1. Spirit Fanfics >
  2. T.Blood >
  3. Merely

História T.Blood - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Yoooo povo,tudo bem com vocês ?
Bem eu espero que vocês me perdoem por demorar,fiquei com muita preguiça e um pouco sem tempo,desculpa por qualquer erro,e boa leitura ^3^.
Obs: Quem gostou da fanfic,por favor comente e favorite ,obrigada 💞

Capítulo 4 - Merely


Fanfic / Fanfiction T.Blood - Capítulo 4 - Merely

Hoje faz mais um mês  que meu irmão,Yoon morreu “misteriosamente”,os médicos disseram que foi culpa do câncer que ele “faleceu” ,mas nunca acreditei nisto,tenho certeza que Jeon JungKook o matou ...

Pois minha família e a família do Jeon,são amigas há muito tempo,porém há uns meses atrás meu irmão,Min Yoon-Gi,como o filho mais velho da família és o herdeiro da empresa,mas no dia para Suga,apelido que eu dei à ele quando éramos pequenos,iria aparece para afirmar seu lugar como o novo “chefe”,o mesmo deu uma noticia que ninguém esperava .

Flack Back [ On ]

-Bem,hoje é um grande dia à todos,pelo que penso- dizia suga se sentando na cadeira principal.- Mas tenho más noticias à vocês...-sua voz estava fraca,em suas mãos havia papeis parecidos  com exames médicos .

- Suga-Hyung...- falei me levantando da cadeira,ao meu lado estava meu pai.

-Calma,Hope,está tudo bem,sente-se – pediu ele calmo .

-Desculpe –me – obedeci o mais velho.

-Então,se que todos querer ,e esperam que eu me torne o “chefe” daí,mas ai que está ,e se o futuro chefe estivesse morrendo? Ele dera que passar o lugar para outro,certo? –Todos a minha volta se levantaram ,olhei JungKook,e o mesmo está sorrindo,sentado .

-Neste caso,Yoon-Gi,pra quem vai passar o seu lugar ?-dizia o moreno .

-Hã?Ele não vai passar nada pra ninguém,Jeon- dizia olhando friamente para JungKook.

-Ele mesmo falou isso,Hoseok- falou o alheio .

-Ele fez uma pergunta ,não afirmou,não coloque palavras na boca de meu irmão,seu bastardo !- saiu como grito,pra ser sincero,a presença me incomodava mais do que tudo neste momento.

-Calma vocês dois! – Dizia alto – ambos são duas crianças? Obrigado J-Hope,e o Jeon não está colocando nada em minha boca. Deixe-me terminar – terminou Yoon-Gi .

-Mas Suga-Hyung...- olhei o mais velho,e me calei .

-Eu estou morrendo,estou com câncer,tenho apenas 5 meses de vida,sim é muito pouco,e eu deveria ter falado isso antes,mas só fiquei sabendo disso há uma semana atrás,vou passar meu lugar ao meu irmão mais velho,Jung Ho-Seok,me perdoe Jeon Jung-Kook,mas o próximo será Hope. Eu,Min Yoon-Gi de Daegu  ,passo meu lugar a Jung Ho-Seok... Sinto muito pelas noticias ,é só por hoje – terminou o mesmo,jogando os papeis sobre a mesa,todos da mesa pegaram,inclusive meu pai.

-Suga-Hung?- Aquilo não poderia ser verdade,meu irmão não iria morrer,deve ser apenas uma brincadeira,meus olhos se encheram de lágrimas ,olhei para meu pai e logo para o papel : “Câncer agressivo”.”Tempo de vida apenas 9 ou 7 meses”. Era sério aquilo,olhei para suga,o mesmo estava encarando Jeon,enquanto o mesmo lançava um olhar como se estivesse matando meu irmão com os olhos. Me levantei na hora,andei até Suga,e abracei o mesmo pelas as pernas – Suga-Hyung,você não pode fazer isso !!!Não pode ,não pode- ele me olhei e fazer uma leve acareação em meu rosto.

