História Tão bom te amar...(Sasunaru-Itadei) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaanaru, Itadei, Madadei, Sasunaru
Visualizações 223
Palavras 1.153
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, Lírica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Sobrenatural, Steampunk, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie, eu mandei um aviso perguntando se queriam que eu reescrevia a história, teve dois comentários falando que não precisava mais achava uma boa, então aqui estou.
Se a fic ficou mais chata desculpe ;-;
eu realmente não sei qual o problema
Mas boa leitura, desculpe os erros.

ATENÇÃO:
1-Todas as frases que o narrador for falar estarão em negrito, ex:
Naruto é o narrador
_Hoje eu fiz uma besteirinha!
Não estará assim normal, mas como aqui não da pra por em *negrito*. Mas o certo seria;
*_Hoje eu fiz uma besteirinha!* -Super *negrito*

2-Sim, agora Naruto e Deidara tem um pai e uma mãe, vou expandir essa fanfic mostrando a vida deles na casa também e não só na loja, os irmãos Uchirras também terão partes da casa ou seja vou expandir todo o universo dessa fanfic.

3-Preciso de comentários urgentemente, imagine eu reescrevo o capítulo e recebo sei lá umas 1000 visualizações (quem dera) e nenhum comentário eu vou achar que vocês não gostaram (se tiverem gostado) e vou excluir a fanfic.

Só isso boal leitura de novo, e desculpe os erros (de novo ¬ ¬)

Capítulo 1 - Parte I - One chapter


Fanfic / Fanfiction Tão bom te amar...(Sasunaru-Itadei) - Capítulo 1 - Parte I - One chapter

Naruto   - Leia as notas do autor e importante.

Acordei com o som irritante do meu despertador.

_Naruto meu bebê acorda! - minha mãe gritou lá de baixo.

_Tá bom já acordei, mas cadê o Nii-San? Você não vai acorda-lo? - perguntei, pra quem não sabe meu Nii-San se chama Deidara. Somos praticamente gêmeos mais diferentes, somos loiros do olhos azuis só que ele tem cabelo longo e liso e eu tenho cabelo liso,curtos e repicados e três risquinhos em cada bochecha.

_Seu irmão foi na padaria, vem logo que o café está esfriando, ainda mais você que toma o café primeiro e depois come o pão puro - eu sei isso é burrice mais e mania de moleque, não me julguem aprende com meu primo Menma. Desci as escadas pulando de uma em uma, eu era muito energético sabe.

_Bom dia a todos! - falei me referindo ao meu pai, que estava com a cara pregada no jornal, e minha mãe que lavava a louça.

_Bom dia filho. - meu pai disse tirando a cara do jornal e me observando por alguns segundos, depois se levantou e sumiu pra fora da cozinha com seu melhor amigo "jornal".

_Mãe, como ele está? - perguntei sussurrando, ontem meu pai saiu pra fazer alguns exames e hoje ele está muito estranho. Por isso perguntei, ele nem me olha direito será que o problema e comigo ou é pro que ele queria se isolar e eu sempre estou aqui?

_A querido, ele não está anda bem, ontem quando ele fez os exames ele descobriu que tem Diabete e o médico cortou toda a açúcar, você sabe como ele é viciado com certeza ele não vai aceitar café sem açúcar mas ele tem que intender que estou fazendo isso pro bem dele! O médico também falou que ele tem 40% de depressão, eu vou leva-lo a um psicologo logo quando puder pagar. - minhão mãe falava em um tom triste mas como se ela falasse firme ao mesmo tempo, ela sabia que ia conseguir curar meu pai. Pensei em tudo que ela disse sobre meu pai, Flash Back's dele rondaram a minha cabeça.

_Ele está muito estranho...saudades do meu antigo pai. - digo meio triste, desanimado com a transformação do meu pai.

_Também querido mais vamos ter fé e ajuda-lo - ela sorri e eu retribuo.

_Olá família! - diz meu Nii-San chegando com duas sacolas de pão na mão.- Trouxe pão de sal e pão de doce. - ele falou entregando as sacolas de pão pra minha mãe.

_Obrigada querido - ela diz dando um beijo na testa do meu Nii-San e ele retribui com um sorriso. - Amor vem tomar café. - ela chamou meu pai que adentrou a cozinha com seu velho amigo e companheiro jornal.

