1. Spirit Fanfics >
  2. Talvez... Só talvez >
  3. A little peace of heaven... And hell

História Talvez... Só talvez - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente... Me perdoem o atraso...
Não estou muito legal, mas... Vamos lá!

Capítulo 4 - A little peace of heaven... And hell


Fanfic / Fanfiction Talvez... Só talvez - Capítulo 4 - A little peace of heaven... And hell

Bebidas em acesso.... Estou começando a ficar tonto... Mas ela parece tão atraente pra mim... Por que será?

- Kayo, vamos dançar um pouco?

- Vamos...

Ela puxava a minha mão em direção ao centro, e eu a seguia como um cachorrinho. A música eletrônica alta preenchia o local. Estávamos completamente bêbados. Minha mão tocava seu corpo a medida que ele se movia em frente. A música estava cada vez mais rápida, nós dois pulamos tanto com a batida, ao ponto de termos náuseas. Fomos até o banheiro vomitar, estávamos com uma aparência horrível.

- Acho que bebemos de mais!

- É... Eu também acho

Nós sorrimos um para o outro, quando ela foi se aproximando de mim.

- Você me acha bonita Kayo?

Seu tom era macio e provocante... Estava excitado, mas não sabia o que fazer!

- C-claro que sim Lisa! V-você é muito linda!

- Você se sente atraído por mim Kayo?

Corei no momento em que ela me fez essa pergunta, e mais ainda quando começou se aproximar demais.

- Me beija Kayo, vamos fazer sexo! Aqui mesmo, neste banheiro, estou tão excitada! Quero sentir você aqui... - neste momento ela pegou minha mão e levou até sua parte íntima, eu puxei minha mão de volta imediatamente - O que foi Kayo? Eu não sou sexy o suficiente pra você? - então ela começou a se despir.

- Lisa, por favor, vista-se! Temos que ir embora, venha. - disse enquanto colocava suas roupas, de volta, em seu corpo nú.

Agarrei-a pelo braço e fui em direção a saída. Ao chegar lá, tivemos uma surpresa desagradável.

??? - Srta. Kawasaki! Bom vê-la novamente! E você quem é?

- Me chamo Kayo senhor. Somos amig-

- Sr. Hiō, eu posso explicar. - sua interrupção veio no momento errado.

- Entrem no carro.. vamos dar uma volta.

- Me desculpe Kayo... - ouvi seu sussurro para mim.

- Tudo bem, vai ficar tudo bem. - sorri tentando tranquiliza-lá, mesmo estando muito assustado.

Entramos no carro e seguimos até uma estrada escura sem iluminação alguma.

"Vamos morrer! Eu sabia que não devia ter vindo com a Lisa! Mas que droga!"

- Porque está tremendo garoto?

Seu sorriso estampado só me assustava ainda mais.

"Parem de tremer droga! Perdi o controle do meu corpo?! O que é isso?! Eu não quero morrer, meu Deus!"

- Aqui está bom, pode parar Gale.

Estacionamos o carro no meio da estrada e descemos.

- Podem descer agora.

Descemos do carro em silêncio, por pouco tempo.

- Onde estamos? - perguntei quase chorando.

- Eu não lembro de dizer que vocês podiam falar. - levei um soco no estômago o que me fez ajoerlhar no chão. Se falar de novo o Gale vai te encher de socos, e esse seu rostinho lindo vai ficar irreconhecível. Você entendeu? - sua mão segurou meu maxilar enquanto falava. - Agora podem algemá-los.

- NÃO, POR FAVOR! - eu gritava e me debatia em meio o pânico, mas a Lisa parecia bem calma.

- Você é surdo?! - levei um chute na cara, o que fez com que minha boca começasse a sangrar. - Eu mandei você ficar quieto! - comecei levar vários socos e chutes do motorista.

- Sr. Hiō, por favor, deixe o Kayo fora disso. O problema do Sr. é comigo, deixe ele em paz.

Eu observei ele se aproximar da Lisa e bater em seu rosto, fazendo-q cair no chão. Eu chorava feito uma criança naquele momento, não sabia mais o que fazer além de chorar, meu corpo doía. Não conseguia enxergar direito, devido ao inchaço nos olhos, mas pude ver que ela se arrastava pra longe dele com uma expressão de medo e choro, enquanto ele se aproximava dela lentamente.

- Parece boa sua proposta... Mas ele já sabe da gente e têm ligação direta com você... - neste momento pude ver que ele se abaixou e a segurou pelos longos cabelos ruivos. - E por isso... Eu terei de matar os dois. - ele sacou uma arma da cintura - Foi bom enquanto durou Lisa, diga adeus. - E atirou na cabeça dela.

- NAAAÃO! - minhas lágrimas se intensificaram ao ver aquela cena perturbadora. - SEU DESGRAÇADO!

"Primeiro a Keth, agora a Lisa... Porque essas coisas acontecem comigo? Porque eu nunca consigo fazer nada?! Eu devo morrer também..."

- Agora voc-

- Vá em frente! Eu nunca prestei pra nada mesmo... Não consegui proteger minha irmã e nem a Lisa... Então, vá em frente! - puxei o cano da arma em direção ao centro da minha testa - PODE ME MATAR! ANDA, ATIRA!

- Você é corajoso rapaz... Vou deixar que viva mais um dia.

"O quê?!"

- Soltem ele.

- O QUE ACHA QUE ESTÁ FAZENDO?!

- Te dando uma chance. Eu vou te ver em breve... Kayo.

Só o vi dar as costas e sumir com o carro.

Me aproximei do corpo de Lisa na esperança dela ainda estar viva.

- Lis... Lis por favor acorda! ACORDA ELISABETE! AAAAAHHHHH! - abracei seu corpo gelado enquanto chorava. - Não consegui te proteger Lis, igual a Keth.. me perdoe por ser um fraco, me perdoe por não poder fazer nada, me perdoe! Não se preocupe, eu vou vingar sua morte, eu vou matar todos eles!

Naquele momento começou uma chuva forte. Sentia meu corpo ficar frio a medida que a água escorria por ele. As lágrimas se misturavam com o sangue e água das minhas mãos. O dia começara amanhecer e eu adormeci ao seu lado.

??? - Meu Deus, o que aconteceu com vocês?!

Essa voz...

"??? - Cuidado!"


Notas Finais


Enfim pessoas... Foi isso
Espero que tenham gostado ^ ^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...