-Calma pequeno Hoppie,ainda estou vivo,e vou aproveitar o tempo que tenho,gostaria de me ajudar com isso?Estava pensando em viajar ,só eu e você,como antigamente,que tal?-sua voz estava tão,o sorriso em seus lábios,mostrando meus dentes brancos,me fazia fechar os olhos,meu choro havia parado na hora.

-Sim,suga-Hyung- retribuí ao sorriso dele,mas o meu estava fraco,eu me levantei e em seguida ele também se levantou .

-Vamos fazer as malas hoje mesmo,quando mais rápido irmos ,melhor és – dizia ele .

-Uhum- concordei ao mesmo.

-ISSO É SÉRIO MESMO?HÁ-HÁ-HÁ-HÁ ,VOCÊ ÉS MUITO ENGRAÇADO MIN YOON-GI –era JungKook,em pé olhando a frente- ACHA MESMO QUE PASSANDO O LUGAR PRA ELE,A EMPRESA VAI CRESCER ? ELE É SÓ UM MULEQUE NUM ROSTO MAIS VELHO!- dizia JungKook.

-Ache e diga o que quiser Jeon Jung-Kook,não irei mudar de ideia ,apenas aceite,pois vai ser melhor pra todos e para a empresa  terminou meu irmão,Suga.Eu e o mesmo saímos da sala.

 

POV : J-Hope { Flack Back [ On – 1  ] }

Estávamos em casa, fazendo as malas,mesmo estando triste pelo câncer de YoonGi,estava feliz ,pois eu poderia fazer seus últimos meses de vida felizes ,falando assim até parece que tenho uma queda por ele,mas não,eu não tenho,apenas tenho muita admiração,meu irmão me ensinou tudo o que sei,me ajudou quando estava confuso sobre meus sentimentos,pois eu sou homossexual assumido,mas isso de me assumir só aconteceu porque meu irmão me ajudou,me deu forças para dizer a verdade aos nossos pais,eu tinha apenas 14 anos ,tinha medo de muitas coisas,e por ser o terceiro filho,o medo era maior,mas isso passou quando o Suga-Hyung me ajudou ,então agora seria a hora para que eu retribuir  . De malas feitas e Suga,partimos para Busan,Coreia do Sul,quando pergunta o por que de ir para lá,o mesmo velho apenas me respondeu : “Tem uma floricultura  lá,a floricultura perfeita”,depois seguimos até Seul,vamos em todos os lugares,e até mesmo nessa floricultura ,mas isso foi no mês seguinte. O lugar de fato era lindo,simples mais muito lindo ,não é a toa que o YoonGi-Hyung gostava de lá ,quando chegamos ,a loja estava com poucos clientes,havia um garoto de cabelos ruivo,lábios carnudos a rosados,vestia um camisa braço por baixo do avental ,parecia que o mesmo estava vivendo em seus pensamento,de aparência jovem,um ou dois anos mais novo que eu ,na época eu tinha dezoito anos,eu e Suga olhamos algumas flores,mas podia perceber que Suga,sempre que podia,encarava o ruivo,então depois de tanto vê flores,ambos fomos até o balcão .

-Vamos levar essas,por favor poderia fazer um laço ?- perguntei olhando o garoto- ei garoto ,está me ouvindo? –falei um pouco irritado.

-Deixe,está tudo bem,vou dá uma olhada pela loja,obrigado – Dizia meu irmão.

-Hm?Perdoe-me meus modos,eu...eu estava pensando em meu irmão mais velho – a voz do garoto era suave ,calmo,baixo e triste,parecia que algum havia acontecido ao mesmo

-Tudo bem...Você deve ser novo aqui,nunca vi seu rosto nesta loja antes- terminou meu irmão.- Sou Min Yoon-gi,mas me chame de Suga – falou o mesmo.

...-revirei os olhos,e saia da loja- Sério Suga?Você nem conhece esse garoto e já está falando seu nome? Daqui a pouco você vai vim me dizer que está apaixonado por ele,afff,você tem problema por acaso ,Min Yoon-Gi ? Até parece um daqueles caras que se apaixonam a primeira vista ,afff – fiquei resmungando no lado de fora da loja,e alguns minutos depois vejo o sorrio do Suga-Hyung surgir,e o mesmo saiu da loja.

