1. Spirit Fanfics >
  2. Te amar, foi um erro (Alterado) >
  3. Nem sempre as coisas saem como pensamos..

História Te amar, foi um erro (Alterado) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem..

Capítulo 7 - Nem sempre as coisas saem como pensamos..


Sim, o próprio.

- Taehyung? Oque faz aqui? - Levanto bem rápido.

- Quem é esse cara?

- Sou o namorado dela, por quê?

- Namorado? Ela nunca me falou nada sobre isso.

- Era isso que eu estava tentando te explicar Dominic.

- Você mentiu pra mim Blair.

Percebi uma certa fúria no olhar de Taehyung então sai andando e o puxei comigo pra fora.

- Oque era aquilo? 

- Eu estava sozinha, ele chegou do nada.

- Tem certeza? Não marcaram nada?

- Não, é sério.

Logo Dominic sai pela porta. 

- Isso ainda não acabou Blair.

Juro que no mesmo segundo em que ele disse isso, foi acertado um soco na sua cara com toda a força dado pelo Tae.

- Que porra é essa Taehyung!!!!

- Você não deveria ter feito isso cara. - Sai andando com a mão no rosto que já sangrava.

- Por quê fez isso? Ele é maluco eu sei, mas não merecia.

Ainda balançando as mãos pela dor, ele me encarou frio.

- Ta defendendo ele?

- Não, mas também não achei certo ter machucado-o assim.

- Ótimo, então vai lá cuidar dele. 

Ele atravessou a rua e antes que eu pudesse ir atrás o sinal se fechou. E lá se foi meu sonho, dentro do táxi. 

Voltei pra casa num ódio terrivel. Caramba estava tudo uma confusão! Porém... Eu conhecia alguém perfeito pra me ajudar naquele momento. 

Logo liguei pro Kristofer que em minutos chegou aqui.

- Qual o babado?

- Minha vida amorosa.

- Nunca achei que ouviria isso de você.. Mas oque aconteceu?

Expliquei tudo a ele detalhadamente mas ao invés de rir dessa vez ele quase me bateu.

- Você é doida Blair? E se esse cara tem problemas na cabeça?

- Dominic ou Taehyung?

- OS DOIS!

- O Dominic só esta inconformado por não ter ficado comigo e o Tae, só esta com ciúmes.

- Você fala como se fosse tão simples. Cara, quando eu disse pra você arranjar alguém, era UM alguém e não que se enfiasse num triângulo amoroso.

- Ai amigo, to tão confusa, me ajuda..

- Eu sei, eu sei.. - Ele me abraça. - De quem você gosta?

- Taehyung.

- Então por quê ainda perde tempo com o Dom?

- Por quê tenho dó dele.

- Isso não se faz, só vai piorar tudo.

Logo o celular vibra. Era uma mensagem do Ryan.

- Hmmm, o chefinho anda te mandando mensagens? - Ele puxa o celular da minha mão.

- Ele ta muito estranho.. Me liga, ai quando eu atendo ele diz que não vai falar nada comigo enquanto eu não tiver um tempo de sobra, tipo um tempo só pra ele.

- Eita porraaaaaa, até o Ryan Blair?

- Nem começa, estamos trabalhando juntos num negócio, e é só questão de profissionalismo.

- Sei, olha que intimidade, ele nem te chama mais de Simmons. - Kris diz descendo as conversas. - Blair, esse é o Ryan Collins! 

- E dai?

- Vai dizer que não sabe..?

- Não.

- Queridaaaa, esse sapão é podre de rico, ouvi dizer que ele tem umas 12 casas.

Comecei a rir. 

- Seu interesseiro safado! 

- Ainda bem que você sabe, eu investia! Imagina? Rico, alto e gostoso daquele jeito, aquela pele linda.. Tudo de bom.

- Eu imagino sim..

Taehyung tem tudo isso..

- Mas e ai, responde a mensagem dele..

Fui ver então:

Ryan: Blair, sinto muito por ter tratado você mal durante esses dias.. Será que eu poderia compensar? Sei lá, vamos sair..

- Ihhh amiga, da última vez que se encontrou com um cara deu ruim.

- Por que essas coisas só acontecem comigooooo!?

Eu: Claro, depois marcamos então.

Ryan: Que bom que aceitou, então, até no trabalho.. Boa noite.

- Você ta se superando hein!

- Bom, o Taehyung vai entender se eu explicar que é meu chefe.

- Chefe? Você ta cega se não vê que ele ta apaixonadinho por você.

- Para Kris, aposto que ele tem alguma notícia boa sobre a nova empresa.

