempo, estava terminando de dar uma repaginada em meu quarto, quando por reflexo olho para o relógio, 19:45, puta merda, esqueci da porra do karaokê!- PUTA QUE PARIU!- Eu berro batendo a palma da minha mão contra minha testa.- O jeito é me arrumar agora, ugh.- Eu digo coçando meu olho de forma lenta e fraca com o dedo indicador e o médio, arrumo o que baguncei e vou em direção do banheiro e tomo um banho rápido e saio, estava calor hoje, então tomei um banho gelado, me enrolei na toalha e me olhei no espelho, dei um sorriso e logo saí animada, peguei um topper branco, minha jaqueta sem mangas, uma calça jeans aleatória, me vesti e em seguida peguei um par de meias qualquer na minha gaveta e coloquei meu AllStar cano alto vermelho, deixei meu cabelo natural mesmo, com cara de quem acordou agora mas tudo bem, arrumei o resto das minhas coisas e sai de meu quarto indo em direção a sala, para esperar o pepino. Depois de eternos minutos, alguém bate na porta, vou em direção da porta e a abro, era o pepino, ele me olha de cima a baixo.- Cê tá linda.- Ele diz, eu dou um pequeno sorriso.- Valeu.- Eu digo, saindo e trancando a porta.- Então, é muito longe?- Eu pergunto enquanto nós andávamos.- Nah, só a uns quarteirões daqui.- Ele diz.- Suave.- Eu digo, continuamos andando o resto do caminho até que o pepino resolve puxar assunto.- Aí S/A, cê é solteira?- Ele pergunta.- Por que quer saber?- Eu digo de forma fria.- Curiosidade.- Ele diz.- Sim, sou.- Eu digo virando minha cabeça para o lado oposto de onde ele está, meio corada.- Hm.- Ele diz.- Dois.- Eu digo debochando da cara dele.- Três.- Ele diz entrando no jogo.- Quatro.- Eu digo.- Cinco.- Ele diz, eu me viro para ele.- Seiseteoitonovedez.- Eu digo rapidamente.- Engraçadinha.- Ele diz. Depois de uns minutos conversando, chegamos no local.- Cá estamos.- Ele diz sorrindo, nós entramos, era parecido com uma baladinha, só parecido mesmo.- Bem, quer ir primeiro?- Ele pergunta.- Pode ser.- Eu digo chegando perto do palco e indo conversar com um funcionário do local, depois de fazer os fuzuê tudo lá eu esperei a pessoa que estava cantando terminar, assim que a pessoa terminou ela desceu do palco e me entregou o microfone, após dizer que música eu ia cantar eu subo no palco, olho para o pepino alí no barzinho e começo a pensar nele, rapidamente tiro ele de minha mente meio corada e espero eles ligarem o som, a música começou.-

When the passing looks to die for

Take it in your heart now, lover

When the case is out

And tired and sodden

Take it in your heart

Take it in your heart

Back to when it was cool

'Cause there's no substitute

Who even knows the truth?

The truth, the truth

Take it in your heart now, lover

Take it in your heart, heart, heart, heart

Take it in your heart

Take it in your heart, heart, heart, heart

Where it all goes down

- Eu olho para o pepino rapidamente, ele parecia boquiaberto e meio corado, ignorei e voltei a cantar libertando um pouco do meu lado extrovertido.-

Outside, cold and ghosting out with jet lag

I took it to the right man

Took it all back

When the courts were closing

It was Bobby gracing

I know that

A bullet to the right man

He pulled it back

Caught in your eyes

Stacks of lights

Come streaming back

Make it for the best times

Growing pains, good times

Good times, good times

Good times, good times

Good times, good times

Take it in your heart now, lover

Take it in your heart, heart, heart, heart

Take it in your heart

Take it in your heart

Where it all goes down

Andromeda

Andromeda, Andromeda

Take it in your heart now, lover

Andromeda, Andromeda

Andromeda, Andromeda

Take it in your heart

Take it in your heart

Where it all goes down

- A música acaba, todos aplaudem, eu desço do palco alegremente entregando o microfone para um funcionário do local, eu me aproximo do pepino, ele me entrega uma bebida.- Cara, cê foi maravilhosa lá no palco!- Ele diz, eu coro levemente, mas disfarço colocando a mão na nuca.- V..valeu!- Eu digo, porra! porque eu gaguejei? ele só me elogiou!- Então, você não vai cantar?- Eu pergunto me sentando do lado dele.- Nah.- Ele diz.- Tá né.- Eu digo dando um gole na bebida. Continuamos alí, conversando e bebendo até o karaokê fechar, meio que nós dois estávamos bêbados, mas eu estava bem consciente das minhas ações, então, estava meio sóbria.- S/A.~- O pepino me chama.- Fala.- Eu digo.- Seu pai é padeiro? porque você é um sonho.~- Ele diz corado, eu começo a rir de forma descontrolada.- Que bosta, pepino!- Eu digo entre risadas.- Pô S/A, cê tá lindona hoje.- Ele diz colocando o braço em volta do meu pescoço, eu desvio.- Cê tá falando isso porque tá bêbado.- Eu digo sorrindo.- Mas é verdade, não duvide de minhas palavras garota!- Ele diz, eu volto a rir.- Ai ai, você é hilário pepino.- Eu digo, logo chegamos na rua da minha casa.- Aí, tchau pra você, eu vou dormir que eu ganho mais.- Eu digo chegando perto da porta da minha casa, de repente, Ace me empurra me deixando colada com a porta, ele fica bem próximo, pude sentir sua respiração forte, ficamos nos encarando por longos minutos, até que ele me solta e se distancia.- Você é bem fofa, S/A.- Ele diz indo embora, eu estava confusa, o que ele queria fazer? Eu apenas ignorei o que aconteceu e entrei em casa, caindo de cara no sofá e dormindo alí mesmo.-


Notas Finais


talvez tenha mais um hj
só ficando ligado pra saber


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...