1. Spirit Fanfics >
  2. Tão quente! Jikook (18 anos) >
  3. Talvez...

História Tão quente! Jikook (18 anos) - Capítulo 22


Escrita por:


Notas do Autor


Puuuuuft!!

Brotae!!

Capítulo 22 - Talvez...


[...]

Quando já arrumados, Jimin se sentou no sofá do canto da sala, cruzando os braços emburrado.

Jeon caminhou até a porta, a abrindo e vendo a mulher de fios louros batendo os pés e com o olhar cerrado, provavelmente pela demora. Entrou na sala se sentando na cadeira em frente a mesa de Jungkook, mas sem antes tentar dar um abraço no mesmo, qual foi ignorado. Jeon achava aquele mulher nojenta, e oferecida.

-Oque faz aqui Kim Sohui? -perguntou fechando a porta- Eu estava ocupado com uma pessoa.

E só então a mulher olhou em volta, vendo Jimin sentado no canto da sala. Ela cerrou os punhos.

-Então é com ele quem terá que se casar? -perguntou a mulher com um olhar de deboche para Park-

-Prefiro mil vezes ele do que você... -Jungkook falou baixo, mas mesmo assim não passou despercebido pela mulher, que bufou-

-Tenho notícias para você senhor Jeon, e provavelmente você será obrigado a mudar de ideia

-Oque foi desta vez Sohui? -Jungkook perguntou já exausto de ouvir aquela mulher falando-

-Soube da briga da sua irmã com aquele maridinho dela? -Perguntou como se fosse uma fofoca, e realmente era-

-Não. -Respondeu seco olhando pelo canto dos olhos para Jimin que tinha um bico emburrado nós lábios, e naquele momento Jungkook teve a maior vontade de morder aquele bico-

-Uh... -ela sorriu- Tem algo melhor ainda... -disse a mulher se levantando e indo até Jungkook que se encontrava sentado em sua cadeira, ela o tocou no ombro fazendo assim Jungkook se levantar dando dois paços para trás- Está com medo de mim, Jungkook? -sorriu debochada- Bom, talvez tenha um divórcio, e você sabe muito bem do trato com a Família Kim, não ache que meu pai vai deixar isso passar...

Jeon ficou pasmado, finalmente lembro do tal trato com a família Kim.

Se o casamento de Park Wooseok (irmão de Jimin) e Jeon Jiwoo (irmã de Jungkook) acabassem em divórcio, o contrato com a família Kim seria altomaticamente reaberto, fazendo assim com que Jungkook se casasse com Kim Sohui, ao invés de Park Jimin.

-Saia da minha sala! -Jungkook ordenou apontando para a porta- Não ache que isso irá acontecer -Caminhou até a porta com os punhos fechados em raiva, a abril fazendo sinal para que Sohui saisse, e a mesma saiu sem antes dar um sorrisinho de dar enjoou debochado-

Fechou a porta com força a trancando novamente, foi até o sofá em qual Jimin se encontrava e se sentou ao seu lado, coçando as pálpebras em frustração e suspirou pesado, olhou para Jimin e percebeu que o mesmo o olhava confuso.

-Não podemos deixar nossos irmãos se separarem...

Jimin o olhou incrédulo.

-E porque?

-Se não serei obrigado a me casar com Kim Sohui...

Jimin ficou parado sem dizer nada ate suspirar pesado.

-E porque não quer se casar com ela? -perguntou olhando para qualquer canto da sala-

-Porque eu estou gostando de você Jimin... Em tão pouco tempo eu estou gostando, é isso é tão estranho!! -diz tudo de uma vez, soltando o ar após se confessar de uma vez-

Mesmo que Park ja tivera ouvido isso a um certo tempo atrás, ele ainda se surpreendeu, tanto que ficou sem oque dizer. Apesar de que ambos estão apenas "ficando" por conta do casamento, qual eles seriam obrigados, era tão estranho se apaixonarem. E o pior, não tinha nem dado uma semana.

Jimin tentou formular palavras mas nenhuma vinha em sua mente, e muito menos veio quando a porta foi brutalmente aberta por um Wooseok ofegante, olhando para Jungkook com raiva.

-COMO TEM CORAGEM? -Park Wooseok gritou, olhando com sangue nos olhos para Jeon que o olhou estranho, não compreendo o que o homem disserá.

-Do que esta falando Wooseok? -Jimin o encara confuso-

-VOCÊ REALMENTE É UMA PUTINHA JIMIN! -o Park mais velho escandalou apontando para o menor, que desta vez o olhou assustado-

-Oque pensa que está falando Park Wooseok? -Jungkook desta vez pronuncia se levantando da sua cadeira e o encarando torto, como se estivesse controlando sua raiva, odiava Wooseok, e depois disso que ele falou, odiou mais ainda-

-KIM SOHUI ME DISSE OQUE ESTAVAM FAZENDO... JIMIN É APENAS UM FUNCIONÁRIO QUALQUER JEON JUNGKOOK, E É MEU IRMÃO! VOCÊ DEVERIA SE ENVERGONHAR POR ESTAR PEGANDO O IRMÃO MAIS NOVO DO SEU CUNHADO E-

jeon interrompeu o mais novo desta vez começando a gritar também, oque fez Jimin enconher os braços, com medo de onde aquilo pederia parar.

