1. Spirit Fanfics >
  2. Tarde demais para amar >
  3. Saudade [Cap extra, lemon]

História Tarde demais para amar - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


[⚠️Alerta de spoiler da 3 temporada se não falha a memória]

Boa leitura ;)

Capítulo 2 - Saudade [Cap extra, lemon]


Fanfic / Fanfiction Tarde demais para amar - Capítulo 2 - Saudade [Cap extra, lemon]

Nessa história eles estão no castelo [Contém spoiler, da temporada 3 se não me falha a memória]

Narradora:

Para matar a saudade depois de Keith voltar da Espada de marmora, ele e Lance decidiram passar a noite juntos.

Depois de tantos decáfits era o mínimo que poderiam fazer para preencher o vazio no peito dos paladinos, no momento eles estavam deitados na cama abraçados decidindo quem tomaria banho primeiro já que estava muito frio e a preguiça falava alto - Vai lá Keith você merece um banho depois de passar tanto tempo em cima de uma baleia gigante- Keith bufou cansado de discutir com o maior- tá bem, separa minhas roupas logo porque não quero passar frio- ele murmurou já se levantando, Lance sorriu e o garoto galra entrou no banheiro para tomar logo aquele maldito banho

( nota: aaaah já to começando a ficar com vergonha disso)

Pov’s Lance:

“Ok parte 2 do plano matar saudade completo” pensei sorrindo, me levantei e peguei uma caixa escondida em meu guarda-roupa, a coloquei na frente da porta e voltei para cama esperando ele terminar o banho, quando ouvi o chuveiro desligar ele abriu uma fresta da porta provavelmente para pegar sua roupa e olhou a caixa confuso mas mesmo assim a pegou, sorri largo já ansioso pela reação dele quando a abrisse 

Pov’s Keith:

Acabei meu banho rápidamente e abri a porta para pegar minhas roupas, vi uma caixa no lugar e peguei, “ talvez as roupas sejam novas” pensei sorrindo, coloquei a caixa em cima da pia e a abri - QUE MERDA É ESSA LANCE?!- só pude ouvir uma risada abafada, respirei fundo, dentro da caixa tinham várias coisas que não fasso ideia de como ele comprou, havia uma roupas de líder de torcida com uma calcinha junto, e vários “brinquedos” também. - Você acha que vou vestir aquilo?!- perguntei saindo no banheiro, - por favor vai amor, é pra matar a saudade!- ele disse com cara de cachorro abandonado, bufei revirando os olhos, - depois quero saber onde conseguiu isso- murmurei e entrei no banheiro novamente, olhei aquelas roupas por um momento e vesti de uma vez, - que merda- murmurei antes de sair abaixado a saia

Pov’s Lance:

Quando Keirh voltou ao banheiro para se vestir quase gritei de alegria, esperei ansioso com o coração quase saindo pela boca, ouvi o destrancar da porta e Keith saindo em seguida, abri a boca surpreso - ok, vou tirar essa merda- ele disse dando meia volta, me levantei rápido e segurei seu pulso- qual é... vamos aproveitar esse visual- disse em seu ouvido segurando a mão que abaixava sua saia - você ficou perfeito assim- sorri segurando sua cintura recebendo um arfar como resposta, beijei seu pescoço e levei a mão para sua coxa, esfreguei meu membro já ereto em suas nádegas, - Vamos testar aqueles brinquedos?- sussurrei em seguida mordendo seu lóbulo, ele assentiu timidamente, lhe soltei e peguei a caixa, olhei dentro pensando no que usaria primeiro, peguei uma algema, lubrificante e um vibrador, o olhei e sorri - deita na cama- falei e ele assim fez, algemei suas mãos na cabeceira, - infelizmente vamos ter que tirar essa roupa - disse abaixando sua saia lentamente e me deparando com uma renda preta - Oh Deus, você também colocou a calcinha?!- disse sorrindo, ele apenas revirou o rosto corado, apreciei a visão por alguns segundos- pode abrir as pernas para mim baby?- sussurrei em tom sedutor, ele obedeceu mesmo hesitante, beijei sua coxa esquerda deixando uma marca, abaixei a peça rendada e peguei o lubrificante, passei em 2 dedos - vou colocar os dedos em você, avise se doer- disse e introduzi um dígito, Keith gemeu de desconforto - já vai passar- disse movendo devagar - a-ah! Para isso dói!- ele disse choramingando- se eu parar você não vai se acostumar, mexi o dedo devagar e beijei as lágrimas em sua bochecha, em seguida comecei um beijo quente mas lento sem parar os movimentos de meu dedo, nossas línguas lutavam por espaço e o beijo começava a ter mais desejo, Keith se separou ofegante - Pode... pode ir mais rápido- ele disse vermelho- pode deixar- sorri e adicionei outro dedo e fiz movimentos de tesoura para alargar sua entrada, estava me controlando para não penetra-lo logo, queria brincar um pouco antes, levantei sua blusa e coloquei em sua boca para mantê-la levantada e evitar gemidos muito altos, comecei a morder seu mamilo rijo em quanto aumentava o ritmo dos meus dedos, Keith estremeceu soltando um gemido abafado pela blusa, usei a mão livre para apertar seu outro botão, quando ele já não sentia mais nenhum incômodo tirei os dedos e me afastei, ele me olhou confuso pela minha interrupção, sorri - vamos testar o primeiro brinquedo- disse pegando o vibrador e melando com lubrificante, abri mais suas pernas - vou começar a colocar - avisei e comecei a enfiar devagar

