História Teacher for one night (imagine Jay Park) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Jay Park
Personagens Jay Park, Personagens Originais
Tags Khe
Visualizações 136
Palavras 1.517
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Mistério
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu fiz pq eu tava pensando em fazer isso a um bom tempo.
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 1 - Teacher for one night- Único


Sai da faculdade um pouco atrasada já que fui uma das últimas a terminar de fazer as provas, e fui para casa, chego e percebo que uma hora dessas meus pais já estariam dormindo, e vou direto para meu quarto e troco de roupa e coloco meu pijama.

E me deito na cama, com a tentativa de ir dormir, mas demora um pouco até que consigo.

[...]

Acordo no outro dia cedo já que ia viajar com um grupo da faculdade, então levanto-me da cama e vou para o banheiro, e me despi,tomei banho e fiz minhas higienes e sai, vesti uma calça jeans preta colada, é uma blusa folgada de mangas longas branca, e um tênis branco Adidas e pego meu celular, minhas coisas que estavam dentro da minha mochila e desci as escadas e fui para a cozinha e vejo minha mãe tomando café, e a mesma diz.

S/M-que bom que já está pronta.

S/N-…-apenas sorri e me sento na mesa e tomei meu café da manhã e logo meu pai desce e diz.

S/P-eu vou te deixar, vamos?

S/N-sim…

S/M-divirta-se…

S/N-irei me divertir…-sorrio e saio de casa e entro no carro, e meu pai vai me deixar na faculdade, me despedi do mesmo que vai embora, e vou até a YuLi, e a mesma diz.

YuLi-pensei que não vinha mais…

S/N-óbvio que eu viria né? não vou perder a chance de viajar com você-sorrio.

YuLi-ooww…-fala fazendo um coração com as mãos, e ouvimos o professor substituto falar.

JP-Eu irei ficar com vocês, então se comportem…já podem entrar…-fala e entramos no ônibus, e percebi seus olhares sobre mim e a YuLi do professor, e nos sentamos, em um dos bancos do ônibus, e o ônibus da a partida.

Toda a viagem fiquei conversando com a YuLi até que ela também percebe os olhares do professor sobre nós e me diz.

YuLi-S/N,Aquele professor tá nos encarando dês do começo da viagem.

S/N-e tu pensa que eu não sei…

YuLi-eu tô com medo agora, vai se ele quer matar nois.

S/N-deixa de ser doida, eu em…-falo rindo, e voltamos a conversar.

[…]

Depois de um tempo chegamos a praia, e fui com a YuLi, e os outros alunos da faculdade até o hotel onde ficaríamos, e entrei e fui até o meu quarto que era o número 519 e entrei, guardei minhas coisas e vejo que já estava anoitecendo, e vou para o banheiro, e me despi, e tomei um longo banho, e quando termino, saio e vesti um vestido vermelho que vinha até abaixo do joelho que definia bem minhas curvas, e coloquei uma jaqueta jeans, azul meio rasgada e um tênis branco, e arrumei meus cabelos e fiz uma maquiagem (make) básica, e passei um batom nude puxado pro marrom e peguei meu celular e sai, e fui até o quarto da YuLi, e bato na porta…e a mesma vem abrir.

S/N-já tá pronta?

YuLi-só tava te esperando pra a gente ir…-fala sorrindo e saímos do hotel e fomos até a festa na praia, já que iríamos comemorar o último ano de faculdade de administração, então quando chegamos fui até o bar e peguei 2 latinhas de refrigerante e entreguei uma para a YuLi, e fiquei com a outra, e ficamos bebendo até que escutei alguém me chamando.

Xx-S/N!

S/N-ta ouvindo alguém me chamando?

YuLi-tô, é aquele menino alí-fala apontando para um menino da nossa faculdade e vou até o mesmo e pergunto.

S/N-oq foi?

Xx-o professor tá te chamando…

S/N-pra quê?

Xx-pergunta a ele.-fala e saio e vou até onde o professor estava, já que era um pouco longe onde estava a festa, e quando chego vejo o mesmo deitado em uma rede e pergunto.

S/N-oq foi?me chamou?-falo e o mesmo se levanta

JP-chamei sim, eu queria saber oq você tá fazendo nesse momento.

S/N-conversando com o senhor

JP-antes de tá conversando comigo.

S/N-só tava sentada esperando algo de bom acontecer…

JP-que bom, pois vai acontecer algo agora-fala e põe suas mãos em minha cintura e começa a destribuir beijos pelo meu pescoço e o mesmo segura minhas mãos, e digo.

S/N-Sai Jay Park.

JP-você quer mesmo que eu saia?-fala parando os beijos e olhando fixamente para mim, e naquele momento minha cabeça só queria sair dali, mas meus corpo não conseguia, e por empulso coloco minhas mãos ao redor de seu pescoço, e o começo a beija-lo.

JP-foi oque eu pensei-fala voltando a me beijar e o mesmo começa a tirar minha jaqueta no meio da praia,e digo.

