História Talvez a verdade - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 0
Palavras 399
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura.💫🌹

Capítulo 7 - Capítulo sete.


Um tempo se passou, estava com dezesseis anos, quase dezessete, a convivencia com o pai era quase insustentável, se dependesse dela, seria quase nunca.

Estava no ensino médio, época dos sonhos, por fora a menina sorria, fazia piadas, tentava ser o mais gentil e legal possível, era cercada de amigos, há mas por dentro, já não restava quase nada.

Já tinha dezessete, estava no terceiro ano, e apesar de tudo que estava acontecendo internamente, ela tinha se definido, só faltava a coragem de colocar pra fora, ela sabia que era ele, mas ninguém sabia, ele tinha medo de se expor. Tinha medo da família, da reação dos amigos, era difícil pra ele, mas além disso, ele assumiu outra coisa dentro dele, não existia quase nada de bom, e isso já estava claro, mas ele criou uma outra personalidade, "o Batman"  seu justiceiro favorito, sabia que não conseguia controlar alguns sentimentos, algumas atitudes, era quase automático, não gostava de ser assim, se sentia mal, então de alguma forma essa sua personalidade, travava uma luta interna com esse sentimento ruim, era forma que encontrou de tentar lutar, já que ninguém podia ajudar. Frequentou psicólogo, mas não adiantou, não conseguia arrancar aquilo de ruim de si, e estava te matando cada dia mais.

Ela ia vivendo com aquilo, e sabia que faltava pouco pra acabar com você de vez. 

Até que um dia, ela viu uma garota na escola, cabelos cacheados, usava óculos, e logo que olhou aquela menina ficou intrigada, ela era bonita, e bom ela gostava de apreciar as coisas bonitas, e foi passando os dias, elas ficavam se encarando mais não passava disso, ela não tinha coragem de chegar na garota, pensava "vai que ela namora", "e se for coisa da minha cabeça", então ela só resolveu deixar pra lá, até que um dia, em casa, uma colega da escola, manda uma mensagem, dizendo que uma colega queria ficar com um amigo dela, e que ela iria mandar seu número para menina, para que ela pudesse ajuda-lá,  e ela apenas concordou; um tempo depois, a menina manda mensagem, e era quem ela menos esperava, justamente, a garota dos cachos que ficava encarando, e ela não sabia o que dizer, afinal de contas tinha resolvido deixar pra lá, mas a garota começou a puxar assunto, e viraram a noite conversando, e combinaram de se encontrar no outro dia no colégio.



Notas Finais


Obrigado.🌻💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...