1. Spirit Fanfics >
  2. T.Blood >
  3. Madness

História T.Blood - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpe-me por ficar um mês sem posta o capítulo ,mas é que eu fiquei sem ideias e fiquei com muita preguiça. Desculpa por qualquer erro ai,e boa leitura

Capítulo 3 - Madness


Fanfic / Fanfiction T.Blood - Capítulo 3 - Madness

Achei que tudo isso poderia ser um pesadelo longo e horrível que um dia irá acordar ,mas se é um pesadelo, por que ainda não acordei? [...]

 

O dia havia amanhecido, as lembranças da noite passada ainda estavam frescas em minha mente, me levantei e segui até o banheiro,tomei banho e fiz minha higiene pessoal, ao terminar voltei ao quarto. Me vesti e arrumei o mesmo,até mesmo a porta quebrada. Descia à cozinha, ignorei totalmente a existência de JungKook,seu quarto é ao lado do meu,passei sem olhar dentro do mesmo. Arrumei a cozinha que estava um nojo,e fiz alguns ovos mexidos com Bacon, terminei de comer,e comecei a arrumar as salas,eram duas salas de estar e uma sala de jantar, ambas grandes e sujas ,parecia que depois da festa do dia anterior, uma família de poucos havia passado ali sem dó e sem piedade 
Ao terminar passei a arrumar o quintal,e a garagem ,os carros que JungKook estavam na rua,com o vazio dali ,conseguir limpar tudo. Assim que deu 15:00 da tarde ,comecei a lavar os banheiros, e os corredores da casa,não eram muitos, mas ainda sim eram longos e estavam tão sujos como um banheiro público em dia de festa cachorro-quente ou algo assim,JungKook não dava sinal de vida, era para eu cair em preocupações, mas minha raiva e meu ódio ,fizeram-me tocar o "foda-se",e foi bem isso que fiz. Ao terminar fui até meu quarto,ao passar no quarto do JungKook, ouvia um certo gemido,até parei mas voltei ao meu quarto.

 

"Jimin? " -ouvia a voz de JungKook soar fraca ,perto da porta quebrada. 
"Jimmie me ajude,por favor..."- dizia ele novamente. 


Andei até a porta,JungKook se segurava na mesma ,com a respiração fraca.


-Eu já limpei tudo,só falta o seu quarto e seu banheiro -falei com frieza. 
-Certo...amor...Por favor me leve à um hospital -dizia ele pegando em sua mão. 
-Está quente -pra dizer a verdade, estou com pena,e mesmo o odiando muito, não quero-o vê morrer - Certo...tomou banho? - falei a ele. 
-S-Sim amor...Por favor -ele me abraçou, jogando seu o peso contra o meu corpo.
-Então vamos- sentia seu peso,reparei que ele havia desmaiado, o peguei no colo, peguei uma das chaves de um dos seus carros,deitei seu corpo no banco de trás, e entrei, dei a partida no mesmo,e dirigi até o hospital mais próximo.

 

No hospital, JungKook estavam dormindo, em soro,o médico falou-me que JungKook havia ingerido muito álcool, e isso agrediu seus órgãos de maior importância, ele tinha que ficar no hospital por alguns dias,que até os remédios e o soro,limpa sem suas veias . Estava sentado ao seu lado, o mesmo estava em péssimas condições.

 
-Jimin...-falou ele fracamente. 
-JungKook...volte a dormir,precisa descansar -o olho.
-Me perdoa por ontem...Por favor -dizia ele falhando na frase. 
-O que? - ele está se desculpando? Ele está tão mal assim, para chegar a esse ponto? O que está acontecendo? Perguntas sem respostas claras, até mais perguntas.

