1. Spirit Fanfics >
  2. Te amo, esperança (Parte 2 Romances BTS) >
  3. A Polifonia do Amor

História Te amo, esperança (Parte 2 Romances BTS) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Hey, babes e Mochi's! 😍 😘 🥰

Divirtam-se com mais um capítulo meus peperos!!!😉 😊

Hoje tem indicação de música: Edith Piaf - La vie en rose

https://www.youtube.com/watch?v=OCVmZd1d4WI (Tradução)

Capítulo 7 - A Polifonia do Amor


Fanfic / Fanfiction Te amo, esperança (Parte 2 Romances BTS) - Capítulo 7 - A Polifonia do Amor

Eu e minhas irmãs estamos cantando durante a viagem até Donghae-si, por alguns momentos lembro que no meio do caminho, enquanto abastecia o carro e minhas irmãs foram na conveniência, aquela senhora bem esquisita disse sobre minha mão esquerda, ser a solução dos meus problemas, será melhor não pensar nessa charada. Fico batucando meus dedos no volante no ritmo da música. Minhas irmãs piram, em um estado de euforia ao perceberem que uso um anel no dedo anelar, elas sabem que não sou chegada a joias e só usaria se fosse importante.

- Chegamos ao Soulmate! – digo ignorando a histeria das duas na tentativa delas de alcançar minha mão esquerda.

- Irmã, você está noiva e não nos contou! Queremos saber! – Lia está incontida me girando em um abraçando.

Lanna apenas pula, falando: “Vamos ter mais um casamento!”

- Aigoo! É um namoro! Vocês se esquecem que estamos em um país asiático! Segundo os chineses, cada dedo da mão representa um membro da família, o anelar é seu companheiro – digo troçando delas.

Elas não ficaram satisfeitas com a resposta, mas, assentiram por algumas horas. Após organizamos tudo em nosso quarto compartilhado. Olhando para o salão do Soulmate vazio, penso nas minhas preocupações: futuro dos artistas da BigHit, e como eu iria explicar para Hoseok sobre o investimento que Yoo fez no meu nome.

- Vamos conte sobre seu romance! – Lia me pega por trás, desmanchando minhas preocupações.

- Sente! Que lá vem história! – eu digo organizando 5 anos de amizade a distância.

Lanna desce as escadas parecia o papa-léguas após me ouvir. Assim, após um resumo de 8h da minha novela mexicana com “Hobito”, resolvo não abrir o Soulmate quero aproveitar minhas irmãs, avisei a todos os funcionários que o dia seguinte será de labuta. Eu e minhas irmãs, rimos, almoçamos e adentramos a noite bebendo soju, que passamos ao próximo romance da pauta, V e Lanna. Ela insiste em trata-lo como amigo por timidez, nossa sessão fraterna sobre amor e romances envolveu conselhos a mais nova, que ao final diz que retribui o sentimento do rapaz.

Lia não quis adentrar nos detalhes, amor. Seu último namorado havia lhe sacaneado como ninguém merece ser tratado, e por saber disso, a respeitei por não falar a respeito, acho que ela não tem ninguém em mente, mas, parece que está amando. Nossa conversa foi sobre a aprovação de seu mestrado em pedagogia, ela pensa em iniciar o doutorado na Coreia do Sul, mas, antes irá relaxar no País, finalmente seguiu meu conselho de tirar uns meses sabáticos para si.

QUEBRAS NO TEMPO

Yoo passou semanas me atualizando sobre a situação cada vez mais tensa na Big Hit e sobre o futuro dos artistas solos e em grupo. Eu por várias vezes em ligações e mensagens tentei contar a Hoseok sobre meu segredo, mas, sempre acontecia algo que tirava minha atenção e foco. Conforme os dias passaram, minha irmã Lanna resolveu morar no dormitório da universidade e minha irmã Lia conhecia as cidades próximas de onde eu estava, as duas estavam muito mafiosas, mas, nós três procurávamos respeitar o espaço uma da outra. Minhas irmãs são muito parecidas comigo quando querem explorar um lugar, aproveitam o máximo.

