1. Spirit Fanfics >
  2. Tamamo no Mae >
  3. Conhecendo os Reinos

História Tamamo no Mae - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


A imagem de capa é a princesa apresentada neste capitulo.
Espero que aproveitem^^

Capítulo 3 - Conhecendo os Reinos


Fanfic / Fanfiction Tamamo no Mae - Capítulo 3 - Conhecendo os Reinos

Em um grande quarto, deitado em uma gigantesca e confortável cama, Toshioka Shou dormia profundamente, ele estava exausto depois de tudo que aconteceu no dia anterior, seu sono era seu maior sossego.

“Ei...” Uma voz começou a surgir ao fundo, atrapalhando o sagrado sossego do pobre Herói: “Ei você... me escutas?”

Cada vez mais a voz aumentava seu tom e ele não pode mais ignorar: “Ei, acorde!”

Ao abrir os olhos, ele viu uma garota de fase angelical olhando fixamente em seus olhos, apavorado ele gritou: “Aaaaaaaah-“

E a menina também reagiu com um grito. Os dois bateram de frente um com o outro e com a testa dolorida, Shou se encolheu no canto da cama se cobrindo e gritando: “O-o-o que é isso?! Quem é você?!”

A jovem estava encolhida no chão, tremendo acariciando sua testa com as mãos e com uma voz de lamento ela explicou:

“E-e-e-eu s-sou a princesa do Reino de Valuris onde você foi invocado, me chamo Kalisha Meldys.” Com um impulso ela se levanta, era possível ver a vermelhidão que se formou bem no centro de sua testa: “Eu vim até aqui te ver!”

“Me ver...?” Shou estava cético, nunca ninguém em sua vida quis conhecê-lo.

“Isso mesmo! Mas não esperava que o herói fosse um preguiço-“ Kalisha foi interrompida com um travesseiro acertando seu rosto. “Mas o que você está fazendo?!”

Shou estava com um olhar impiedoso e rudemente falou: “Saia, se vai me xingar assim não quero ouvir!” Ele já estava cansado de as pessoas sempre falarem por suas costas e o xingarem.

“E-ei...” Kalisha viu que havia magoado Shou e imediatamente se curvou no chão. “Me desculpe, o tratei de forma rude, honrado Herói do Escudo-sama.”

Ele ficou em choque, não sabia nem como reagir. Tendo se desculpado do fundo de seu coração, Kalisha chamou as empregadas que esperavam do lado de fora do quarto e elas preparam o café da manhã. Os dois se sentaram na mesa farta de alimentos e se serviram.

Aproveitando o clima amenizado, Kalisha tentou falar novamente: “E-então re-recomeçando... me chamo Kalisha Meldys e sou a primeira Princesa do Reino de Valuris, honrado Herói-sama deixe-me lhe fazer um pedido sincero.”

“P-por favor.”

Estufando o peito ela respirou fundo, apontando para seu peito com a mão esquerda ela anunciou: “Aceite-me como sua companheira em seu time para lutar contra os monstros.”

“Pffffff-“ Shou cuspiu todo chá que havia acabado de beber, deixando Kalisha encharcada da cintura para cima.

“...” A princesa estava sem reação.

Ela voltou a se sentar na mesa depois de ter trocado de roupa. Olhando fixamente para Shou que tentava se esconder atrás da xícara, ela expôs suas ideias: “A centenas de anos nosso mundo vem sofrendo com os ataques destes monstros e agora ele está sofrendo novamente. Não posso ficar esperando que meus soldados lutem, enquanto fico protegida em um castelo! Eu me formei na Academia Real de Magia, sou oficialmente uma maga. Quero ajudar nosso herói a lutar e proteger meu povo.”

“E-espere! Espere um momento!” Shou pôs sua mão na frente de Kalisha para que ela parasse de falar, sua cabeça já estava ficando sobrecarregada com o tanto de informação que a princesa estava dizendo. “Como assim lutar ao meu lado? Eu tenho companheiros?”

“Eh?...”

Shou havia realizado um milagre, ele havia deixado a princesa, que era famosa por sempre falar e nunca se calar, sem palavras duas vezes.

Claramente havia tido uma falta de comunicação entre o Reino e o Herói do Escudo. Então Kalisha começou a explicar os procedimentos que devem ser feitos depois que os heróis são invocados.

 

“Kioya-sama parece animado.” O velho de cabelo grisalho e uma longa barba entrou no quarto de Kioya, que observava o reino da janela.

Ele olhou para Merlin e lhe deu um gentil sorriso em saudação: “Sim, este reino é maravilhoso. Estou encantado com suas paisagens.”

