História Te Quero - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Yaoi
Visualizações 13
Palavras 884
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá meus unicórnios❤❤❤
Aqui estou eu com mais um capítulo maravilhoso dessa fic maravilhoso kkkkkkj
Espero que amem❤
Ai gente esse ai da foto é só uma imagem não é o Yato mesmo rs

Capítulo 4 - Piranha Oxigenada


Fanfic / Fanfiction Te Quero - Capítulo 4 - Piranha Oxigenada

Acordei um pouco atrasado, fiz minha higiene diária e vesti o uniforme da escola porém o moreno não saia da minha mente, pentiando os cabelos e pensando: " Yamã que garoto maravilhoso".
Desci as escadas e meu pai estava sentado na mesa.

Conversa on

- Bom dia, ai o seu café. Disse sem tirar os olhos do jornal.
- Bom dia, hum ok.
- Sua mãe está meia doente hoje então não vai trabalhar. Disse virando a página do jornal.

Conversa off

Tomei o café e sai em direção a porta, Yato já estava me esperando com um sorriso de um lado a outro do rosto.

Conversa on

-Oii, porque tão feliz? Falei sorrindo.
- Eu consegui entrar no campeonato de tênis. Falou Yato com o sorriso maior ainda.
- Ai meus parabéns!!! Falou chamando pra um abraço que ele logo retribui.

Na escola

Cheguei e a sala já estava cheia e olha que eu nem cheguei tão atrasado assim. Me sentei no mesmo lugar de sempre e o Ikaro dormindo como sempre, me pergunto o que ele faz tanto a noite rs, jogando lol ou vendo yaoi talvez.
O professor entra na sala e anuncia:
- Bom dia alunos!!! Hoje temos dois alunos novos na nossa turma, eles foram transferidos de São Paulo. Podem entrar por favor.
Os alunos entram e eu tomo um susto que todos olham pra minha cara e eu tento disfarça.
 Haru Yamã tinha entrado na sala com uma garota, isso mesmo Haru Yamã vai estudar comigo, e ele ainda está com uma garota. (N: AAAAA YAMÃ GOSTOSO MARAVILHOSO, MAIS QUEM É ESSA PIRANHA?!)

O professor pedem para os novatos se sentarem então a garota senta atrás de mim e o Yamã na minha frente.
Eu passei a primeira aula toda tentado acreditar que ele realmente estava sentado na minha frente. Estava perdido nos meus pensamentos quando escuto alguém me chamar...

Conversa on

- Oi, você poderia me emprestar uma caneta? Fala Yamã virando- se para mim.
Eu fiquei uns 3 segundos em choque e respondi.
- C-Claro. Falei entregando uma caneta.
Ele sorriu e pegou a caneta.
- Prazer, me chamo Haru, Haru Yamã. Disse o moreno com um sorriso nos lábios que me deu um tiro.( N: Cara ele ta tão na sua KKKKK)
- Prazer Haru, me chamo Madori, Madori Lee.

Conversa off

 Yamã virou-se novamente para a frente. E quando olho pro meu lado Ikaro ta com uma cara de safado que me Deus.
 Então sinto como se minhas costas tivessem queimando, um sentimento como se alguém me olhasse. Me virei para ver e tomei um susto, a tal garota que entrou na sala com o Haru me olhava com um olhar de assasino. Ela queria com certeza fazer um churrasquinho de mim. Virei pra frente e engoli seco.

Quebra de tempo

Sentei junto com Ikaro e Yato que por incrível que pareça não estava ocupado, ou com aquelas piranhas que ele diz ser amiga dele. Vejo Haru sentar junto com a garota em uma mesa reservada e ela tenta por um biscoito na boca dele e ele rejeita. Não me segurei ao ver essa cena, acabei rindo baixo mais Ikaro ouviu.

Conversa on

- O que foi estranho? Disse Ikaro com olha de curioso.
- Nada ue, pode ser feliz mais não? Falei rindo.
- Ui nossa ele se acha agora porque o crush pediu uma caneta a ele. Falou Ikaro rindo.
- Que crush Mori? Falou Yato confuso.
- Ninguém Yatozinho. Falei tentando disfarça.
- " Ai Haru senpai pode pegar quantas canetas você quiser, aproveita e me pega pra você também". Fala Ikaro com uma voizinha fina tentando me imitar.
Então Ikaro e Yato dão risada.
- FUIOTAKA CALA BOCA!!!! Falei pistola.

Conversa off

Eles riram um bom tempo ainda e eu fiquei corado. Então voltamos a comer como se nada tivesse acontecido.
O intervalo acabou então os meninos foram colocar as bandejas no balde antes de mim, pois eu demorava a comer.
Assim que acabei deixei a bandeja lá e fui caminhado para a sala de aula. Abri a porta da sala para entrar porém sinto alguém puxando meu braço.

Conversa on

- Você!! Seu viadinho de merda, fique longe do MEU Haru.Disse a piranha full pistola.
- Bebeu foi garota? Não toca em mim o sua puta. Falei soltando meu braço que ela segura.
- Bebi nada seu escroto, eu vi você olhando pro meu namorado, ele é inocente e não vê que você é uma cobra. Diz ela alterada.
- Eu quem devia dizer isso. Perai quem é você mesmo?
- Nadesco Otawa.
- Ah que lixo, agora licença piranha oxigenada...
Então ela me puxa novamente pelo braço.
Segurei a gola da camisa dela e falei:
- Garota se você toca um dedo em mim outra vez eu enfio um cabo de vassoura em você, loira falsa. ( N: Muito bem Mori quebra essa puta)

Conversa off

Então eu entro na sala como se nada tivesse acontecido e ela entra após arrumando a gola da camisa. Então o resto das aulas se passaram normal e chegou a hora de ir pra casa. Haru saiu correndo assim que tocou, nem deu tempo de dar tchau. Me despedi de Ikaro e saí. Fui sozinho hoje pra casa pois Yato tinha treino.

Continua....


Notas Finais


Eai gostaram?
Caraca e essa discussão com a piranha?
Meu Mori ta virando um homenzinho.
Ei mais aqui entre nós... Haru é muito lindo gente mds.
Eh isto meu unicórnios..
Até o próximo capítulo ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...