 

Ele segurou minha mão e voltou a dormir,durante 5 dias fiquei ao lado de JungKook, cuidando do mesmo,passava as tardes com ele, pra ser honesto, ele estava mudado. Sorria ,falava coisas "fofinhas" e sempre agradecia algo que fazia ou dava à ele ,parecia aquele antigo JungKook que havia conhecido, e não o monstro que me maltratou várias vezes e que me estuprou,talvez fosse os remédios ,talvez ele irá volta a ser aquele JungKook que me maltrata. Os dias se passarão, JungKook estavam eu voltamos pra casa,ele ficou de cama por mais uns 4 dias,aos seus primeiros dias achei que ele iria gritar ou algo assim,mas ele ainda estava doce, e quando sua saúde está perfeita, o mesmo ficou em silêncio, suas palavras eram claras e curtas,porém não frias,ainda sim,ele era doce,e isso é de fato tão estranho. Sinto que ele está a esconder algo de minha,algo ruim ou bom,o desconforto era totalmente incomodável


Estava na cantina, arrumando alguns coisas quando senti uma mão em emulador ombro ,me virei em seguida e era JungKook sorrindo. 


-Está tudo bem,Jimmie? Quer ajuda?-falou ele .
-Sim...Estou bem, não deveria estar trabalhando ou algo assim? - voltei a dá atenção às coisas no chão, me levantei assim que terminei. 
-Estou de férias, Jimmie...Quero conversar com você -falou ele
-Certo...O jantar logo vai sair,prometo -terminei e o olhei o mesmo - O.K - terminei novamente. 
-Está bem,o vejo na hora do jantar,e uma coisa,já arrumei sua porta - ouvia um sorriso e o mesmo foi se afastando de mim.

Alguns minutos depois, fiquei na cozinha, estava cortando alguns legumes,e alguns minutos o ensopado de carne com legumes estava pronto. Arrumei a mesa,apenas um local,pois ultimamente ando comendo no quarto,assim que coloquei a panela na mesa,senti novamente a mão quente e "grande" de JungKook ao meu ombro.

- Um lugar?Somos dois, quero que coma comigo, por favor Jimin -dizia ele se sentando na cadeira. 
-Mas eu sempre como sozinho -falei o olhando e colocava algumas colherada do ensopado no prato dele. 
-Por favor...-insistiu ele.

-Certo...-suspirei fundo,e me servir,sentava-me na cadeira.

-Obrigado – dizia ele .

-hm...?-olhei o alheio sem entender o motivo do agradecimento,mas desviei meu olhar.

 

Depois disso JungKook mudou por completo,ele havia voltado a ser gentil,carinhoso comigo,se era para eu está feliz?Talvez,mas não consigo esquecer o que ele fez comigo,talvez ele esteja assim para me comprar,pois JungKook é um homem rico ,e homens rico e tais com Jeon Jung-Kook,sempre querer mande reputação a zelar,e fazem querer coisa para aqueles que sabem um segredo sobre os mesmos,ficarem de boca fechada.

Algumas semanas se passaram,eu estava arrumando algumas coisas no porão,JungKook havia me pedido para arrumar porque eu precisava do lugar limpo e organizado ,sem reclamar,fui fazer.

-JiMin !- Dizia ele .

-Sim?-perguntei,segurando algumas caixas de papelão ,as colocando no chão a frente dele- Aqui está,Jeon – terminei ,olhando-o .

-Ah sim,obrigado Jiminnie –dizia ele- deu trabalho?-falou ele.

-Não me chame assim,por favor- respondi ,tentando ser menos arrogante .

-Desculpa,JiMin...Deu trabalho?-perguntou ele.

-Já acabou?Eu preciso arrumar os armários dos banheiros- olhei o mesmo friamente,sendo curto.

-Sim...-dizia ele com o tom de voz baixa,logo abaixando sua cabeça,me dando espaço.

 

No banheiro,no meio da bagunça ,percebi que havia alguns remédio para dormir,peguei um frasco de remédio,e li o nome do mesmo “Lexotan” ?

“Lexotan (ou Bromazepam) Trata-se de Trata-se de mais um ansiolítico indicado para controlar alterações de humor e diminuir a ansiedade. Tão conhecido quanto o Rivotril, o Lexotan também age no tratamento da esquizofrenia e outras doenças associadas a agitações psiquiátricas. É um medicamento forte, capaz de causar relaxamento muscular e sonolência quase que instantâneos, mas precisa ser administrado com cuidado pois uma super dosagem pode paralisar o sistema respiratório”...O que será que não está lhe deixando dormir Jeon Jung-Kook?. Guardei o frasco em meu bolso ,e em seguida JungKook apareceu.