Os dias seguem frenéticos, finalmente recebi a notícia que o resultado do concurso culinário sairá no final do mês, eu realmente precisaria reinventar meus serviços para compensar os dias fechados e angariar mais votos. Então, sempre após o Soulmate fechar fico até mais tarde testando novos ingredientes e combinações, acho que sairei roliça desse concurso.

Muitos artistas do mundo K-pop e drama postavam suas “selcas” com os pratos do Soulmate em suas redes sociais, entre eles, Yang Se-Jong, amigo de In-Guk que em suas visitas insistia em registrar selfie comigo. Com isso, o restaurante ficou muito famoso no concurso pela boa comida, serviço e as visitas dos Idols.

Chegou a semana do pedido de namoro de Yoongi, ele me atualiza sobre a visão dele da crise que a empresa enfrentava. Ele me diz que por mais que a empresa queira parar o projeto BTS, eles não aceitam e vão continuar a se sacrificar. Foi então que ele me surpreendeu.

- Me tornei a pouco tempo pequeno acionista da Big Hit como produtor, assim como, Chan. Nós descobrimos que você é a acionista Shadow, o J-hope sabe disso? – Suga dispara.

- Não sei como burlar essa maldita clausula que me impede de contar a Hobi... Ele diz que não tem pretensão de ser acionista, e eu também não tenho. Nesse mundo de acionista, eu subo, subo e eu odeio isso – me sinto aliviada por conversar com alguém sobre o assunto que me mata por dentro. Talvez Chan não me mandou mensagem e nem me ligou por causa disso – Eu encarei a realidade e me vi aqui. Sim, hmm, essa condição é uma sombra aos meus pés. Olho para baixo e ela está ainda maior. Eu corro, mas a sombra me persegue. Eu estou com muito medo, como ele vai reagir.

- Não pense nas consequências. Seu ex que contou a situação, e ele é um sádico. Apenas conte a Hope que não escolheu isso. Vou desligar – Suga se despede assentindo meus sentimentos.

Assim, o assunto mais leve que tive com Suga foi sobre a festa dele, que em três dias aconteceria, acertamos sobre os detalhes.

Aqueles três dias de preparativos foram intensos e todos os dias tomei chá de giseng para não desmaiar de cansaço, Lee Hyun me ajudou um pouco, e se mudou de vez para a casa de In-Guk em Seul, mas ela iria me ligar matinalmente. Minhas irmãs, que incorporaram a música do Tim Maia “descobridor dos sete mares”, sempre estavam em cidades diferentes.

No dia do evento, o Soulmate receberia evento privado e reservado, o subchefe me ajudou com o preparo e organização da comida nos carros self servisse, e já havia dispensado a equipe que ajudou na ornamentação. Já próximo das 21h, os convidados avisam que estão chegando, Lanna deu o ar da graça para me ajudar na recepção e Lia avisa que chegará tarde, os integrantes do BTS, se dividiram em três carros, uma Van com Staff que dirigiu a van Chan, RM, Jimim, V, Kook e Jin. Suga e J-hope chegarão em seus carros separados. A van chegou primeiro, nossos amigos se acomodam, deixo eles a vontade para entrar na cozinha e na mini adega para se servirem. O Soulmate é deles essa noite. Chan me chama para o canto.

- Você está vestida para matar com esse vestido vermelho bordô em veludo... Me desculpe... – diz Chan me dando um abraço.

- Me desculpe também. Senti muitas saudades – digo ao meu amigo.

Eu e Chan temos uma comunicação telepática, meias palavras já estamos reconciliados. Observo que Lanna não possui aquela timidez, que a travava de mostrar seu lado sedutor e interessado em V, eles trocam olhares intensos. Vejo meu celular que não há mensagem dos três atrasados, Hobi, Lia e Suga. Vou até o mirante da entrada, observar a vista, as luzes da cidade à noite me acalma, sentir a brisa que vem do oceano, sinto o ar gélido que penetra minha pele, me causando arrepios, me virando para pegar um casaco, Hobi vem em minha direção, usa a jaqueta que eu dei de presente, com cores mesclas onde destaca-se o vermelho e algumas figuras geométricas dando o contraste anos 60/70, a marca Saint Laurent, sempre o deixa mais gato.

