História Tão sem nexo quanto a fachada da tua casa


Escrita por:


Sinopse:
Se até galáxias podem morrer, imagina um mundo tão pequeno como o nosso.

[sugamon]
Destacado em 08/01/2018 por metaphysical
A saudade de algo que um dia já esteve em nossas vidas é definida pelos fragmentos daquilo que restou em nossa alma. Em “Tão sem nexo quanto a fachada da tua casa” tropeçamos na troca de partículas que ali restaram e em saudades sobre aquilo que já caminhou por cada estilhaço de sentimentos trocados, mesmo que estes agora já tenham desbotado e desaparecido.

As palavras utilizadas na história nos trazem a sensação de suavidade sobre algo que não possui denominação, envolvendo-nos na perspectiva que o personagem apresenta em relação a alguém que já esteve em sua vida. Com a delicadeza das descrições, mergulhamos na leitura e nos transformamos em observadores de uma história já findada e sobre sentimentos agora inexistentes, mas que deixaram rastros através de lembranças de um passado que se mantém em algum lugar na mente daqueles que o viveram.

Por esses motivos, “Tão sem nexo quanto a fachada da tua casa” é o destaque da semana. Espero que aqui possam nadar no mar de sensações que dispensam explicações sobre o seu motivo para existir, assim como eu pude.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 25.812
Favoritos 6.225
Comentários 344
Listas de Leitura 1.425
Palavras 600
Terminada Sim
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Namgi, Sugamon

Fanfic / Fanfiction Tão sem nexo quanto a fachada da tua casa
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Slash, Universo Alternativo

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Mas tão sincero quanto aqueles segredos de madrugada
344
25.812
600

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

O autor dessa História ainda não destacou nenhum comentário.