História Taste - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias SHINee
Personagens Jinki Lee (Onew), Jonghyun Kim, KiBum "Key" Kim, Minho Choi, Personagens Originais, Taemin Lee
Tags 2min, Angst, Drama, Jongkey, Jongtae, Jongyu, Lemon, Minkey, Onew, Onewcentric, Onho, Ontae, Shinee, Taekey, Taemin, Texting, Yaoi
Visualizações 122
Palavras 3.202
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha quem está de volta com mais um capítulo eeeee

Já aviso que esse é um capítulo meio filler, mas necessário para o andamento da história!

Sugiro que escutem Tell Me What To Do dos reizinhos do kpop enquanto leem <33

Avisos: nenhum (?)

Sem mais delongas, espero que gostem de mais um capítulo de TASTE ☆

Capítulo 19 - Slow


Minho estava gritando e Jonghyun jogando o controle do vídeo game nele. Kibum estava rindo, o corpo curvado e sacudindo pelo riso. Jinki observava a cena com um sorriso no rosto, Taemin rindo do acesso de raiva do melhor amigo e sua mão ainda unida à do mais velho, nenhum dos dois fazendo menção em mudar isso. 

“Isso é impossível! Como ele ganhou, aquele gol não fez sentido nenhum!” Jonghyun reclamou, a expressão comicamente inconformada.  

“Aceita que eu sou melhor e siga em frente.” Minho disse com um sorriso orgulhoso, o rosto vermelho por ter rido e gritado quando fez o gol no último segundo de jogo. 

“Você tem mais sorte, é diferente.” O fotógrafo protestou, negando com o dedo indicador. 

“Eu sou o próximo!” Taemin exclamou, se levantando e quase puxando Jinki com ele, esquecendo de soltar sua mão. Os dois se olharam rindo com a situação enquanto os outros os encaravam com curiosidade. “Minho vai aprender como que se joga.” 

“Você vai ser massacrado.” Kibum discordou, continuando a se sentar no puff, mesmo não sendo sua vez. O mais novo sentou do outro lado de Minho, olhando para o loiro com deboche. “Ele é bom!” 

“Eu sou melhor.” O garoto deu ombros, um sorriso confiante no rosto enquanto escolhia seu time. 

Jonghyun se sentou ao lado de Jinki, sua expressão ainda de certa forma parecendo curiosa, o que fez o mais velho se sentir um pouco analisado. O ruivo ergueu uma sobrancelha, como se perguntasse o que o outro estava pensando. Ele viu o fotógrafo olhar em direção ao amigo e pressionar os lábios juntos. 

“Dominadores colocam câmeras em sua casa geralmente?” O de cabelos platinados perguntou quase em um sussurro, olhando para Jinki de canto de olho. 

“Alguns? Eu acho isso um nível muito extremo e talvez até um pouco controlador demais. Por que?” O mais velho franziu o cenho, não entendendo o porquê da pergunta. 

“Então vamos torcer para Hwan não ter pensado nisso.” Jonghyun murmurou e então virou o rosto em direção ao outro. “Se ele ver Taemin agindo assim com você...” 

“Assim como?” O ruivo indagou, cruzando os braços e notando que quase conseguia sentir o fantasma do toque de Taemin em sua mão. 

“Não estou dizendo que ele está tentando ser qualquer coisa além do platônico com você, mas não sei se o namorado dele ficaria feliz em ver ele segurando a mão de outro homem e olhando como ele te olha.” O menor deu ombros, conferindo com o olhar se alguém estava prestando atenção em sua conversa. 

“Não sei de que forma ele me olha pra você achar tão perigoso assim.” Jinki mordeu o lábio inferior, parte de si se enchendo de esperança ao ouvir o melhor amigo de Taemin confirmar que o modo como o outro estava agindo com ele era no mínimo suspeita.  

“Taemin é muito afetuoso com quem ele gosta. Não acho que Hwan se adaptou muito bem a esse lado dele.” Jonghyun sorriu de lado e suspirou, rindo baixo. “Quando ele nos viu a primeira vez juntos, achei que ele fosse terminar tudo com Taemin bem ali.” 

“Sério?” Jinki riu baixo, imaginando a situação. Observando os dois amigos, ele havia notado que eram tão próximos quanto ele e seus dongsaengs. 