- Meu refúgio como sempre linda – a voz de Hobi alerta que ele enfrenta dificuldades.

Eu abraço Hobi fortemente, ele diz no meu ouvido “senti saudade da minha daydream”.

- Estou mais feliz que chegou e você está mais gato com essa jaqueta – digo beijando um lado de sua bochecha.

- Deve estar chateada comigo, faltou beijo aqui – ele diz fazendo bico.

Dou um beijo terno e rápido em seus lábios.

Entrelaço minha mão esquerda na dele e com a direita arrumo seu cabelo que está bagunçado pelo vento e digo – Sou sua fã número um, você é minha esperança, pode se apoiar e confiar em mim, por isso, quero te contar...

Um barulho entre a folhagem tirou minha atenção, aquele som me desconcentrou, e antes que eu pudesse continuar o assunto que surgiu tão espontaneamente, Jin e Kook surgem em seguida na porta para avisar que Suga estava próximo com a namorada e eles já estavam liberados para comer. O que me aliviou foi a confirmação de Hobi, que ficaria comigo nos dias de folga, teríamos tempo para conversar. O carro de Suga chega, então, eu e Hobi resolvemos recepcionar o casal.

- Irmã, cheguei! – é Lia descendo do carro junto com Suga, ela possui um olhar resplandecente e sorriso brincalhão.

Eu estou perplexa com aquela situação, Min Suga e Lia, como namorados. Não esperava esse tiro.

- DAEBAK! É sua irmã, faz todo sentido. Revelou recentemente para os membros, que namora uma mulher mais madura, há uns três anos, mas, ocultou a identidade e nacionalidade dela de todos, até hoje. Estou surpreso – diz Hobi boquiaberto junto comigo.

Suga nos cumprimenta. Lia me abraça e diz “desculpa não ter contado antes”.

- Meninos vamos seguir logo seguida a vocês – digo ao sope.

- Irmã, antes que me crucifique. Você sabe que eles não podem namorar publicamente. Conforme os anos passaram, nesse romance com Suga fui curando meu coração daquele traste... – dispara Lia.

Dou um abraço nela.

- Não vou te crucificar, safada. Aquele que nunca errou ou guardou um segredo que atire a primeira pedra. Você está feliz e não prejudicou ninguém, é o que importa. Vamos entrar – digo a minha irmã.

Eu e lia conseguimos alcançar nossos namorados, e ao entrarmos o delírio dos convidados. Lanna estava bem próximo de V, ela nos avista vindo dar um abraço comunitário de irmãs.

- Pandinha, é ela a namorada do Yoongi – digo no ouvido de Lanna.

- Agora faz sentido o passeio em Seul. E o contato açúcar trevoso com um coração no telefone dela – Lanna sempre assimilou notícias impactantes e surpreendentes na velocidade da luz, essa minha irmã é a prova de balas.

Dando andamento na noite, todos sentados, Suga é o MC da ocasião. Ele pede desculpas pela mentiras contadas por três anos.

- Oooohhhhhh! Daebak! Aigoo!! Faz sentido ele ter sido monologo ou silencioso no quarto dele todo esse tempo! – protestam os membros do grupo, tentando tirar Suga do sério, sem sucesso.

Após os membros se acalmarem, o anfitrião começou a contar sua história de amor com Lia, me lembrava muito o conto “chuva de verão”, a história de dois inocentes que se apaixonaram em um encontro por causa da chuva em um lago, e passaram a se encontrar porque o amor crescia neles a cada dia, conforme eles mesmos amadureciam. Finalizando o discurso, ele disse que apenas compartilha seus momentos mais importantes com aqueles que ama e confia. Aquela festa era de todos para aliviar as tensões que corriam em Seul. E, eu sabia bem quais tensões se tratavam.

