História Assasina perfeita - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias 11eyes
Personagens Personagens Originais
Tags Assasina Imvisivel
Visualizações 18
Palavras 650
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Terror e Horror
Avisos: Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Eu não consigo


Fanfic / Fanfiction Assasina perfeita - Capítulo 2 - Eu não consigo

Eliza:oq vc precisa para eunte ajudar

Isabel:seu nome e eliza certo

Eliza:sim sim agora vamos ver

Ela folheia meu caderno junto com o dela e fas uma cara de interogação 

Eliza:mas mas vc fes tudo direitinho vc acerto ate a que eu arrei 

Ela olha pro atleta e rapidamente pra mim 

Eliza:pq vc fes isso e perigoso

Isabel:vc nao paresia gostar 

Eliza:hee e uma situação dificil

Isabel:eu sei de tudo

Eliza fas uma cara de tristeza quase chorando mas segura suas lagrimas 

Eliza:vc e a isabel certo 

Isabel:sim

Eliza:vc vc e minha 

Isabel:eu sei eu estava te procurando 

Eliza rapidamentense alegra e me fala da vida dela toda o sinal bate para irmos embora 

Isabel:etava te procurando eliza chegou sua hora

Eu troco de roupa ponho uma mascara de gato e sigo ela depois de um tempinho vejo um carro vermelho passando em alta velocidade e para au lado dela aquele msm garoto sai e puxa ela pelo braço sigo o carro ate uma esquina eles jogam ela la e ela fica ali naquele beco escuro e nojento quando o garoto ia sair peguei minha arma e atirei na masaneta da porta o carro sai em alta velocidade a garota fraca fica ali msm eu deso do telhado de uma casa pulo em sua frente tiro levemente uma faca da minha cintura seu rosta ja cheio de lagrimas começam a escorrer mais e mais minha mao para e ela fala

Eliza:porfavor me mate nao aguento mais porfavor

Olho pro lado r vejo um garoto vindo em minha direção era um atleta vindo com duad augemas em sua mao eu jogo eliza para tras de mim e dou um sorriso de canto ele vem quando chega me da um soco no rosto e tenta me augemar junto com eliza eu viro com um sorriso no rosto ja q a mascara tampava do nariz para cima e rapidamente lhe dou um chute nas costas q fas ele cair ele volta pra mim pego minha faca desvio do seu soco e paso a faca em sua bariga ele geme de dor e olha para mim assustado seu sangue mancha minhas roupas e rosto ando devagar em sua direção com um soriso oripilante nonrosto pego o rosto dele e le fala

Atleta nojento:porfavor nao me mate eu dou oq vc quiser porfavo..

Antes dele terminar sua fala emfio a faca em sua cabeça q jora sangue atraves da minha mascara tiro afaca de sua cabeça e ando em direção a eliza ela fica amedrotada mas continua chorando e repetindo

Eliza:porfavor me mate nao aguento mais porfavor

Vendo ela chorar chorar lembro de minha mae chateada falando 

Mae:porfavor me mate n mate ela me mate

Lagrimas escorem do meu rosto e tiroba mascara eliza olha para mim

Isabel:eu eu nao consigo NAO MAMA PORQUE PORQUE

Eliza:isabel...

Ela fala quase susurando e me abraça chorando 

Eliza:nao conto a niguem ta bom...

Eu pego eliza no colo e levo ela para minha casa 

Isabel:voce mora aq agora tudo bem 

Ela balança a cabeça feliz 

Isabel:seu quarto e la em cima a esquerda pode ir tomar banho ok 

Eliza:ta

Ela sobe feliz e entra no quarto eu entro no meu e entro no meu banhero e ligo a banhera e tomo um banho demorado penteo o cabelo pego as roupas sujas de sangue e vou lavalas

Isabel:e so essas q estao sujas de sangue 

Eliza grita no banhero que sim pego e lavo todas 

Isabel:amanhã estão todas secas 

Faso um jantar eliza come como se fose uma criança q nao comese fas dias 

Isabel:vou te proteger agora eliza niguem emcosta em vc au menos q vc queira 

Ela balança a cabeça faliz ela me da um beijo na bochecha de boa noite e me da seu celular e fala

Eliza:eles vao me rastrear quebra pra mim 

Isabel:pode ficar calma niguem toca em vc 

Ela sobe feliz e eu lavo as vasilhas e vou dormir amanhã e um novo dia mas antes ligo a proteção da casa e ai vo dormi

CONTINUA




Notas Finais


A historia continua gente sem spolers kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...