-Depois a demora- falou ele sorrindo .

-Vai querer mora ai?-perguntei o olhando.

-Não bobo- falou rindo – de onde tiraste essa ideia ? – ele me olhou.

-Sei lá- dei os ombros- aonde vamos agora?- perguntei.

-Comer,mas sabe...vou passar aqui na semana que vem,gostei do Jiminnie,ele me chama atenção...-falou ele- vamos ?- perguntou o mesmo.

-Tá senhor Yoon-Gi apaixonado – respondi .

POV : J-Hope { Flack Back [ Off – 1 ] }

POV : J-Hope { Flack Back [ On –  2  ] }

 

 

Mas Yoon-gi apareceu cada vez mais “apaixonado” pelo Jiminnie,pelo menos era assim seu nome,não que isso seja ruim,mas é que nunca vi o Suga-Hyung tão feliz antes,e o tal Jiminnie não sabia que meu irmão iria morrer daqui à 7 meses,isso não era justo,por muitas vezes conversei com suga sobre isso,mas ele estava confiante demais,já estava apaixonado por Jiminnie,não queria estragar as coisas,mas como é perfeito,fiquei sabendo que JungKook enlouqueceu,ainda não aceitando  que o lugar eras meu,e que o mesmo queria fala com meu irmão sobre isto. Antes do ano acabar,meu havia parado de fala com Jiminnie,pois sua saúde estava começando a piorar,mas algumas vezes ligava para o ruivo,então suga falou que seu “namoradinho” havia feito 17 anos,sabia que ele  era mais novo que eu U-U,ambos marcaram de se vê,Suga estava tão lindo.

-Vou me declarar à ele,o que acha?- perguntou ele- Sabe,contar os meus sentimentos,eu...eu..-dizia ele.

-eu lhe apoio em 100% ,mano – falei sorrindo – se ele lhe faz feliz,lhe faz especial,único,importante,então siga em frente...- terminei .

-Obrigado Hoppie- falou ele sorrindo .

-De nada – retribuí .

E lá se vai Min Yoon-Gi,o Swang de coração frio apaixonado,fiquei no hotel,pesquisando sobre JungKook,conversando com os outros empresários da empresa,mas os resultados não eram bons.Mas tarde no mesmo dia ,de noite,Siga chegou aos choros,segurando seu casaco com força,eu estava na sala,assim que o vi naquele estado,corri até ele e o abracei com força.

-O que foi Suga?Está doendo de novo? Me responde – dizia quase gritando. Olhando Suga,mas ele só negava com a cabeça – Foi o Jiminnie?- ele assinou com a cabeça- o que aconteceu ?- perguntei,fazendo o mais velho se sentar no sofá .

-Ele...Ele ama outro,Hope...ele ama outro...depois de tudo que eu fiz,ELE AMA OUTRO! POR QUE?POR QUE ?- ele estava chorando,gritando de dor,dor de amor.

-Calma,Calma,estou aqui- abracei o mesmo,tentando acalmar o mesmo.

Nunca tinha visto o Suga-Hyung assim antes,ele estava tão acabado,foi tão difícil fazer ele dormir e quando finalmente conseguir,o dia estava quase nascendo ,05:30 da manhã,depois desse dia,Suga e Jiminnie pararam de se fala ,bem,era muito pouco a conversa de ambos,eles só se falavam atrás do telefone,Suga não queria mais vê Jiminnie,meu irmão ficou uma semana sem falar com Jiminnie,pois nesta mesma semana ,eu tinha que fazer a apresentação,e eu finamente e oficialmente havia virado o “chefe da porra toda”,mas com dois  meses na mesma desculpa,ele e Jiminnie marcaram de se vê novamente.

Na noite,Suga chegou em casa dizendo que havia beijado Jiminnie,mas isso foi o “maior erro de sua vida”,e o mesmo me disse em seguidaessa foi a minha deixa ,a ultima vez que irei vê-lo”, depois disso,nos dois voltamos para U.S.A ,durante a viajem fiquei pensando em JungKook,o motivo dele não ter aparecido na apresentação,talvez ainda estivesse com raiva?Ou poderia está planejado alguma coisa contra Suga ou  a mim,talvez ,talvez, SIM,EU CONHECO JEON JUNG-KOOK,SEI QUE ELE ESTÁ FAZENDO ALGO AGORA .

