1. Spirit Fanfics >
  2. Take The Torch >
  3. XXXII - Eri

História Take The Torch - Capítulo 32


Escrita por: Rhuann003

Notas do Autor


Yo

Era pra ter saído ontem, mas esqueci de postar, ent to escrevendo agr

Enfim, sem enrolação, espero que gostem

Capítulo 32 - XXXII - Eri


 

 

O som do ranger da porta ativou alguns sentidos de alarme na cabeça do garoto

A pessoa que estava dentro daquela sala se encolheu instintivamente com o barulho. E mais ainda com a voz do homem anunciando a chegada

A primeira coisa que Izuku viu, ao entrar no quarto, foi a desesperada tentativa da garotinha de se enfiar debaixo das cobertas

O que quer que estivessem fazendo com essa menina, tinha muita coisa errada nisso

 

 

Nome: Eri

Idade: 6

Quirk: Reverter

Tipo Sanguíneo: ????

Sua individualidade é uma mutação nas células sanguíneas e no DNA, que a faz conter a capacidade de reverter o estado do atual tempo do alvo, podendo fazer um objeto retornar ao estado que estava em um certo tempo anterior. Uma vez ativa, há a dificuldade de interromper a ativação. Depois do fim da ativação, o chifre em sua testa encolhe, e demora certo tempo para ele crescer novamente, permitindo mais uma vez a ativação da habilidade

 

 

Ao mesmo tempo que tentava se esconder, olhava com curiosidade através de uma fresta na coberta, tentando identificar as pessoas desconhecidas

- Como exatamente essa garota é a fonte de vocês?- Toga se virou para Overhaul

A pergunta repentina intimidou a garota

- Ela é uma mutação.- Respondeu- Sua Quirk é capaz de reverter qualquer coisa em determinado tempo. Com o sangue dela, fazemos nossas drogas, que_

- Que se administrado da forma certa, pode reverter seu DNA.- Izuku o interrompeu- Tanto o alterando até que as informações no seu corpo sobre sua Quirk sejam apagadas, ou modificando-as para quebrar seus limites, tornando-a mais forte.

- Parece que você entendeu a jogada.- Overhaul se virou para ele, não parecendo contente com a interrupção

Dando meia volta, e chamando os outros com um movimento de mão, Overhaul começa a fechar a porta assim que todos saíram

Nesse meio tempo, Midoriya olhava fixamente para a fenda nas cobertas, onde os olhos vermelhos da garotinha olhavam de volta, com medo, quase cobertos pelos cabelos brancos, enquanto o pequeno chifre do lado direito do rosto causava um pequeno volume na coberta

Izuku manteve o olhar frio enquanto a porta se fechava

Pelo menos ele aprendera com o tempo a esconder suas emoções e intenções

 

Se as substâncias eram feitas de sangue humano, e ele era extraído de uma única pessoa, não dava para se tirar muito sangue de uma vez, considerando que a quantidade segura de se extrair o sangue era muito baixa

Para alguém do tamanho da Eri, tirar 100ml já podia se considerar perigoso

Mas pela reação da menina com a presença de Overhaul, e considerando que um grande chefe do crime como ele não deveria muito se importar com a saúde alheia, a conclusão era assustadora

A saúde da garota simplesmente não era preocupação

Mas seria quase impossível uma pessoa perder tanto sangue e se manter viva sem aparelhos. Impossível, é claro, quando não se trata de Overhaul

Com a Quirk dele, era possível reestruturar completamente o corpo da garota depois de grandes extrações de sangue. Isso, claro, causaria dor extrema a ela

 

Mas não é como se Overhaul se importasse

 

A conclusão óbvia, era que cada processo de extração de sangue era seguido de uma reestruturação corporal dolorosa e torturante

E o olhar de medo daquela garotinha de seis anos só deixava isso mais claro

 

Com o ranger da porta se cessando, o som da batida tornou novamente o quarto a escuridão de antes 

 

 

---------------------------------------------

 

 

Algumas pessoas olhavam disfarçadamente o caminhar animado do jovem Herói

 

O dia estava bonito, e as ruas estavam calmas

Mesmo com uma possível grande máfia pelas ruas da região, e sem nenhuma pista sobre elas, um Herói tem sempre que sorrir

Por isso, enquanto ostentava o grande número 1 seguido de seis zeros estampado no peito do uniforme, Mírio tentava demonstrar esperança em todas as situações

Para qualquer um, essa seria somente mais uma patrulha rotineira do estudante estagiário Togata, também conhecido como Lemillion