 

-JiMin...- olhei pra mesmo que estava na porta.- Ainda está magoado ?olha me desculpa está bem?-dizia ele.

-Magoado ?Quem?Eu? eu estou bem,o que você quer?-me ajoelhei guardando algumas coisas.

-Sabe aquela cai-dizia ele- Foi você que abriu ?-perguntou ele.

-O que?-olhei- Ah sim,não,já estava aberta quando peguei na frente de casa,por que?-perguntei ao mesmo.

-Nada não,só que o certo é vim fechado rs- terminou ele – olha,mais tarde,vá no meu quarto,quero lhe mostrar algo- dizia ele saindo do banheiro.

 

Terminei que havia começado,fui para o outro banheiro ,e arrumei ao mesmo.Mais tarde,logo depois uma lista enorme , já tinha guardado aquele remédio do JungKook num lugar onde o mesmo não iria achar,tomei um banho,e já de pijama e cansado,fui ao quarto de JungKook.

 

-Jeon? – dizia quando batia na porta.

-Entre – dizia ele entro quarto .

-O que voc...-assim que entrei no quarto,JungKook me agarrou ,selando meus lábios aos dele,me interrompendo .

-Ainda bem que você veio – ele se afastou,me olhando sorridente .

-Seu – dei apenas um tapa em seu rosto,fazendo o mesmo virar com o impacto ,logo o moreno me olhou,com sua mão sobre a marca da minha .

-Por que você fez isso,JiMin?- perguntou ele.

-Por que?VOCÊ QUE DEPOIS DO QUE FEZ,PODE ME AGARRA DO NADA?ACHA QUE EU VOU DEIXAR VOCÊ FAZER AQUILO DE NOVO?- As lembranças daquele dia ainda estão bem frasca em minha mente,ele realmente acha que vai me tortura daquele jeito e depois fazer o que está fazendo?- Você me dá NOJO,N-O-J-O. Você era gentil e doce,mas do nada amargou ,se tornou frio,começo a me tratar como um escravo. Eu realmente entendi o motivo para eu virar seu escravo,eu tinha que paga a minha divida com você.Eu sei,mas por que você aquilo ? E o pior é que você riu,me bateu,me usar daquele não foi o suficiente ? No dia seguinte você passa mal,e só porque eu tenho que cuidar de você,você fica gentil de novo,e me agarra assim?Eu tenho cara de boneca?- “bum”,eu explodi de raiva,pra ser bem sincero,não ligava para o que ele iria fazer ,me bate?me matá? Eu não vou ser um objeto para ele,nunca mais!

-Me perdoa...- dizia ele  de cabeça baixa.- Eu não vou abusar de você,e se eu fiz algo de ruim com você,me perdoe,eu não lembro do que fiz “naquele dia”. Mas – ele levantou a cabeça,aos choros baixo- por favor me perdoe,não abandone –ele agarrou em minhas pernas – por favor me desculpa por tudo ,eu vou ser alguém melhor,você não é uma boneca pra mim,eu só tive medo de você me deixa,então fiquei daquele jeito,me perdoa .

-Me solta Jeon Jung-Kook- dizia friamente,tentou soltar minhas pernas de seus braços.

-NÃO,VOCÊ É MEU,PARK JI-MIN,NUNCA VOU LHE DEIXAR,NUNCA- dizia ele..

-Chega! Me diga logo o que você quer !- o olhei.

-Eu fui convidado pra uma “festa”,eu quero ir com você- respondeu ele,me soltando.

-Sério?Como um bichão de estimação ?- falei ironicamente.

-Não! Como meu namorado,como meu homem- dizia ele confiante ,me olhando.

-Você bebeu?- deu um sorriu de nada,me virando ,apegando na maçaneta ,quando senti sua mão agarrar em meu braço,me puxando para perto dele.

-Não estou brincado ,na semana que vem...JiMin,eu preciso de uma chance para lhe mostra que mudei,que não vou mais lhe maltratar ,por favor,eu faço o que você quiser...- dizia ele me abraçando com força.

-Me dê um tempo...irei pensar .-sair de seus braços e de seu quarto,corria até o meu,me deitando na cama,olhando ao teto,suspirando .

