História Talvez ninguém saiba - Capítulo 36


Escrita por: e Zeonya2308

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 11
Palavras 347
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


+18

Capítulo 36 - As horas n passam


Ela termina rindo em cima de mim, então eu fechei os olhos e pedi para dentro. "Desculpa." 

Coloquei as mãos na cintura dela. "Então já estás a gostar?" Dizia Keila com voz de brincadeira.

Retirei uma das mão da cintura dela e coloquei-a sobre um dos seus seios e a outra sobre uma das nádegas, com essa mão empurrei-a para baixo fazendo com que entrásse dentro dela, com este movimento Keila soltou um grande gemido, neste momento fiquei surpreso como é q Marcos n acordou ou como Wendy ainda n se soltou da sua ressaca. "É muito melhor doque pensei!!!" Dizia Keila dentro dos seus gemidos prazeroso, eu parecia estar a gostar da situação mas por dentro estava a morrer, talvez tivesse de ser assim, Keila estava excitadissima movimentos ascendentes e descendentes.

Eu ia massageando o seu seio e a sua nádega, fazendo com que ela se excitasse ainda mais gemendo cada vez mais.

A determinado momento ouvi a minha vezinha da frente que era famosa no prédio por gritar e gemer muito alto. "PODEM FAZER S3X0 MAIS BAIXO!!!!!" Neste momento Keila parou de se mexer, mas n me tirando de dentro dela, então eu gritei com resposta. "A SEMANA PASSDA N INTERROMPI O TEU P1N4NS0 POR ISSO FAZ FAVOR DE FICAR CALADA." Dorante o resto da noite nunca mais se ouviu aquela voz irritante, momentos mais tarde eu comecei a sentir outra ve mesma sensação, eu estava-me vir de novo, naquele momento Keila dava um gemido tão alto q nem conseguia ouvir os meus próprios pensamentos, ela levantou-se de cima de mim, e para meu espanto o preservativo (camisinha) n tinha rebentado, talvez n estivesse assim tão atento quanto pensava na aulas de ciências.

Então fomos cada um para seu lado do corredor, passei a noite toda deitado ao lado de Wendy a chorar, a meio da noite ela acorda e vê me naquele estado e disse. "Tem calma, lembra-te q os pesadelos n são reais." Depois de a ouvir dizer isso eu beijei-a e disse. "Prometo ficar contigo para toda a eternidade." E depois de isso consegui adormer finalmente.


Notas Finais


Infelizmente está história está quase a acabar, mas prometo q vou começar no final desta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...