História Teach Me To Love. - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Percy Jackson & os Olimpianos
Tags Percabeth, Romance, Thalico
Visualizações 68
Palavras 2.040
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oia quem voltou
capitulo novinho focado nas nossas deusas Annie e Thalia, espero que gostem.
e muito obrigada a todos que comentaram no último capitulo fico feliz que gostaram do trailer ❤

Capítulo 9 - Capítulo 8 - Friendship Goals


Fanfic / Fanfiction Teach Me To Love. - Capítulo 9 - Capítulo 8 - Friendship Goals

Pov Annabeth

Depois que sai da casa de Percy refiz meu caminho até a de Thalia, estacionei o carro e respirei fundo antes de descer e ir em direção aporta, ela vai quere me matar quando contar o que eu fiz, pensei em pedir pra ela me deixar escrever uma carta de despedida pra minha mãe e talvez fazer um plano funerário não seria tão ruim. Tá talvez eu esteja exagerando, minha amiga não é tão ruim, um pouco maluca, mas não me mataria dessa vez (eu acho).

Toquei a campainha, e quem abriu dessa vez foi uma das empregadas, perguntei pela louca que eu chamo da amiga e ela me disse que Thalia estava no seu quarto. Subi as escadas e fui pelo caminho que já conhecia, o quarto de Thalia ficava no final do corredor à direita, digamos que ela não é muito sociável com a família e isso se deve em grande parte pela madrasta dela, Hera, ela nunca me tratou mal, mas as coisas não são assim com a minha amiga, digamos que meu tio Zeus (eu o chamo de tio por consideração) pulou a cerca e acabou que Thalia e seu irmão são frutos dessa pulada de cerca. Thalia nunca conheceu sua mãe, afinal ela literalmente abandonou os gêmeos na porta da casa e desapareceu, Hera surtou quando descobriu tudo, afinal essa não tinha sido a primeira traição (história pra outra hora), mas ainda assim aceitou as duas crianças em sua casa, mas só tinha um pequeno detalhe ao contrário de Thalia e Jason, Hera conhecia a mãe deles e conforme eles foram crescendo Thalia foi ficando cada vez mais parecida com a mãe e isso foi o suficiente pra Hera fazer da vida dela um inferno. Mesmo tendo o amor de todos os outros na casa, o sonho da minha amiga é sair daquele lugar e digamos que eu dou todo o apoio pra ela, amo a Thalia e não quero ver ela passando pelas merdas que ela já passou outra vez.

Mas voltando pro momento atual, estou eu parada na frente da porta, considerando as palavras que eu vou dizer pra não sofrer nenhuma lesão física, e mais uma vez respiro fundo e abro a porta entrando no quarto, Thalia está com fone de costas pra porta, então não me vê entrando. Coloco minha bolsa em cima de um pufe roxo e vou em sua direção e cutuco seu ombro.

- Porra Annabeth quer me matar do coração. – fala ela se levantando de uma vez e me fazendo rir. – Não ri sua loira do demônio.

- Foi mal, foi mal. – digo ainda rindo. – Mas da próxima vez abaixa o volume do fone. – falo pulando na cama da mesma. – Eaí já decidiu onde vamos almoçar?

- Eu não, achei que você já tivesse planejado tudo pro nosso encontro. – responde ela sorrindo e se jogando ao meu lado.

- Eu até já tinha pensando num lugar, mas como eu fiz uma coisinha, resolvi deixar você decidir tudo. – falei dando um sorriso falso e me preparando pra qualquer ataque.

- Como assim? – ela se senta na cama e me olha séria (agora fodeu real, Thalia quase nunca fica séria assim, ainda mais comigo, geralmente é o contrário). – Que merda você fez Annabeth?

- Então eu vou contar, mas você tem que prometer que não vai surtar e nem me causar dano físico. – falei levantando o dedinho pra ela.

- Tá eu prometo. – falou fazendo o mesmo que eu, sorri.

- Bom lembra que você tinha me pedido ajuda pra fazer o seu trabalho. – ela assentiu.

- Você teve alguma ideia? – ela perguntou animada e agarrou uma almofada.

- Não. – respondi e ela fez uma careta. – Mas consegui resolver parte do seu problema.

- Annie eu ainda não entendi merda nenhuma. – ela disse suspirando.

- Consegui uma dupla pra você. – falei.