_Toma amor, café quentinho e gostosinho - ela falou tentando mudar o senso de humor do meu pai. Ele deu uma golada e cuspiu 

_Esse café tá sem açúcar! - esbravejou, todos se assustaram com o tom de voz, ele começou a xingar um ser que ninguém nunca viu (ele próprio) e bateu a mão na mesa derramando pequenas gotículas de café na mesa.

 _Mas amor o médico quem mandou, estou seguindo ordens é para o seu bem! - ela falou com a voz firme e séria.

_Malditas ordens, malditos médicos, maldita vida. - depois que ele falou isso meu pai e minha mão começaram a brigar, uma briga tipo nada haver, estavam brigando por causa de café e açúcar, mas acabaram metendo o Deidara/Nii-san e eu no meio

_Seus insensíveis! - O Nii-San gritou para os dois que se calaram ele estava com os olhos marejados e tremendo, provavelmente ele queria chorar, ele pegou o pão e o café e subiu para o seu quarto se trancando lá.

_Olha oque vocês fizeram! Nii-san volte aqui ! -   chamei pelo meu irmão que nem se quer me respondeu. Peguei o meu café e subi também. Mas rumei para meu quarto, *-Vou tomar meu café primeiro e depois vou lá falar com ele -* - pensei.

Tomei meu café, e fui a quarto do Nii-san, tentei abri mais estava trancada, bati na porta.

_Nii-san abre essa porta! - gritei para o maior.

_Não Otouto eu quero ficar sozinho,hn. - ele faz com um tom de tristeza, sabia o quão sensível era o Nii-san.

_Mas Nii-San você sabe que a culpa não é sua né? - perguntei, por que diabos ele se culpava?

_É  minha sim Otouto, se eu tivesse dinheiro pra bancar um tratamento pro papai, isso seria o que um bom filho faria, mas eu não posso fazer nada! Por que sou apenas mais um inútil no mundo. - não pude deixar de me assustar com essa resposta do Nii-san, até que tive uma brilhante ideia.

_Hey Nii-san tive uma ideia que pode ajudar o papai. - falei ouvindo ele se alegra, percebi isso com o gritinho de felicidade que ele tinha deixado escapar.

_Qual é ? Fala eu preciso dessa solução ! -ele implorou pra que eu falasse

_Vamos alugar uma loja e trabalharmos! Que tal ? O que você acha Nii-san ? - perguntei em um tom alegre.

_O que? - ele fez essa pergunta mais senti que ele gostou da ideia.

_Isso mesmo, eu sei que você adora criar e decorar, adora ser um artesão então vamos Nii-san! - perguntei confiante que ele aceitaria - Espera tive outra ideia, isso mesmo vamos montar uma loja de decorações!

_Otouto achei uma boi ideia mas por onde começarmos? Onde é que vamos montar a lojinha? - ele perguntou, parece que ele achou que eu tinha desistido da ideia depois que ele falou isso, mas a verdade era que eu não tinha.

_Eu tenho um amigo que pode nós emprestar uma loja, ficamos 1 mês sem pagar e depois começamos a pagar com o dinheiro que ganhamos! - falei, era uma boa ideia, fala a verdade.

_E por que você acha que vamos ganhar muito dinheiro? - ele perguntou com sarcasmo na voz.

_Ué tem que render né, pense só, moramos no México, e aqui a nossa cultura é muito comemorativa, mas aqui na cidade não tem nenhuma loja decorativa, assim a cidade tem que pagar pra trazerem as coisas pra enfeitar o local de outra cidade, fica meio caro não acha? Com certeza ganharemos um dinheirinho bom, também única loja de decoração da cidade - falei com um tom que eu sei que ia fazer ele mudar de ideia.

_Otouto...eu...tô dentro! - ela falou super alegre.

Autora

E é assim que tudo deu se um início, Naruto pediu uma loja pro seu amigo Sai, ele emprestou uma pequena barbearia que estava fechada já faz meses, ele ia lá mesmo só pra pintar a paisagem que era o local onde a praça tinha mais flores de Sakura. Os dois começaram a trabalhar...e conseguiram uma boa quantia de dinheiro!


Notas Finais


Ai, rascunho no caderno quase quebrei o braço de tanto escrever, digitei isso tudo quase me desmontei, agora se o capítulo tiver pequeno MINÚSCULO EU ME MATO!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...