- Veremos. Mas agora, eu preciso ir.. Vou encontrar com um dos meus ficantes preferidos, me perdoe não poder ficar mais. 

- Não se preocupe, só de ter conversado contigo ajudou muito..

Nos abraçamos. 

- Eu te amo pirralhazinha que agora esta batizada com a impureza do mundo.

- Eu também te amo meu muso inspirador.

Depois que ele saiu, fui tomar um banho demorado e aproveitei pra ficar pensando.. Na hora de dormir, até evitei olhar o celular pra não ficar pensando no Tae, mas parecia impossivel, tudo lembrava ele.

Manhã.

Acordo com o som da campainha. Visto um roupão e vou até a porta onde ao abrir dei de cara com o Wilson, o porteiro do prédio aonde eu morava.

- Bom dia Blair, isso foi deixado pra você.

- Flores? Quem deixou?

- Um homem bem alto.. Mas você vai saber quem é porque tem um bilhete.

Peguei as mesmas e levei pra dentro, separei o papel e li.

" Oi, sinto muito pela minha atitude ontem.. Essa flor tem um significado, mas vou deixar que você pesquise.. - Kim Taehyung.

Guardei o bilhete e imediatamente fui pesquisar o significado.

Camélias: A flor da saudade.

- Ele esta com saudade de mim? 

Aproveitei ter despertado e fui tomar um banho pra depois ir trabalhar..

- Ei amiga, como você ta? - Kristofer diz quase cochichando por estar na minha sala escondido.

- Melhor, ele me enviou flores.

- Sério? Quais?

- Camélias, elas representam saudade, da pra crer?

- Que fofo! 

Logo Ryan entrou na sala.

- Oque faz aqui Kristofer?

- Só estou dando apoio a minha amiga que esta triste graças a um... - Chuto ele por baixo da mesa. - Aiiii!!

- Graças a minha avózinha que estava um pouco mal né.. Mas agora ele já ajudou muito, Kris obrigada amigo.

- Por nada - Sorriu forçado. - Com licença senhor, vou pro meu lugar.

- Ta tudo bem com você mesmo?

- Sim.. 

- Bom, eu vim aqui pra me desculpar.

- Sobre oque? 

- Eu te chamei pra sair ontem a noite mas infelizmente vou precisar viajar..

- Eu entendo, deve ser difícil pra você.

- Entende mesmo? 

- Claro.

- Obrigado Blair! Prometo que quando voltar vou te recompensar.

Ele sai mais empolgado do que esperado.

E de novo as duas semanas seguintes se passaram voando e só me restava ir de casa pro trabalho e vice-versa. Taehyung e eu trocávamos algumas mensagens durante o dia mas nenhum diálogo extenso, ele vivia ocupado e comigo não era diferente. Contei tudo pro meu melhor amigo que estava amando toda essa novela além de me dar vários conselhos. 

Enfim hoje era sábado então o pessoal da empresa havia marcado de ir numa balada conhecida por ali, óbvio que eu não perderia essa já que minha vida estava um tédio total.

- E ai Amy, quem você vai fisgar hoje?

- Ahh, ainda não escolhi..

- Pois eu acabei de ver um gato te secando.

- Que!? Aonde?

Ignorei toda aquela conversa e fui pegar uma bebida. 

Me sentei no balcão e tive novamente a sensação de estar sendo observada, pedi algo não tão forte e virei ali mesmo, levantei e enquanto ia em direção aos meus amigos ouvi uma discussão e ao olhar pude ver Dominic bêbado xingando alguns caras. Corri no mesmo instante pra impedi-lo de fazer qualquer besteira já que pelo seu estado era de se esperar qualquer coisa.

- Blair, oque faz aqui?

- Eu que pergunto. Ainda mais desse jeito!! Você não é um homem disso Dominic.

- Não me olhe, eu estou com vergonha ainda daquele dia.. 

- Esqueça aquilo.

- Não tem como..

Ignorei-o totalmente e cedi apoio pra acompanhar ele até a saída porém ele se afastou.

- Você não está bem, precisa ir pra casa.

- Não preciso não! Estou ótimo!

- Dominic, olha seu estado.

Ele parou e me encarou rindo ao perceber que nem mesmo conseguia se equilibrar sozinho.

- Você está tão linda hoje Blair, como sempre na verdade.

- Ta, já chega, você esta de carro?

- Uhum.

- Me dá as chaves eu te levo embora.

- E-Eu posso me virar..!

- Óbvio que não pode, você esta bêbado Dom. Espera aqui eu já venho.

