1. Spirit Fanfics >
  2. Tão quente! Jikook (18 anos) >
  3. Bônus

História Tão quente! Jikook (18 anos) - Capítulo 31


Escrita por:


Notas do Autor


A alguns dias atrás respondi alguns comentários falando que naquele dia iria postar o bônus, então meio que eu não postei naquele dia pq eu estava escrevendo mas aí o negócio apagou tudo e eu simplesmente desanimei, então escrevi hoje de novo e resolvi postar, é isso!!

Capítulo 31 - Bônus


Tinha acabado de terminar mais um dia na empresa, e para variar estava exausto. Se dependesse de mim eu teria ficado em casa nesse dia frio e chuviso, nada seria melhor do que ficar abraçado com Jimin em quanto dormíamos quietinhos na cama em baixo dos cobertores. Mas não, eu acabei tendo uma reunião e tendo que vir para a empresa.

Hoje faz exatamente 7 meses que eu e Jimin estamos juntos, e é realmente incrível chegar em casa cansado e ver aquele baixinho vindo me abraçar todo alegre sempre querendo ao máximo me deixar feliz.

E como sempre, ele consegue!

Jimin não trabalha mais na empresa, eu sempre soube que não era aquilo que ele queria e com a maior certeza não ia deixá-lo lá mesmo sabendo que não era aquilo que ele gostava. Ele começou a fazer faculdade de dança e eu estou realmente feliz em ver ele se esforçando em fazer algo que ele realmente goste, ao invés de ficar na empresa preso, sendo obrigado a fazer coisas completamente diferentes.

Já marcavam 22:00, e Jimin devia estar preocupado, naquele período de tempo parecia que eu tinha o decorado por completo, mas ainda assim, sempre faltava alguma coisa, sempre alguma coisa nova e boa.

Saí da empresa com pressa querendo chegar o mais rápido que conseguir em casa. Tínhamos decidido morar em um apartamento da cidade, e Park agora tinha um gatinho para lhe fazer companhia. Era adorável ver ele com Mint.

Depois de longos 15 minutos dirigindo, finalmente cheguei no apartamento, depois de falar com o porteiro e estacionar o carro, fui logo entrando dentro do prédio azul, chamando o elevador.

Quando abriu entrei e logo depois uma mulher. Mulher que por um acaso era nossa vizinha, e que também ficava meio que dando em cima da mim, igual Jimin dizia.

Cliquei no botão 14, e peguei meu celular no bolso assim que ele vibrou, notando ser uma mensagem de Jimin.



~Mochi🐥💛                                                 Porque está demorando                                     tanto? :(

Já estou chegando!

                                                                         Vem logo, tenho uma surpresa!

Deixa eu adivinhar,

Tem a ver com SX?

                                                                         Você só pensa isso de mim? :(



Sorri soprado.

-Traindo o Jimin? -a mulher perguntou, mas que demora desse elevador, parece que vai chegar nunca?!-

-Estou falando exatamente com ele! -respondeu meio seco-

-Se fosse traição, diria que existe coisa melhor do que qualquer outra pessoa que esteja ficando -amulher falou e Jeon a encarou vendo ele sorrir sínica-

-Você que não seria! -falou debochado-, olhando para o painel onde indicava em qual andar estava, e para sua tristeza, ainda estava no nono-

-Você não sabe oque está perdendo Jeon, -a mulher se aproximou um pouco- eu sou melhor do que aquele viadinho que você chama de noivo.

-Saiba que só pelo o seu jeito, -começou enquanto ainda encarava o painel, vendo ele dessa vez marcar o número onze- você não chega nem ao pés desse "viadinho" -fez aspas com os dedos e clicou do número 12 dos botões-

Não aguentando mais ficar alí, saiu assim que a porta de metal se abriu, preferia mil vezes ir de escada que ficar no mesmo lugar que aquela mulher.

Subiu as escadas correndo, tanto que quando chegou do décimo quarto andar estava ofegante. Procurou a chave em seu bolso e a pegando, mas vendo que na verdade a porta estava aberta.

-Parece que é o momento em que você descobre a traição! -ouviu a voz da mulher novamente, e bufou já tendo uma ideia a do que faria-

-Boa sorte para dormir hoje -Jeon falou abrindo a porta- Porque vai escutar muitos gemidos! -e bateu a porta estressado- Hum!

