1. Spirit Fanfics >
  2. Tanto EU quanto VOCÊ >
  3. Amemos o início

História Tanto EU quanto VOCÊ - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Amemos o início


Fanfic / Fanfiction Tanto EU quanto VOCÊ - Capítulo 1 - Amemos o início

- deveríamos ir Harry - insistiu

- Hermione pense bem - comecei - minerva nos deu a opção de ficar , estaríamos distante de tudo , das lembranças de morte de alguns de nós . Longe de Draco ! 

Sim , Draco é minha maior preocupação. De todos os bruxos envolvidos ele foi o mais perto de Voldemort uma de suas mentes mas também o menos leal . 

Assim que a guerra teve seu fim Draco Malfoy se mostrou ser uma das peças chaves de Dumbledore o diretor de Hogwarts , ele o mantinha ciente dos passos que tomava e dos conselhos que dava para seu até então lorde . Como no começo ele foi usado para matar o diretor o mesmo se rebelou desde este momento mas conseguiu obter todas as peças possíveis para minha vitória quando o diretor atravessou o salão principal no fim da guerra bruxa que tivemos com um Draco em seu encalço eu soube a verdade sobre mim . 

O meu inimigo me usou como peão em seu joguinho de morte , usou Fred , eu usou Sirius que agora apareceu após aparatar em minha frente envolvendo seus braços ao meu redor  , Remo que agora apertava Sirius desajeitada mente  , tonks e todos os outros que depois assim como o suposto falecido diretor se levantaram literalmente gritando .

" Vencemos ! " Sobre o silêncio dos familiares depressivos e a ida de vários para St mungos com overdose mágica Malfoy leu para nós o livro vermelho que mantinha em mãos , nele continha toda a verdade .

Eu estava amando tudo aquilo , até o rico mimado bater palma dizendo " não seríamos nada sem o herói" e se voltando para mim com um sorriso " que Merlin esteja com você pois quando menos esperar eu estarei " após aquilo passei por algumas terapias .

- se seu problema é seu precipício por ele não se preocupe - disse Ron - amigo meu não vira gay 

Encolhi com a ideia remexendo meus óculos . Ronald tinha mudado de alguma forma , ele ficou abusivo em suas amizades , em Hermione que se mantinha quieta no canto a esquerda , ele ficou mais explosivo e se tornou alguém que desprezava homos , bi e qualquer gênero que se relacionavam com os mesmos gêneros ou com os dois.

- compreendo - resmunguei - mione vamos conversar em meu quarto?

Ela se levantou subindo as escadas de minha recém reformada casa . 

Ao fim da guerra ; Gina e eu decidimos que tínhamos que formar tempo para nós pois as entrevistas sua mãe , meus padrinhos e amigos estavam nos sufocando , e assim que a oportunidade se abriu com seu comentário " você não percebe ? Está me deixando de lado !, nos deixando de lado! ... Vamos nos mudar " eu simplismente indiquei minha casa caindo aos pedaços onde acabamos em discussão por um mês. - tempo que usei para reforma-la pessoalmente bloco-a-bloco afinal moraria com minha pequena .

- ainda não entendo como conseguiu trazer Gina para cá - comentou Hermione indo em direção a janela para desfrutar de sua vista - ela adora os olofotes tanto quanto você  - disse me apontando - colocar as pessoas sobre maldição imperius é algo horrível senhor Harry James Potter.

Sorri para ela me sentando na beira da cama .

- como se ela estivesse de bem com tudo isso - soltei mordendo meu lábio inferior , um costume horrível que peguei mas muito útil em momentos de extresse . Me machucar é melhor que machucar algo ou alguém. - ela ainda coloca pó de sono no meu suco e finge gemidos toda noite no quarto de hóspedes .

Vi a morena se contorcer como se estivesse desconfortável e segurar um dos seus cachos os enrolando , com meus anos de experiência logo percebi .

- o que me esconde ?- perguntei 

Hermione nunca foi um poço de autoconfiança , ela tinha Ron para isso . A menina se sentou ao meu lado tomando minhas mãos nas suas gélidas e finas , sua magreza me assustou Hermione grenger sempre teve mãos macias e não ossudas como estavam  e em seu rosto as olheiras se fez presente; desde que a menina invadirá minha casa pela rede de Flu ela estava sobre feitiço onde até mesmo seu cheiro era um tanto curioso e isso era visível como se em todo o momento ela pedisse socorro .