- Um conselho para meus irmãos: “Vivam e aproveite o momento, não percam tempo, pois, a ocasião pode não se repetir” – Suga levanta uma taça em sinal de brinde, que ele apenas prova o champanhe.

- Vamos aproveitar bastante! – V fala serelepe enquanto fitava de canto de olho, Lanna.

Todos cantávamos e brindávamos a amizade, eles estavam realmente em casa e à vontade, em alguns momentos sentada ao lado de Hobi, ele segura minha mão, confesso que amo sentir o calor de suas mãos. Isso causou cochichos da Maknae line. Até que resolveram provocar.

- Day, nos anos de 2013 e 2014, Hope Hyung sempre pedia relatórios sobre você para nós quando íamos te visitar do Seul Town. Finalmente assumiu que gosta de você! – diz Jimim entre risos.

- Parem de falar e vamos comer... humm está ótimo – Hobi está envergonhado.

- Ele sempre perguntava: “vocês viram a Day? ... ela está bem? ... “Kook no caminho da escola viu a Day?” – o maknae diz gargalhando e batendo na mesa.

- Isso! Ficamos felizes quando resolveu a voltar a falar com você! – diz V com seu sorriso quadrado.

Eu percebi que Hobi queria matar os mais novos pelas declarações, todos caímos na gargalhada. Eu arrumo seu cabelo para amenizar seu constrangimento desnecessário. Gostei de saber que ele procurou por mim, quando achei que não. Ele relaxa enquanto passo as mãos pelos cabelos de sua nuca.

As horas voam, todos estamos dançando, e Lanna está bem próxima de Taehyung, tenho a impressão de ter feito uma leitura labial dele dizendo a ela que a ama. Então, de repente Suga me dá o sinal, é o momento.

- Tenho que seguir o roteiro do MC – digo no ouvido de Hobi.

Yoongi pede para todos se sentarem ele tem um pedido para fazer a Lia. A bela “La vie en rose” está pronta para tocar no “home theater”, mas, algo no aparelho de som deu problema. Estou quase em desespero, temendo que o pedido fosse arruinado, tomo uma decisão corajosa que a semanas não fazia, decidi após uma olhada sinistra de Suga para mim.

- Anuncio que tivemos um problema técnico, senhor MC. Faremos uma improvisação para um momento muito especial, e Deus nos abençoe! – digo espontaneamente, sem saber exato o que faria.

Nesse momento, Jin parecia saber do roteiro da noite, diz que vai tocar o violão para me acompanhar. Ali percebi a movimentação solidaria dele e eu aceito. Tudo preparado, voz e violão.

 

Estou cantando de olhos fechados, se meu olhar cruzar com o de Hobi agora, posso desconcentrar e desafinar, ao finalizar, pude senti que todos estavam envolvidos com o ar parisiense. Observei rápido, V de modo descuidado, com olhar carinhoso para Lanna do outro lado da mesa, e Suga possui uma caixinha com anel lindo, que parecia uma aliança, pedindo Lia em noivado e ela aceitando, isso causou mais um choque em todos, todavia, nós estávamos reunidos em nome da felicidade dos dois, então, após meio minuto de silencio celebramos em gritos o noivado. Suga explicou que eles dois namoravam a muito tempo, e o que ele sentia precisava ser vivido. Ele quer Lia como sua esposa, as palavras arrancaram suspiros, comemorações e palmas de todos.

- Vamos continuar com a festa, vamos brincar de mimica ou qual a música? – V diz com ar traquina.

Foi a maior vibração de todos cantando e dançando. Nota infinita, escutar o som do sorriso do Hobi me enche de energia. Passamos a noite na zueira, foi muito divertido. E quem acabou ganhando a rodada de brincadeiras foi Kook, aquele rapaz é um talento em tudo que faz e com certeza ele é muito competitivo.

- São 04h da manhã, acho que devíamos ir e descansar e aproveitar esses dois dias – diz RM.

- Ahhhh.... Só mais um pouquinho – a Maknae line em peso protesta.