“Taemin pode ou não ter sentado no meu colo na frente de Hwan.” Jonghyun disse com uma voz engasgada, tentando não rir. Jinki arregalou os olhos, soltando sua risada e cobrindo a boca com a mão.  

“Não foi isso que aconteceu!” A voz do mais novo logo surgiu, fazendo Jonghyun realmente rir, batendo levemente na coxa de Jinki que o acompanhou no riso. “Nós sempre fizemos isso quando não tinha espaço suficiente pra todo mundo sentar! E eu não conhecia Hwan a tanto tempo para sentar no colo dele e eu não queria ficar em pé...” 

“Então sentou no colo dele, Taemin-ssi!” O ruivo brincou, ainda rindo, pensando em quão ultrajado Hwan deveria ter se sentido. 

“O que eu deveria ter feito?” O de cabelos azuis perguntou, pausando o jogo e olhando para Jinki com um olhar desafiador. 

“Não sentar no colo de outro homem na frente de seu pretendendo, seria um bom começo.” Kibum disse com uma voz debochada, uma sobrancelha erguida e um sorriso divertido nos lábios. 

“Mas eu não queria ficar em pé!” O mais novo insistiu, cruzando os braços.  

“Onde foi isso? Por que não tinha mais que dois lugares?” Minho perguntou, parecendo incrédulo com a situação. 

“Foi no apartamento que a gente dividia.” Jonhyun esclareceu, seu rosto se iluminando junto com o do mais novo. 

“Eu amava aquele apartamento.” Taemin disse com uma voz suave, inclinando a cabeça levemente para a esquerda, sorrindo. 

“Eu também, mas temos que admitir que era pequeno para nós dois.” O fotógrafo riu, assentindo. “Só tínhamos uma mesa e duas cadeiras em nossa cozinha, já que não recebíamos visitas. Então, por algum motivo idiota Taemin decidiu que devíamos conversar na cozinha e não na sala. A mente dele funciona de forma estranha às vezes, então apenas seguimos sua vontade. Como tínhamos duas cadeiras...” 

“O sofá tinha umas manchas estranhas, não queria que ele visse!” Taemin se defendeu e Kibum fez um som engasgado, olhando para o mais novo com os olhos arregalados. 

“Isso soou muito errado.” O loiro comentou. 

“Derramamos muito molho nele.” Jonghyun esclareceu, olhando feio para Kibum que ergueu as sobrancelhas, parecendo entender.  

Você derrubou muito molho nele.” O mais novo corrigiu. “Mas porque estamos falando sobre isso?” 

“Gosto de contar suas vergonhas para as pessoas.” O de cabelos platinados deu ombros. 

“Que péssimo melhor amigo.” Taemin negou com a cabeça e tirou o jogo da pausa, saindo em vantagem. 

“Ya! Isso é trapaça!” Minho reclamou, voltando a focar na televisão. 

Jinki olhou ao redor da casa discretamente, se sentindo completamente desconfortável com a ideia de estar sendo observado sem sua permissão. Ele torceu para Jonghyun estar errado sobre as câmeras. 

 

“Eu tenho um jogo de dança! Devíamos jogar.” Taemin comentou depois de várias rodadas dos garotos jogando futebol. Kibum tinha vencido Jonghyun e o menor havia declarado que não queria mais jogar aquele jogo. 

“Talvez dessa vez você ganhe.” Minho disse debochado, tendo ganhado dele. 

“Não tenha dúvidas.” O mais novo piscou para o mais velho, balançando o quadril de forma brincalhona. 

O jogo logo começou, enchendo a sala com músicas animadas, a tela da televisão repleta de cores e nomes de músicas. Kibum e Taemin tiraram os puffs do meio, para poderem dançar sem esbarrar em nada. 

“Dessa vez vamos dançar músicas de boygroups.” O dono da casa falou procurando alguma coisa que o agradasse e riu baixo com o som de protesto que Kibum soltou. “Chain Up?” 

“Essa tem que ser sua e do Jinki.” O loiro sorriu de lado e olhou para o mais velho que escondeu o rosto nas mãos, negando com a cabeça pela falta de discrição do melhor amigo. “Eu voto por... Mr. Simple.” 

“Clássica!” Minho exclamou animado. 

Logo os dois rapazes estavam se posicionando, prontos para dançar os passos que o jogo os mostraria. Jinki, Minho e Jonghyun estavam sentados no chão ao lado dos dois, para poder ver melhor o que fariam. 

