História Taste - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias SHINee
Personagens Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, KiBum "Key" Kim, Minho Choi, Personagens Originais, Taemin Lee
Tags 2min, Angst, Bdsm, Drama, Instagram, Jongkey, Jongtae, Jongyu, Lemon, Minkey, Onew, Onewcentric, Onho, Ontae, Shinee, Taekey, Taemin, Texting, Yaoi
Visualizações 85
Palavras 3.224
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, pessoinhas <333

Estão gostando da frequência que estou atualizando? Assim consigo postar capítulos maiores, mas se preferirem que eu volte a escrever menos, mas postar mais frequentemente, podem dizer também <3

Estamos quase chegando na qual estou chamando de fase 2 da fanfic, espero que estejam preparados haha

Sugiro que leiam o capítulo lendo Don't Recall do K.A.R.D (sim, de novo, já disse, é um dos hinos dessa história haha)

Avisos do capítulo: menção à BDSM

Sem mais delongas, espero que gostem de mais um capítulo de TASTE ☆

Capítulo 18 - Grey


Jinki parou praticamente no meio do quarto, respirando fundo e sentindo um pequeno sorriso se formar em seu rosto. 

 

taeminlilstar 

oi... desculpa ter te tratado daquele jeito, você só estava preocupado e eu fui grosso sem necessidade 

não precisa se preocupar, era isso que eu devia ter dito 

e que eu aprecio você 

espero que esteja tudo bem entre nós 

 

O ruivo olhou para a porta do quarto, mordendo o lábio inferior enquanto decidia o que fazer. De certa forma, parecia errado conversar com Taemin enquanto ia para uma masmorra. Não que ele devesse algo pro garoto ou que se masturbar pensando em seu rosto não fosse tão ruim quanto, mas de repente a necessidade de dominar alguém foi diminuindo, dando lugar a vontade de acertar as coisas com o mais novo e poder voltar a sentir que eles podiam dar certo como amigos. 

Ele riu consigo mesmo enquanto tirava a jaqueta e jogava no canto do quarto, negando com a cabeça ao ver Kibum erguer uma sobrancelha em sua direção. 

“Mudei de ideia.” Ele deu ombros, terminando de tirar a roupa e colocando seu pijama novamente. O mais velho viu Minho e Kibum trocarem um olhar que não conseguiu decifrar e decidiu apenas focar no que precisava de sua atenção no momento. 

Sentando-se na cama, Jinki abriu novamente a conversa, a relendo antes de digitar e enviar uma resposta. Ele tentou não deixar o lado romântico de seus sentimentos escaparem, o que provavelmente só ia piorar as coisas. 

 

onewlikeschicken 

Se depender de mim, só uma coisa muito absurda estragaria as coisas entre a gente 

Eu não tinha direito de dizer as coisas que disse, praticamente acusei seu namorado de ser um Dominador ruim, que não se importa com seu consentimento e isso foi muito insensato de minha parte 

Só porque tenho muita experiência em BDSM não quer dizer que posso ditar o certo e o errado 

Cada relacionamento é um relacionamento 

Desculpa 

taeminlilstar 

não se desculpe!!!! não fez nada de errado 

o modo como eu falei deu a entender que ele estava me obrigando a cortar laços 

só o fato de você ter respeitado minha vontade de não falar sobre isso, mostrou que você realmente se importa comigo  

você sempre me trata tão bem e com você eu sinto que eu sou realmente as coisas incríveis que diz 

eu não achei que acharia alguém tão real na internet 

só queria te agradecer por ser assim 

não quero que vá embora  

onewlikeschicken 

Não pense nisso agora, ainda temos muito tempo pela frente 

taeminlilstar 

<3 

o que vocês vão fazer esta noite? 

 

Jinki se perguntou se devia dizer sobre seus planos cancelados ou se Taemin se sentiria desconfortável falando de BDSM com alguém que não fosse Hwan. Ele se lembrou da época que omitiu estar em Seoul para o garoto e decidiu que uma amizade devia ser baseada em sinceridade. E talvez Taemin pudesse te dar sugestões de masmorras na cidade, o que seria melhor do que só se basear em informações da internet. 

