1. Spirit Fanfics >
  2. "Te amei mais que qualquer outra" - Severo Snape" >
  3. A nova professora

História "Te amei mais que qualquer outra" - Severo Snape" - Capítulo 5


Escrita por: QuaseMeiaNoitee

Capítulo 5 - A nova professora


Fanfic / Fanfiction "Te amei mais que qualquer outra" - Severo Snape" - Capítulo 5 - A nova professora

Eu ouso sons... Barulhos insuportáveis de ouvir, mas mas não consigo enxergar nada... 

Alguém me chamava! Alguém me implorava por ajuda! Eu precisava ir até lá, eu precisava estar lá! 

Mas eu não conseguia me mexer... Tudo que consegui fazer era gritar de desespero. 

E uma mesma palavra se repentino instantâneamente, e uma última frase se fez presente.

"Avada kedavra!"

Despertei em um pulo, com o coração acelerado, minhas respiração estava rapida... Senti minha pele suar frio. Encarei ao meu redor rapidamente notando o lugar a onde eu estava, me certificando a onde eu me encontrava.

Na noite anterior havia dormido acidentalmente em quanto lia alguns livros, o sono me venceu me fazendo desmaiar de cansaço sobre minha mesa. Meu corpo estava dolorido, havia ficado em uma posição não muito confortável a mim, e a cadeira do qual eu estava sentada não colaborou.

Me levantei com dificuldades e andei em direção ao espelho mais próximo a minha frente... Assim me vi o quanto eu me encontrava péssima! Eu tinha olheiras profundas e minha aparência tramitam que eu estava abatida. Os mesmos pesadelos de todas as malditas noites da minha vida, isso estava me matando aos poucos... 

Era sempre mesmo sonho, contado em diversas formas diferentes, todos me lembrando daquela fatídica noite. Todos os dias do resto da minha vida eu passaria me cobrando o quão fraca eu fui, o quanto eu não fui capaz de proteger o que é meu! 

Coloquei minhas mãos sobre o rosto tentado de todas as formas me acalmar de minha extrema ansiedade que controlava meu corpo, me impedindo até mesmo de conseguir respirar, por mais que eu puxasse o ar ele não chagava em meus pulmões... Me senti sufocada. Aos poucos meu coração foi desacelerando lentamente, me fazendo voltar em meu estado normal. 

Olhei em minha volta vendo uma jarra de água sobre uma das prateleiras, despejei o conteúdo dentro de um copo o bebendo de uma vez, sentindo um alívio absurdo em minha garganta. Eu não me encontrava bem, eu me senti terrível por dentro. 

Não me sentia com fome... Talvez eu não compareceria ao café da manhã de hoje, não estou com nenhum pingo de ânimo para encenar uma aparência saudável, me sentia enjoada demais, mesmo se eu quisesse comer provavelmente me daria ânsia. 

Não pretendia sair desta sala, passaria a estudar igualmente a noite passada, apenas compareceria no Salão Principal de noite... 

(...)

Pov: Narrador 

Snape acabava de se retirar de seus aposentos, caminhando em direção ao escritório de Dumbledore, no dia anterior não havia tudo tempo o suficiente para poder entregar o livro que havia lhe pedido que pegasse na biblioteca. Após isso, voltaria em sua sala de aula reorganizar tudo que seria necessário para a chegada dos estudos, igualmente a Leona ambos não estavam com apetite para comer nesta manhã. 

Apressava seus passos enquanto caminhava pelos corredores em direção a o local que daria ao escritório do diretor, após lances de escadas se direcionou a torre do diretor já havia avistado a Gárgula de Pedra, se aproximou ficando em frente. 

- Doce de abóbora - citou previamente a senha observando em seguida o movimento da Gárgula lhe liberando sua passagem

Assim se viu parado em frente a grande sala do Diretor de Hogwarts, logo em frente se encontrava Dumbledore sentando em sua cadeira em frente a uma grande pilha de papéis e livros espalhados, ele lia atentamente as folhas com seus óculos meia-lua. Snape tossiu propositalmente para chamar a atenção do homem a sua frente. 

- Severo, pode se aproximar - disse sem o olha-lo 

Snape obedeceu o que o diretor havia lhe falando e com passos lentos se aproximando em frente a sua grande mesa. Pegou o livro que segurava sem suas mãos o colocando sobre em sua frente. 

- Ah sim - Dumbledore desviou o seu olhar de seus papéis olhando em direção ao livro o pegando logo em seguida - agradeço muitíssimo Professor 

Acenou com a cabeça e se virou ameaçando a sair de sua sala, mas antes foi interrompido pela voz do Diretor o impedindo de se retirar. 