- mione- disse manhoso e ela sorriu , as mãos trêmulas agora continham marcas e seus pulsos a mostra indicavam o uso de correntes - faz quanto tempo?- perguntei de modo seco mas a mesma fez o seu melhor e me ignorou.

- Harry eu sempre soube que você é ingênuo e que acredita fácil principalmente em um rosto bonito - começou.

- o que significa ?

Enquanto ela me falava de suas observações conforme meus meses com Gina - que eram exatamente dois - eu a observava , não prestava cem por cento de atenção pois seu corpo bem mais a mostra devido nossa liberdade juntos - em certo momento retirei uma de suas roupas - indicavam sinais fortes de surra .

- Harry você me ouve?- perguntou a mesma e eu concordei arrastando levemente meu polegar em uma mancha roxa de seu ombro , a maior pulou indo para o meio da cama. 

- perdão senhor - indagou - eu não o farei de novo... eu não.... - ela colocou as mãos na boca abafando um soluço enquanto negava freneticamente com a cabeça.

Estranhei me aproximando , os olhos de Hermione estavam vazios , a falta de alimentação e sua frase anterior me indicavam o uso indevido de poções; coisa que o ministério não dava o trabalho de verificar , pois não daria nada retirar os frascos da casa de alguém quando eles poderiam comprar mais .

Coloquei um terno , e calcei os sapatos , o tempo estava chuvoso então optei por um preto simples sem muitos detalhes ... Quando você sempre está em jornais você acaba desenvolvendo um costume diferente , eu optei pelos ternos o que só aumentou minha credibilidade .

Me aproximei -já pronto- de Hermione que se encontrava encolhida recoloquei o seu sobretudo branco que antes eu havia retirado e levantei o rosto da menor forçando seu queixo.

- quem sou eu ? 

Parece uma pergunta simples mas para alguém sob poção era o mesmo que a morte em palavras .

- senhor?

- meu nome é - sussurrei rouco , pois se fosse a pessoa que está em minha mente está seria a maneira que ele exercia o poder .

- Ronald ... Senhor .... Por favor não - e se encolheu com as mãos no rosto .

Ah por Merlin!

Gritos da escada pareceu desperta-la deduzi ser de Ron aquele que fez uso de poção para domínio .

- ótimo você está pronto - disse pegando meu braço e puxando - vamos .

- mione - parei subtenente na porta do quarto - você pode falar se quiser , o uso de poções indevidas ou proibidas não faz o bruxo ir para askaban mas lhe garante proteção.

- acredite Harry eu falaria se pudesse - me respondeu continuando pela escada .

Conforme descia os degraus meu peito parecia ganhar nova adrenalina . Não era como se eu não soubesse quem estaria em minha casa mas sim por saber quem era eu ficava ansioso , Hermione que antes tomava a frente me esperava ao pé da escadaria seu rosto demonstrava tanta ansiedade como o meu e seu sorriso era falsamente expresso e poderia ser percebido até pelo sonserino que pisou aqui .

Assim que a morena se prostou ao meu lado onde se via que eu esqueci minha altura pelo caminho de estudos ela pegou minha varinha , algo completamente normal para mim se tivesse certeza poderia dizer que até mesmo minha própria varinha se acostumou .

Mas então eu o vi .

- o que faz aqui ?- sibilei .

- sabe Potter depois de sua reforma está chopana está na primeira página das revistas - respondeu de forma simples.

Ele continuava arrogante .

- impossível está casa não pode ser encontrada ou fotografada - respondi ríspido .

- cobra ! O que faz aqui ?- perguntou Ron vindo da cozinha , sua boca continha farelos que simplismente resolvi ignorar , na sua costa surgia Gina com um olhar mortal e Luna que como sempre saltitava e sorria .

- hora seja bem vindo - disse ela apertando as mãos do homem a levando ao rosto - não os julguem pela recepção desafortunada  , não podemos tomar chá sem queimar a língua.

Luna também foi alguém que mudou um pouco depois que a guerra acabou , ela se mantém um pouco mais em terra embora viva aparecendo as madrugadas no meu sofá e me balançando falando que os coelhos acasalam de madrugada ... Bom ela ainda tinha seus momentos .

- não se preocupe , estou acostumado com os Potter - disse virando a menina para descontar a raiva nos seus fios loiros os deixando em uma bela trança.

- obrigada dragão - disse ela e em um salto deu a ele um selar no nariz que eu observava para ver se ele limparia mas não o fez .

- quem diria em di-lua 

Gina quebrou o estranho silêncio que surgiu com a cena .

- Han?- foi a única resposta que ela obteve da loira. 

