1. Spirit Fanfics >
  2. Tal pai, tal filha... >
  3. Sonho ou pesadelo

História Tal pai, tal filha... - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Sonho ou pesadelo


Fanfic / Fanfiction Tal pai, tal filha... - Capítulo 2 - Sonho ou pesadelo


 Seul, Coreia do Sul

10:51

P.O.V Lizzie 

Eu estava com os meus fones de ouvido Fine solo do Yugyeom enquanto observava pela pequena janela ao meu lado o avião pousar.

Assim que estava em terra firme eu desembarquei, peguei minhas malas e fui andando pelo corredor para até chegar na parte principal do aeroporto

Assim que cheguei lá, olhei para os cantos e finalmente achei um homem com uma placa com o meu nome escrita

Ele usava um terno, era alto, mais não parecia ser asiático.

- Aham.... Oi? - perguntei em coreano

Eu sabia o idioma, minha mãe me ensinou quando eu era mais nova, tirando Coreano e o português também sei inglês, espanhol, e um pouco de chinês, pretendo aprender chinês e depois francês, mais Isso não vem ao caso.

- Senhorita Lizzie Duarte? - perguntou o homem

- Em carne osso, então...você è meu pai? 

- Não, sou o motorista dele

Motorista? Que chique! 

- Vou levar a senhorita até sua nova casa

O acompanhei até o carro, então ele deu a partida, estava um silêncio, eu como sou uma jovem muito curiosa resolvi fazer algumas perguntas

- Então...como se chama? 

- Will

- Você não è daqui né?

- Sou canadense 

- Que legal.... Então você trabalha a quanto tempo para meu pai Will?

- Três anos

- Uau

- chegamos

- mais já? 

Eu desci do carro e olhei para frente, puta que pariu, isso não è uma casa minha gente è um castelo

- A senhorita pode ir entrando, levarei suas malas 

- Valeu Will, ei, me chame apenas de Liz, sem senhorita

- Tá bom Liz - disse sorrindo

Pelo tamanho da casa ela deveria ter uns três andares, era muito grande, tinha grandes janelas de vidro, e um baita estacionamento.

A porta estava entre aberta então resolvi entrar 

- minha nossa - disse ao observar a casa de dentro 

- Oi...tem alguém aqui? 

Não obtive resposta, continue a andar e observar cada detalhe da enorme mansão

- Bem vinda 

Assim que ouvi a voz me virei e dei de cara com  8 homens 

- Eu acho que o Will errou o endereço....

- Tenho certeza que não - disse Kai sorrindo

Eu estava na casa do exo, na frente dos membros do exo, isso quer dizer, que sou filha de um deles, que doido

Eu assim que os vi fiquei feliz, mais logo essa felicidade foi preenchida por tristeza, saber que algum dos homens a minha frente que tanto admiro abandonou minha mãe grávida ainda por si, raiva e tristeza resumia meus sentimentos nesse momento

- Então, qual dos bonitos que abandonou minha mãe quando estava grávida? - disse irônica

Todos se olharam então Suho se pronunciou

- Minseok não vai falar com sua filha 

Ele me olhou e nesse momento foi como se o mundo parace 

Kim Minseok, o homem que tanto admirei, sempre achei ele fofo, simpático com os outros, o homem de bom coração, nunca pensei que ele teria a capacidade de fazer uma coisa dessas.

- Impressionante.... Então "papai" - fiz aspas com os dedos 

- Olha Lizzie, sei que você deve estar confusa com tudo isso, mas... - Xiumin estava falando, mais eu interrompo

- Confusa? Em qual parte? Na de você ser meu pai? Na que você abandonou minha mãe? De eu estar na casa do Exo? 

Ele abaixa a cabeça e suspira. Havia ficado um silêncio no local então Baekhyun resolveu quebrar o gelo 

- Que tal uma tour pela casa? 

- Claro 

Ele começou a me mostrar cada cômodo da casa.

  A casa era com três andares, primeiro andar sala, cozinha e sala de jantar, segunda andar era apenas os quartos, cada um tinha seu próprio quarto, e cada quarto tinha seu próprio banheiro, e o terceiro andar tinha uma sala de jogos, e dois mini estúdio de música, e um quarto aonde ficava os produtos de limpeza, máquina de lavar roupas e tals

No lado de fora da casa tinha uma área com pisicina, churrasqueira, e um banheiro, mais a frente tinha a garagem.

- Esse è seu quarto, antes ele era do Chen mais como ele casou, está morando em outra casa - disse Baekhyun abrindo a porta para mim 

O quarto era do lado do quarto do Suho, e o quarto da frente era do Sehun 

- Nos não sabíamos seus gostos, então deixamos pra você decorar - respondeu Sehun sentado em minha cama 

O quarto era grande, era todo branco, tinha uma janela grande vidro, uma cama de casal, uma penteadeira, e duas portas, uma para o closet e outra para o banheiro

- Quarto legal - me sentei ao lado de Sehun 

- Nos vamos deixar você organizar suas coisas, quando estiver pronta pode descer, aproposito nós vamos pedir pizza, você gosta né? - perguntou Baekhyun

Eu concordei com a cabeça e eles saíram do quarto

Comecei a organizar minhas coisas, coloquei as roupas no closet, arrumei minhas maquiagens na penteadeira junto com as jóias, e coloquei algumas coisas no banheiro. Quando terminei resolvi tomar um banho. 

