História Tales Of A New Life - Capítulo 8


Escrita por: e _F4ll3n_

Postado
Categorias Inuyasha, Shiki, Vampire Knight
Personagens Akatsuki Kain, Hanabusa Aidou, Haruka Kuran, Kaname Kuran, Maria Kurenai, Personagens Originais, Rima Toya, Ruka (Luca) Souen, Sara Shirabuki, Sayori Wakaba, Senri Shiki, Takuma Ichijou, Yagari Touga, Yuuki Kurosu, Zero Kiryuu
Tags Kaname Kuran
Visualizações 56
Palavras 1.105
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - A Companhia Misteriosa


Fanfic / Fanfiction Tales Of A New Life - Capítulo 8 - A Companhia Misteriosa

Kaien- Ash?- Ele invade o quarto às pressas após ouvir o grito desesperado de Zero.

Zero- Papai, o-o Ash, veja o que aconteceu com ele!- Remove as cobertas de cima do corpo de seu irmão, em intenção de revelar os múltiplos cortes pelos seus braços.

Kaien- Huh? Cortes? Zero, você está alucinando? Ou apenas está com sono?- Olha confuso para Zero, o mesmo olha para os braços de seu irmão, por surpresa, não havia nenhuma marca nem cicatriz ali, mesmo o sangue havia sumido.

Zero- Eh? M-M-Mas...

Ash- Uhhh...- Acorda.- Que barulheira é essa?- Coçando os olhos.- Já é hora de acordar?

 Zero fica sem palavras ao ver seu irmão acordar, sua felicidade aumenta ao perceber que ele estava totalmente bem, mas o que houve quanto aos hematomas nos braços e pulsos?

Kaien- (Entendo, então essa é mais uma das habilidades deles? Impressionante...)- Pensa Kaien, anjos puros tem um fator cura superior ao dos humanos, o que lhes garante uma enorme vantagem em conflitos, isso quando ocorriam, já que eles eram uma raça relativamente pacífica.

Zero- M-Maninho!- Salta em Ash, o mesmo coloca seu pé vestido com uma meia na frente dele.- Aiaiai... Porquê fez isso, Ash?- Lacrimejando.

Ash- Não quero falar com você! Que papo foi aquele de "Eu nunca contaria algo assim para um cara como ele"? Você me vê apenas como um cara? Canalha!- Ash demonstrava raiva de todas as formas possíveis, bufando, agitando as pernas, fazendo movimentos com os dedos e movimentando a cabeça de um lado para o outro.

Zero- M-Mas eu posso explicar, não fique assim bravo comigo!- Sacudindo Ash.- Juro que para tudo isso tem uma explicação!

Ash- Eu não me importo.- Se levanta e coloca um moletom.- Pai, eu vou sair para dar uma volta, volto depois!- Sai do quarto.

Algum tempo havia se passado, Ash se encontrava em uma praça, sentado em um banco em baixo de um velho poste de luz, aquela noite estava tão calma, e melhorava ainda mais ao saber que não estaria na companhia de um irmão duas caras. Um forte vento gelado bate, como se algo fosse acontecer, o clima no local havia mudado, e, sem ao menos perceber, uma garota surge sentada ao seu lado, ela olhava para ele, seus olhos tinham tom roxo, e seus cabelos negros como a noite,  oque uma garota fazia ali sozinha? E sem uma blusa? Estava congelando ali.

???- Frio...- Ela sussurra, pela sua voz, ela parecia cansada, mas não deixava de tirar os olhos de Ash.- Eu estou com frio...

Ash- Huh? Frio, é? Toma aqui...- Tira seu moletom e coloca nela, a garota se mexe um pouco para se ajeitar, e seguida começa a cheirar o moletom.

???- Cheiroso... Você cheira bem...- Encosta a cabeça no peito dele, nesse momento, ele nota dois pequenos objetos em sua cabeça, pareciam chifres, era fofo.

Ash- O que é isso?- Encosta uma das mãos em um dos chifres.

???- Ah...- Salta do banco e coloca suas mãos cobertas pelas mangas do moletom sobre os chifres.- N-Não é nada!- Assustada.

