História Talk to me tonight. - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 1.095
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Vim continuar oque eu não consegui ontem aaaaaaaaaaaaa jdjdjfjj
Aproveitem a leitura.

Capítulo 2 - Hello notebook of tears pt.2


Fanfic / Fanfiction Talk to me tonight. - Capítulo 2 - Hello notebook of tears pt.2

Fui pra sala de aula e encontrei a Gabriela, uma amiga minha a mais de 3 anos, lhe dei um abraço apertado como faço todos os dias; 

Fernanda, Uma garota com lindos cachinhos e que sabe bastante de signos, lhe dei um abraço, depois claro de ela quase engolir Gabriela em outro abraço; 

Juliana, ela já é casada, eu sempre esqueço de abraça-lá, a abraço, não por muito tempo, mas apertado; 

E Patrícia, que estava bem brava por Carol não ter vindo, sua melhor amiga, a abracei, e ficamos se mimando que nem quando falamos com criança por um curto período de tempo.

A professora havia dito que poderíamos descer, mas a gente ficou esperando a Gabriela terminar a trança que estava fazendo em Fernanda, que estava agarrada a suas pernas, conversei com Juliana e Patrícia, já que Gabriela estava  ocupada demais, disse que deveríamos descer para que pudesse ver se iríamos jogar hoje, eu realmente, no fundo, sabia que ia perder no vôlei de trio, pois Juliana estava no time, e é bem difícil só pra mim e pra Fernanda, ficar segurando os pontos, mas enfim, fomos mesmo assim.

Ficamos um tempo na parte de cima do colégio depois de ter confirmado a nossa presença no vôlei;

Fernanda que estava em meu lado, foi para perto de Gabriela e se sentou de frente pra mesma, eu estava incomodada, então disse que desceria para perto das outras meninas, que no caso seria Valéria, Elizabeth, Mariana e Valentina, que estavam sentadas nas escadas, ficamos conversando, por um curto período, até eu dizer oque eu estava sentindo...

Eu... Realmente acho que ela esteja me deixando de lado ou coisa do tipo, eu sei que ela odeia ciúmes, e eu tento controlar, mas é que não dá- Olho pra Valentina- Olha lá cara, ela ta mimando a Fernanda o dia todo, quando eu vou ao seu lado, sempre sou eu que a abraço, eu que a mimo, nunca ela... Eu realmente estou mal hoje... - Desabafo com Valentina, por que  ela já me animou uma vez, mas não sei se essa ela conseguiria...

Ela havia me aconselhado para esquecer Gabriela, ou eu continuaria sofrendo, ela me abraçou e passamos um tempo contando e comentando sobre histórias yaois de idols do kpop, depois de um tempo Gabriela, Fernanda, Juliana e Patrícia, desceram pra onde estávamos, e se sentaram quase do meu lado, estava de costas pra ela e assim permaneci, não virei um único momento, por que se virasse eu já saberia oque aconteceria, então prefiri permanecer na mesma posição.

Logo Tatiane, uma amiga de todos nós e a líder do nosso grupo cover, veio gritando e correndo chamar eu e Mariana para irmos ao salão, de começo eu não queria, mas após Mariana me chamar, eu fui, vendo que estava a tocar Go Go do bts no telão, comecei a dançar o finalzinho, ficamos um bom tempo no salão, nisso as meninas que estavam lá fora, vieram para dentro.

Gabriela e Fernanda não se soltavam nenhum minuto, eu via aquilo e tentava ignorar dançando com Miguel, que não parava de rebolar, gravaram vídeo nosso, e tudo oque faz alguém se tornar uma vergonha na internet, mas por esse curto momento, eu estava feliz...

Estava na nossa vez de jogar, e eu estava nervosa, sabia que ia perder, mas eu pensei que fosse só pro 3° ano, mas perdemos pra nossa própria sala, estava do lado de Gabriela, brava por ter perdido e a mesma ainda diz que a equipe deles tem uma formação melhor que a nossa, eu não sei oque eu senti naquela hora, se era raiva por ela não tentar nem falar 

"Ta tudo bem, vocês jogaram bem.. " e me abracasse 

Ou se era tristeza por ela nem ligar.

Já com raiva, aviso que vou para o salão e vou até Miguel, ficamos um tempão lá, cantando e dançando e em nenhum  momento Gabriela veio me ver ou algo do tipo, fui até onde ela estava e pedi a chave da sala de ela, curta e grossa disse que não estava com ela, eu estava no meu limite, então peguei a mão de Mariana e sai procurando Patrícia, e enquanto andávamos eu soltava coisas babacas como:

"Enfia a Fernanda no cu então, já que ela é tão especial assim pra você, tão especial, que nem lembra de mim..."

Eu estava magoada, meu coração estava doendo, o dia todo eu estava sendo ignorada por uma das pessoas que mais amo.

Mariana pegou oque queria no jardim e subimos, me despedi da mesma e Miguel logo percebeu que eu não estava bem, então tentou de tudo para que eu sorrisse ou risse, mas nada adiantou, a mãe de Gabriela havia chegado, e como eu disse, ela nunca me dá abraços, sempre sou eu, mas dessa vez não, ela simplesmente virou as costas e foi embora.

Entrei na Van e pedi para Beto ligar o ar, pois estava com calor, coloquei meus fones e liguei em uma música que amo tanto 

The night we met

Essa música me fazia chorar, sentia as lágrimas começarem a cair, e parei por um minuto pensando em "Porque diabos eu estava chorando?"

Mal sabia que aquela era só a garoa para  a tempestade que viria...

Eu cheguei em casa e entrei em um sono curto, mais profundo, depois que acordei, comi umas bolachas e deitei, fui em minhas mensagens com Gabriela 

Eu: 

baby, me perdoa por não ter falado ou subido contigo lá em cima

[Enviado 21:33 √] 

Estava  pistola contigo porque você me ignorou o dia todo 

[Enviado 21:33 √]  

na verdade eu ainda to bem brava

[Enviado 21:36 √] 

Mas não adianta de nada 

[Enviado 21:36 √] 

Depois de algum tempo ela finalmente me responde

 baby: 

Bom você estava com as meninas e eu estava com a Fernanda, e quando ia falar com você, tu me ignorava, então não fiz muita questão, desculpa

[Recebido 22:45√√] 

 Nossa conversa teve bastante disso, desabafos que estavam presos a muito tempo, muitas desculpas, mas uma das mensagens me chocou tanto que eu não aguentei e bloquiei o celular enquanto me trocava e chorava, enquanto isso Mariana me mandava bastantes mensagens, mas não havia lido nenhuma, coloquei minha música preferida no volume máximo, me sentei no chão e segurando em meus joelhos comecei a chorar, chorei tanto que achei que toda a água do meu corpo iria acabar... 

Eu estava em um poço escuro, onde oque havia era só eu e minhas lágrimas, e eu estava me afogando nelas... 

Depois de muito tempo parei de chorar, peguei um caderno velho no armário e uma caneta 

Olá caderno de lágrimas, hoje eu chorei novamente...


Notas Finais


AAAAAAAAAA CONSEGUI WKSKSKDKDN
espero que gostem sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...