Pov’s Keith:

 Estava tudo incrível, nunca me senti tão bem e minha mente estava nublada pelo prazer

Quando Lance começou a colocar o vibrador senti desconforto e prazer ao mesmo tempo, revirei os olhos gemendo e arqueei as costas, quando ele havia colocado tudo dentro, apertou um botão que fez o brinquedo vibrar, gemi tirando a blusa incomoda da boca - Ah, i-isso é bom...- murmurei entre gemidos, Lance ficou me olhando com luxúria nos olhos, ele apertou o botão novamente aumentando a potência, mordi os lábios arfando e fechei os olhos, não pensava em mais nada, apenas queria sentir Lance dentro de mim rápido e forte, - Lance eu preciso de você- disse o olhando ofegante, ele sorriu ladino e começou a se despir, olhei seu membro rijo quase babando com tal visão, ele se aproximou de meu rosto e segurou meus cabelos com a intenção de pedir para chupa-lo, lambi sua glande e em seguida coloquei tudo que aguentava na boca, lutando para não engasgar, fiz movimentos de vai e vem dando alguns chupões as vezes, como resposta ouvi seus gemidos e arfares. Ele aumentou a potência do vibrador para a mais forte, gemi abafado arqueando as costas, continuei chupando e logo ele gozou em minha boca, engoli tudo e lambi os lábios, o olhei - Lance, eu preciso de você... P-por favor- súpliquei o olhando, - como quiser baby- ele disse sorrindo, tirou o brinquedo de minha entrada e se posicionou entre minhas pernas, segurou minha cintura e me olhou 

Pov’s Lance:

- eu vou entrar - avisei, precionei meu membro em sua entrada e comecei a colocar devagar, - Deus, você é tão apertado Baby, que bom garoto você é, me recebendo tão bem assim- murmurei e terminei de colocar tudo, Keith rebolou contra meu membro e eu sorri, comecei a me mover rápido arrancando um gemido de menor, peguei seu membro e o masturbei rápido no mesmo ritmo das estocadas, Keith logo gemeu mais alto e arqueou as costas - acerta aí de novo!- ele pediu entre seus gemidos, dei estocadas fundas em seu ponto “G” sentindo seu interior me apertar mostrando que ele estava chegando em seu limite - Ah keith! quer que eu goze dentro de você baby?- disse rouco de prazer, ele gemeu chegando ao seu ápice, eu estoquei mais um pouco até gozar dentro dele, me imundando em uma onda enorme de prazer, me deitei ao seu lado ofegante e o beijei com ternura, quando nos separamos ele me olhou- pode me soltar agora?- ele perguntou se referindo as algemas, sorri e peguei a chave e o soltei, ele me abraçou, cobri nos dois e acariciei seus cabelos até cairmos no sono

Parece que o plano de matar a saudade foi um sucesso


Notas Finais


E foi isso, gostei de escrever e espero que tenham gostado de ler
Me desculpem qualquer erro ortográfico, e aceito opniões construtivas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...