 

onewlikeschicken 

Eu tinha pensando em ir pra masmorra, mas desisti 

Minho e Kibum estão assistindo alguma coisa no computador 

E você e Jonghyun? 

taeminlilstar 

oh! por que desistiu? seoul tem ótimos lugares para quem gosta de bdsm

jonghyun está jogando no video-game do hwan e eu estou deitado conversando com você 

onewlikeschicken 

eu encontrei algo melhor pra fazer 

taeminlilstar 

falar comigo é melhor do que ir numa masmorra? 

onewlikeschicken 

muito melhor 

taeminlilstar 

estou lisonjeado 

eu também preferiria ficar em casa falando com você <3 

 

O ruivo bateu o celular na testa, se detestando por estar claramente flertando com alguém comprometido. Ele sabia que o mais novo estava inocentemente sendo gentil com ele enquanto seu coração batia forte no peito, seu corpo desejando intensamente que o garoto estivesse retribuindo suas investidas, que ele estivesse considerando trair Hwan por não conseguir resistir à Jinki. Isso era tão fodido. 

 

onewlikeschicken 

Eu não valho tanto a pena 

taeminlikeschicken 

completamente errado 

mas como sei que não vou conseguir te convencer disso vamos pra um assunto que podemos ter consenso 

eu e jjong estamos livres amanhã, deveriam vir aqui 

onewlikeschicken 

Hwan não se importaria?  

taeminlilstar 

ele não me proíbe de ter visitas, onew haha 

contanto que não quebrem os vasos caros dele, está tudo bem 

 

Jinki ficou pensativo, não sabendo se era uma boa ideia. Talvez quando Hwan descobrisse que um Dominante que ele não conhecia bem havia ido em sua casa e passado tempo com seu submisso, ele não ficasse com contente e castigasse Taemin. E essa era a última coisa que Jinki queria. 

Ele mordeu o lábio inferior e acenou em direção aos amigos, chamando a atenção deles. Minho tirou o fone, fazendo com que o de Kibum também caísse de sua orelha.  

“Taemin nos chamou para irmos à casa dele... Sei que estamos passando tempo demais com eles e se não quiserem ir eu entendo, podemos fazer um programa só nós três e...” Jinki balbuciou, parte de si torcendo para os amigos não quererem ir.  

A verdade era que ele não estava pronto para ver como a vida de Taemin estava completamente entrelaçada à de Hwan. O garoto o havia dito que eles moravam juntos há três anos e entrar no lar deles, na casa que eles haviam escolhido compartilhar... Seria um tapa de realidade que ele não sabia como iria receber. 

“Ele deve morar naqueles apartamentos de gente rica, sempre quis entrar em um.” Kibum disse animado, assentindo e Jinki simpatizou com a expressão que Minho fez, mostrando seu descontentamento. 

“Só fala logo que quer ver Jonghyun de novo, nós já sabemos da sua quedinha.” O moreno disse desanimado, rolando os olhos e descendo da cama do loiro, se jogando em sua própria. Ele olhou para Jinki e deu ombros. “Se quer ir, vamos. Estamos aqui por você, esqueceu?” 

“Não esqueci.” O ruivo falou com um tom doce, querendo deixar claro que apreciava o fato de os amigos terem vindo com ele até Seoul. “Mas também sabem que quero que se divirtam, por isso pedi para que viessem comigo.” 

“Mesmo não sendo o motivo real do Kibum querer ir lá, eu queria ver como os ricos moram.” Minho sorriu de lado, mostrando pro mais velho que realmente não achava ruim a ideia de visitar Taemin. 

“Você só está com inveja que eu achei alguém bonito e inteligente em Seoul enquanto você só fica sendo rabugento.” O loiro rolou os olhos, esticando a perna para empurrar o moreno com o pé. 

Jinki viu o rosto de Minho perder o sorriso, seus olhos desfocando por alguns instantes. Ele lembrou que o loiro não sabia dos sentimentos do mais alto, então não o culpou por sua falta de sensibilidade, mas o mais velho não deixou de olhar feio para Kibum que franziu o cenho, confuso. 

“Isso era pra ser uma viagem de amigos. Taemin é amigo do Jinki, já você e Jonghyun parecem não estar trilhando um caminho muito platônico.” Minho falou se sentando e olhando para o loiro que ergueu uma sobrancelha, cruzando os braços. 

“E qual o problema?” Ele riu, parecendo inconformado. “Jinki tem uma queda maior que a do Niagara Fall pelo Taemin e você não reclama.” 

“A diferença é que eu sei que ele não vai tentar nada com alguém comprometido.” O moreno rolou os olhos, negando com a cabeça e então focando seu olhar no loiro que pareceu ficar desconfortável e se ajeitou na cama. 

