1. Spirit Fanfics >
  2. Talvez, iguais >
  3. Capítulo I

História Talvez, iguais - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meus amorecos!
Espero que gostem dessa fanfic, eu estava planejando ela a muito tempo. Boa leitura♡

Capítulo 1 - Capítulo I


Fanfic / Fanfiction Talvez, iguais - Capítulo 1 - Capítulo I

- Amor? Onde colocou minhas meias? - Taehyung gritou apressado para (S/n).

- Tá na sua gaveta Taehyung! - Ela grita indo em direção ao mesmo. A garota abriu a gaveta e pegou o par de meias. - Tá aqui meu filho!

- Eu juro que procurei e não achei! - Pega da mão dela e começa a calçar seus sapatos sociais.  - Arruma minha gravata?

- Claro meu amor. - (S/n) começa a arrumar.

- Eu acho que vou ser despedido da empresa. - Encara sua parceira. 

- Ué amor, como assim? - Ajeita o terno dele e o olha.

- As coisas andam meio difíceis por lá. O Senhor So Byung-Ho está falindo e por isso está despedindo alguns funcionários,  até o Namjoon que foi promovido saiu do cargo e eu não ficarei em pune,  serei mandado embora. - Pegou sua pasta e seu celular. 

- Não se preocupe amor, meus pais estão mandando dinheiro pra mim.

- Não (S/n) - Passou a mão no seu cabelo.  - O dinheiro é seu para pagar sua faculdade e não posso ficar dependendo de seus pais. Somos namorados ainda e eu que devo trabalhar. 

- Eu sei, mas esse dinheiro pode nos ajudar e já já eu encontro um trabalho. - Beijou ele. - Não se preocupa amor, vai dar tudo certo!

- Eu espero mesmo, deixa eu ir senão chego atrasado. - Deu um selinho nela. - Te amo!

- Também te amo! Boa sorte! - Taehyung saiu do quarto e em seguida de casa.

Os dois estavam namorando há 3 anos. Moram juntos, mas não são casados ainda.

Taehyung foi o primeiro amor da vida da (S/n) e ela está feliz em saber que seu futuro estará garantido ao lado dele. 

- São 07:29AM...meus pais ainda estão acordados. - Pega seu telefone e liga pra sua mãe. 

- Oie minha querida! Como você tá?  Cadê o Taehyung? 

- Eu tô bem mãe e você? O Taehyung foi trabalhar....

- Que bom,  Taehyung é um exemplo de homem.

- Ele é sim. Cadê o Papai?

- Foi visitar a Do-Hee.

- Aconteceu alguma coisa com ela?

- Não meu amor, sua tia está bem. O Do-Hyun e seus primos também.

- Que bom, morro de saudades deles.... - Sentou no sofá. 

- E o seu irmão?  Ele nem fala comigo direito. 

- Ah mãe,  você sabe como o Jimin é! Agora ele tá namorando uma tal de Rosé. Super linda e simpática. 

- Estou sendo abandonada pelos meus filhos.

- Não começa dona Ruby! Um dia eu e o Taehyung vamos te ver.

- Espero minha filha.

- Está falando com quem Ruby? 

- Com a nossa filha Joo-Won.

- Papai chegou? Quero falar com ele!

- Ele está vindo querida. Oi filha!

- Oi Pai! 

Os dois passaram horas conversando. Em seguida (S/n) foi se arrumar para sair, iria se encontrar com seu amigo Yoongi. 

Após se arrumar, pediu um táxi e foi encontrar com seu amigo em uma lanchonete.

(S/n) vê o mesmo parado em frente o estabelecimento e vai até o mesmo.

- Yoon! - Ele se assustou colocando a mão o peito.

- Porra garota,  que susto hein! Oi pra você também!  - Guardou o celular. 

- Desculpa, você estava tão entretido no celular que nem viu eu chegar. - Entraram na lanchonete. 

- Ata, vadia. - Sentaram em uma mesa.

- Meu olho! - Riram - Então, quais as novas? 

- Nenhuma, porém é o penúltimo ano da nossa faculdade. Desde os 18 anos fazendo advogacia é foda.

- Pois é né, fazer arquitetura também é foda! - Fizeram o pedido.

- Sim, mas você não perdeu dois anos seguidos no colégio.

- Quem mandou ficar de namorico, mas se não fosse por isso, não teríamos nos conhecido. - O pedido chegou. 

- É verdade, pelo menos serviu pra algo bom. - Começaram a comer o misto. - E você e o Taehyung? 

- Estamos indo bem, semana que vem vamos fazer 4 anos de namoro.

- Mais já? Qual a idade que vocês começaram a namorar? 

- Quando começamos eu tinha 19 e ele 20.

- Ué, mas já tinham saído da escola?

- Estávamos ficando e até que deu certo. 

- Nossa, eu fiquei com tantas garotas e não deu certo com nenhuma. 

- Que ruim hein! - Bebeu seu suco. 

- Achei uma loja que precisa de balconistas. 

- Sério? - Encarou seu amigo.

- Sim, acho que você pode se candidatar.  - Sorriu.

- Aaa valeu mesmo Guinho!!!!!!!

- Por nada!!! O Taehyung já terminou a faculdade?

- Não, ele tá fazendo administração ainda. Ele trabalha como secretário do Byung-Ho. 

- Ah sim, mas o Namjoon e Jin já são formados né?

- São sim, Namjoon também cursou administração e trabalha na mesma empresa que o Tae. 

- Que bom, o Hoseok eu sei que é Policial,  mas o Jin é o quê? 

- Chefe de um restaurante.

- Nossa, povinho empenhado! - Gargalharam.

Conversaram bastante e saíram da lanchonete e começaram a andar pela cidade.

- Preciso te falar uma coisa (S/n). - Yoongi falou meio triste. 

- Pode falar.... - Percebeu a tristeza do amigo.

- Tem um cara me pondo pra baixo sempre, ele sempre fala que não vou ser um bom advogado e que sou irresponsável. 

- Quem é? Soca a cara dele, conta pra diretora da facul, denuncia Guinho! Isso é bullying! 

- Eu não sei o nome dele, não é da minha sala. Eu não quero encrenca, só quero passar na facul. 

- Você vai e conte comigo para o que precisar! 

- Tá bom, obrigada! - Se abraçam. O telefone da (S/n) toca. 

- Só um minuto. - Yoon concorda. - Alô? Taehyung? 

 - Adivinha? 

- Foi despedido? - Olhou pro Yoongi,  que franziu o cenho sem entender. 

- Sim.

A partir dali, tudo começou a dar errado.


Notas Finais


Poxaaa....
Até mais bebês♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...