- saldemos o herói di-lua - disse Draco voltando a atenção para si - o mundo bruxo de nada valeria se não fosse por Potter - e se reverenciou .

- venho casoar?- indagou Ronald rangindo os dentes - saiba que ele é dez mil vezes melhor que você e sua família .

Suprimi a onda de nojo que surgiu , juro que ainda me pergunto se realmente quebrei a orkrux que estava com ele.

- Ron - sua irmã em sua costa segurou um dos seus braços - não gaste seu tempo com essa desgraça bruxa .

Pensei que minha sala deixaria de existir com aquele comentário porém até mesmo Hermione se surpreendeu , Draco conversava com Luna de modo divertido gargalhando com a mão na cintura , ele estava até bem trajado com a unica mudança de estar parecendo um mordomo sexy , seus cabelos já não se puxavam para trás mas se mantinham livre , se eu não estivesse com raiva de sua reverência presunçosa eu babaria.

Hermione ao meu lado não deixou essa passar  ela abriu a boca para responder quando uma cena se formou .

- NAO ME IGNORE MALFOY - gritou Gina me despertando do transe - AVADRA...

e Hermione a desarmou , assim que a varinha parou em suas mãos Ron se voltou para ela a fazendo tremer . A situação iria piorar .

- não temos tempo - quebrei os olhares tomando a varinha - temos que ir para o trem .

Os olhares de dúvida caíram como uma luva sobre os três demais .

- ele está certo - concordou Draco e de seu lado pegou duas malas - é hoje que temos que pegar o trem .

E então Hermione foi a primeira a correr , em seguida Roni e Luna.

Gina parou entre mim e Draco que estava em poucas distâncias.

- minha varinha Harry - disse estendendo a mão , só então percebi estar com as duas minha e dela , voltei meu olhar para Draco que embora sem expressão ou tremor pude notar um brilho em seu olhar  medo 

- não Gina - respondi - se vire sem ela - e a guardei .

- HARRY JAMES POTTER..

E lá ia mais uma discussão se desenvolvendo , como é sempre a mesma coisa quando a descontradiz polparei vocês disso .

Após Hermione reaparecer com suas malas e parar Gina a ruiva se direcionou para pegar sua mala .

- ridícula- Draco comentou e me acolheu em um abraço , o soltaria se estivesse bem para isso .

- vamos Harry ficará tudo bem - confortou Hermione esfregando minhas costas , apenas escondi meu rosto nós ombros de Draco que era mais alto que eu .

- ele parece ser sensível - comentou Draco dando risada .

O desgraçado ri de outro desgraçado 

- Gina sempre foi assim - respondeu hermione - ela usa de recursos e quando nos opomos ela explodi.

- credo - foi a resposta dele me soltando , quando o mesmo deu um passo para trás percebi estar agarrando sua camisa e o soltei com o rosto vermelho .

- desculpi - murmurei .

- se fosse você potty - ele levantou meu rosto - terminava isso antes dela terminar com isso - colocou a mão sobre meu coração - e se você ver bem terá outro isso - colocou minha mão sobre o seu que se encontrava descompassado - te esperando .

Neguei com a cabeça fungando , retirei minha mão da dele e dei outro passo para trás .

- eu amo Gina - disse e com um movimento de varinha chamei minhas malas  - mione diga para os demais que eu e di-lua ali - apontei para a mesma que estava com uma câmera em mãos - vamos na frente para que eu compre mais uma coruja no beco diagonal .

Ela concordou e eu chamei Draco.

- ele é abusivo - disse compassadamente 

- por que está me falando isso ? 

Corei soltando a mão dele .

- por que você é bom com poções.

Assim que ele levantou as sombrancelhas me afastei chamando luna para a lareira. 

- vamos Harry macacos costumam voar com calda e não com madeira .

Sorri jogando um feitiço de limpeza sobre meu rosto e voltando ao "normal " estava completamente aerio e Luna pareceu disposta a não me deixar pensar sozinho nas lojas de animais .

- fuinha !- disse .

- não Luna - a peguei pelos ombros a chacoalhando - coruja. 

-FUINHA!! FUINHA!!! FUINHA!!!!!!! FUINHA!!! FUINHAAAAAAAAA - ela se deixou mole apontando uma fuinha branca .

- mas luna - disse o pegando - é doninha 

- é dragão!- disse rindo .

Olhei para o animalzinho o acariciando , ele era novo e parecia que não viveria naquele lugar com movimento .

- talvez o salvador possa levar dois ...- comentei.

Luna saltitou e pegou uma gaiola no seus pés que devido a manhã da loira só reparei agora .