 

POV : JungKook

 

Durante aquela semana,eu era um cara totalmente diferente,nos primeiros dias,JiMin continuou frio,bem,ele ainda está,mas é diferente,eu o levei para sair durante esses dias,contratei uma empregada pra cuidar da casa,comprei roupas novas,reformei a casa toda,e não ganhei nada em troca,nem um sorriso,mas pelo menos,ele me deixava abraçá-lo as vezes,concordo que és pedi demais pra ele sorriso,uma semana se passa muito rápido,mas finalmente consegui fazê-lo ir comigo na festa.Comprei anéis de casais,no mesmo momento,ele odiou ,normal,mas no dia seguinte passou a usar,daqui a algumas horas,eu e JiMin iremos sair,só espero que ele goste .

 

POV : JiMin

 

Estou surpreso pelo jeito de JungKook,ele realmente mudou muito em uma semana,mas ainda sim,eu não posso confiar nele,de jeito nenhum . Estávamos no carro,ele dirigindo e eu no banco ao lado,em uns 10 minutos JungKook estacionou o carro,assim que sai,percebi que havia muitos outros em volta,andamos num tipo de corredor que ficava num campo,havia muitas mesas,e tinha um bufê enorme ,havia muitas pessoas ali,lindas e ricas.Um tipo de garçom,veio até eu e JungKook,e nos mostrou uma mesa grande,me senti na mesma,e JungKook ao meu lado.

-O que quer comer?- dizia ele,me olhando.

-Não estou com fome- respondi à ele.

-Tudo bem,mas se mudar de ideia me avise- terminou ele beijando meu rosto.

 

Passou algumas pessoas na mesa,e uma mulher de vestido branco,e de trança embutida parou em nossa frente,JungKook e eu nos levantamos   na mesa hora,ela era linda,e parecia muito com Kook.

 

-Seu amigo,JungKook?! – falou ela.

-Omma...esse é Park Ji-Min,meu namorado- falou JungKook.

-Ah sim,o famoso JiMin,prazer,Jeon Jae-Hyuk- falou ela.

-Pra-prazer – Sério?Essa mulher é mãe desse monstro ?. Peguei na mão da mesma,e a beijei – O prazer és meu,senhora Jeon- terminei.

-Namorado ,né?Hm,finalmente estas amarrado a uma só pessoa. Parabéns. –Dizia ela,me olhando com um sorriso,e logo saiu dali.

-Hm?- estava confuso .

-Me desculpe por isso – falou ele.

-De boas,está tudo bem – terminei.

 

Passou um tempo,eu e ele já havíamos comido algo,e ele me levou para falar com as pessoas,me apresentou para todos daí, inclusive e claro,os donos da festa.

Família Min & Jung,é o nome da festa.Depois de conhecer todos dali,fiquei sozinho por alguns momentos ,JungKook estava conversando com uns antigos colegas que o mesmo não via há anos,mas fiquei surpreso por não vê o pai do mesmo ali,JungKook havia falado que seu pai não estava ali,porque estava trabalhando,sua mãe estava sempre a me observar ,por mais que ela fosse muito bonita,corpo lindo para uma mulher com 40 anos,seus belos olhos castanhos eram frios e misteriosos ,parecida que a mesma estava me estudando de cima a baixo,seus olhos seguiam meus movimentos ,a sensação não era boa,mas ao mesmo tempo,queria que ela fizesse isso,pode até ser estranho,mas pessoas como ela chamavam a minha atenção.

 

-Um minuto de atenção,sou Jung Hee-Yul,e está ao meu lado és minha amada e linda esposa,Min Bom-Wha – dizia o dono da festa ,de mão dada a sua esposa num tipo de palco .- Quero dizer que nós estamos felizes por vocês estarem aqui,porém,nosso segundo filho,não está bem,com a morte de nosso amado Yoon,Ho-Seok está muito triste,infelizmente ele não aceita a morte do irmão,mas está festa és pra comemorar aos trabalhos de Yoon divirtam-se ,um brinde a Yoon- terminou ele. Todos falaram “Um brinde  Yoon”  sorridentes .

 

-Ei Jin e V,finalmente vocês chegaram- falou o dono da festa.

-Como nós perderíamos a festa do Sr.Jung e da Sr.Min – era a voz do Jin junta ao de V .

