História Te amo com todo... meu coração - Capítulo 37


Escrita por: ~ e ~Bonniye

Postado
Categorias Como Treinar o seu Dragão
Tags Hiccstrid
Visualizações 135
Palavras 1.560
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OIII, gente aviso rápido, apartir de agora criei um cronograma de capítulos que eu irei lançar, será todo Sábado haverá capítulos novos. Bom foi só isso que eu queria avisar. ~Boa Leitura~❤

Capítulo 37 - Mark voltou. Parte 1


Fanfic / Fanfiction Te amo com todo... meu coração - Capítulo 37 - Mark voltou. Parte 1

POV SOLUÇO

Saímos de Berk sem ninguém saber que eu havia saído de casa antes de ganhar alta da Gothi.... Agora o que importa é achar a Astrid. Começaremos procurar pela Astrid perto do Domínio depois, procurar por algum sinal dos caçadores de dragões. 

30 minutos depois...

Nós não achamos nada... Deuses eu fui um completo babaca com Astrid, como pude brigar com a pessoa que esteve do meu lado o tempo todo!?.... Como eu fui um completo filho de trol naquela hora...

-Perna: SOLUÇO!!! - Disse Perna gritando- CUIDADO COM A REDE!

-Eu: O quê? -Olho para frente e vejo uma rede vindo em minha direção.

Não dará tempo de desviar. A rede me atingiu, eu e o Banguela caímos na água.

POV PERNA-DE-PEIXE

Meus Deuses! Soluço e Banguela caíram, o quê eu faço, o quê eu faço? Pensa Perna-de-peixe... Já sei.

-Eu: Gêmeos me ajudem a deter os navios, Melequento vá buscar ajuda.

Todos assemtiram sem protestar.Os gêmeos e eu fomos atacar os navios menores, depois para os maiores. O Melequento ainda não havia voltado, já estava começando a ficar estranho. Nossos dragões não estavam mais aguentando, precisamos pousar em algum lugar, mas aonde? 

-Eu: Gêmeos precisamos pousar em algum lugar.

-Cabeça Dura: Aé? Aonde então? Nós estamos em mar aberto, não tem nem uma ilha próxima!

-Eu: Eu sei, mas se continuarmos desse jeito nossos dragões vão se cansar e não terá o que fazer.

-Cabeça Quente: Ah, esta bem, aonde iremos pousar?

Eu ia abrir a boca, mas ouso o disparo de uma flecha vindo em nossa direção, desvio,mas os gêmeos não conseguem desviar há tempo. Tento ajudar mas uma rede me acerta.

POV MELEQUENTO

Não posso falhar com o Perna, todos dependem de mim, eu preciso voar para Berk o mais rápido possível... Espera eu estou vendo navios dos caçadores de dragão? ou é impressão minha?

Uma flecha quase me acerta. É tenho certeza de que não é impressão. Tenho que desviar deste navio não posso perder tempo com eles, então voo por cima, para não ser visto...

15 minutos depois...

Estou avistando Berk, mas o que são aqueles navios lá embaixo? Ah! Não pode ser... Caçadores de dragões!

Uma semana depois...

POV ASTRID

Sabe já fiquei bastante nesta ilha, preciso voltar para Berk, monto em Nevasca e me despeço da ilha eu volto para Berk. Pouso em Berk e espera, essa ilha está quieta demais para ser Berk, será que eu pousei na ilha errada? Não.

-Eu: OLÁ! -grito- Tem alguém aqui?

Não ouso nada, o que aconteceu aqui? As cabanas estão queimadas, o Grande Salão está todo revirado... Viggo, mas como ele pode? Eu terei de fazer um pequena visita para ele. Montei em Nevasca e fui para a base de Viggo, e pousei silenciosamente a floresta, eu e Nevasca chegamos nos calabouços e vimos praticamente a população inteira de Berk, todos me olharam surpresos.

-Viking: Astrid! Nos tire daqui!

-Eu: Shii! Eu irei libertar todos mas vocês precisam estar em silêncio.

Avistei Perna-de-Peixe,gêmeos e Melequento, então corri até eles.

-Eu: Eu irei tirar vocês daqui, mas cadê o Soluço?

-Perna: Ele foi levado para a execução.

-Eu: O quê? 

-Cabeça Quente: Você ainda não sabe?

-Eu: Do que?

-Melequento: Mark é o líder dos caçadores de dragões agora.

-Eu: Oi?

-Perna: É verdade, ele matou o Viggo e ocupou o cargo dele.

-Eu: Então eu terei de resolver isso. Irei soltar vocês, a dois barcos lá fora que é capaz de aguentar toda essa gente, mas tentem não serem vistos!

Eles assentiram e eu abri para eles, fui a procura de Soluço e o encontrei no centro dos caçadores de dragões, Soluço estava de olhos fechados e um homem de capuz preto parou ao lado dele, segurando um machado afiado. Não posso deixar que isso aconteça, preciso fazer alguma coisa. Entro no meio da arena com Nevasca.

-Eu: Solta ele!

O homem do capuz me olhava atentamente.

-Eu: Eu pedi para você soltar ele agora!

O homem de capuz deu uma gargalhada longa, até largar o machado e começar a se aproximar de mim, ele se aproximou de meu ouvido.

-?: Você ainda consegue ser linda quando está brava -Ele sussurrou em meu ouvido.

Aquilo me deu um arrepio por todo meu corpo. 

-Eu: Por favor solta ele. Eu faço o que você quiser, mas apenas solte ele -Já estou com os olhos marejados.

-Soluço: Astrid vai embora, antes que Mark faça algo com você.