- Hyung! Eu ganhei! Quero dois dias sem lavar a louça! Não desci nesse play para brincar – diz Kook batendo a mão no peito.

- Nós já vamos! Muito obrigado pela noite pessoal – diz Suga levantando em sinal de despedida junto com Lia, que me dá apenas uma piscadela.

Acho que Suga não bebeu hoje porque ia dirigir, assim, cada um do BTS, Chan e o Staff foi se despedindo de mim e de Hope, parecia até combinado. Na despedida de Lanna e V, escutei claramente ele chamar ela de “pandinha”. Ela pegou uma carona com Suga e Lia para o dormitório. Enfim, Hobi e eu, estávamos a sós.

- Está cansada minha linda dama de vermelho? – Hobi me pergunta com ar brincalhão.

- Para estar com você, nunca cansarei – digo em um abraço sereno.

Hobi queria comer doce, enquanto ele pega sua bolsa de roupas no carro, vou para cozinha rechear uns churros sobreviventes. Estou finalizando o último, quando Hobi me abraça por trás e lança beijos no meu pescoço, minha fraqueza estava revelada, me desconcentrei e acabei melando meus dedos com doce de leite. Ele ao me virar para sua frente, lambe o doce que estão no meus dedos.

Eu não o resisto, o beijo, posso sentir o sabor de doce de leite ainda presente nos seus lábios. As mãos dele parecem formigar em um passeio na minha cintura, ele me suspende do chão, me deitando no balcão, deslizando seus dedos no meu pescoço e braços enquanto me beija, que sem perceber nossos movimentos atingem os utensílios próximos que por sua vez caem no chão, nós dois começamos a rir daquela situação.

Eu desço do balcão, e digo a ele “vamos subir”, pego o prato com churros e ele pega nossas garrafas de soju, e vamos para a minha parte casa. Comemos, bebemos e rimos. Nos preparamos para dormir, sem malicia, mas, Hobi está empenhado em me atiçar, estou quase implorando para ele parar com essa tortura e me tocar logo.

- Porque você me ama? – ele faz uma pergunta inesperada para um jogo de sedução.

- Eu te conheci como Jung Hoseok, J-hope, Hope, Hobi, Esperança. Você é surpreendente, pratica dança mais de 10h por dia, faz shows, doente, cansado, com calor, aprende o básico de um idioma para falar uma ou duas frases pra satisfazer fãs de todo os países, mesmo machucado por comentários e sendo excluído por alguns "fãs”, você continua lá, sorrindo, engolindo a tristeza, ajudando os meninos a darem seu melhor. Você dá suor, lagrima e sangue pelo que ama. Você é espontâneo. Por isso, amo sua pureza, apesar de não estar tão puro agora me torturando com a mão na minha cintura... amo seu estilo e cada gargalhada que me faz derreter. Para mim é um deus grego, para mim uma criança no corpo de um homem, abençoado e talentoso, amo tudo que há em você, escolho amar Jung Hoseok, J-hope, Hope, Hobi, Esperança, para sempre assim seja – minha declaração fluiu como as batidas do meu coração.

- A sua opinião é a única que importa. Eu te amo muito – ele diz me puxando mais perto de seu corpo.

Nos envolvemos em um beijo, que passou para meu pescoço, seios, e sobre mim, seus dedos brincam de cima para baixo nas minhas coxas, pélvis, cintura, e dentro da minha calcinha. Eu tiro o pijama dele e ele meu baby-doll. Ele continua tocando meu corpo inteiro com beijos e surra delicias quando sobe para falar no meu ouvido, estou toda molhada e ele extremamente excitado, fico em cima dele, nossos corpos estão bem colados, sinto o prazer penetrar meu corpo, o ritmo de nossos movimentos maximizam nosso amor, meus sussurros no ouvido dele o fazem rir e ter um olhar ardente, estamos sincronizados, desfrutando desse momento, consumando nosso amor e desejo, entre declarações de amor e gemidos de prazer.


Notas Finais


Capítulo um pouquinho difícil de descrever por conta de seu fechamento... Espero que tenham gostado dele hehehehe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...