-Eu preciso sair daqui- falei baixo e sai correndo para o banheiro,apoiando minhas mãos a porta do banheiro ,de cabeça baixa.

-Ei, o que foi ?Está passando mal?Quer ir pra casa?- era a voz do JungKook,tocando em meu ombro.

Vamos ir embora?-falei baixo,estava me sentindo enjoado. 
-Claro vamos - terminou JungKook.

 

POV :JungKook

Estávamos ali na festa da família Jung & Min, JiMin havia conhecido a minha omma,e a mesma não tirou os olhos dele ,mesmo conversando com meus antigos colegas de trabalho, percebia que a mais velha havia despertado algum tipo de interesse no JiMin,isso realmente me deixou irritado, mas tive que ter paciência e calma para não fazer confusão ali. Todos brindamos ao Yoon,o filho mais velho falecido, até que meu antigo amigo Kim Seok-Jin e seu marido Kim Tae-Hyung ,chegaram,JiMin simplesmente saiu do meu lado correndo até o banheiro, fiquei sem entender e fui atrás do mesmo. Ele dizia que estava passando mal,então o abracei concordo que iríamos pra casa.

- Olá Jeon JungKook - era a voz do Jin - é seu namoradinho ou seu submisso? -perguntou o mesmo.
- Ele é meu namorado, Jin esse é -fui interrompido ao ouvir o Jin dizer o nome do JiMin. 
- Chim Chim? Você é namorado do Kook?- falou ele.
-Jin...?-falou JiMin- o que está fazendo aqui? - perguntou. 
- Sou amigo do Yoon,e pergunto o mesmo de você,como está? Já faz muito tempo, né? - falou o moreno mais velho.
- De onde vocês se conhece? -perguntei - por que você nunca me falou que conhecia o Jin, JiMin? - olhei para o ruivo.

-Não falou pra ele ,ChimChim?- dizia o mais velho .

-“ChimChim”? JiMin...- vi o ruivo abaixar a cabeça ,e o mesmo  correu.- Jimin?- ele apenas correu .

-Eu sou irmão dele,Kook. Ele não lhe falou?- dizia Jin.

-Não,mas de qualquer forma,ele tem motivos...- falei.

-Motivos? – perguntou ele .

-Sim,parece que ele lhe odeia,pra isso tem motivos ...- terminei .

-Certo...espero que se divirta com seu submisso – ele deu uma risada,fechei minha mão,estava quase dando um soco no rosto dele,mas preferi sai dali.

 

POV : JiMin

 

Jin e V ? Estão casados ? Eles realmente fizeram isso comigo? Não é que ainda tenho sentimentos por Jin,ou ciúmes de V,mas...Sei lá ...eu estou triste e com ódio? Sério ?

 

Eu tinha corrido dali,corri até o estacionamento ,me sento ao lado do carro de JungKook,sentia meu coração,ou o que eu chamava de coração apertar,tentei me segurar,mas as lembranças apareceram com uma grande magoa , comecei a lembrar de tudo naquele dia,quase três meses atrás ,falando assim pode parecer pouco,mas para mim foi muito. Não demorou muito,para perceber que tinha feito um mar de lágrimas ali,alguns segundos depois ouvi a voz do JungKook. Levantei meu rosto,meus olhos estavam inchados de tanto chorar,senti os braços quente e o cheiro de perfume masculino forte ao meu redor,ele me ajudou a levantar,voltou a me abraçar,acariciando meus fios de cabelo .

 

-Ei,está tudo bem. Você se machucou ?- dizia ele.

-Ju-Jung...-não consegui responder,voltei a chorar ,apertando ele.

-Não chora,vamos pra casa,calma – ele se afastou um pouco,e deu-me um selinho,abria a porta do passageiro para mim,e eu entrei,ele me o mesmo. – Vai ficar tudo bem- terminou JungKook,dando a partida do carro.