Após alguns segundos pensando intensamente no que poderia ser aquela garota, o raciocínio de Ash é quebrado pela voz desesperada de seu pai, gritando por ele.

Kaien- A-Ash...- Ofegante e suando um pouco.- Seu idiota, o que estava pensando quando saiu apressado daquele jeito?- Caminha até Ash e o abraça.

Ash- Desculpa, pai...- Abraça ele também.- Eu só precisava esfriar um pouco a minha cabeça...

Kaien- Sei que você mutilou seus pulsos, o Zero nunca foi de mentir... Porquê você fez isso?- Separa o abraço deles.- Algo está te incomodando

Ash- Olha pai, eu... Espera, aquela garo...ta?- A garota havia sumido, e o moletom de Ash estava em cima do banco.

Kaien- Vem filho...- Puxa Ash com delicadeza.- Vamos para casa!

*Em casa*

Ash- Droga...- Entra resmungando.- Não quero olhar na cara falsa deles novamente!- Sai andando em direção do seu quarto.- Nos vemos de manhã pai, obrigado por tudo!- Se vira e se curva para ele.

Ana- Ei...- Caminhando até Ash, algo havia deixado-a zangada. Ana então desfere um tapa contra o rosto do seu irmão de sangue, Ash vira o seu rosto para o lado, sem reação alguma.

Ash- Ana, o que eu...- Antes que pudesse terminar sua frase, é interrompido pela irmã.

Ana- Seu maldito, como ousa magoar o Zero-oniichan dessa maneira? Sendo que ele é quem mais se preocupa com você!- Prepara para bater nele novamente.

Ash- Entendo... Então você não se preocupa tanto comigo? Você é só uma garotinha mal agradecida, no fim das contas...- Se aproxima, Ana então, assustada, recua alguns passos para trás, com medo do que seu irmão poderia fazer.

Ana- E-Ei, o que você vai fazer?- Suas pernas começam a tremer.- Não me machuque Ash...- Seus olhos começam a marejar, Ash então respira fundo.

Ash- Eu não faria nada mesmo se quisesse...- Pega no pulso dela e aperta.- Nunca mais... Ouse me bater de novo, entendeu?- Sério.

Kaien- Ei ei, já chega!- Separa os dois.- Vocês são irmãos, irmãos não devem se tratar dessa maneira!- Olha para os dois.

Ash- Veja bem, acho que, aos olhos dessa aí, não somos irmãos à um bom tempo.- Da as costas e sai andando.

Ana não faz absolutamente nada, estava surpresa e ao mesmo tempo comovida com a atitude agressiva de seu irmão, que sempre foi carinhoso com ela, nesse dia, quase a bateu, mas, por partes, a culpa é dela, por magoar dessa forma seu irmão mais velho, que a protege com unhas e dentes.

Kaien- Ana, você está bem?

Ana- Não é verdade papai...- Fala baixinho, a mesma então se abraça nele.

Kaien- O que disse querida?- Afaga a cabeça dela, a mesma ergue-a e olha no rosto de Kaien.

Ana- Tudo o que ele disse... Não é verdade, papai, eu amo muito ele!- Desaba em lágrimas.- Fala com ele, eu não quero perder meu onii-chan assim! Não quero ficar sem ele!

Kaien- Entendo...- Sorri.- Não se preocupe minha princesinha, eu farei o possível para isso!

*No quarto de Ash*

Ash olhava a vista de sua janela, que dava visão à uma linda parte da floresta que havia ali perto, pingos de chuva gotejavam em sua janela, a sua consciência estava pesada, sabia que o que fez à sua irmã foi errado, queria se desculpar, mas não sabia como, então para esquecer por algum tempo, ficou ali, encarando a vista em seu quarto vazio, até alguém cutucar suas costas.

???- Ash...- Abraça ele por trás, tinha a mesma voz da garota do parque.- Ash se vira calmante.

Ash- Ei, garota...- Olhando para ela com um olhar sem emoção.

???- Sim?- Prestava total atenção nele.

Ash- Quem... E o que é você?- Um relâmpago desce do céu no mesmo segundo da pergunta.

Quem será esse misterioso ser que persegue Ash? Talvez algum tipo de mensageiro?... Não se sabe ao certo o que é.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...