A música conhecida começou a tocar, ambos os garotos se esforçando para acertar os passos que se assemelhavam muito à coreografia original. Jinki viu que Jonghyun e Minho observavam Kibum com intensidade e percebeu que durante metade da música não havia tirado seus olhos de Taemin. Talvez todos eles fossem óbvios demais e os dois garotos fossem densos o bastante para não notar. 

A pontuação de Taemin acabou sendo maior, o que fez Kibum rolar os olhos e se jogar ao lado de Minho, colocando a cabeça em seu colo, fingindo chorar. 

“Isso é cyberbullying.” Ele brincou antes de sentar normalmente com as costas retas. “Eu sou bom em dançar de girlgroups, ele sabia disso!” 

“A cula não é minha se eu sou bom nos dois.” Taemin mandou um beijo para o loiro. “Quem é o próximo?” 

“Como vamos todos perder pra você, pode ser eu.” Jonghyun se voluntariou, se levantando e parando em frente à televisão. “Pode escolher a música.” 

Taemin escolheu uma música que Jinki nunca havia escutado de um artista solo, mas a melodia lenta e sexy agradou os ouvidos do mais velho. A melodia e o modo como a dança fazia o garoto de cabelos azuis ter que mover seus quadris de forma pecaminosa, trazendo pensamentos nada puros para a mente de Jinki. O fato do outro o estar olhando durante certos momentos da música só piorando a situação. 

“Isso foi... Sensual.” Jonghyun comentou ao que terminaram de dançar, parecendo impressionado com a coreografia.  

“Isso porque não viu a coreografia das outras músicas dele.” Taemin riu da expressão do amigo, colocando as mãos na cintura enquanto via as pontuações aparecerem. “Nada de novo sob o sol, sinto muito, Jjong.” 

“Acho que ele deveria dançar de olhos vendados para ser mais justo!” Kibum protestou, erguendo a mão. 

“Não.” Taemin respondeu rapidamente, negando com a cabeça e então focando seus olhos na televisão. “Quem é o próximo?” 

Jinki se levantou, algo na forma que o outro havia respondido parecendo estranho a seus ouvidos. Ele empurrou o mais novo com o ombro e sorriu para ele, sua preocupação diminuindo ao ver o quão alegre o outro havia ficado. 

“Lembra que o vídeo que eu te mandei?” O garoto perguntou, passando pelas músicas e então deixando a melodia de As If It’s Your Last tocar, indicando que era música que ele queria dançar com Jinki. 

O mais velho assentiu, animado com a ideia de dançar aquela canção, sabendo alguns dos passos. Ele viu o jogo pedir para ele se posicionar no contorno das integrantes que eles queriam ser. Taemin escolheu Lisa e Jinki optou por Jisoo, já que a garota era sua preferida do grupo. 

“Eu quero ser a Jennie!” Kibum se levantou, imitando a posição do contorno que o jogo havia escolhido para representar a cantora. 

“Eu ainda não joguei, então eu fico com a que sobrou.” Minho falou se posicionando. 

“Não fala assim da minha Rosé!” O loiro empurrou o amigo que riu, o empurrando de volta.  

Quando a música começou Jinki se sentiu envergonhado, sendo a primeira vez que ia fazer algo do tipo na frente de Taemin sem álcool em suas veias. Os passos começaram um pouco diferente da versão original, todos eles fazendo os movimentos de Lisa antes dos passos de Jennie começarem. 

Logo a parte da fila chegou, o coração do ruivo acelerando ao sentir o modo delicado como Taemin havia segurado seu quadril, sua mão subindo e descendo pela perna do mais velho que decidiu que definitivamente precisava ir para uma masmorra, porque frustração sexual era única desculpa que ele podia achar pelo modo como sua mente e corpo reagiam a Taemin. 

Eles continuaram a dançar, o segundo refrão chegando, fazendo Jinki estar frente a frente com o mais novo enquanto tinha que rebolar e passar suas mãos pelo corpo. O ruivo sentiu as bochechas corarem ao ver o quão intensamente Taemin o estava olhando, parecendo um tanto satisfeito com o que estava vendo antes de continuar os outros passos da dança. 

A música terminou, os quatro decidindo fazer a versão do clipe ao invés de mandar beijo como o jogo estava indicando, todos eles errando o passo e rindo por terem pensado igual. Kibum estava ofegante e ficou encarando a tela com as mãos unidas na frente do corpo, ansioso pelo resultado. 