Mas, essa patrulha, na verdade, buscava algo em específico. Algo grande

Maior até do que qualquer um poderia imaginar

 

O natural sorriso foi interrompido pelo repentino impacto

Olhando para baixo, o jovem percebe a presença da garota, que acabara de acertar sua perna com o próprio corpo

Recuperando a noção de espaço, e menina rapidamente se esconde atrás da perna do garoto, olhando amedrontadoramente para o beco de qual saiu

- Oh, uma jovenzinha.- O sorriso voltou ao seu rosto, que escondia sua clara confusão

É claro que o olhar de medo da garota indicava que algo estava errado

O garoto se agachou até a altura da menina, a olhando nos olhos, que retribuiu o olhar

- Ei, qual o seu nome?- Mírio fez outra tentativa de interação

Sentiu sua perna sendo apertada com mais força. As pequenas mãos da garota estavam enroladas com faixas que se estendiam por todo o braço

Conseguia sentir pelo toque o quanto ela estava tremendo

Definitivamente tinha algo errado ali

- Eri, não cause problemas para os outros.- A voz grossa foi ouvida de dentro do beco

O homem com a máscara de bico de pássaro saiu do beco, se aproximando dos dois

Tinha o cabelo castanho-avermelhado, e olhos dourados. Usava uma blusa verde com as mangas arregaçadas, junto de uma camisa social por baixo e uma gravata. Tinha luvas curtas em ambas as mãos. A máscara cheia de detalhes era o que mais chamava a atenção

- Minha filha não causou problemas a você, causou? Me perdoe por ela, mas estava dando uma bronca por se afastar de mim.

Claro que as palavras do homem não chegavam perto de justificar o quão estranho essa situação era

- Ela está com os braços enfaixados.- Foi o que o jovem conseguiu dizer, ainda sorrindo- Aconteceu algo?

Conseguiu perceber pela reação corporal do homem que ele não parecia querer prolongar essa conversa

- É porque ela vive brincando e caindo. Nada de mais.

A força com que a garota apertava sua perna aumentou, indicando que não deveria confiar nesse cara

Claro, a máscara de bico de pássaro, que se encaixava perfeitamente na descrição dos membros da Shie Hassaikai, que estava procurando, já acendera um alarme em sua cabeça antes

- Ela parece com medo.

- Sabe, esses jovens de hoje tem muito desse problema de querer se meter nos assuntos alheios sem serem chamados.- O homem começava a ficar impaciente

O garoto se levantou, colocando todo seu corpo na frente da menina, como se estivesse protegendo ela

- Mas não é o trabalho de um herói se preocupar demais?- Togata tentava manter o sorriso na fala

Com um suspiro, o homem se virava para o beco

- Vamos entrar. É melhor conversarmos em um lugar com mais privacidade. É um assunto complicado.

Olhando para a garota aos seus pés, Mírio concordou com a ideia

 

Começou a seguir o homem pelo beco, e a garota foi segurando em sua mão

- Sabe, Eri vive se metendo em confusão. Na última vez que saiu sozinha, acabou se machucando, então eu tive que brigar com ela para tentar fazer ela entender onde é seguro.- Disse, enquanto andava, e fez um movimento com a mão, tirando a luva da outra

Percebendo isso, a garota o soltou, e correu direto para o lado do outro homem

Não conseguiu esconder o olhar de confusão com isso. Até agora a garota parecia querer ficar o mais longe possível daquele homem

- Finalmente decidiu deixar de birra?- Perguntou, segurando a mão dela

Virou o rosto para o herói

- Bem, espero não ter causado muito problema para você.- Disse, e voltou a andar com a garota

 

O garoto apenas ficou lá, parado, tentando entender o que aconteceu

 

De cima do prédio, o outro observava a situação

Izuku, de fato, não pensou que Eri seria salva logo de cara. Imaginou que Overhaul sairia com ela no final

Mas o real objetivo de ter a feito fugir das mãos do Vilão mais cedo, foi criar desconfiança no Herói, que por sorte, era alguém experiente e inteligente como Mírio Togata

Pelo menos, imaginava que All Might não teria escolhido alguém incompetente para herdar seu poder

 

Sabendo ter conseguido deixar o garoto atento a Overhaul, Midoriya apenas se teletransportou dali

 

Se tudo fosse conforme o plano, Eri sairia viva no final, Izuku saberia mais sobre o poder do One For All, e conseguiria uma forma de potencializar seu poder ao máximo ao mesmo tempo

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Eae

Como ceis tão?

A gente se vê no próximo capítulo, ou na minha outra fic

:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...