- Quê? Quem é? – ela perguntou rápido.

- Então essa é a parte em que você não pode me machucar. – falei e Thalia revirou os olhos

- Tá bom, eu já falei que não vou te machucar. Quem é?

- Nico DiÂngelo. – respondi e vi ela arregalar os olhos.

- Como é? Que merda Annie. – ela tacou a almofada na minha cara.

- Ai caralho. – falei esfregando meu nariz.

- Você não podia ter ligado pra avisar antes? – ela disse andando de um lado pro outro.

- Olha não sei se você sabe, mas eu também tô sem celular. – respondi revirando os olhos. – E além do mais, vocês dois precisavam de parceiros então uni o útil ao agradável. E o Nico apesar de se meter em confusão é inteligente tenho certeza que vocês dois podem fazer um trabalho incrível. – falei puxando ela pela mão pra se sentar e a abracei de lado. – Desculpa.

- Não precisa me pedir desculpa. – ela falou me abraçando de volta. – Eu só não tava esperando e você sabe que eu fico um pouco nervosa perto dele.

- É eu sei, mas é só um pouquinho. – falei fazendo nós duas sorrirmos.

- Peraí. – ela desfez nosso abraço e me olhou franzindo a testa. – Quando falou com o Nico? Achei que você tivesse ido ver o tal de Percy.

- E eu fui. – disse me jogando de volta cama. – Acredita que o Nico e o Percy são primos? – perguntei olhando pra ela.

- Sério? Achei que a família do Nico não tivesse parentes aqui na cidade. – ela disse fazendo o mesmo que eu.

- Também achava, mas não é como se fosse muita gente. – disse encarando o teto do quarto da Thalia que pintado que nem uma galáxia. – Não sabia que Hades DiÂngelo tinha irmão e sobrinho até hoje.

- Irmão? Que estranho, meu pai nunca falou nada. – Thalia disse.

- É, Poseidon Jackson. – falei e Thalia levantou de uma vez.

- Como é? Poseidon Jackson? Annie você sabe quem é esse cara? – ficou me olhando e eu fiz que não com a cabeça. – Ele é só um dos empresários mais bem sucedidos do país, o cara é podre de rico.

- Que? – disse me sentando rápido – Como sabe disso?

- Isso aí, meu pai acabou de fechar um contrato com a empresa dele, a Olympus e a Jackson’s viraram sócias, Afrodite vai começar a organizar a ‘‘festa comemorativa’’. – ela disse fazendo aspas.

- Nossa, deu pra ver que ele tem dinheiro, mas não achava que era tanto assim. – falei surpresa.

- Ele é legal? – Thalia perguntou curiosa.

- Demais, me tratou super bem. – falei me lembrando da nossa conversa. – Você vai gostar dele não é igual os outros sócios do seu pai.

- Menos mal. – falou se levantando atrás de algo. – Já sei aonde vamos almoçar. – disse e entrou no closet e voltou com suas botas na mão.

- Aonde? – perguntei saindo dos meus pensamentos e levantando da cama também indo me olhar no espelho.

- Surpresaaaaa. – ela disse arrumando os cabelos. – Hum, tenho que fazer minhas mechas de novo. Vamos?

- Claro. – disse pegando minha bolsa e saí do quarto logo atrás de Thalia.

Chagamos na sala e Ártemis que estava lendo um livro, sorriu pra nos.

- Já vão saindo? – ela perguntou fechando o livro.

- Sim, não sei que horas vou voltar. – Thalia disse dando um beijo na testa da irmã.

- Tchau Ártemis. – falei acenando pra ela. – Ah e obrigada, ele topou. – e vi ela surpresa, mas sorriu.

- Que bom. – Ela disse.

- Eu vou descobri tudo e depois te conto. – Thalia disse pra Ártemis, fazendo eu e ela rirmos.

Saímos da casa indo em direção ao meu carro, Thalia ligou o GPS e colocou o endereço do restaurante, depois ligou o rádio e botou a nossa playlist no modo aleatório. Enquanto eu saia do condomínio de luxo que minha amiga morava. A primeira música que tocou foi “I’ll be there for you” de Friends, a gente se olhou e começamos a cantar juntas, afinal é nossa série favorita.