Os números surgiram, fazendo todos ficarem surpresos e olharem para Jinki que arregalou os olhos. Taemin piscou para ele, assentindo como se concordasse com o resultado. 

“Eu vi que tem Very Very Very aí e eu quero dançar!” Jonghyun disse alto, já tentando achar a canção. 

Eles dançaram o resto da tarde, rindo quando alguém se animava demais. Jinki caiu em uma das danças e ficou rindo no chão enquanto Taemin rebolava ao seu lado, rindo e tentando continuar a dançar. 

Kibum e Minho tiveram uma batalha ao som de Ice Cream Cake, o loiro ganhando por algumas dezenas apenas o que fez o mais alto querer uma revanche. Eles dançaram Likey e todos riram ao que o produtor musical ganhou novamente. 

No final, todos ficaram com fome e votaram no que havia perdido mais vezes para cozinhar. Jonghyun reclamou, mas logo cozinhou algo para eles, misturando legumes e temperos que achou na cozinha de Taemin. 

“Se isso ficar horrível vai ter que comer sozinho.” Taemin o alertou, vendo que o amigo não estava seguindo nenhuma receita. 

“Estou sendo bondoso em cozinhar para vocês e é assim que me agradece?” Jonghyun levou uma mão até o peito, uma expressão incrédula no rosto. “Além do mais, não fui eu que coloquei mel no lámen.” 

“Não vamos falar sobre isso.” O mais novo riu, escondendo o rosto. 

Jonghyun contou a história inteira, fazendo todos rirem e perguntarem para Taemin o porquê de ter feito aquilo. Quando ele disse que só queria deixar o alimento menos salgado, todos explodiram em uma risada ainda mais alta. 

A comida do fotógrafo logo ficou pronta, os amigos se servindo com certo receio, mas após a primeira mordida, todos elogiaram os dotes culinários de Jonghyun que mostrou a língua para Taemin. 

“Tenho alguns jogos de tabuleiro, se quiserem jogar.” O anfitrião disse animado, após lavarem a louça e a secarem. Todos aceitaram a ideia, seguindo para a sala e esperando o mais novo trazer as caixas. 

Eles jogaram por horas, a competitividade de Minho assustando Jonghyun e Taemin que não conheciam aquele lado dele. Kibum e Jinki apenas riram e rolaram os olhos para os acessos de raiva do maior que insistia que os dois haviam se unido para roubarem e o vencerem. 

“Outra partida! Essa claramente não valeu!” O moreno reclamou, pegando os dados novamente, mas sendo parado por Kibum que riu e negou com a cabeça. 

“Está tarde, vamos embora.” O loiro anunciou, se espreguiçando e bocejando. 

“Embora?” Taemin perguntou, o cenho franzido, mostrando sua insatisfação. “Tenho quarto de hóspedes! Deveriam ficar.” 

Jinki viu os amigos o olharem, dando ombros e parecendo não estarem opostos a ideia. Jonghyun falou algo no ouvido do mais novo que negou com a cabeça, sua expressão continuando pesada. 

“Se não for incômodo...” Jinki disse com gentiliza, sorrindo para o de cabelos azuis que logo bateu palmas, um sorriso também surgindo em seu rosto. 

 

“Compramos essas boxers mês passado e nem as usamos. Acho que vai servir em vocês.” Taemin disse estendendo o pacote com as roupas intimas para que os amigos pudessem tomar banho antes de dormirem.  

“Acho que não vai servir em mim.” Minho brincou, fingindo estar analisando a peça. 

“Verdade, vai ficar muito grande em você.” Kibum retalhou, sorrindo de lado e rindo ao ser empurrado pelo amigo.  

“Vocês dois se amam.” Taemin falou rindo e negou com a cabeça. Minho riu baixo e deu ombros, olhando para Kibum que fez o mesmo, piscando para ele e assentindo. “Todos os quartos do apartamento são suítes então acho que tem chuveiros o suficiente.” 

“Seu Sugar Daddy é muito rico, parabéns.” O loiro assoviou, impressionado.  

“E exagerado, pra ser sincero.” O mais novo olhou ao redor, os vasos e quadros de artistas famosos por todos os lados. 

“Ele parece ser legal.” Jinki disse baixo, não de todo mentindo, uma vez que acreditava que Hwan não fosse como ele havia sido no tempo que passaram juntos. Talvez a presença de alguém que considerava uma ameaça tivesse trago o pior dele à tona. 