“Quer que eu diga que não vou tentar nada com o Jonghyun? Isso é tão infantil.” Kibum disse debochado e olhou para Jinki como se esperasse ajuda. “Eu e ele somos solteiros, por que eu não devia tentar algo se eu realmente me sinto atraído por ele?” 

Minho abriu e fechou a boca e Jinki viu o modo como ele respirou fundo ao ouvir o loiro admitir que tinha atração pelo fotógrafo. Naquele momento o mais velho deu tudo de si para não ir abraçar o moreno e acabar deixando claro para Kibum o porquê de Minho se afetar tanto com seu interesse por Jonghyun. 

“Faça o que quiser.” O moreno deu ombros, se deitando de costas para o outro, um sinal de que não queria continuar a conversa. 

O loiro voltar a olhar pra Jinki, como se o mais velho fosse ficar ao seu lado. Se ele não soubesse como Minho estava se machucando naquele momento, talvez ele ficasse, mas como sabia, só conseguia ter empatia por ele. O ruivo deu ombros e sorriu triste para Kibum que desceu o olhar para o moreno, parecendo chateado. 

Jinki decidiu que não iria se meter, sabendo que era a vontade de Minho. Ele voltou sua atenção para o celular, pensando em recusar o convite do mais novo, mas viu que o mesmo havia lhe enviado um vídeo. 

Ele começou a assistir, não conseguindo evitar o sorriso bobo que se formou em seus lábios tanto pelo conteúdo do vídeo quanto pela mensagem que Taemin havia enviado junto. 

 

taeminlilstar 

[vídeo] 

se não vier, vai perder uma tarde inteira disso aqui 

 

No vídeo o mais novo dançava As If It’s Your Last do grupo Blackpink, parecendo estar se divertindo como nunca. Taemin ria quando errava alguma coisa e sorria doce nas partes mais suaves da música, sua expressão mudando para uma mais confiante ao que a parte de Lisa chegou, acertando os passos sem dificuldade e sorrindo no final.  

 

 

“Ele disse que ia encontrar a gente aqui, certo?” Minho perguntou, bocejando e parecendo não ter dormido bem à noite. Jinki se sentiu um péssimo hyung por estar fazendo o mais novo ir em um lugar que ele não parecia estar muito contente em ir, mesmo que dissesse o contrário. O moreno segurava o vaso com flores que dariam para Taemin como presente por tê-los convidado para visitar sua casa. 

“Sim. Ele já deve estar chegando.” O ruivo assentiu, colocando as mãos no bolso de sua jaqueta e olhando para os lados, buscando o rosto do de cabelos azuis. 

Kibum estava digitando em seu celular, não parecendo estar irritado com a noite anterior, mas também não se esforçando para manter uma conversa longa com Minho. Jinki se pegou perguntando se tinha feito certo em ter vindo para Seoul.  

Ele olhou para o fim da rua e sorriu abertamente, vendo Taemin quase correndo em sua direção, como se tivesse respondendo sua pergunta. Minho preparou um sorriso para receber o mais novo e Kibum guardou o aparelho telefônico, fazendo o mesmo. 

“Desculpa o atraso! Estava ajudando Jonghyun a arrumar a casa.” O mais novo disse um pouco ofegante, sorrindo abertamente para os três e então se curvando, os cumprimentando antes de abraçar Jinki com força e rindo baixo antes de sussurrar: “Pelo abraço que não demos ontem.” 

Jinki sentiu o corpo esquentar, saber que Taemin também havia pensado sobre a despedida impessoal do dia anterior o alegrando. Ele depositou um beijo na lateral da cabeça do mais novo, sorrindo docemente pra ele ao que se separaram. 

“Vamos, temos que aproveitar essa tarde ao máximo!” O mais novo disse animado, passando um braço pelo de Jinki, o rosto parecendo estar iluminado. Kibum olhou os braços unidos dos dois e sorriu consigo mesmo, tentando trocar um olhar com Minho, mas falhando ao que o moreno manteve seu olhar focado à sua frente. 

Como o de cabelos azuis havia marcado de encontrá-los no meio do caminho para poder guiá-los até sua residência, chegar até a casa dele não demorou. Ele passou o percurso inteiro comentando sobre coisas que havia acontecido em seu tempo morando no bairro, Jinki o escutando atentamente e rindo de algumas situações. 