 

So no one told you life was gonna be this way
Your job's a joke, you're broke
Your love life's D.O.A
It's like you're always stuck in second gear
When it hasn't been your day, your week, your month
Or even your year, but

I'll be there for you
(When the rain starts to pour)
I'll be there for you
(Like I've been there before)
I'll be there for you
('Cause you're there for me too)

 

Fomos cantando o caminho inteiro nossas músicas favoritas até eu perceber onde estávamos e sorri pra minha amiga que agora estava distraída com a vista. Era um restaurante de frutos do mar bem simples que achamos por acaso, acabou se tornando nosso lugar. Ficava em uma área mais afastada de São Francisco, quase saindo da cidade.

Entramos no restaurante que estava vazio, mais um grande motivo pra gostarmos daqui, no sentamos em uma mesa que nos dava uma vista incrível e fizemos nossos pedidos.

- Então, vai me contar sobre o Percy? – Thalia perguntou levantando a sobrancelha pra mim e eu revirei os olhos.

- O que quer saber? – perguntei apoiando a cabeça na mão.

- Ele é bonito? – balancei a cabeça rindo.

- Ah, ele é bonitinho.

- Bonitinho é o feio arrumado, Annie. – ela disse se encostando na cadeira. – Anda me fala como ele é.

- Tá bom, tá bom. – disse me rendendo por fim. – Ele é bonito.

- Sabia. – ela comemorou e eu só sabia rir da minha amiga. – Mais bonito que o Luke? – ela perguntou e por um segundo me lembrei da existência daquele o qual eu ainda chamo de namorado, considerei o que responder, mas depois lembrei que era Thalia e o que eu falasse pra ela só ficaria entre nós.

- Sim. – respondi e me peguei pensando naqueles olhos verdes, sorri.

- Não acredito nisso, você tá afim do garoto? – Thalia perguntou e eu olhei pra assustada.

- Tá maluca? Eu nem conheço ele direito e além do mais eu tenho namorado esqueceu. – falei voltando a mim.

- Ah por falar nisso já conversou com ele sobre aquilo que o DiÂngelo disse na diretoria?

- Não, minha mãe me proibiu de ver ou falar com ele e também deixou avisado na portaria que não era pra ele subir. – respondi e suspirei.

- As coisas não andam bem entre vocês? – Thalia me perguntou se apoiando na mesa.

- Pra ser bem sincera, não sei. Minha mãe disse que Luke virou uma má influência pra mim e eu não concordava.

- Até agora. – ela completou.

- É, esse castigo em que a minha mãe me colocou, parece que me fez voltar a mim sabe? Era como se tivesse em outro planeta antes, não consigo me reconhecer quando penso nas coisas que eu fiz. – falei. – E analisando bem as coisas não sei se continuar namorando com o Luke seja a melhor coisa pra mim.

- Olha, eu vou estar do seu lado não importa sua decisão. – Thalia disse estendendo as mãos pra mim. – Mas escuta uma coisa: qualquer um que queira mudar quem você é não te merece Annabeth Chase. Você é incrível e boa demais pra essa merda de mundo e as pessoas que vivem nele. – eu sorri e apertei suas mãos de volta, tinha a melhor amiga do mundo comigo.

- Valeu Thals, te amo sua maluca.

- É claro que ama, quem não amaria? – ela disse me fazendo rir. – O que me diz de ir no cinema depois? Tem tempos que não vamos.

- Claro, hoje a loira aqui é toda sua. – falei piscando fazendo-a rir.

Não importa o quão na merda eu esteja Thalia sempre vai estar lá comigo e vice-versa. Temos uma conexão tão intensa e de tanto tempo que nem precisamos usar palavras, às vezes só um olhar basta para nos entendermos. Não consigo imaginar minha vida sem ela do meu lado e nem quero, provavelmente vai ser uma coisa sem graça. Thalia é minha irmã, uma maluca que sempre me anima e consegue me fazer rir de coisas estúpidas com a maior facilidade do mundo, que é péssima em matérias que envolvem números, que ama rock, essa é a minha Thalia e sinceramente apesar das dores de cabeça que eu passo às vezes com ela não quero que ela mude.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
O outro não deve demorar muito, já tenho um quase começo e uma ideia de como vai ser, pequeno spoiler: tem haver com um embuste 🤷‍♀️

Mandem sua opiniões e sugestões de atividades pra nossa duplinha Percabeth, tenho uma ideias e a aventura deles não deve demorar muitos capitulos pra comçar.
Nos vemos no prox. bjsssss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...