- Antes que vá Severo - Snape novamente se virou em direção ao diretor, dessa vez Dumbledore o olhava - gostaria de lhe perguntar algo brevemente

- Diga - respondeu enquanto o encarava 

- Por a caso, saberia a onde se encontra a senhorita Harrington? - Snape estranhou tal pergunta se direciona a ele, não havia motivos para saber a onde se encontraria a nova professora se astronomia 

- Não saberia dizer 

- Entendo... Entendo - respondeu abaixando sua cabeça encarando a pena que usava para escrever que se encontrava em suas mãos - Está bem então

- Porque acha que eu saberia onde? - perguntou de uma forma indiferente, colocando seus braços atrás de suas costas 

- Bom... Ambos nessa manhã não compareceram ao desjejum, ao menos tive uma pequena esperança de achar que Leona estaria acompanhada que mais alguém ou fora do escritório

- Então suas suspeitas apontaram para mim? Não é minha primeira vez a não ir ao Salão logo cedo, já deveria saber após muitos anos

- Eh claro, mas nunca se sabe... Afinal de contas, vocês dois são muito parecidos, e o senhor também não são uns dos mais previsíveis que eu conheço - respondeu tranquilamente - mas seria muito bom vê-la caminhando por esses corredores novamente

Severo não lhe respondeu, apenas balançou a cabeça em confirmação, não como se a vida a Senhorita Harrington lhe fosse de seu interesse, e muito menos entedia o porque dele os achar parecido.

- Já pode ir, creio que deve estar muito ocupado hoje

E sem estender a conversa se virou e saiu de sua sala... 

(...)

Severo organizava os livros em sua estande, juntamente com alguns ingredientes de poções e frascos em sua sala, pois na manhã seguinte já estaria a começar a dar aulas. Retirava alguns pequenos vidrinho de dentro de algumas caixas colocando sobre a mesa. 

Suspirou sentando em sua cadeira colocando as mãos sobre o rosto, hoje se sentia mais desgastado e cansado... por algum motivo não havia conseguido fechar os olhos noite passada. Retirou um de seus relógios de sua gaveta analisando o horário, em pouco mais de 3 horas os alunos chegariam. 

Algo nesta noite o fez sentir sufocado... Se sentiu angustiado, era estranho demais essa sensação, não era um sentimento familiar... Mas era o mesmo sentimento que sentiu olhando aos olhos da nova professora noite passada... Leona Harrington. Aquela mulher não lhe deu um bom pressentimento, apesar de seu rosto ter uma beleza formidável, tudo nela o pareceu tão gélido a vendo, suas vestes sendo de uma coloração fria, e suas expressões são opacas, sem vida.

Dumbledore sempre constou o quanto tinha apresso a senhorita Leona, quando a citou pela primeira vez notava-se o quanto se importava com a garota... Mas não conseguiu ver nada que Dumbledore havia lhe dito todo esse tempo. Quando a encarou no começo do dia passado sentiu arrepios estranhos, sentiu algo nela não estava certo, sabia que Dumbledore não deveria confiar tanto nessa mulher.

(...)

Pov: Leona

Me olhei de frente ao espelho pela décima quinta vez tentando ao máximo enxergar algo de bom em mim, feitiço já não estavam conseguindo esconder minha aparência desagradável e cansada, nem mesmo hoje eu conseguiria forçar um sorriso para ao menos deixar uma boa impressão, mas não posso forçar um sentimento falso de felicidade.

Assim que fui avisada da chegada dos alunos respirei fundo e me retirei de meu escritório às pressas, me senti um tanto ansiosa porém nem não estava nervosa, não sou alguém que costuma se importa com olhares de julgamento, tudo que exijo é o máximo de respeito a mim. 

Assim passei pelos corredores parei em frente a entrada do Salão principal, entrei sem delongas e passando por entre as mesas das casas que no momento se encontravam vazias, ao final a mesa dos professores onde havia uma cadeira sozinha ao lado do senhor Snape onde seria o meu lugar. Evitei encarar os olhares dos professores e me sentei em minha cadeira com uma postura firme e séria.

Após poucos minutos as portas se abriram dando a entrada dos alunos, todos se assentando em suas mesas e conversando instantâneamente como todo jovem, alguns olhares curiosos caíram sobre mim porém não dava muita importância a este requisito. Dumbledore logo apareceu dando o início do ano letivo com a seleção das casas dos novos alunos. 

Eu sinto falta da animação que eu senti quando  chamaram o meu nome para a escolha de casas anos atrás, nesta época eu era extremamente agitada e com nervosos a flor da pele, quando minha cabeça tocou com o chapéu seletor foi um choque muito grande que me fazia estremecer na cadeira. O chapéu ficou pensando poucos minutos em qual casa eu iria cair, porém para mim pareceu horas. 

Tão perdida em meus pensamentos mal havia notado que finalmente havia acabado, Dumbledore dava algumas breves palavras, acordei de minha pequena distração quando ouvi meu nome sendo citado pelo homem de roupas cinzas.

- Hoje quero dar as boas vindas a professora Leona Harrington - Seus olhos se direcionaram a mim fazendo a todos o mesmo, me levantei de minha cadeira arrumando minhas vestes e encarando aos alunos - este ano em diante será ela que irá lecionar astronomia para todos...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...