“Você não o conhece...” Taemin brincou, olhando para o chão e rindo fracamente, suas sobrancelhas se erguendo de leve. O ruivo o observou, mas logo o mais novo estava sorrindo e o olhando. “Os quartos ficam por aqui, venham.” 

Ele os guiou pelo corredor aposto ao que dava na cozinha, duas portas do lado direito e uma do lado esquerdo e no final dele uma porta mais detalhada, a qual Jinki deduziu que dava no quarto do casal. Ele respirou fundo, ignorando a pontada de ciúmes que sentiu com a ideia de Hwan poder dormir abraçado a Taemin sempre que quisesse. 

“Eu e Jjong podemos dividir o quarto principal.” O mais novo falou, abrindo as portas dos quartos para que os amigos escolhessem onde iriam dormir. 

“Não! Jinki e eu podemos dividir, fique tranquilo.” Minho negou com a cabeça, abraçando o ruivo pelos ombros. Jinki o olhou e então se lembrou que precisavam conversar sobre Kibum. 

“Tem certeza? A minha cama é maior...” Taemin insistiu, sua voz ficando mais aguda enquanto olhava de Jinki para Minho. 

“Temos sim. Não precisa se incomodar.” O contador assentiu e viu uma expressão estranha passar pelo rosto do mais novo antes dele sorrir, concordando com eles. 

“Estarei no meu quarto se precisarem de algo, então.” O de cabelos azuis anunciou, se curvando levemente. “Durmam bem.” 

Os quartos de hóspede eram parecidos, todos com uma cama de casal, uma cômoda e criados-mudos. O do lado esquerdo era razoavelmente maior, fazendo Jinki e Minho o escolherem. Eles deram boa noite para os outros dois que entraram cada um em seu próprio quarto. 

Minho não falou nada quando fechou a porta atrás de si, apenas seguiu para o banheiro. Jinki sentou na cama, pegando o celular e esperando o amigo terminar o banho.  

Assim que o moreno surgiu usando o pijama que Taemin o havia dado, o mais velho soltou uma risada alta, escondendo a boca com a mão para abafar o som. Sendo maior que todos ali, o pijama havia ficado um pouco curto, mas a expressão desolada de Minho tornava a cena ainda mais engraçada. 

“Essa calça está apertada demais.” Ele reclamou tentando ajeitar a peça melhor, mas desistindo e se jogando ao lado de Jinki. “Você está todo suado, vai sujar os lençóis! Vai logo tomar banho.” 

O ruivo rolou os olhos, mas fez o que foi dito, aproveitando para lavar os cabelos. Ele passou alguns minutos embaixo do jato de água, relaxando o corpo antes de sair do box e se secar, sorrindo satisfeito ao que tudo que Taemin havia o dado para vestir serviu perfeitamente, ambos tendo alturas iguais. 

Assim que saiu do banheiro, viu Minho o olhar com certa incerteza no rosto. Ele sorriu gentil, tentando assegurar o mais novo de que não estava ali para julgá-lo.  

Jinki sentou ao lado do moreno, seu rosto virado na direção dele enquanto o via morder o lábio inferior, parecendo decidir o que dizer. 

“Lembra que eu disse que a culpa não é dele, certo?” Minho começou e o mais velho assentiu, deixando o moreno continuar a falar. “Bom, talvez você vá me odiar um pouco..., Mas é meu melhor amigo e estou cansado de esconder isso de você.” 

Eles ficaram em silêncio por alguns segundos, a respiração de Minho ficando mais pesada. Ele olhou para o mais velho, um sorriso triste nos lábios. 

“Eu quebrei o coração de Kibum primeiro, Jinki. Por isso ele não sente o mesmo por mim.” Minho sussurrou, fechando os olhos e apoiando a cabeça na cabeceira da cama. Jinki franziu o cenho, nada fazendo sentido naquele momento. 

O moreno logo abriu os olhos, respirando fundo antes de contar o que realmente havia acontecido. 


Notas Finais


Se gostou, não esqueça de favoritar e comentar! Um autor só realmente se anima com seu trabalho quando se tem uma avaliação sobre ele, tanto positiva quanto negativa! Não tenha medo de dizer o que pensou, críticas construtivas são bem vindas!

Até o próximo capítulo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...