1. Spirit Fanfics >
  2. Te protegerei... Imagine Mark (Got7) >
  3. O reencontro da despedida

História Te protegerei... Imagine Mark (Got7) - Capítulo 35


Escrita por:


Capítulo 35 - O reencontro da despedida


Anteriormente...

Garota: Lembra da Katherine? Ela disse q quer falar com vc, disse pra vc se encontrar no lago das sereias na floresta sombria, e se vc não aparecer, o seu bruxinho irá sofrer uns bocados

Pode vir até a minha casa? Será melhor nós falarmos sobre isso pessoalmente

Tá certo

Chego na casa dele e deixo a minha mochila encima do sofá. Mesmo ele não estando aqui, seu perfume natural plana no ar... Aquilo me traz tantas lembranças...

Agora...

Mark: Distraída nas memórias de novo é? - O mesmo diz encostado na porta me olhando com um sorriso fofo mas tímido ao mesmo tempo -

S/N: Ahhh me avisa qnd vc chegar!! Esse seu feitiço silencioso realmente é muito ruim, eu não consigo ouvir vc chegando - Digo com um bico olhando o mais velho, depois q nós nos reencontramos, ele usa bastante os feitiços de esconder o seu cheiro e os seus passos, fazendo com q eu não consiga notar a sua presença, ele sempre gostou de fazer isso depois q descobriu os seus poderes - 

Mark: Bem, mesmo q vc n goste, eu vou continuar usando essa tática vc querendo ou n - Ele se aproximando de mim com um sorriso malandro q sempre acaba comigo, ele sabe como aquilo mexia bastante comigo - 

Mesmo q nós tenhamos nos aproximado bastante depois de tudo o q aconteceu entre a gnt e o Mark ter recuperado as suas memórias do nosso passado, nós nos decidimos ficar como apenas melhores amigos por enquanto, mesmo um gostando fortemente do outro, havia algo q nos impedia de ficarmos juntos como "algo a mais", pode ser apenas paranoia minha, mas eu tinha medo do q poderia acontecer com ele se ficarmos juntos, principalmente agr q sei q os híbridos querem algo comigo, sem contar q agr somos idols e duas imagens públicas, se começassemos a namorar poderia criar um alvoroço imenso

S/N: Ent... Mudando um pouco de assunto agr... Pq vc me chamou aqui? - O olho e o sorriso q estava no rosto dele some - 

Mark: Vc n pode ir pro lago das sereias, aquele lugar é amaldiçoado, se pisar em falso ou dizer algo q ofendas as sereias ancestrais de lá, vc pode ficar presa na floresta sombria pra sempre

Olho ele surpresa, eu sei q a floresta sombria é algo q não se deve brincar, mas os bruxos e feitçeiros são os únicos q tem permissão de saber algo sobre a floresta sombria, poucos vão pra lã, mas reza a lenda de q os q vão pra lá, n voltam nunca mais

Mark: A floresta sombria não é lugar pra ficar brincando S/N, diz a lenda, q aquela floresta foi a primeira a ser criada no mundo sobrenatural, todos nós inclusive os primeiros humanos vivam em harmonia e paz lá, mas um dia, os humanos ficaram cansados achando q eram inferiores a nós por não terem poderes e tentaram aniquilar todos os nossos ancetrais, por sorte, poucos conseguiram escapar e isso fez com q a nossa geração pudesse existir hoje... Vc conhece a lenda da esfinge certo? 

S/N: Sim, é aquela lenda egípicia de q a esfinge, um ser metade leão e metade mulher e alada dava enigmas para seus inimigos, aqueles q n conseguiram decifar pagaram com suas vidas, mas ai Édipo foi o único q conseguiu decifrar o seu enigma e isso fez com q a esfinge cometesse suicídio

Mark: Exatamente, os humanos tem a esfinge como "problema", pois ela ficou conhecida por possuir seus enigmas quase impossíveis de decifrar, nós não, dizem q na floresta sombria, vc acaba vendo a alma da pessoa mais importante pra vc e q já foi morta, e ela te manda um enigma, mas ao contrário da esfinge, essa alma de induz a vc errar o enigma... e....

O moreno da uma pausa e eu o olho curiosa e receosa, sei q não vinha coisa boa se caso vc errasse o enigma, mas eu preciso saber no q eu vou me meter

S/N: E oq Mark, fala logo!! - Digo impaciente pro garoto - 

 - O mesmo suspira fundo olhando o chão, mas logo olha pra mim - Mark: Se vc errar o enigma, vc ficará presa pra sempre na floresta sombria e a aparição q te deu o enigma se alimenta da sua alma, e vc acaba morrendo virando eternamente a escrava dele, mas se vc conseguir resolver o enigma, vc poderá ir a floresta qnd quiser, mas deve tomar cuidado, pois os outros sobrenaturais q vivem por lá vão querer a sua alma, principalmente as sereias, assim como as desse mundo, elas te atraem com a sua voz e dps te matam, o lago das sereias é perigoso, principalmente pros lobos como vc q tem audição sensível

Fico ainda mais surpresa e assustada ao ouvir Mark, resumindo tudo o que ele disse e em outras palavras, ir pra floresta sombria é a mesma coisa q uma missão suicida... Agora q sei de toda a história daquele lugar, estou pensando seriamente se eu vou pra lá ou não

S/N: Mas isso ocorre com todos os sobrenaturais certo?... Os híbridos tbm precisam passar por isso não é? 