Quando terminei meu banho coloquei uma roupa confortável e desci para sala 

Eles estavam todos sentados no sofá, então fui até eles 

- Oi - disse meio sem graça 

Qual è, você está em uma casa com oito caras, sendo que que esses caras são os membros do exo, como se sentiria? 

- Oi Lizzie, senta aí - disse Chen apontando para o lugar vazio ao lado dele 

- Uma pergunta, Baekhyun disse que você não mora mais aqui, então o que está fazendo aqui?

- Vim te conhecer

- Nunca esperei ouvir isso de você, eu nunca nem esperei estar aqui com vocês

- Bem, sobre isso, vamos tem que conversar sobre algumas coisas - disse Suho 

- Já posso até imaginar qual è a primeira, ninguém pode saber que eu sou filha do Minseok, ou que eu moro com o exo, tô certa?

- Acertou em cheio - respondeu D.O

- Outra coisa, suas aulas começam Segunda - Chanyeol disse e Baekhyun riu

- Eu que não queria estar na sua pele - Baekhyun estava certa, sei que as escolas na Coreia são bem mais puxadas 

- Mais já? Eu acabei de chegar 

- Hoje è sexta, tire o dia para descansar, deve estar cansada do voo, amanhã vamos te levar para comprar seu material e já damos uma volta pela cidade, o que acha? - Chanyeol se pronunciou novamente, já Minseok apenas me encarava 

- Beleza, tem mais alguma coisa que eu precisa saber? Tipo sei lá, alguma regra, ou coisa do tipo? 

- Já que você tocou no assunto, não, não temos nenhum tipo de regra, a casa è sua agora. - Suho disse sorrindo 

- Valeu - sorri de volta 

- Ah, nos ensaiamos toda a semana, conversamos com o Sooman, dono da SM, e podemos tirar o final de semana livre, a não ser que tenha alguma apresentação ou algo do tipo, aí temos que comparecer, e quando houver show ou tour, você ficara com babá 

- Calma, o que? Vocês sabem que já tenho 16 anos e posso me cuidar muito bem sozinha né?

- A gente vê isso certo quando for preciso. 

- Pizza chegou pessoal - disse Baekhyun com três caixas de pizza família em mãos

Enquanto a gente comia os garotos conversavam comigo, mas Minseok continuava sem dar uma sequer palavra 

- Bem que vocês podiam me apresentar para o Super Junior né? Ou quem sabe para o Nct, Kai, você e o Baekhyun são do Super M poderiam me apresentar os meninos né??

- Calma aí, uma coisa de cada vez - Disse Kai sorrindo 

- É, vamos com calma, um dia você conhece eles - Baekhyun disse e pisca para mim 

- Até que agora tudo faz sentido 

- O que? - perguntou Sehun com sombrancelha levantada 

- Ah, nada de mais, só pensei alto

- Quer compartilhar esse pensamento com a gente? - perguntou Baekhyun

- Deixa de der curioso - Disse Chen

- É nada de mais, só que agora eu entendo o por que dá minha mãe não gostar do exo, quero dizer, ela gostava de kpop, de diversos grupos, mais sempre que eu começava a falar de exo com ela, ela mudava de assunto, e dizia que não gostava do grupo. Mais não era que ela não gostava do grupo, ela não gostava do Xiumin.

Quando eu disse isso Xiumin me olhou com uma cara de cachorrinho sem dono, aaa Minseok por que você teve que ser meu pai

- Você tem sorte garota - disse Sehun

- Sorte porquê?

- Para algumas meninas ser filha do Minseok seria um sonho

- Sério? Para mim está sendo um pesadelo - todos me olharam - pensa comigo,  seu ídolo, que você tanto admira e gosta, ser seu pai que abandonou você e sua mãe, vocês não tem noção do quanto eu sofri quando era mais nova por não ter um pai presente

Depois disso eles mudaram de assunto, conversavam sobre coisas aleatória, depois do almoço, todos saíram da sala, ficou apenas eu e Minseok, irônia do destino só pode.

- Desculpa - escuto a voz rouca e baixa de Minseok se pronunciar

- Minha mãe tinha a minha idade quando você a abandonou, sabe como foi difícil para ela? Ela nunca amou nenhum outro homen depois de você, ficou traumatizada, medo de se apaixonar e ser abandona de novo - a essa altura meus olhos já estavam cheios de lagrimas

- Eu a amava

A amava? Como ele pode dizer isso!

- Se você amasse ela mesmo, não teria feito o que fez

Ele ia falar alguma coisa mais eu sair dali, não queria que ele me visse chorando, fui para meu quarto e deitei na minha cama 

Em meio a tanto choro e tristeza acabei adormecendo




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...