-Vai me contar o que aconteceu? -ouviu a voz de Jimin e se virou, ficando um pouco assustado ao ver o mesmo com apenas uma camiseta sua, nem parecia estar de cueca-

-A vizinha, -Jeon falou revirando os olhos, se aproximou de Park e segurou em sua cintura se aproximando de seu ouvido- Que tal fazermos ela se arrepender do que disse? -perguntou para o baixinho enquanto apertava firme a sua cintura, percebeu o garoto se tremer um pouco. Jimin seria as pernas bambas com apenas uma frase-

-Pode me dizer como pretende fazer isso? -falou enquanto rodeava o pescoço do maior com as mãos-

-Se um jeito bem prazeroso! -atacou os lábios do baixinho, que não demorou em corresponde rna mesma profundidade, as línguas se encontravam em uma dança sensual-

Jeon segurou as coxas de Jimin o insentivando a circular suas penas em volta de seu quadril, e foi isso que o outro fez, deu um pulinho e circulou, deixando os corpos mais próximos.

Guiou-os até o quarto onde deitou Jimin, o ar fez falta mas Jeon continuou os beijos, desta vez indo até a buchecha, clavícula e logo depois o pescoço, onde começou a deixar chupões e mordidas arrancando arfares do menor.

Segurou na barra da camisa que Jimin usava, a única peça de roupa.

-Você disse que tinha uma surpresa -Jeon falou se lembrando das mensagens, e finalmente tirou a camisa-

-Deixa para outra hora, só continua isso! -falou ofegante, poderia ser simples toques, mas que deixavam Jimin devastado daquele jeito-

Levou sua boca até um dos mailos de Jimin, e os chupou enquanto apertava com a ponta dos dedos o outro, e fez vice e versa, ouvindo gemidos contínuos de Jimin.

-Eu não quero deixar ela dormir essa noite -Jeon falou depositando beijos na barriga de Jimin, indo cada vez mais para baixo- então tem que me ajudar, e para isso, terá que gemer -apertou a coxa direita de Jimin enquanto deixava um chupão na outra- gemer bem alto! -sorriu olhando para o pênis de Jimin, este que jorrava pré-goso-

Colocou o pênis de Jimin em sua boca e o menor gemeu, gemeu alto assim como ele tinha pedido. Mas não foi forçado! Foi por surpresa, não esperava que  Jeon fosse colocar tudo de uma vez.

-Porra... -falou entre gemidos enquanto o maior ia e vinha com a cabeça, engolindo Jimin-

Quando sentiu que o outro ia gozar, tirou o pau do outro de dentro da sua boca e foi sua vez de se despir. 

Tirou a camisa de botões e a gravata, as deixando do lado da cama. Tirou os sapatos e as meias, e quando ia desafivelar seu cinto, foi barrado pelas mãos de Jimin, que foi quem realmente desafivelou e abaixou a calça do mais velho, encarou a cueca do outro, o membro marcado por ela. Apertou de leve vendo Jeon tombar a cabeça para o lado.

Abaixou a cueca, e o membro do outro saiu da cueca. Jimin o segurou e começou a ir e vir com sua mão, fazendo uma massagem bem obcena no mais velho que gemeu arrastado.

-Caralho, Park! 

Jimin sorriu safado, não pagaria um boquete agora só porque estava com pressa.

-Vamos logo com isso! -Jimin falou manhoso, mas ainda assim, não parava com os movimentos que fazia no membro do outro-

Jeon segurou nos ombros de Park, o jogando na cama e ficando por cima, não demorando em atacar os lábios do outro. As línguas de mexiam uma na outra afoitas, querendo cada vez mais contato.

Digitou nas coxas de Jimin, o fazendo circular suas pernas em volta de sua cintura acabando por pincelar sua cabecinha na entrada rosada do mais novo que gemeu manhoso.

Aproximou mais os corpos e penetrou Jimin enquanto revirava os olhos e ouvia os arfares do menino a baixo de si.

Os movimentos de vai e vem logo se iniciaram, e no quarto, os gemidos de ambos já estavam presentes junto ao barulho dos corpos se chocando.

Oque antes tinha começado de vagar, agora estava cada vez mais rápido.

-Awn! -Jimin gemeu ao ser acertado no seu pontinho, oque fez com que Jeon começasse a ir mais fundo alí, fazendo consequentemente o mais novo gemer, gemer cada vez mais alto do jeito que tinha pedido-

Jeon começou a estimular o membro do companheiro ao mesmo tempo das estocadas que eram investidas no interior do garoto.

Amobos corpos quentes e suados.

Se sentiam cada vez mais perto de seus ápices, e quando este chegou, saiu em jatos fortes, fazendo ambos caírem suados na cama -Jeongguk tinha se jogado ao lado de Jimin-.

-Eu ainda quero saber qual era a surpresa! -Jeon falou sorrindo de lado-

-Agora isso fica pra amanhã! -se virou para Jungkook o abraçando, naquele momento só queriam dormir e nada mais-

E foi isso que fizeram. E oque mais esperavam naquele momento, era ouvir uma reclamação da vizinha por conta do barulho!


Notas Finais


E esse é realmente o fim!!

Obrigada por tudo, amo vocês!!💛


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...