-Obrigado – falei baixo,me deitei no banco,e adormecei

 

POV : JungKook

 

Procurei JiMin por todo lado,e nenhum sinal dele,ouvi uns convidados falarem sobre um garoto de cabelos alaranjados correr até o estacionamento , dei um sorriso e corria até lá,procurei por ele,até que ouvi seus choros,gritei seu nome,olhei para o lado,e via ele sentado no chão aos choros,parecia que alguém havia batido nele,seus lindos olhos castanhos estão avermelhados,sua respiração estava muito ofegante,o abracei,acariciando seus fios de cabelo,ele escondia seu rosto em na curva de meu pescoço,em seguida ouvi uns passos perto de nós. Ajudei o ruivo a levanta,olhei para frente,JiMin estava de frente para mim,era Jin nós fixando ,fechei a mão novamente,mas logo desfiz,dando um selinho nos lábios do ruivo,abria a porta pra JiMin,o ajudando a entrar,no bando do motorista,olhava o ruivo deitar no bando atrás,pelo retrovisor ,olhei a direita,fixando friamente em Jin,que logo se afastou dos carros,dei a partida,e sai dali,durante a “viagem”,JiMin adormecia tranquilamente ,cheguei em casa,o peguei no colo,o levei ao seu quarto,ele não era pesado,era bem leve pra dizer a verdade. Assim que o deitei na cama,observei seu lindo rosto,tirei seus fios ruivos sobre seus olhos,abrindo um pequeno sorriso,o cobria com o lençol dali,sai do quarto dele,fui até o meu. Retirei minhas roupas,e entrei em meu banheiro alguns minutos sai, e me vesti,sai do quarto ,desci até a cozinha ,ao chegar na mesma,via um envelope sem nome,então abri.

 

 “Estou de olho em você...Não se esqueça, olho por olho,dente por dente,cuidado Jeon JungKook.

Você vai perde tudo o que tem,pois o seu mundo vai cair,e o seu sangue vai servi para limpar o chão”

 

Dei um sorriso de lado ,amassei o papel,jogando-o no lixo,me sente no sofá,olhando a televisão desligada...

 

-Como você ainda pode ser tão infantil ,Jung Hoseok ?

 

POV : da Autora ( bônus )

 

Já era de manhã,me levantei ouvindo alguns barulhos,corri até a porta,era uns homens pegando as coisas da casa,corria até o quarto de JungKook,estava vazio ,arregalei meus olhos,dei um passo pra trás,senti alguém a colocar a mão em meu ombro,dei um grito e chutei o mesmo de olhos fechados,percebi o que havia chutado gemer de dor.

-Ai,por que você fez isso,JiMin? – era a voz de JungKook,abria os olhos e o abracei.

-Aigo desculpa,eu ouvi e via uns caras tirando as coisas,vim até seu quarto,mas tava vazio...Aigo,por que me assustou assim?- ele se sentou no chão e deu uma pequena risada.

-Vamos nós mudar,eu ia lhe dizer assim que você acordasse ,vamos para cidade,acho que você precisa de amigos ,sabe...para não ficar o dia todo aqui me aturando o dia todo,você precisa passear ,se diverti rs – ele riu e se levantou .

-Sério? Eba- sorri todo animado .

-Sim,agora vai se cuidar e arrumar as suas malas,quero voltar a cidade o mais rápido o possível ,tenho trabalho lá – terminou JungKook.

 

Mais tarde...

-Uau que casa linda JungKook – dizia o ruivo,olhando a sala,sentado no sofá.

-Gostou?- perguntou o moreno ,ao lado de JiMin.

-Uhum,mas...-falou JiMin – Que trabalho você tem?-perguntou o mesmo.

-Meu pai ...ele quer que eu verifique se as contas da administração estão certas,é que houve alguns aumentos de ...ah...de conta,coisas que envolve muito dinheiro – terminou o moreno.

-Ah sim,complicado,JungKook...você realmente mudou,estou feliz com isso- falou o ruivo sorrindo.

-Ah sim...JiMin...pode me contar sobre o dia da festa que eu dei?Eu lembro que você falou que eu fiz uma coisa horrível com você,pode me dizer o que eu fiz?- Perguntou JungKook,pegando as mãos pequenas e macias do ruivo.

-É...-o ruivo engoliu a seco ,ao senti as lembranças aparecerem,ele simplesmente abaixou a cabeça,soltou as mãos de JungKook,as lágrimas começaram a escorrer de seus olhos...

Continua ...


Notas Finais


Gostarem? Até o próximo capítulo *uu*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...