POV : J-Hope { Flack Back [ On –  2  ] }

Flack Back [ Off ]

-Senhor Jung Ho-Seok,já chegamos em Busan,quer que eu traga alguma bebida ?- perguntou a aeromoça.

-Oh,obrigada Lee,não,apenas água mesmo,obrigado novamente- agradeci a moça,que logo saiu.o a visão parou,a escada do mesmo abaixou,peguei minha mala,e desci.- Está pronto Jeon Jung-Kook? – dizia baixo para mim mesmo ,respirando fundo,via meu carro a minha espera ,entrei ,indiquei o lugar que queria ,e o mesmo me obedeceu .

POV : JiMin

Já estava na hora de JungKook sabe sobre o que dia que ele “me estuprou”,nós estávamos na casa nova,por algum motivo JungKook quis se mudar ,não que seja ruim,mas da noite pro dia?Tem algum motivo para isso.

-Ah sim JiMin,pode me contar sobre o dia da festa que eu dei ?Eu lembro que você falou que eu fiz uma coisa horrível com você,pode me dizer agora – perguntou Jungkook pegando em minhas mãos,acariciando as mesmas .

-É que...-eu engoli a seco,só de lembrar o que aconteceu me dava nojo,me tava vontade de chorar,mas  antes de perceber ,eu já estava ao choros .

-JiMin – era a voz dele,quando o olhei ,o mesmo me abraçou com força – eu desculpa por isso...eu não lembro ,eu – dizia JungKook em tom baixo.

-Você me estuprou ,me bateu e riu,isso foi frio e cruel...- falei de uma vez,senti ele se afastar de mim.

-Eu...eu fiz isso?- falou ele soltando as minhas mãos,o mesmo olhava para as suas.-eu...JiMin,me perdoa...eu- ele se levantou e se virou .

-Sim...foi você...-falei o olhando .

-Eu preciso sair,eu...AAAAHHHH- ele saiu da sala ,corria até a cozinha,fiquei em meu lugar chorando- até que ouvi o telefone tocar,me levantei e corri até o mesmo.

-Olá ?- perguntei ,mas não ouvi nada – Olá?Quem é ?-perguntei mais uma vez.

-JiMin?- era uma voz feminina – aqui é a Jeon Jae-Hyuk,omma do seu amado Kookie,poderia falar com ele ?- suspirei .

-Sim,senhora JaeHyuk,claro,só um minuto – deixei o telefone de lado e corri até JungKook,o mesmo estava no chão,estava se automutilando com uma tesoura de ponta fina – O QUE TA FAZENDO? PARA COM ISSO!!- peguei a tesoura e a joguei pra trás,seu rosto está pra baixo,levantei o mesmo – OLHA PRA MIM,JUNGKOOK!!- ele me olhou sorrindo fraco.

-Eu lhe machuquei ...me machuque também...Ji-JiMin- sua voz estava fraca,dei um jeito de pegá-lo no colo,mas não deu muito certo,mas consegui deixá-lo no sofá,cori até o telefone – Senhora JaeHyuk? Ainda está ai?-perguntei a mesma.

-Hm,depois converso com ele,cuide bem dele ,JiMin – ela desligou sem me deixar fala

-Que mãe é a sua?- falei baixo e liguei pra  ambulância,em alguns minutos a mesma chegou,eu estava segurando os panos que cobriam os pulsos ensanguentados de JungKook,a mão do mesmo tentava acariciar meu rosto,eu estava chorando por tudo ,não sabia o que fazer,quando finalmente chegou ,fiquei ao lado do mesmo o tempo todo.

No hospital ...

