1. Spirit Fanfics >
  2. Te Conheci Por Acaso - Jeon Jungkook (Imagine BTS) >
  3. Traída?

História Te Conheci Por Acaso - Jeon Jungkook (Imagine BTS) - Capítulo 43


Escrita por:


Capítulo 43 - Traída?


Presentinho da madrugada irraaaa, aproveitem o cap. 

.・。.・゜✭・ S/N PoV・✫・゜・。.

Quase 04:00 da manhã e eu acordei com uma ligação do jungkook, mas na linha quem falava era Jackson, sua voz estava muito cansado.

Pelo que parece jungkook bebeu muito e está falando abobrinha pelo caminho, eu me levanto da cama e visto um roupão por cima do pijama. Afinal eu não posso atender a porta de pijama.

Eu vou para sala e fico mexendo no celular, até que a campainha toca. Quando eu abro a porta vejo Jackson segurando jungkook de um lado e um homem do outro.

- boa madrugada. - sorrio. - podem colocar ele ali no sofá.

Ja: com todo prazer. - eles colocam jungkook no sofá, mas ele acaba rolando e caindo no chão. - okay... Sn esse é meu namorado mark, aquele que eu te falei.

- Ah claro! Prazer sn. - apertamos nossas mãos. - obrigada rapazes por cuidar do jungkook.

Mk: nada, se precisar de algo só mandar mensagem. - eles vão para porta.

Ja: agora nós já vamos por que está tarde.

- querem dormir aqui?

Ja: querer a gente queria, mas temos que botar todo mundo lá para fora da nossa casa. - eles riem.

Mk: a festa ainda está acontecendo.

- entendi. Até. - aceno para os mesmos que estavam entrando no carro. - só você hein jungkook. - olho para o mesmo no chão abraçando o pé da mesa.

Jk: sn... Sn.. - ele acaba "acordando".

- vem jungkook. - estendo minha mão para ele que a segura e eu começo o levantar. - você tem que tomar banho, você tá fedendo a bebida.

Jk: naaaum. - ele faz um bico, enquanto entramos no banheiro.

- Vai jungkook. - começo a empurrar ele para dentro do box, mas ele vai resistindo. - vai logo! - ele entra no box.

Jk: eu sou alérgico a água! - ele tenta sai, mas eu não deixo. - você é má!

- eu só estou cuidando de você. - ele senta no chão e cruza os braços. - vai fazer birra mesmo jungkook?

Jk: vou! Você é má! - eu ligo o chuveiro no frio e a água cai sobre o corpo dele. - aaah! Tá frio!

- pois é né! - pego o sabonete e uma bucha. - levanta.

Jk: você não deixou nem eu tirar a roupa! - começo a passar a bucha em seus braços.

Coloco minha mão por de baixo de sua camisa e começo a esfregar suas costas, ele dá trabalho viu! Viro para frente e começo a lavar seu rosto. Ele parecia uma criança e eu ria de tudo que ele falava.

Desço minha mão até seu pescoço, mas vejo uma marca vermelha, uma marca de batom! Eu não acredito, eu espero que não, mas jungkook não pode ter me traído.

Jk: que foi princesinha? Por que você parou de sorrir para seu kookie? - eu solto a bucha e ele me olha confuso.

- termine seu banho sozinho. - falo fria. - eu vou pegar uma roupa para você.

Saio do banheiro e vou para meu quarto, abro meu guarda-roupa com a força do ódio praticamente, e pego uma muda de roupa e uma cueca que jungkook deixou aqui como "roupa reserva".

Eu até agora não deixei de lado aquele batom no pescoço dele, eu não posso acreditar que eu confiei no jungkook e ele me traiu, não, não, não, eu espero que seja um mal entendido.

Eu desço as escadas e pego meu celular que estava na sala, abro o contato do Jackson e envio "hey, Jack. Na festa você viu se o jungkook ficou com alguém? Por favor não minta para mim." envio e deixo meu celular em cima do sofá.

Respiro fundo e entro no banheiro, deixo a roupa em cima do balcão da pia, e pego uma toalha que tinha dentro do armário do banheiro. Jungkook está me olhando com um olhar indecifrável, mas está nítido que ele está bêbado.

Jk: coelhinha... Por que você está brava? - não respondo e jogo a toalha para ele. - eu fiz algo?

- não sei, fez? - ele fica confuso e eu reviro os olhos. - olha jungkook, aqui está sua roupa, se troca e vai 'pro quarto de hóspedes, okay?

Ele me olha surpreso e eu saio do banheiro. Sempre que ele vem dormir aqui, eu deixo ele dormir comigo.

Eu pego meu celular e Jackson ainda não visualizou a mensagem, eu suspiro e subo para o meu quarto. Tiro o roupão e me deito na cama.

Assim que eu deito eu acabo cochilando, mas acordo ao ouvir batidas na porta, olho para o relógio que tem ao lado da minha cama e eu não dormir nem por 10 minutos.

Jk: coelhinha está acordada? - fala abrindo um pouco a porta.

- agora estou né. - falo fria. - o que foi?

Jk: não consigo dormir. - ele entra e fecha a porta. - deixa eu dormir com você.

Eu suspiro, é tanta paranoia que está se passando na minha cabeça que eu fico puta com ele e comigo.

- tá. - me viro de costas para ele e logo sinto o lado da minha cama afundar.

Jk: coelhinha eu te fiz algo? - me abraça e acaricia minha barriga.

Ele já ficou bêbado outras vezes quando estávamos na casa dos meninos, ele sempre vira um filósofo/ questionador de tudo ou extremamente grudento.

- não sei, jeon. - suspiro, por que afinal não sei se ele me traiu ou não.

Jk: se eu fiz algo... Me desculpa. - se ajeita na cama, mas continua abraçado. - eu te amo.

- eu também te amo jeon. - mesmo eu não sabendo o que fazer nessa situação.

Eu confio muito no jeon, mas aquela marca me deixou realmente com uma pulga atrás da orelha. Espero que Jack saiba de algo, e que jungkook não tenha me traído.

Eu não acredito que ele tenha me traído.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...