História Tarde demais - EduJon (Oneshot) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Hello pessoas!
Como vão?
Mais uma oneshot e... é de EduJon!!
Cara, eu nunca abordei esse shipp em nenhuma fanfic e agora estou fazendo uma SÓ PRA ELE?!
Nada contra, também shippo. Só é estranho.
Fora isso...


Boa leitura~

Capítulo 1 - Capítulo Único


 

Eduardo

 

 

Eu não escutava nada.

Eu não falava nada.

Eu não conseguia fazer nada.

 

Ele estava lá, morto.

E eu estava aqui, chorando.

 

Lembro de quando éramos crianças, onde tudo era mais fácil.

Onde tudo era cor de rosa.

Onde tudo era perfeito.

 

Era.

 

Agora tudo é escuridão.

Não vejo mais saída de minha depressão.

Pois é, minha máscara de durão está caindo.

Também sinto que estou afundando;

Num buraco sem fim.

 

Onde está você para me salvar?

Onde está você para me reerguer?

Ah é mesmo, você não está mais aqui.

Você me abandonou!

 

Não.

 

Eu o abandonei.

Muito antes de tudo isso acontecer.

Perdi minha sanidade e descontei em você.

 

Desculpa.

 

Bom, creio que essa palavra não muda nada.

Palavras machucam.

Palavras curam.

 

Mas não revivem pessoas.

 

Pedir desculpa não vai mudar nada!

Nada, nada, nada!

Por que ainda insisto?

Por que eu ainda tenho esperança nisso?

Por que ainda penso que você vai voltar?

São perguntas tão simples... mas com respostas tão complicadas.

 

Pedir desculpa não adianta mais.

Eu devia ter dito isso quando eu gritei com você.

Quando eu fui um hipócrita idiota com você.

Me desculpa por ter sido tão cruel com você.

Me perdoa por ter me apaixonado por você.

 

Eu tinha medo de me separar de você.

Sabia que aquilo era errado.

Mas ignorei.

Ignorei e acabei te perdendo para sempre.

 

Eu sei que não adianta lamentar.

Eu sei que não adianta mais chorar.

Isso não muda nada!

Eu sei disso! Mas continuo insistindo; insistindo em algo que eu sei que não vai para frente, que não tem futuro.

 

É isso que eu odeio.

Não conseguir seguir em frente.

Não conseguir esquecer esse dia.

Não conseguir esquecer você.

 

Você me assombra.

Você é minha assombração.

Mas não é ruim.

É boa; a melhor!

Mas não dei valor.

Ao envés disso, eu desvalorizei.

Eu fui covarde o suficiente para isso.

E me culpo por isso.

 

Mas não adianta mais chorar, como disse antes.

Eu repito isso para mim toda hora, mas continuo a ser fraco.

Fraco, fraco, fraco!

Aposto que ele iria me consolar agora.

Falando: "não fique assim, Eduardo!", "Você não é fraco!" ou algo parecido.

Queria ter ele aqui agora.

Embora fosse irritante ouvir ele falando essas coisas, a voz dele me tranquilizava. Me fazia esquecer esses pensamentos.

 

Porém ele não está aqui para fazer isso.

Nunca mais vai estar.

 

O Céu é muito longe da Terra.

 

 

E é tarde demais para lamentar por isso.


Notas Finais


Parabéns, você chegou ao final!
Gente, eu sei que isso aqui tá uma merda, desculpa.
Eu queria tentar fazer uma fic desse jeito, mais poética.
Não sei se ficou bom, deixem sua opinião nos comentários ;-;.


Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...