S/N-aqui não-pego em sua mão e o levo para dentro do hotel, e logo após a meu quarto e o mesmo entra me beijando e feicha a porta, e tira meu casaco e joga no chão e me põe na cama e tira sua blusa,ele começa a dar leves mordidas no meu pescoço me fazendo trocer os leiçois e soltar baixos gemidos, passo minha mão pelo seu abdômen, descendo ate sua calça, onde sinto um volume... Ele tira meu vestido com delicadeza e olha meus seios, me deixando ainda mais sem graça.

JP-Você esta ainda mais bela...e gostosa. - falou olhando nos meus olhos.

S/N- .... - e apenas fiquei calada.

JP-olha, você tem certeza disso?eu sou seu professor e pod- na mesma hora eu o beijei e falei.

S/N- eu tenho certeza do que quero,e eu quero você...

Ele passea pelas curvas do meu corpo subindo até o feicho o sutiã onde desabotoa, deixando meus seios livres. O mesmo apalpa devagar, provavelmente com medo de machucar, solto baixos gemidos pois era provável ter alguém nos quartos ao lado, vejo o volume na sua calça e um ar de desejo toma aquele quarto, e era nessa noite que eu me entregaria por inteira ao Jay Park, podia o não conhecer direito, mais sabia que queria aquilo.

Ele desce seus beijos até minha barriga e passa a mão por cima da minha intimidade me fazendo soltar um suspiro longo e escuto o mesmo rir com malícia.

Ele tira minha calcinha com delicadeza e penetra 2 dedos em minha intimidade me fazendo soltar um gemido baixo, acho que o mesmo estava gostando de me ver sofrer daquele jeito, pois sabia que não podíamos fazer barulho, o mesmo passa sua língua fazendo movimentos circulares, dando leves chupadas que me fazem delirar, quando estava perto do orgasmo ele para e volta a me beijar... Percebi que seu membro estava mais volumoso, tiro sua claça o deixando apenas de box, passei a lingua entre os labios ao perceber o volume de sua criança.

Vejo a box ser jogada para o outro lado do quarto expondo seu membro grande e grosso.

JP-me mostre o que essa sua boquinha consegue fazer baby…

Ele se senta na cama e eu vou para sua frente, começo a masturba-lo e o mesmo geme e joga a cabeça pra trás, dou vários beijos em sua glande antes de colocá-lo na boca, começo a fazer movimentos e vai e vem e ao mesmo tempo o acaricio com minha lingua.

JP-S/N.... Não seja uma garota má....

Não dou ouvidos e continuo meu trabalho, sinto ele pegar meus cabelos com um pouco de força, sinto um líquido quente em minha boca e o engulo, ele me pega no colo me colocando na cama e me beijando novamente.

Depois de um tempo paramos por falta de ar... Ele se aproximou do meu ouvido.

JP-Vou te fazer mulher SN... E te farei minha- ele me beija de novo.

Sinto ele bater seu membro contra minha intimidade me fazendo ficar mais molhada, ele pega um preservativo que estava em sua calça e coloca em seu membro.

JP-posso? - fala com malícia, e antes de responder o mesmo penetra o seu membro em mim.

Ele me penetra devagar e sinto meus olhos encherem de lágrimas, ele me olha preocupado.

JP-tá doendo? - ele para por um momento, esperando eu acostumar com a dor, eu acento com a cabeça e ele continua.

Ele fazia movimentos e vai e vem com a cintura, dando estocadas leves, depois de un tempo trocamos de posições, eu fiquei por cima dele e comecei a "cavalgar" em seu membro, ele segurou minha cintura e ne beijou com a tentativa de abafar seus gemidos mas foi em vão, eu gemia a cada movimento.

S/N- Jay... Aaah... Eu vou...- falo abafado.

JP-S/N... Vamos junto... - chegamos ao nosso limite e me deito ao lado dele...

S/N-nada aconteceu aqui-falo com a voz cansada, e o mesmo diz.

JP-eu nunca vou me esquecer…uau…-fala e coloca a mão na minha bunda.

S/N-eita, a YuLi, eu falei que só vinha aqui bem rápido.

JP-eu digo a ela amanhã que você dormiu, e eu te troxe.

S/N-hahaha se fosse só isso…

JP-quer repetir?dessa vez no banheiro?

S/N-não, Hoje não.

JP-então vamos nos encontrar mais vezes?

S/N-espero que sim…-logo Depois de um tempo adormeço.

[…]

Acordo com meu celular tocando e olho pro lado e não vejo o Jay Park e tento me levantar mais minhas pernas doíam, mais consigo ir até o banheiro e tomo um banho quente, e saio e vesti uma roupa folgada, uma saia e uma blusa e coloquei uma sapatilha, e saio do meu quarto e vou até a praia e me deito na rede, e vejo o Jay Park sentando ao meu lado e pergunta discretamente.

JP-você tá bem?

S/N-só minhas pernas estão doendo…

JP-se quiser eu posso fazer uma massagem depois, lá no quarto.

S/N-não seria mal idéia.

JP-uau.

YuLi-onde você foi??

S/N-eu dormi…

YuLi-ata, vem tenho que te amostrar uma sorveteria ótima-fala sorrindo e me puxando até lá...





Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...