- que bom que o sol sempre volta - e se foi para o balcão acabando que me fazendo comprar os dois .

--------- -

- você não pode mudar o nome Harry - disse Hermione - ola dray 

Sorri .

- Hermione tem como você para de usar o feitiço?- perguntei 

Estávamos no vagão junto a Draco que cochilou com a doninha em mãos , assim que chegamos a plataforma e Draco a viu a doninha não o largou sendo uma cena cômica de duas doninhas que se achavam juntas dormindo .

- luna até tirou foto - comentou Hermione - você parece gostar dele Harry

- sim , mas são só as aparências - comento.

- uhum - ela deitou em meu ombro - ele tem uma história .

- todos temos 

- a dele você nunca ouviu .

- onde quer chegar.

Ela deu de ombros .

- ele me ajudou a melhorar - comentou vaga - não estou sob magia e nem poção.

- porque ele fez isso ?- perguntei após alguns saculejos do vagão .

- eu tinha terminado com ele um dia antes de vir aqui - respondeu - Gina...

- Gina?

- não é nada ...

- começou termina - resmunguei .

- Draco só está aqui por Dumbledore - iniciou ela .

- isso não era sobre Draco 

Ela estava sorrindo bem mais do que esperava ver .

- você soube das notícias ?- perguntou 

Neguei freneticamente , eu estava curioso. 

- os pais deserdaram , os amigos tentaram matar ele por motivos desconhecido e todos os jornais estão o acusando ...

Engoli em seco  

- até mesmo eu o acuso - disse 

- Harry...

- Hermione ele me usou como simples peão , me ridicularizou , me deixou de lado e simplismente me fez o pior estudante por anos  

- fiz isso para que você me visse - respondeu Draco com os olhos semisserrado - eles me fizeram fazer isso .

- eles ?- perguntei.

- não importa - respondeu hermione - vamos deixar o passado nele - indagou - você só precisa dizer aquilo .

Ele engoliu em seco me olhando .

- eu não posso mione - resmungou com um biquinho - não é como se minha palavras fossem o suficiente...

- acredite , elas são 

- não para mim !

Ele levantou com a doninha , colocou ela em meu colo e me deu um selar no nariz como luna fez com ele . Eu estava congelado no estofado .

- quem sabe um dia mio - disse ele dando um beijinho estralado nas bochechas da morena que riu gozado.

Assim que ele saiu olhei em toda a direção para notar que estávamos chegando e não se via Gina ou Ron.

- onde está Gina e Ronald? 

- eles são monitores - comentou Hermione - Harry sobre Draco...

- eu sei ...não se preocupem vocês formam um bom casal - disse.

- não somos - invadiu Draco vestido como um sonserino completo - eu gosto de outro leonino .

- okay - disse - devo colocar o uniforme ?

Hermione sorriu 

- acho que só a capa vai quebrar o galho.

- que bom pois chegamos - apontei a janela com o polegar sorrindo .

- trestalios! - Draco se animou - são para duplas ...eu...

Ele olhou para nós .

- vai com HARRY! - Hermione tomou a frente antes que eu respondesse me deixando com o perfeito " O" 

Sem condições ...

-----

- Harry você está bem ?- perguntava Draco esfregando minha costa enquanto eu tentava não vomitar .

Bem era uma palavra complicada para dizer com o gosto azedo em minha boca .

- quando tiver que conduzir algo por favor chame por mim ...urg - e vomitei .

Minerva estava em minha frente em alguns minutos isso poderia ter sido pior .

- Harry! 

Fui apertado e expremido até que cheguei no salão principal .

- eu vou lá retirar o uniforme - resmungou Draco 

- hora não precisa querido - minerva mecheu a varinha e Draco ganhou um terno branco o deixando charmoso .

- doce - resmunguei atraindo seu olhar - só falta - lancei um feitiço em seu cabelo os jogando para trás e deixando um cacho para frente - perfeito.

Ele sorriu mordendo o lábio .

- você vem com a gente - puxaram ele depois de um tempo percebi ser luna . 

Segui para a antiga mesa da sonserina .

Alguns alunos se mantiveram perdidos como eu sem as divisões mas depois se ajustaram .

Sentamos eu , Draco , luna em uma das pontas enquanto  , Ron , hermione e Gina  , se contentaram com cadeiras a nossa frente.

Minerva aos poucos seguiu para perto dos professores , ela estava com seus cabelos presos uma roupa formal demais para meu gosto e com a respiração descompassada .

Ia começar o descurso .






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...