Ele nega com a cabeça - Mark: Os híbridos não são criaturas primárias, eles foram modificados através de um experimento na fusão de duas criaturas, isso significa q eles não possuem nem um ancestral na floresta para fazerem o enigma

Agora tudo faz sentido do pq q aquela puta da Katherine quer me encontrar lá, depois q nos conhecemos nós declaramos guerra uma a outra, ela foi inteligente em escolher este lugar, pois ai só eu teria q passar esse inferno, mas eu não posso recuar agr, ou ent muita gente vai acabar morrendo por culpa desse meu medo

S/N: Certo, eu já me decidi Mark, eu vou pra floresta sombria, preciso saber o que Katherine quer comigo, e não adianta vc tentar me convencer do contrário, sabe q eu sou teimosa o suficiente pra ir 

Ele me olha em silencio, mas o seu olhar já me diz tudo, ele estava preocupado e indignado comigo, mas eu n posso voltar com a minha palavra agora. Ele vai até uma estante e pega um livro de couro antigo e logo abre o mesmo, pelo o seu cheiro, dava pra sentir q ele tava magoado comigo por eu não ter o escutado, mas precisava fazer isso se não quisesse q metade da humanidade fosse exterminada

Mark: Certo... Irei abrir um portal pra vc... Mas por favor tome cuidado... Não quero te perder outra vez... - Ele me olha com o mesmo olhar de antes porem triste, ver ele daquele jeito me doia muito - 

Vou ate ele e o abraço forte olhando o chão, confesso q eu não queria ir apesar de tudo q sei agora, mas eu n tinha outra escolha, o maior retribui o meu abraço mas antes q pudesse soltar-lo, levanto um pouco os meus pés e selo os nossos lábios ainda abraçada nele, n precisava nem ser loba pra saber q ele tava surpreso pelo o meu ato, mas ele acaba retribuindo o meu beijo q era calmo e tranquilo... He... N é nehuma surpresa pra mim sentir esse dejavú

Depois de um tempo eu me abaixo meu pés fazendo com q o nosso beijo acabasse e o olho nos olhos

S/N: Como eu disse... Eu sou muito teimosa, e n vai ser uma alma perdida q vai me prender ali, vão precisar fazer mais do isso pra me prender naquele lugar... Eu prometo ficar bem e conseguir voltar sã e salva... Eu prometo voltar pra vc Mark

O moreno me olha apreensivo, mas não diz uma palavra se quer, ele sabia muito bem q na altura do campeonato, n tinha como ele me convencer do contrário, ele abre o livro q tinha em mãos, e começou a recitar algumas palavras q eu n faço a menor ideia de q língua seja, e logo um portal azul negro começa a se abrir na nossa frente, no momento em q o portal se abre, consigo escutar gritos e pedidos de socorro vindo do portal, aquilo era insuportável pra mim, mas existem certas coisas na vida em q devemos fazer um sacrifício, mesmo q isso signifique a sua própria morte. 

Ando em direção ao portal e entro no mesmo, ainda de costas pra Mark, pude ouvir o mesmo soluçar, e ouvir ele chorando, mas logo o portal atrás de mim se fecha e fico parada em um local escuro e vazio. Tudo aquilo estava me dando calafrios

Vc está pronta para o seu enigma?

Me viro ao ouvir a voz masculina e fico surpresa ao ver quem era... Aquela... Era a alma de meu pai... Meu pai foi um grande alfa pra nossa alcateia, mas ele acabou sendo morto no dia em q os gêmeos nasceram, por vampiros e híbridos, graças ao meu tio, irmão dele, minha mãe, conseguiu tirar todos nós da alcateia e nos levar pra longe, mas o meu tio foi morto logo depois e desde ent, eu, meus irmãos e minha mãe somos os últimos sobreviventes da alcatéia, isso tudo aconteceu qnd eu tinha mais ou menos 8 pra 9 anos mais ou menos, esse dia virou um trauma pra mim, pra minha mãe q entrou em depreção profunda depois de tudo e pro Theo, já q ele seria o herdeiro

Encaro a alma de meu pai séria, eu sentia muitas saudades dele, mas eu não podia esquecer com o q Mark me avisou, eu só tenho uma chance de acerto, e com certeza, ele vai me induzir ao erro e tentar escravizar a minha alma pra sempre...

S/N: Eu estou pronta... Quando quiser... Papai....

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...