“Chegamos!” Taemin exclamou, parando na frente do portão de um prédio que tinha tantos andares que os amigos tiveram que tombar a cabeça para trás para poder olhar melhor. “Vocês trouxeram os documentos, certo? Vão pedir para se identificarem por questões de segurança.” 

Jinki assentiu e logo o portão estava sendo aberto para eles. Os amigos seguiram até o local necessário para poderem entrar no prédio e logo estavam entrando no elevador com um Taemin sorridente. 

O ruivo não conseguiu deixar de sorrir ao sentir o ombro do mais novo pressionado contra o dele mesmo tendo espaço o suficiente para ficarem longe um do outro. Era quase como se o de cabelos azuis quisesse estar o tempo inteiro em contato com ele e isso fazia o coração de Jinki parecer flutuar. 

“Não me diz que você mora no último andar!” Kibum reclamou, observando os números aumentarem cada vez que o elevador estava mais próximo do topo do prédio. 

“Não, pode ficar tranquilo.” O mais novo riu, escondendo a boca com a mão e negando com a cabeça. “Já estamos chegando.” 

Logo as portas se abriram e Taemin indicou que era onde deviam descer. Eles andaram até a porta do apartamento do mais novo e o mesmo usou sua chave para abrí-la.  

Deixando os sapatos na entrada, o garoto se virou para os amigos, os dando as boas vindas e dizendo para que se sentissem em casa.  

“Isso é pra você, para enfeitar seu lar.” Minho estendeu o vaso, sorrindo gentilmente para o menor que agradeceu, admirando as flores. 

“Obrigado! Vou colocá-las na varanda. Podem sentar se quiserem. Querem chá?” Taemin perguntou segurando o presente com delicadeza. 

“Aceitamos, muito obrigado.” Jinki respondeu, se sentando no sofá branco do rapaz e sendo acompanhado pelos amigos. 

“Já volto.” O mais novo logo sumiu por um dos corredores. 

“A sala dele é maior que meu apartamento.” Minho comentou baixo, arrancando risos dos amigos. “Esse sofá deve ser mais caro que meu carro.” 

“Não exagera.” Kibum o empurrou levemente pelos ombros e sorriu ao que o amigo o empurrou de volta. Jinki sentiu que eles estavam caminhando a normalidade de novo e se sentiu mais leve. 

“Espero que a casa esteja limpa o bastante. Taemin vai surtar se acharem algo desarrumado.” Jonghyun surgiu, os cumprimentando e parando na frente deles. “Ele quase não conseguiu escolher qual chá fazer.” 

“Ele está tentando ser um bom anfitrião, deixa ele.” Kibum brincou e se levantou, abraçando o menor. 

Minho pegou o celular e Jinki viu seu cenho franzir, seus dedos digitando algo com rapidez.  

“Está tudo bem?” O ruivo perguntou, chamando a atenção do moreno que assentiu, sorrindo de lado. 

“Só uns pequenos problemas com a agenda da emissora, mas já estou resolvendo.” Minho explicou, voltando a digitar. 

“Achei que estava de férias...” Jinki brincou, cutucando as costelas do mais alto que o chutou de leve. 

“Só estou dando um auxílio, shh.” O produtor se defendeu, terminando de fazer o que precisava no celular e o guardando. “Sua empresa não mandou nenhuma mensagem desesperada com algo?” 

“Ainda não, mas sei que no final do mês vão, é a época que mais trabalho.” O ruivo assentiu, rindo baixo e apoiando a cabeça no ombro do mais alto, observando Kibum e Jonghyun que já estavam ligando o videogame, parecendo estar discutindo sobre qual jogo escolher, sentando nos puffs que pareciam ter sido colocados ali justamente para quem fosse jogar. “Você está bem com...” Ele sussurrou, indicando a dupla com os olhos e viu o moreno dar ombros. 

“Depois falamos sobre isso. Você não sabe nem metade da história.” Minho sussurrou, apoiando a bochecha na cabeça de Jinki, o abraçando pelos ombros. “Ele não é o errado na história.” 

“Ele parece ser.” O ruivo murmurou e ouviu o amigo rir baixo. 

“Quando der, te explico melhor.” Ele disse um pouco mais alto. 

“Explica o que?” Os dois se assustaram ao ouvir a voz de Kibum, os olhando com suspeita, as sobrancelhas franzidas.  

