1. Spirit Fanfics >
  2. Te odeio, mais pelo contrário. >
  3. Oque fazer agora?

História Te odeio, mais pelo contrário. - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Eu sumi por muito tempo mesmo, desculpa por isso, tava lidando com coisas em casa, bom mas ninguém liga certo? Vamos pro capítulo

Capítulo 2 - Oque fazer agora?


Katsuki on: 

Ele se mechia, levemente, parecia nem perceber, mais a cada instante eu ficava mais, e mais, e mais excitado. Fazia meia hora que o filme tinha começado e eu não estava aguentando.

Me levantei, sai correndo pro banheiro, sem dar tempo para que Deku reagisse. Entrei no banheiro, e comecei a me "tocar" para aliviar

Poucos minutos depois a porta abre, e Deku aparece meio triste meio desesperado. Assim que ele me vê, ele começa a ficar vermelho escarlate, e da um breve, porém perceptível sorriso de canto. 

Ele vem em minha direção, pega minha mão, e me leva pro quarto dele, a cada passo meu coração acelera... Oque ele vai fazer?

Ele entra no quarto me joga na cama, tranca a porta do quarto, e entra no closet. Eu fico lá parado.

Depois de uns 10 minutos, ele sai do closet, cada passo maix sexy que o anterior. Ele trocou de roupa, está vestindo um mini-short preto, um "sutiã" preto também, um rabo e orelhas de gato, com meias pretas altas, e uma "coleira" com uma corrente para segurar.

Kacchan- O-Oque você tá fazendo?

Deku- parece que eu deixei algo feliz não? Vamos aumentar a diversão então.

Eu estava prestes a falar quando ele tapou minha boca, pos a corrente da coleira na minha mão, e agachou no chão, entre minhas pernas (eu estava sentado na cama, e havia vestido minha calça novamente) ele abriu o zíper da minha calça, e tirou meu membro para fora da calça, começou a masturbar devagar, e acelerando constantemente, depois ele começou a lamber a ponta do meu membro com um olhar sexy na cara, então ele pôs meu membro dentro da boca, eu estava quase gozando, tentei avisar ele, mas ele insistiu em continuar, ele fazia movimentos fortes porém delicados, e não posso mentir, eu tava amando. Então eu gozei, na boca dele.

Eu estava extremamente envergonhado por isso, mas ele sorriu, e fez uma carinha toda sexy...

Deku- gostou?

Kacchan- I-isso foi...

Deku começou a fazer uma carinha meio triste...

Kacchan- I-isso foi incrível!

Um sorriso apareceu instantâneamente na cara dele, seguido logo por bochechas coradas de vergonha. Então eu tive uma ideia

Kacchan- Eu tive uma ideia, você poderia ficar parado com essa carinha por um tempo?

Deku-Aaah? Acho que eu posso fazer isso...

Kacchan- Okay, espera aí

Katsuki off.

Izuku on:

Eu fiquei ali parado, ele saiu do quarto e subiu as escadas, suponho que tenha ido pro quarto, fez uma barulheira enorme, até pra mim que não escuto direito. Fez um barulho enorme dele descendo as escadas correndo, e ele apareceu na porta. Ele estava duas maletas nas mãos, ele sentou na cama, tirou um suporte, pôs na minha frente, pôs papel, e começou a arrumar algumas outras coisas..  foi o suficiente para eu entender, que ele iria me Desenhar

Kacchan me manteve ali por muito tempo, as vezes dando risadinhas, provavelmente da minha cara, mas podia se ver na cara dele, que ele tava fazendo cada detalhe com o maior cuidado...

2h depois 

Kacchan- e pronto... 

Deku- Posso ver oque você tava fazendo?

Kacchan- Hmmm, só se me der um beijo (com cara de mal)

Deku- Eeh?!

Então Midoriya se levanta do chão, vai em direção a Bakugou, chega super perto, seus rostos estão muito próximos, Midoriya aproxima sou rosto do dele cada vez mais e mais, até que...

???: Filho, Izuku cheguei!!!

Era a mãe de Bakugou (sim vai ser mãe pq eu acabei de esquecer o nome dela)

Kacchan- Minha mãe!(sussurrando)

Deku olha para o desenho e diz- você vai esconder isso né? Ela não pode ver isso!

Kacchan- Tá tá, eu escondo, mais vai trocar de roupa!!

Deku- Okay

Katsuki on:

Deku vai para o closet se trocar eu coloco o desenho dentro do armário que tem no quarto dele, e começo a desenhar algo aleatório em outro papel sentado na cama dele...

Mãe- Filho? Oque faz no quarto do Izuku?

Kacchan- Ah, mamãe você chegou, acabamos de chegar em casa, e estávamos conversando, aie ele resolveu se trocar e vestir algo mais confortável. Estou aqui esperando ele.

Deku- Ah, oi mãe... Digo senhora! (Começa a corar)

Mãe- Boa Tarde Izuku. Estão com fome?

Kacchan- Ah, sim! Nós já íamos arrumar algo pra comer

Mãe- ok... O que acham de assistirmos um filme juntos hoje?

Kacchan-Ah...

Deku- Claro! Ia ser muito divertido, qual filme?

Mãe- vocês podem escolher, eu vou fazer pipoca com manteiga!.... Você pode comer pipoca querido?

Deku- Por sorte, posso, sempre amei pipoca com manteiga!!!

Mãe- Ótimo! Espero vocês na sala

Kacchan- ok... Wow, você e minha mãe são bem próximos não?

Deku- é sempre bom ser amigo de quem será sua futura sogra certo?(sorriso malicioso)

Kacchan-QUEEEEE?(vermelho escarlate)

Deku- Te vejo na sala Kacchan!!!

Eu fiquei deitado na cama dele por uns dez minutos para depois me levantar e ir para a sala, eu não havia visto a roupa que ele havia colocado, era completamente feminina, ele vestia um short largo de coz alto, porém extremamente curto, uma regata-cropped, uma meia alta, tava tão sexy quanto antes, me sentei ao lado dele, e ele deitou no meu peito.... Só vi minha mãe me encarando, eu estava corando muito, mas muito mesmo

Ele tava muito fofo e gostoso ao mesmo tempo

Eu não consegui assistir o filme, passei o filme todo pensando na tarde que tivemos no quarto dele.... Me causando uma ereção... De Novoo

Oque eu faço agora?!


Notas Finais


Não ficou tão bem, mais tô meio enferrujada sabem? Até a próxima então


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...