História Te odeio a ponto de te amar... - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alix Kubdel, Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Mylène Haprèle, Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain
Visualizações 102
Palavras 639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLAAA PESSOINHAS

TROUXE O CAPÍTULO MAIS ESPERADOO AEEEEE

HOT DE ADRINETTE AEEEEEE

Os puros foram avisados 🔥🔞

Perdoem qualquer erros ortográficos..

Boa leitura...

Capítulo 39 - Cap. 39


* Marinette On *

Cheguei em casa morta de cansada, meus pés estavam doendo e agoniados pra tirar aqueles sapatos, assim que chegamos em casa, joguei os meus sapatos em algum canto do apartamento, estava super feliz por estar em casa. Vejo Adrien meio distraído, mas ignoro e vou até o sofá e me sento.

M - Essa noite foi ótima!

Percebo que o loiro não estava prestando atenção no que estava dizendo e estranhei por ele estar assim.

M- Adrien, tá tudo bem?

A - Hã? Ah, claro que sim!

M - Tem certeza? Tá tão distraído ultimamente!

A - Eu vou tomar um banho princesa!

O loiro beija a minha testa e vai em direção ao quarto. Eu apenas fico confusa e vou para o quarto.

Assim que chego ,vejo o mesmo sentada na cama mexendo no celular, vou em direção a cama e o Abraço por trás, o mesmo larga o celular e abraça os meus braços, começo a beijar o seu pescoço subindo até a sua orelha, mordo a mesma e o loiro solta um gemido baixo.

A - M-Mari! Eu te amo!

Ele me coloca em seu colo e me dar um beijo com carinho.

M - Eu também te amo Adrien!

Ele me levanta e começa a minha beijar com voracidade e desejo, assim que o ar nos faz falta ele me vira de costas para ele, o mesmo desce o zíper do meu vestido beijando o meu pescoço, ele abaixa lentamente o meu vestido e deixa os meus seios à mostra.

A - Obrigado por não usar sutiã, não sabe como facilitou a minha vida!

Eu ri, e ele começa a massagea - los e aperta - los me fazendo gemer , coloco a minha cabeça em seu ombro e o mesmo começa a deixar chupadas no meu pescoço, ele desce mais o vestido me deixando apenas de calcinha, ele volta a beijar o meu pescoço e começa a falar coisas nada pura em meu ouvido. Ele passea sua mão pelo meu corpo, foi descendo pela a minha barriga, meu íntimo pulsava de antecipação, sua mão chegou na minha intimidade massageando por cima da calcinha , o mesmo abaixa a minha calcinha e ele começa a me penetrar com o seu dedo.

M - Ah...A-Adrien..

Gemi o seu nome quando ele colocou o segundo dedo, ele fazia movimentos de sobe e desce enquanto beijava o meu pescoço, ele me deitou na cama de bruços ainda me penetrando com seus dedos, levantava minha cintura de tanto prazer que me proporcionava. Caralho, como ele pode ter tanto afeto sobre mim?

Eu estava quase perto quando ele os tirou e soltei um gemido de frustração e o mesmo percebeu e riu.

A - Você quer?

Ele levanta a minha cintura me colocando de quatro e pergunta esfregando seu membro em minha intimidade.

M - S-Sim !

A - Implore!

M - P-Por favor...A-Adrien...

A - Como você quiser princesa!

Ele me penetrou com força me fazendo gemer alto.

A - Ah...Mari...!

A - Ah...A-Adrien...!

Pedi para ele ir com mais força, eu estava me contorcendo de tanto prazer que o meu corpo aderia, eu estava quase vendo estrelas, segurei o lençol com força e sentir que estava quase perto, sentia que o mesmo também estava perto, pois seu pau pulsava dentro de mim.

Uma, duas ,três......Quase 10 estocadas.

Estava perto do meu limite, minha intimidade apertava o pau do mesmo que adorava quando eu fazia isso, na última estocada gozemos juntos.

E mesmo deitou na minha costa e estávamos muito ofegantes e respirações descontroladas, ele deitou na calma e me puxou para deitar em seu peito, puxei o lençol e nos embrulhei, tiro a sua franja de seu rosto que estava molhado de suor e dou um selinho.

Estávamos tão cansados que acabamos adormecendo...

Continua...












Notas Finais


Comentem o que acharam...

Ate o próximo capítulo..

Bjsss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...