-EU E JIMIN VAMOS NOS CASAR, VOCÊ COMO IRMÃO MAIS VELHO DEVERIA SABER DISSO, NÃO?! JÁ QUE VOCÊ ACHA QUE TEM O DIREITO DE SAIR GRITANDO COM ELE POR QUEM ELE ESTEJA FICANDO OU NÃO, VÁ CUIDAR DA SUA VIDA PARK WOOSEOK!! -neste momento as veias da mão de Jungkook ja estavam saltadas em pura raiva. Viu Wooseok se assustar e abrir a boca diversar vezes para formular uma frase, mas falhando miseravelmente- ALÉM DO MAIS, QUEM VOCÊ PENSA QUE É PARA GRITAR COM O CEO DE UMA EMPRESA? VOCÊ ALÉM DE TUDO É SÓ O MARIDINHO DA MINHA IRMÃ!

Wooseok fica parado, ainda estático, Jeon riu amargo pela cena.

-Oque foi? Ogato comeu sua língua? -Povocou- Ou melhor... As PUTINHAS com quem você saí escondido da minha irmã? -os olhos de Jungkook não expreassavam o quanto de raiva estava sentindo, e nem ele conseguia explicar-

-Não sei do que está falando! -falou Wooseok finalmente conseguindo formular alguma frase-

-Não se fassa de desentendido Park Wooseok! -falou fechando os punhos e os batendo contra a mesa ainda vazia- Realmente... Não sei o que minha irmã viu em você! -Respirou fundo- Mas sei oque você viu nela... Uma forma de ganhar dinheiro fácil, não Park Wooseok?

Jungkook tinha um plano e não iria fazer ele falhar, não por enquanto, enquanto estava brincando com Wooseok como se ele fosse uma peça de jm brinqurdo qualquer.

-Tenho uma idéia, Wooseok -disse antes que o Park falasse qualquer coisa. jeon olhou para Jimin e viu seus olinhos cheios de lágrimas e isso fez o coração de Jeon se derreter e enchergar oque estava fazendo- Não... Esqueça! -resolveu não falar tal plano, para Jimin não ficar mais triste, fez isso por Jimin- Pode se retirar, e não ouse mais se metar na vida de seu irmão!

Disse a última frase, com um tom de voz mais grave, mostrando que aquilo era uma ameaça, e que Wooseok estaria realmente ferrado se fizesse a mesma coisa outra vez, e Jeon ja sabia muito bem oque faria se caso isso se repetisse.

Wooseok não disse mais nada, apenas confirmou com a cabeça, saindo dali sem olhar para trás, fechando a porta e indo rumo a qualquer lugar daquela empresa gigante.

Jungkook se acalmou quase por completo, até ouvir o soluço de Park ecoar pela sala, mostrando que o mesmo estava chorando mais desta vez.

Jeon foi até o meno o puchando pelos ombros em um abraço carinhoso, nem parecia que tinha acabado de brigar com o irmão do mais novo a segundos atrás. Deixou Park chorar em seu ombro, não ligando para mais nada, apenas concentrado em acalmar o menor que estava alí com ele e permaneceria por muito tempo.

-Me descupe... -Jungkook falou baixinho no ouvido de Park, que confirmou com a cabeça em resposta- Esqueça isso... -disse no mesmo tom de antes começando a fazer um cafuné calmo na cabeça do menor, que em minutos ja estava dormindo-

[...]

Jimin quando acordou, ja estava na casa de Jeon, deitado na grande cama qual se virou procurando por Jungkook e falhando, suspirando pesado.

Se levantou e saiu do quarto sem antes olhar o relógio: 17:22 p.d.. Pelo que percebou, tinham saído mais cedo naquela dia.

Caminhou em passos lentos e alguns pisando em falso até o escritório no final do corrdor vazio, porém bem iluminado. Tocou a massaneta a girando e abrindo a porta rústica do lugar. Olhou ao redor do cômodo e viu Jungkook de costas para si na varando d local, andou até o mesmo que se encontrava sem camisa e o abraçou por trás, Jeon levou um pequeno susto mas logo percbeou que era o morno de mãozinhas pequenas quem o abraçava.

-Talvez eu esteja te amando Jeon... -Jimin falou baixo, mas em um tom que fosse possível de Jeon lhe ouvir, suspirou feliz por ter confessado logo tudo aquilo e apertou mais Jeon contra seu corpo-

E fechando os olhos, Jimin conseguiu ouvir seu coração bater mais rápido, e exalou o perfume de Jeon, qual o acalmava.


Notas Finais


Aí cara, tem um olho na minha lágrima pra esse final ;^;

Demorou mas eu terminei :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...