“Hoho, estou honrado em ouvir isso.”

Merlin se senta e põe um grande mapa sobre a mesa, convidando Kioya a sentar-se também: “Agora Kioya-sama, permita-me lhe dizer como as coisas funcionarão de agora em diante.”

Então começou a explicação do que os heróis faziam para salvar os mundos.

 

A Rainha Esther estava sentada em seu trono, esperando impacientemente o Herói do Sabre chegar. Batendo seu dedo indicador freneticamente no apoio do trono, ela virou para seu guarda e lhe perguntou: “Izumi-sama se perdeu?”

Gaguejando, o pobre homem fala: “O-o Herói do Sabre-sama pediu um tempo para a-acordar. E-ele disse que não era muito bom com a-as manhãs.”

“...” Ela não sabia o que dizer, quando ia se levantar para ir atrás de Izumi, ele entrou no salão acompanhado do conselheiro da Rainha, Frédéric.

“Vossa majestade, peço mil perdões pelo atraso. Izumi-sama não é muito bom com as manhãs.” Seu conselheiro se curvando diz as mesmas palavras que o guarda falou um momento atrás. Bufando ela volta a se ajeitar no trono e faz sinal para que tragam acentos para os recém-chegados.

Depois de trocar informações sobre quanto de destruição já foi causado desde o último ataque, eles começara a explicação sobre os deveres dos heróis. Quem tomou a frente foi a Rainha.

“Como já lhe foi informado, monstros atacam nosso mundo e chamamos esse ataques de Bandos, cada Bando é composto de monstros de até três espécies, eles variam dependendo de quantos Bandos já passaram. Os relatos mostram que ao todo, dez Bandos atacam a cada cem anos, com intervalos de dois meses, eles se dividem em grau de força.

Os primeiros são os mais fracos, já foi mostrado que de algum modo os reinos conseguiram se proteger de até três Bandos.

Para lutar contra esses monstros os Heróis adquirem experiencia e aprendem as habilidades de suas armas, enquanto estudam magia. Acho que Frédéric já deve ter ensinado a você sobre a força em nosso mundo.”

“Sim, mas não entendi muito bem.” A resposta de Izumi fez Esther suspirar, então ela voltou a explicar.

“Em nosso mundo o grau de força é medido por quantas magias o indivíduo é capaz de executar, aprender magia é uma das tarefas mais difíceis e pouquíssimas pessoas podem ser chamadas de magos. Um guerreiro normal pode aprender somente uma magia e os mais fortes sabem até cinco magias diferentes, já os magos normais aprendem até duas magias e os mais poderosos até sete magias diferentes.

Os Heróis viajam o mundo enquanto protegem os reinos e aprendem vários tipos de magia, já que vocês tem uma afinidade especial com todos os elementos e uma facilidade em aprendê-las.

Para essa viajem é preciso ter companheiros ao seu lado, eles não só ajudarão você nas batalhas, como podem até mesmo lhe ensinar magia e feitiços. É muito raro, mas ouve relatos de pessoas conjuradoras, que podiam chamar seres de outros mundos para lutar em batalhas. Mas nos dias de hoje isso não passa de lendas.”

Esther continuou sua explicação sobre os elementos e os vários tipos de magias que ela conhecia, as básicas como magias de fogo, água, terra, ar, gelo e entre outras, e até as mais raras, como magias que faziam com que as colheitas crescessem ou até mesmo magias que transformavam objetos em outras coisas. Izumi passou a se interessar e escutou atentamente tudo que ela falava. Ao final da explicação ele levantou a mão como um aluno e perguntou:

“Que tipo de seres os conjuradores podiam invocar?”

“Não sabemos ao certo, mas parece que era possível chamar lobos, monstros humanoides, fadas, ninfas, sereias e até mesmo anjos e demônios.”

Ao ouvir as duas últimas sentenças, ele pulou de seu acento: “Anjos e demônios?!”

Frédéric riu e respondeu: “Sim, tem boatos de que a Rainha Santa pode invocar anjos.”

“Humf, é o esperado de uma Sacerdotisa...” Esther completou com desdém.

“Espera! Espera! Espera!” Izumi estava em choque, ele teve que se sentar um pouco para recuperar o folego, mas logo perguntou novamente:

“Quem é a Rainha Santa? E o que quer dizer com ‘é o esperado de uma Sacerdotisa’?”

Esther olhou para seu conselheiro e ele negou com a cabeça, mostrando que ainda não haviam mostrado os outros reinos a Izumi.