Fui rapidamente avisar pros meus amigos que precisaria dar uma saída e já voltava porém o Kris se preocupava demais.

- Blair, você não é de se afastar do grupo, aonde vai?

- Levar o Dominic pra casa.

- O Dominic? Ninguém nunca precisou cuidar dele queridinha.

- Eu sei mas olha só como ele está.

Kristofer olhou e começou a rir. - Quer que eu vá junto amiga?

- Não se preocupe, eu posso fazer isso sozinha.

- Tem certeza? Acho melhor eu ir..

- Relaxa Kris, não vai acontecer nada.

- Tem razão, o máximo ali que pode acontecer é esse boy te encher de vômito.

Dei um soco no braço dele. - Não começa!

- Ai gata, que força sobrenatural é essa?

Ignorei o mesmo e sai andando atrás do bêbasso.

- Kristofer, você confia mesmo naquele cara?

- Não, por isso que vou dar um tempo até ir atrás dela.

Puxei-o comigo até o lado de fora e com fraqueza ele apontou qual era seu carro. Entramos e ele ia mostrando o caminho.

- Blair, eu preciso vomitar, para aqui.

- Nessa rua deserta e escura? Não mesmo, vomita aqui dentro.

- Blair, para o carro!

- Eu não vou parar Dominic!

Ele me encarou sério e então voltou a ditar o caminho. Não demorou muito pra que chegássemos e então depois de falar com o porteiro eu o levei até o seu quarto, tirei seus sapatos e o deitei na cama.

- Ufa, missão cumprida.

- Blair.......

- Oque? 

Foi o tempo de me virar que ele apagou. Ri sozinha da cena e me abaixei um pouco pra pegar os sapatos e o casaco dele que estava jogado no chão porém fui agarrada pela cintura e arremessada com toda a força na cama. 

- Fique comigo Simmons. - Ele subiu em cima de mim me deixando totalmente imóvel.

- VOCÊ TA LOUCO!! ME SOLTA AGORA!

- Se eu estou louco? Apenas por você meu amor. 

 Em uma tentativa falha de me dar um beijo eu mordi seus lábios com toda a força oque o fez sangrar.

- Poxa, você não deveria ter feito isso. Eu estava tão bonzinho..

- Você não estava bêbado coisa nenhuma né? ISSO FOI UMA ARMADILHA!!!

- Eu disse que você seria minha.

- VOCÊ É SUJO! - Cuspi na sua cara mas logo levei um tapa forte pela atitude.

- Calada, não me faça enfiar algo na sua boca..

- SOCORRO!!!!! - Comecei a me debater mas ele ignorou isso e por ser bem forte conseguiu segurar minhas duas mãos usando apenas uma das suas enquanto a outra invadia por baixo da minha saia.

- Você resistindo só ira piorar as coisas..

Ainda me debatendo, chorando e gritando muito ele continuava a ignorar, como se soubesse que ninguém iria ouvir, ele nem sequer tentava me parar, apenas estava lá fazendo oque queria. E com toda a força penetrou um de seus dedos em mim oque me fez gritar de dor já que eu estava seca e apavorada.

- POR FAVOR, PARA, VOCÊ TA ME MACHUCANDO!!!

Como castigo ele me arranhou internamente.

- Eu mandei parar de resistir, se você fosse mais gentil, as coisas estariam andando numa boa. - Ele dizia isso enquanto tentava beijar minha barriga e meus seios porém eu continuava resistindo e iria continuar até minhas forças acabarem. 

Impaciente ele rasgou minha blusa e no mesmo instante ouviu-se batidas fortes na porta. O mesmo tapou minha boca.

- QUEM É?

- O porteiro! Tem alguém lá embaixo querendo te ver.

- Diga que estou ocupado.

- Mas ele disse que é importante.

-DIGA QUE ESTOU OCUPADO.

Aproveitei a distração e dei uma joelhada nas suas "partes" oque o fez rolar da cama e se contorcer pela dor. Corri até a porta e abri dando de cara com um senhor baixinho.

- Oque aconteceu aqui??

Sem dizer uma palavra sai correndo até o elevador e apertei os botões repetidas vezes até vê-lo se fechar mas por uma pequena brecha pude ver aquele tarado correndo rapidamente. Graças a Deus eu escapei a tempo. 

Corri sem parar até o lado de fora do condomínio e como o meu anjo da guarda, Kristofer estava lá.

- BLAIR MEU DEUS, OQUE ACONTECEU!!!???


Notas Finais


Queria dizer que está quase no fim :(
Se faltou detalhes me perdoem mas é que essa fic foi só pra descontrair, pretendo enviar outras futuramente..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...