História Talvez dessa vez seja eu e você - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 812
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Domingo


Eu acordei tarde no domingo, estava sozinho na cama, sinal que Derick já tinha levantado, só não sabia o quê ele estava fazendo, então decidi procurá-lo. estava jogando videogame sentado no sofá. A sua frente havia uns copos sujos e salgadinhos. Que horas ele acordou?.

- Que horas você acordou? - perguntei.

- sei lá, umas 6h, por quê?

- você acordou 6h e ficou até agora - eram 12h - jogando videogame? Meu deus - como se eu nunca tivesse feito isso.

- sim. você fica fofo quando acorda

- Hm… - achei que estava sendo muito seco com ele, então complementei - obrigado, eu acho… me dá um abraço - WTF, por que eu pedi um abraço.

- Wonnt, vê cá - ele ficou muito contente mesmo. Eu deveria ser mais fofo com ele.

O sol estava quente, então ficamos em casa com o ar-condicionado ligado pelo resto do dia. Só de tarde, umas 15/16h que decidimos fazer algumas coisa, quer dizer, ele decidiu.

- que tal nós darmos um passeio, sei lá… - ele parecia mais tímido e desconfiado, como se eu dissesse "não" seria extremamente desconfortável e constrangedor pra ele.

- é uma ótima idéia. Vamos? Tipo, agora? - eu realmente queria sair com ele para um lugar diferente, então não dei uma de difícil nem hesitei.

- ah! Achei que não iria querer sair… mas que bom que você aceitou. Quer ir agora mesmo?

- sim, sim. Quero

- tá, vou tomar banho, calma.

- quer que eu vá com você? - eu não sei porquê eu disse isso. Tô tentando ser mais íntimo e extrovertido com ele. ser, hm… recíproco?

- hahaha. Se quiser poder vir, mas vai ser difícil tomar banho com você lá comigo…

- eu estava brincando, haha. Pode ir tomar seu banho.

- Tudo bem então.

Passou vários minutos e ele não saia do banheiro, achei que estivesse, sei lá… morto, ou fazendo coisas íntimas, não devo me meter, né? Não sei. Sou um péssimo namorado, meu deus.

De repente ele sai do banheiro de toalha me perguntando se eu tinha visto o perfume que ele tinha levado para usar depois do banho mas tinha esquecido.

- está aí no chão, cego - eu falei, enquanto dava um leve sorriso e balançava a cabeça.

- nossa, obrigado, mas quem usa óculos aqui é você, sabia? - ele disse, enquanto se abaixava para pegar o perfume, e nisso sua toalha caiu. Virei o rosto do nome instante, constrangido.

- relaxa D, eu tô de sunga, gostou? Essa é azul, você gosta de azul, haha.

- gosto… azul é uma cor linda - falei, enquanto olhava para ele e desviava o olhar as vezes.

- e eu? Não sou? - ele perguntou com uma cara triste e irônica, como se ele não soubesse a resposta.

- é, você é lindo também. muito lindo… - falei essa parte baixinho para ele não ouvir.

- relaxa que você ainda vai me ver sem ela, quer que eu tire? De boua

- NÃO! não precisa… - PRECISA SIM, TIRA - repeti na minha cabeça. - você já tomou banho?

- já sim, vou me vestir pra gente sair. Já volto, D

MEIA HORA DEPOIS ele saiu do bendito quarto, e ele estava lindo porém casual.

- vamos? Que bom que ainda não está de noite

- sim. Séculos pra sair desse quarto.

- tá, tá. Vamos - ele pegou na minha mão e saímos. Estava lindo lá fora, estava lindo ao meu lado. O céu estava com tons rosas e laranjas, o clima estava perfeitamente agradável. Fomos para uma pracinha, e lá sentamos em uma pequena mesa de pedra com azulejos e ficamos conversando enquanto o sol se põe.

Umas 18h decidirmos ir para a casa dele, porquê eu ainda não queria ir para a minha… como eu dormi lá sexta, minhas coisas da escola estavam lá, e eu poderia ir para a escola de lá mesmo. Fomos para a casa dele de mãos dadas ao som de 7 de Catfish And Bottlemen (dividimos um fone). Eu já disse que amo seu toque? É, amo seu toque. Ah, e sua sunga vermelha também.

Quando chegamos em casa, ele, pela primeira vez disse que estava com sono e queria dormir.

- estou com sono…. - ele bocejou logo depois de falar.

- milagre, acho que vou dormir com você mais uma vez… foi legal ontem - no mesmo instante que eu falei isso, ele abriu um sorriso, mas com uma cara de sono junto. Fofo.

- Aah… que… legal. Meu deus, por que tanto sono?

- hahaha, vem dormir - puxei ele pelo braço até o quarto.

- vou tomar banho, vai dormir

Quando terminei de tomar banho, que sai para fora do banheiro (já vestido) ele já estava dormindo, e dessa vez eu que me deitei ao seu lado e lhe fiz cafuné. Me sinto bem.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...