Ele estava dormindo,mas o pulsos enfaixados ,segurava sua mão,o medico havia falado que o motivo do estado dele não era a perda de sangue,mas sim os fortes remédios que ele bebia para dormir,o medico havia me perguntando se eu ,como seu namorado,sabia o motivo dele beber aqueles remédios ,eu respondi que nem sabia dos remédios e muito menos de tais motivos para o uso. Me peguei pensando na saúde de JungKook,se o mesmo estava bem,porque não havia me falado dos remédios,eu estou preocupado com ele?De repente sinto um aperto em meu coração,olhando ele ali dormindo,o mesmo estava pálido ,sereno,adormecido,o que será que o fez tomar remédios tão fortes que pudessem o matar em doses altas,por que se cortou,talvez por ter lembrado do tal dia?Eu só queria que ele acordasse,dois dias se passaram,ele ainda estava dormindo,meio que ele estava em coma,mas não ia durar mais que 3 semanas,na segunda semana,ele apertava levemente minha mão,mesmo dormindo,eu ia vê-lo,cuidar dele,e até contava historias de dormir,era algo bobo,mas queria que ele se sentisse melhor o quando mais rápido melhor,no penúltimo dia,via um rapaz saindo de saiu quarto,mas quando chamei sua atenção,o mesmo de costas saiu correndo ,tentei seguir ele mas desisti,voltei ao quarto,JungKook estava de olhos abertos,parecia que tinha visto um fantasma ,o abracei .

-Ei,que bom que você acordou,estava tão preocupado com você- falei o olhando,o mesmo piscava como se estivesse tentando entender alguma coisa .-depois de amanhã vamos pra casa,não se preocupe  - falei sorrindo .

No dia seguinte,ele estava falando,mas era bem pouco,sempre ao lado dele,pois ele estava assustado,querendo que eu ficasse lá até o dia de sair,apenas concordando,havia até esquecido do rapaz que estava aqui,a noite caiu,e eu dormir. No dia seguinte,ele recebeu alta,mas tinha que ficar sobre observação,em casa,ele ficou de cama,mas tinha que se levantar,andar um pouco pela casa,comendo comidas cozidas ,tomando vitaminas ,sem uso de remédio para dormir,por isso eu dormia com ele,ele parecia tão carente,que durante algumas noites,me pedia para lê para ele,para fazer cafuné,o abraçar como antes,mas o mesmo em todo momento difícil,chorava pedindo desculpa,desculpa por tudo,eu já o tinha perdoado,apenas queria cuidar dele,talvez depois de tudo ,posso está me apaixonando por ele,mas ao mesmo tempo isso me parecia errado,não sabia se o JungKook violento iria voltar e me fazer sofre de novo. Num dia qualquer , havia uma carta desconhecida ,JungKook estava no banho,e eu na cozinha,sem abri o envelope,apenas vi  escrito “Olho por olho,dente por dente,ainda vou matar você”,arregalei os olhos,sentindo um arrepio forte em minha espinha,pisquei algumas vezes,tentei respirar fundo com calma,deixando a carta no correio ,voltei a cozinha,apoiei minhas mãos na pia,sentia um frio na barriga,uma enorme vontade de vomita,até que senti os braços quente de JungKook em minha volta.

-Está tudo bem?-dizia ele com sua voz rouca no pé de meu ouvido .

-S-Sim...-corei ,me arrepiando novamente – Po-pode vê se o carteiro passou? - Perguntei e o mesmo se afastou .

-Claro,você ta bem?- me virei ,ele me encarava .

-Sim,claro- estava mentindo – Já falou com sua mãe?- perguntei.

-Ela não atende,mas não se preocupe,vou falar com ela logo – terminou ele e o mesmo saiu da cozinha.

POV : J-Hope { Flack Back [ On – 3  ] }

Estava em Seul há quase um mês,procurando os rastro de JungKook,procurando tudo que ele tem ou tinha,descobrir que ele estava namorando e que a cafetona da sua mãe,uma mulher que “prostitui” garotos e garotas jovens para seu prazer estava se olho em seu namoradinho,um ruivo de olhos castanhos e lábios carnudos,mas não sei seu nome,coisa que não vai demorar muito para eu descobrir,ele havia se mudado ,motivos? Nenhum,apenas “quero dá um conforto melhor ao meu namorado”,ridículo demais. Bingo,parece que ele sofreu um acidente , o paciente estava se automutilando ? Que coisa feia Jeon Jung-Kook,e o seu namoradinho ficou com medo,awwt,que gracinha,e o hospital é ...?Ah sim! Que tal uma visitinha ?