Ele pegou o machado no chão e jogou próximo ao Soluço.

-Mark: Fique quieto Soluço!

-Eu: SOLTA ELE MARK! Eu faço o que você quiser, mas solte o Soluço.

Mark me olhou com brilhos nos olhos, e voltou até mim.

-Mark: Case comigo e eu deixarei ele ir.

-Eu e Soluço: O quê?

-Mark: Não se faça de tonta Astrid, você sabe que eu sempre te amei.

-Eu: Isso não é amor Mark isso é loucura.

-Soluço: Astrid não faça isso, não sacrifique sua liberdade por mim.

-Eu: Eu prefiro sacrificar a minha liberdade do que lhe perder... E-e-eu aceito...

-Mark: Ótimo, a cerimônia acorrerá ao pôr-do-sol na ilha mais bela.

-Soluço: Astrid.... -Soluço me encarava com os olhos marejados.

-Eu: E-e eu sinto muito Soluço... Eu não poderia deixar que te machucassem. 

-Soluço: Eu fui um tolo com você Astrid. Eu briguei com a pessoa que mais esteve do meu lado, eu queria poder voltar no tempo...

Eu queria responder alguma coisa, mas Mark me puxou para longe de Soluço. 

-Eu: Está feliz agora? Conseguiu tirar tudo de mim.

-Mark: Astrid esse é o dia mais feliz da minha vida! Se você me amasse de verdade saberia do que eu estou falando.

-Eu: Mark...-suspiro- Amor de verdade não se compra, e sim se conquista.... Eu amo o Soluço, e eu tenho certeza de que deve ter outra pessoa que deve sentir o mesmo por você.

-Mark: I-isso é verdade?

-Eu: É sim, se você deixar eu te mostr...

-Mark: NÃO! -grita- EU AMO VOCÊ, SÓ VOCÊ E EU NÃO VOU DEIXAR VOCÊ ESCAPAR DE MIM DE NOVO! -Ele bate na mesa e quase a quebra.

Essa não! Viggo deve ter deixado ele enlouquecer com tanto poder que ele tem em suas mãos. Eu não posso me casar com ele, eu não amo ele eu amo o Soluço.

-Eu: Mark... O que o Viggo fez com você?- Disse em um tom de medo.

-Mark: Viggo fez eu me tornar um homem forte e independente, ao contrário do Soluço. Enquanto ele ama dragões, eu caço dragões, enquanto ele é fraco, eu sou forte, enquanto ele fica com seu Fúria da noitezinho, eu arrisco a minha vida para caçar dragões. Agora me responda Astrid o que é que você viu nele?

-Eu: Amor, respeito, sinceri...

-Mark: Eu posso fingir tudo isso!

-Eu: É ai que está, a principal diferença entre você e o Soluço é que ele faz tudo com o coração, e você faz com o ódio de mim ter te rejeitado!

-Mark: Isso é mentira Astrid.

-Eu: Aé? Então por quê você se aliou ao Viggo, por quê você caça dragões?

-Mark: .....

-Eu: Eu estou esperando uma resposta Mark.

Mark se ajoelhou e abaixou a cabeça, dava para ouvir os soluços que percorriam a sala em que nós estamos.

-Mark: Eu fiz tudo isso por você Astrid.... -Disse ele em um fio de voz.

-Eu: Ai Mark eu sinto muito...... Mas isso não é amor Mark, isso é loucura....

Mark se levantou e começou a dar risada. Deuses como o Viggo mexeu com a cabeça dele.

-Mark: Ai Astrid você está tentando me mudar, mas eu acho que vou começar a passar menos tempo com você, assim você não mexe muito com a minha cabeça.

Ele abriu a porta e saiu logo em seguida. Droga! Eu estava quase conseguindo, eu preciso de um plano para fazer com que o Mark volte a ser ele mesmo, o que foi um amigo meu tempos atrás...

POV AUTORA

Flashback on

Astrid conversava e ria com seu grupo de amigos. Como todo grupo de adolescentes normal, mas havia um menino que aparentava ser um adolescente, ele estava isolado do grupo só assistindo, enquanto eles riam e conversavam. Astrid resolveu se aproximar do menino, que se assustou com a aproximação da garota.

-Astrid: Oi

-???: O-o oi... -Ele estava meio coroado.

-Astrid: Qual é o seu nome?

-???: M-Mark.

-Astrid: Prazer eu sou a Astrid.

O menino nada respondeu.

-Astrid: Quer se juntar a nós? Parece meio deprimente aqui.

-Mark: E-e-eles não gostam de mim....

-Astrid: Por quê?

-Mark: Eles vivem me excluindo e acabou por eu ficar aqui sozinho....

-Eu: Nossa isso parece ser horrível...

-Mark: Pois é.

-Astrid: Já tentou conhece-los um pouquinho mais? Eles são bem legais.

-Mark: E-e-eu não sei...

Astrid pegou a mão dele e o arrastou para o grupo de adolescente.

-Astrid: Pessoal este aqui é o Mark .

-Todos: Oi Mark!

-Mark: O-oi pessoal....

Não demorou muito para o Mark começar a se soltar, então Astrid resolveu sorrir para ele com se ela dissesse '' Eu te falei'', Ele retribuiu com um belo e enorme sorriso. E foi daí que Astrid e Mark viraram bons amigos.

Flashback off

Astrid suspirou, pois sabia que tinha errado e feio com o Mark..... E ela não parava de se perguntar o porque de tê-lo tratado assim... 

 

Continua...


Notas Finais


Gostaram? Deixem seus comentários ai embaixo, bjs meus lindos!❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...