“Desculpe-me, ouve uma falta de comunicação. Os grandes Reinos que formam nosso mundo são:

O Reino de Natalis, onde você está agora. É um reino com grande parte de sua população humana, mas há seres de outras espécies atuando como escravos em nosso território.

O Reino de Dwego, que invocou o Herói do Arco. Dwego é o reino dos anões,  sendo considerados os maiores ferreiros de nosso mundo, o rei deles Arthur Dwegor já entrou para o livro das lendas, ele se tornou rei depois de conseguir a lendária espada dos Deuses.

O Reino de Valuris e um dos mais antigos, ele é um reino humano. Parece que eles invocaram o Herói do Escudo.

O Rei dos Bestiais, com sua população quase inteiramente Demi Humana. Eles são selvagens e com grande hostilidade contra humanos, o rei deles é uma pessoa que não é aconselhável chegar perto, na verdade eu nunca o vi de fato, mas nunca é ruim prevenir.

E por fim chegamos aos reinos místicos e os que disputam o poder em nosso mundo.

Primeiro é o reino que invocou o Herói da Espada, o reino dos elfos, Eurola. Ele é governado pelos irmãos Félix e Felycia e eles não devem nunca serem subestimados. Na grande guerra que ocasionou na morte do antigo rei, Eurola ficou completamente destruída, mas esses irmãos reergueram todo esse Império das cinzas em um ano. Nós devemos andar em ovos perto deles, porque ninguém conhece sua força real de combate.

Agora os reinos que estão na classificação divina, é o Império Sagrado e a Federação Demiana.

O Império Sagrado é governado e protegido pela Sacerdotisa do Deus da Natureza, Angelina Dreggnir a Rainha Santa. Ela já protege o Império a mais de 500 anos e é considerada um ser divino no nosso mundo. O Império Sagrado é ligado fortemente a Igreja, além de Angelina, ele é protegido também pelas Valkyrias, que tem como líder a mão direita da Sacerdotisa, Joana D’ Arc. Outra que você deve ficar de olho é sua irmã, Julia D’ Arc uma das maiores magas que já existiu em nosso mundo.

O Deus que protege a Federação Demiana, é o Deus da Calamidade e Caos. A governante é sua Sacerdotisa, Hekatia Salvane e seu irmão Hellial Salvane. Os dois podem ser considerados os reis da Federação, mas quem de fato governa é Hekatia, ela também é considerada uma divindade, protegendo a Federação a mais de 600 anos.

Uma mistura de espécies Demi Humanas, Não Humanas e até mesmo Demônios formam a população deste reino, por isso muitos dos outros reinos tem receio em se relacionar com eles.

Além da Sacerdotisa e seu irmão que protegem esse território, os Lordes Demônios também fazem parte da força de combate principal. Eles estão igualados em força com as Valkyrias e por conta disso, há boatos de que o Império e a Federação vivem competindo por de baixo dos panos.

Esses são todos os reinos que formam nosso mundo. Você tem alguma outra dúvida?”

Izumi ficou calado por um tempo, de olhos fechados ele pensava nas informações que Esther havia explicado para ele.

Depois de tomar seu tempo ele levantou a mão novamente: “Eu entendi quase tudo, mas... quem são essas Sacerdotisas?”

“Elas são Semi Deusas que servem a um Deus, depois de mil anos no mundo humano elas ascendem aos Céus e se tornam Deusas.” Frédéric disse ao lado dele.

“Semi Deusas?!”

Em um baque Izumi desmaiou e todos correram até ele desesperados.

 

Em um grande salão havia uma enorme estátua de 10 metros de altura, essa era a estátua do Grande Deus da Calamidade e do Caos. Uma jovem de cabelos negros orava ajoelhada em frente a ela.

“Então era aqui que você estava, Grande Sacerdotisa.”

Hekatia abre os olhos e vira para o velho senhor que havia acabado de entrar.

“Merlin, não esperava que viesse até aqui hoje.”

“É sempre bom fazer um surpresa, hohoho.” Merlin alisa sua barba e ainda até ela.

A amizade desses dois era antiga, uma amizade que começou quando Merlin ainda era criança. Durante esse tempo ele envelheceu, ajudou seu rei a construir seu reino, estudou e aprendeu das diversas magias, mas Hekatia não mudou nada.

Naquele salão, em frente ao Grande Deus, Merlin pediu o auxílio da Federação, para ajudar o Herói do Arco em sua jornada. Um membro do alto escalão da Federação Demiana iria integrar o time do Herói.

Karen, filha do mais poderoso demônio do fogo.


Notas Finais


Obrigada por lerem^^
Até logo~~ See You~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...