No dia seguinte,acordei cedo,estava tão animado para visitar em amigo JungKook. Passei a manhã toda planejando o que fazia com ele quando chegasse lá,e claro,ter certeza que seu namoradinho não estivesse presente,se não,o hospital seria culpado por deixar uma pessoa louca matar o paciente e o acompanhante,não é mesmo?

Oito e meia da manhã,saia de casa,oito e quarenta  estava no hospital,foi bem fácil de passar no balcão do mesmo,a mocinha do lugar me indicou  o quarto dele,então segui ao mesmo.Ao entrar,JungKook,estava dormindo,parecia sonhar com seu namoradinho talvez? Levei meus lábios até o pé de seu ouvido e apenas sussurrei “bom dia ,pequeno Jeon,porque não acorda ?”. Ele acordou alguns segundos depois.

-J-J-Hope?- dizia ele de olhos arregalados.

-Olá ,Jeonzinho,lembre-se de mim,o irmão do Suga,aquele que você matou ,seu assassino ! – falei friamente – claro que você deve se lembrar,não tem como esquecer de mim,você mesmo falou isso quando nós nos conhecemos ,agora,fique sabendo,eu estou de olho em você,e no seu namoradinho ,cuidado – terminei,dei um passo pra trás,ouvi alguém me chamar,mas nem olhei pra trás,ainda de costas sair correndo do quarto.

Estava fora do hospital,me sentia ótimo,pois era maravilhoso vê aquele assassino naquele estado,então voltei para meu hotel,passei semanas observando os movimentos de JungKook,o que parecia ,seu namorado não estava no meu radar ,não sabia seu nome,sobrenome,rosto,e seus antigos dados pessoais ,isso me irritava ,mas quando vi que o namorado de Jeon não sabia de nada,passou pela minha cabeça que se ele não sabia,seria melhor eu o conhecer pessoalmente,e até fazê-lo vim para meu lado ,a ideia não era ruim,mas eu tinha muito o que pensei,planejar cada passo,cada detalhe,tinha que ser tudo perfeito e  discreto. Finalmente uma noticia boa,Jeon Jung-Kook estava bem melhor,e até andava,mas somente pela casa,foi ai que eu tinha que aproveitar,escrevi mais uma carta,mas agora,ela está muito atualizada,estava com detalhes e dando sobre o que via,apenas esperava por alguém pega,seu namoradinho foi o primeiro a pegar,mas em seguida ele deixou no lugar,tentei vê seu rosto,mas não consegui,até que Jeon pegou,assim que viu que era minha ,apenas dobrou e guardou no bolso,pegou as outras cartas  e entrou,ainda observando,uma das cartas em sua mão ainda a escrita de sua mãe,Jeon Jae-Hyuk,e amada cafetona ,pelo que sei dela,sei tudo sobre a mesma,ela esta convidando o namoradinho de Jeon para trabalhar com ela,mas a reação de Jung-Kook me surpreendeu.

-“COMO QUE AQUELA VADIA TEM A CARA DE PAU DE PEDI ISSO?”- dizia JungKook aos berros .

-“Calma,eu não vou aceitar,não sou um objeto ,se acalma Kook”- era a voz de seu namorado.

-“Não vou lhe vender e nem lhe dá,ou perde pra ela,essa puta não vai lhe ter,NUNCA!- gritou mais uma vez  JungKook.

-Hm,então a cafetona quer que o namoradinho do filho seja mais um vadio na sua coleção?Essa não tem vergonha e nem valor,JaeHyuk – dizia eu ,fechando a tela do notebook – Uma vez cafetona, sempre cafetona – terminei ,bebendo meu suco de manga , estava vivendo em meus pensamente – Sua hora está chegando Jeon Jung-Kook – passei a rir loucamente de desejo

Continua ...


Notas Finais


Gostaram? Bem,até o próximo capítulo *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...