“Minha empresa está precisando de ajuda e Jinki ficou curioso, aí eu disse que depois explico.” Minho mentiu com um sorriso. 

“Podem falar de trabalho sem sussurrar, somos todos viciados em trabalho por aqui.” Jonghyun disse rindo e então pareceu pensar em algo, se levantando e pegando a câmera que tinha deixado em um dos aparadores que tinha na sala. “Posso fotografar vocês? Estão parecendo tão confortáveis e eu amo registrar momentos assim.” 

“Fique à vontade.” Minho disse e Jinki concordou com ele, mas não conseguiu evitar ver o modo como Kibum continuava a olhar para eles, algo o incomodando. 

Jonghyun tirou a foto, sorrindo satisfeito ao ver o resultado. Minho soltou o mais velho, bagunçando seu cabelo enquanto se levantava e ia até Kibum, olhando qual jogo eles haviam escolhido. 

“Pode ir atrás do Taemin se quiser.” O menor falou com um sorriso no rosto, colocando a câmera no lugar que ela estava antes. “Ou pode jogar com a gente.” 

“Eu vou...” Jinki indicou o corredor pelo qual o mais novo havia seguido e viu Jonghyun rolar os olhos, mas sua expressão se manter leve. 

“Siga pelo corredor e depois vire à esquerda.” Ele informou, sentando ao lado de Kibum e Minho que discutiam qual console era melhor. 

O mais velho fez como foi indicado e logo estava na cozinha aonde um Taemin com expressão confusa encarava as cinco xícaras. 

“Precisa de ajuda?” Jinki perguntou, rindo ao ver o mais novo dar um pequeno pulo e olhar feio. “Desculpe.” 

“Não sei onde coloquei a bandeja que temos.” O mais novo fez um bico, olhando ao redor e batendo o pé no chão. “Eu usei ela esses dias!” 

“E onde deixou?” O ruivo perguntou, achando engraçado à personalidade meio explosiva do outro. 

“Não lembro... Eu trouxe para a cozinha e... Atrás do microondas!” Taemin exclamou, olhando para o eletrodoméstico e tirou o objeto de lá. “Hwan brigou comigo por não colocar no lugar certo e eu não arrumei...” 

O nome do mais velho fez Jinki engolir seco, sendo recordado de que aquela casa não era só do garoto, mas sim do casal. Ele parecia ter que ser lembrado disso muitas vezes e se sentiu mal por não conseguir ver o mais novo apenas como um amigo. 

“Vamos?” Taemin perguntou, tendo ajeitado as xícaras na bandeja e já carregando a mesma pela cozinha. Jinki assentiu o seguindo até a sala, onde Minho e Jonghyun jogavam Fifa um contra o outro enquanto Kibum ria quando algum deles fazia algo muito errado no jogo. “O chá está pronto.” 

Os amigos pausaram o jogo, se reunindo ao redor da mesa de centro e pegando cada um uma xícara. 

“Está muito bom, obrigado.” Kibum agradeceu, bebericando a bebida. 

“Por nada.” O mais novo respondeu, parecendo orgulhoso e bebeu o próprio chá. 

Assim que terminaram, Jonghyun e Minho voltaram a jogar, os outros três os observando e fazendo comentários quando necessário. Jinki estava rindo de Minho que parecia inconformado com o fato de Jonghyun ter marcado um gol quando sentiu dedos correndo por sua mão até se entrelaçarem nos seus.  

Ele olhou assustado para baixo, erguendo o olhar pro rosto de Taemin que sorria para ele, a cabeça encostada nas costas do sofá.  

“Obrigado por vir.” A voz do mais novo estava doce, assim como toda sua expressão enquanto seu polegar fazia pequenos circulos nas costas da mão de Jinki. 

O ruivo apenas assentiu, sua boca secando e seu coração parecendo querer fugir do peito. Naquele momento, sentado na casa que Taemin dividia com o namorado de cinco anos, rodeado por seus amigos e se sentindo completamente bem-vindo na vida do mais novo, Jinki não sabia mais dizer se seus sentimentos eram completamente não correspondidos e se não fossem, o quão complicado aquilo tudo se tornava. 

 


Notas Finais


Se gostou, não esqueça de favoritar e comentar! Um autor só realmente se anima com seu trabalho quando se tem uma avaliação sobre ele, tanto positiva quanto negativa! Não tenha medo de dizer o que pensou, críticas construtivas são bem vindas!

Até o próximo capítulo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...